Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Travessia Petrópolis x Teresópolis 2 DIAS (Setembro ou Outubro


Posts Recomendados

  • Membros

Boa noite pessoal.

Estou a um tempo pensando em fazer essa trilha e decidi fazê-la em 1 ou 2 semanas, eu e mais um amigo. Estamos praticamente no mesmo nível físico, temos certo conhecimento de trilhas e alguma coisa também de escalaminhada, nossas duas últimas foram Pedra da Gávea (carrasqueira) e Pedra do Elefante (Itaipuaçu). Não temos GPS (apenas o Wikloc no celular), vamos tentar levar o máximo de power bank possível para ocnseguir realizar essa trilha com o equipamento; mas apesar disso, vimos vários relatos, alguns dizendo que é necessário ter corda, outros não.

Alguém que já tenha feito poderia dar algumas dicas? 

Ah, também aceitamos companhia, pretendemos sair do Rio de Janeiro, mais precisamente Copacabana na sexta feira, por volta de 17h, deixar o carro em Teresópolis (no fim da travessia) pegar um ônibus para Petrópolis e passar a noite lá em algum lugar por lá, acordar sábado cedo e ir direto iniciar a travessia.

Toda ajuda é bem-vinda.

Agradeço antecipadamente galera.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Em 21/09/2018 em 18:57, Henrique Matheus disse:

Boa noite pessoal.

Estou a um tempo pensando em fazer essa trilha e decidi fazê-la em 1 ou 2 semanas, eu e mais um amigo. Estamos praticamente no mesmo nível físico, temos certo conhecimento de trilhas e alguma coisa também de escalaminhada, nossas duas últimas foram Pedra da Gávea (carrasqueira) e Pedra do Elefante (Itaipuaçu). Não temos GPS (apenas o Wikloc no celular), vamos tentar levar o máximo de power bank possível para ocnseguir realizar essa trilha com o equipamento; mas apesar disso, vimos vários relatos, alguns dizendo que é necessário ter corda, outros não.

Alguém que já tenha feito poderia dar algumas dicas? 

Ah, também aceitamos companhia, pretendemos sair do Rio de Janeiro, mais precisamente Copacabana na sexta feira, por volta de 17h, deixar o carro em Teresópolis (no fim da travessia) pegar um ônibus para Petrópolis e passar a noite lá em algum lugar por lá, acordar sábado cedo e ir direto iniciar a travessia.

Toda ajuda é bem-vinda.

Agradeço antecipadamente galera.

Boa Tarde Henrique.

Fiz essa trilha mês passado em três dias e foi sensacional.

Bom vamos a algumas impressões individuais.

O 1º Dia Até os Castelos do Açu, foi muito cansativo. Começamos cedo e fizemos em média de 7 horas, chegando ao abrigo, por volta das 16 hs. Foi o tempo necessário para me acomodar e ver o por do sol do cruzeiro.

O 2º Dia foi bem técnico. O  amigo que já tinha feito levou uma corda que ajudou muito. Na pedra do Mergulho e do Cavalinho facilitou e evitou problemas. Mas sua pergunta foi. É necessário levar? Digo que não. Mas são para pessoas audazes e safas. Do contrário, leve a corda. Existem relatos de muitos acidentes nesses trechos. No elevador, não tem como usar cordas, mas eu achei a parte mais perigosa. Mas quando se alcança o topo do elevador a sensação é maravilhosa.

A trilha é auto didata, mas deixar é sempre bom ter o gps ligado. Sobre o Wiklock, o problema seria carregar o celular para o segundo dia.

Sou de Resende e conheço todo o PNI, mas o PARNASO não conhecia. Fui de carro direto para Teresópolis, onde contratei uma pessoa para levar meu carro para Petrópolis. E tudo aconteceu sem alteração.

Saí de Resende às 03:30 da manhã, às 07:00 já estava em Teresópolis, tomei um café e entreguei o carro ao rapaz e iniciamos a trilha as 08:30. No terceiro dia chegamos na sede de Petrópolis as 12:00 hs. último dia é só descida sem chances para se perder. Peguei o carro, almocei na cidade e voltei para Resende, chegando em casa 17:00 hs. Deste modo não precisei de tempo a mais para logística. Fui direto.

Sobre água. Duas garrafinhas são suficientes. No primeiro dia tem acesso à água uma vez antes do abrigo. No segundo dia NÃO tem acesso à água, pois o único córrego que ultrapassamos estava seco e dizem estar contaminado. Água somente nos abrigos.

Espero ter ajudado. Desejo que sua trilha ocorra tudo bem. Prudência e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

Demetrius 24 999988901

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

@Demetriusrj - Opa meu camarada, muito obrigado pelas explicações. 

Falando do GPS, estarei portando alguns power-banks e só utilizarei o GPS em caso de necessidade. Em relação a corda, eu continuo bem confuso, pois não imagino em qual momento ou como ela deve ser utilizada. 

No caso do carro, vou sair do Rio de Janeiro na sexta-feira (05/10) , deixar o carro em Teresópolis, pegar um transporte para Petrópolis e dormir por lá, e aí então no sábado pela manhã começar; encerrando em Tere no domingo (07/10).

 

Mais uma vez agradeço pela explicação.

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por ARQUITETO_VIAJANTE
      Olá pessoal, compartilhando com vocês esse passeio que fiz com meu namorado até Baia Formosa/RN de carro - buggy saindo de Natal/RN. Somos de Natal e assim como a maioria das pessoas que vivem aqui, não costumamos fazer esse tipo de passeio (apesar de ser um desperdício já que temos um litoral incrível, cheio de paisagens espetaculares) no máximo vamos as praias urbanas e só. No dia anterior ao passeio entrei em contato com o pessoal do insta @baiaformosa.rn e pedi uma indicação de passeio que poderíamos fazer em um dia  percorrendo a maior parte dos atrativos. Em Baia Formosa existem basicamente 3 tipos: buggy, quadricíclo e 4x4 onde opamos pelo de buggy por ser mais em conta para duas pessoas (R$ 350), lá você encontra até por R$ 280, mas como não conheciamos optamos por esse. Assim eles nos indicaram o cara que acredito ser o melhor e mais conhecido bugueiro da região, Welligton (84-99114-1756 @bugueirowellingtonbf) uma pessoa incrível, extremamente pontual e responsável. Ótima escolha!
      Depois de agendarmos com Wellington no dia anterior, partimos de Natal para Baia formosa de carro pela BR101, esse trajeto muito tranquilo dura cerca de uma hora e meia. Fomos direto para o centro da cidade onde havíamos marcado com ele as 9:30h e de lá partirmos para o primeiro destino que seria dá uma passada em Barra do Cunhaú para conhecer esse lindo lugar que faz parte do município vizinho a Baia Formosa, Canguaretama. Fomos pela praia antes que a maré subisse e o ja nos primeiros metros ainda na praia principal de Baia Formosa nos encantamos desde o inicio com um dos cenários principais da novela Flor do Caribe: água calma, tranquila, falésias, areia, vegetação...

      O passeio pela praia é de boa e leva de 15 a 20 minutos até Barra do Cunhaú. Chegando lá a visão é muito linda! Quem nos recebe é o rio Curimataú que em encontro com o mar fica verdinho e tranquilo. Nesse trecho a areia é bem branquinha e o pessoal pratica kite surf aproveitando os ventos favoráveis a esse esporte na região.
      Ali no rio ficamos por cerca de 40 minutos, tomando banho, agua de coco e deitando nas redes que eles colocam dentro da água. O consumo de bebidas e comidas nesse ponto é um pouco salgado mas é aquilo né, lei da oferta e da procura: colo lá tem poucas barracas, eles vendem caro mesmo.
      Depois pegamos o buggy e voltamos para Baia Formosa mas não mais pela praia e sim por dentro de uma fazenda pois o mar ja estava alto e nao havia faixa de areia para o carro passar. Essa mudança do trajeto já é informada desde o inicio para que a pessoa saiba que vamos passar por esse lugar que também é bem legal onde é cobrado um pedágio de R$ 10,00 por carro. Dentro dessa fazenda podemos ver a mata nativa de restinga, com vários rios e lagos entre dunas (tinha até vacas rssr). O Bugueiro nos leva ao alto de uma duna para ver a baia e é tudo muito perfeito: o mar com diversas tonalidades de azul, a areia, o coqueiral!!!

      Esse passeio por ali, com a parada na duna deve dá por volta de 30 a 40 minutos. Dali fomos em direção a Lagoa Araraquara mais conhecida como lagoa da coca-cola devido a tonalidade de suas águas que lembram o famoso refrigerante. Pra chegar lá saímos da fazenda e pegamos a estrada asfaltada de entrada da cidade, atravessamos todo o centro dela (passamos em frente da casa do campeão mundial de surf 2019 Ítalo Ferreira) descendo pelas praias do centro e indo em direção ao Sul . A lagoa fica dentro de uma reserva florestal muito importante para o RN e Brasil, a mata da Estrela que é o maior remanescente da mata atlântica sobre dunas do país, para chegar lá nós passamos por dentro dessa mata que é belíssima diga-se de passagem. A lagoa é muito interessante mesmo com suas águas escuras e quentes onde permanecemos por cerca de 30 minutos.
      Depois disso, partimos em direção a ultima praia do litoral potiguar, a praia do Sagi. No caminho passamos pelo farol do Bacubari e Museu do Mar, uma inciativa particular de um senhor que coleta espécies marinhas mortas na região e enterra numa espécie de cemitério que ele organizou. Depois ele expõe os cascos de tartarugas e ossos de animais interessantes como golfinhos, baleias, peixe-boi e outros.
       
      Continuando o passeio chegamos na praia do Sagi e como já passava das 12:00h, fomos direto no restaurante "reservar" nosso almoço. Aqui uma dica interessante dele: Fomos na Ombak - Camarão, cachaça e MPB (@cahacaria) para dá uma olhada rapida por lá, já que é uma cachaçaria bem interessante, ver o cardápio e já fazer o pedido (pois a montagem do prato demora uns 40 minutos) ou seja, escolhemos e fomos dá um passeio enquanto ficava pronto. Sim, isso é possivel!!!  Então, como tínhamos essa possibilidade, fomos direto para o limite entre o RN e PB que é o estuário do rio Curimataú, um lugar muito lindo  e tranquilo. Ali ficamos uns 30 minutos tomando banho no rio/mar e relaxando. Nesse espaço tem umas barracas onde se pode beber e comer petiscos. Ali também você consegue fazer passeio de barco e salto de tiroleza.
      Depois retornamos para o Ombak e o prato estava pronto, um camarão no coco verde com arroz maravilhoso, acompanhado com suco fresco de caju e de sobremesa cocada (R$ 95,00). Dali fomos fazer o passeio de canoa no Rio Sagi com direito a parada para tomar banho no interior do mangue num trecho com terra clara e plana. Quem for fazer esse passeio não deixe de conhecer Toreba, uma figura muito engraçada e carismática da região. O passeio com ele é super animado e interessante ($20 por pessoa) e dua reca de 30 minutos ou até 2 horas se a pessoa quiser ficar tomando banho de rio. Como queríamos apenas conhecer foi bem rápido. Vale salientar que quem quiser pode tomar banho de lama também  e não custa nada rrsrs.
      O passeio se encerra com a volta para o centro de Baia Formosa porém antes ainda teve uma surpresa do nosso bugueiro: ele nos levou para ver o por-do-sol num lugar fantástico!!! Não vou descrever, confiram na foto...

      Depois desse espetáculo o bugueiro ainda brincou com a gente fazendo manobras radicais e dando aquele grau de aventura ao passeio. De lá voltamos ao centro onde nos despedimos com a certeza que em breve voltaremos para aproveitar mais desse paraiso tão pertinho aqui de nós.
    • Por Par de Sorrisos
      Uma escala: RIO DE JANEIRO, BRASIL ✈️🌊 | Vlog viajante 🌎
       
        Oi você! Uma paradinha no Rio de Janeiro que continua lindo. Nossa escala de Buenos Aires ao Rio, e o tão sonhado carimbo no passaporte. Pequenos prazeres da vida.   Mostramos um passeio visual por: 00:00 Intro 00:18 Aeropuerto Internacional de Ezeiza 02:10 Vôo 03:13 Rio de Janeiro 03:44 Aeroporto Internacional do Galeão 05:03 Posto Rio de Janeiro 05:57 Metrô Rio 06:58 Praia de Ipanema 08:07 Museu do Amanhã 09:28 Despedida   Espero que vocês gostem, preparamos com carinho.   É isso aí, fica tranquilo, seja feliz e beba água, pode ser café também ☕😍.   Sejam felizes e, se puderem.   Um beijo!   Inscreva-se em nosso canal: https://bit.ly/2MY7eF2   Junte-se a nós em nossas aventuras: • Facebook | https://facebook.com/pardesorrisos/ • Instagram | https://instagram.com/pardesorrisos/ • Patreon | https://www.patreon.com/pardesorrisos/   A música que nos acompanha • Spotify | https://spoti.fi/2MZz1oq   Entre em contato conosco: [email protected]   Par de Sorrisos é a visão de Wilfredo Chiquito e Helen Negrisoli de nossas aventuras ao redor do mundo. Junte-se a nós!
    • Por Daniela Alvares
      Pessoal, alguém tem indicação de guia que faz a travessia a pé nos Lençóis Maranhenses?
      Muito obrigada.
    • Por Mayki Pole
      Bom dia pessoal !   Estamos indo para serra fina dia 16 de março de 2020!   Se alguém conseguir ajustar as datas pra ir junto seria legal, por enquanto vamos em três pessoas, eu e minha namorada e  mais um amigo nosso! 
      Faremos no formato clássico de 4 dias, podemos nos encontrar em Passa Quatro-MG.
      Se alguém quiser embarcar conosco nessa aventura, será muito bem vindo!!
      Meu número é 45 99961-3741    Mayki 🙏
    • Por Mayki Pole
      Bom dia pessoal !   Estamos indo para serra fina dia 16 de março de 2020!   Se alguém conseguir ajustar as datas pra ir junto seria legal, por enquanto vamos em três pessoas, eu e minha namorada e  mais um amigo nosso! 
      Faremos no formato clássico de 4 dias, podemos nos encontrar em Passa Quatro-MG.
      Se alguém quiser embarcar conosco nessa aventura, será muito bem vindo!!
      Meu número é 45 99961-3741    Mayki 🙏
×
×
  • Criar Novo...