Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
castrotrip

Roteiro Paris

Posts Recomendados

Ola

Irei viajar para Paris e ficarei 4 dias inteiro

Montei o cronograma diário se alguém poder verificar e der dicas ou dizer se esta bom

E poder indicar algum roteiro a noite que seja seguro

Grato

Roteiro Paris.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Louvre não abre no dia 09, ele não abre nas terças-feiras.

Musee D'Orsay e Versailles não abrem nas segunda-feiras.

Visitar Louvre e D'Orsay no mesmo dia é muito cansativo e pesado, não faça isto, você não vai aproveitar nada do segundo museu, se quiser visitar os dois, visite em dias separados, e que não seja no dia de Versailles, que também é um passeio muito cansativo.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@234234 Valeu, esqueci desse pequeno grande detalhes

irei em Versales na terça e no Louvre na quarta por ter horário ate a noite

e vc sabe algo sobre o museu pass paris?

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Evite o Louvre a tarde, é o horário mais cheio. Você gasta no minimo 06 horas dentro do Louvre... até você se encontrar, entender os mapas...fora que você não quer mais sair . Cheguei la as 09 e quando me dei conta eram 15:30 e ai enfrentei dificuldades para achar um lugar para almoçar.

O D'Orsay também vale a pena gastar uma manha inteira. Só tem obras de primeira linha lá dentro... Monet, Manet, Renoir, Cezane, Van Gogh, Degas... é dificil (rs).

Portanto D'Orsay e Louvre no mesmo dia não dá... a menos que so queira olhar as coisas por ciam, corrido... dizer que foi.

A parte da manha do dia 11 esta bem carregada... n sei se dá tempo não.

Em 23/09/2018 em 22:48, castrotrip disse:

E poder indicar algum roteiro a noite que seja seguro

Bem relativa a sua pergunta. Paris é uma cidade segura no geral.  Ai vem a pergunta crucial... Onde ficará hospedada? Quartie Latin é obrigatório. se curtir blues e jazz tente um ingresso antecipado no New Morning, na Avenida Rivoli tem vários pubs interessantes, se for FDS e quiser algo mais alternativo tema região do Canal de Saint Martin... A região mais sofisticada tem o Marais.

Não curti a região da Bastilha! mas acho que vale ir durante o dia.

Tenha em mente que a primeira vez em Paris é necessário fazer opções pois tem muita coisa para fazer. Não é uma cidade para explorar em unica vez...

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como já falaram, eu não iria a 2 museus em um dia, muito pouco produtivo. A ida à Torre Eiffel no final da tarde é uma ótima escolha, eu recomendo verificar o horário do pôr do sol e acompanhar lá de cima.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
15 horas atrás, Rafael_Salvador disse:

quiser algo mais alternativo tema região do Canal de Saint Martin

Cara, passei mês passado nesta região do canal de San Martin perto da Gare De L'Est e estação Jaurès do metrô, e impressionante como degradou desde a última vez que tinha passado por lá a 2 anos atras.

Já não era a região mais bonita de Paris, mas agora estava bem pior, cheio de morador de rua se drogando em plena luz do dia no meio da rua, um fedor de urina, lixo nas calçadas.

Na parte mais ao sul do Canal, próximo a Place de la République não está ruim, mas quando vai andando em sentido a Gare De l'Est o negócio fica feio...

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@111111 Foi bom você tocar nesse ponto, por lapso esqueci de detalhar melhor! Saint Martin vai das imediações de Republique até a estação Jaurés - Coladinho com la Villette (que é bem mal falado)... portanto ao longo do Canal existem trechos que não são recomendados, a exemplo do que citou acima. Na verdade vamos combinar que as proximidades das estações na Europa, no geral, não são boa coisa - Brussels MIDI, Termini, Barcelona Saints... e por aí vai.

Como contra ponto temos coladinho em jaures o Point Ephemere que é bem frequentado. 

Esse  ano fiquei hospedado em Republique... E não vi nada demais, mas confesso que não fiquei completamente relaxado... sempre passava na "atividade"! Cheguei a receber alguns olhares diferentes de imigrantes, principalmente quando saia no final da tarde com minha namorada mais arrumada... Mas ao simplesmente esboçar um comportamento ostensivo e de alerta... o cara já se afasta... mas rola um "climinha" na região! Na verdade Republique tem uma vida própria... um ritmo próprio... nos últimos dias já estava acostumado, mas a primeira impressão voce fica meio em dúvida se esta num lugar seguro.

A noite sempre voltava de taxi e descia nas imediações do Pierre ou mesmo na frente da Mc' Donalds... Por ali tem o Favela Chic e Lavomatic que são lugares bem "cool" na cidade... Indo na direção oposta ao Canal temos a famosa Oberkamp e seu bares e restaurantes - Destaque ao italiano Ober Mamma, da rede Mamma (são todos ótimos)...

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Castro Trip!

Seu roteiro está bom ! Eu só mudaria duas coisas nele.

1)Deixe para subir na torre eiffel na parte da tarde. O pôr do sol visto de lá de cima é lindo demais. Assim vá nas champs Elysés de manhã, almoce por lá e depois vá a torre eiffel. 

No link abaixo tem algumas dicas de como visitar a torre eiffel.

Como visitar a torre eiffel do jeito certo

2) Eu colocaria o louvre para a parte da manhã. Se eu fosse vc chegaria logo no primeiro horário e iria direto para a Ala Denon, que é onde está a Monalisa. Esta área costuma ser sempre a mais lotada do museu. 

Abaixo também deixarei um link sobre o louvre

Museu do louvre: Como evitar filas e ver as principais obras num só dia

Um abraço e boa viagem

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por MatheusRedfield
      Oi gente, não sei se pode esse tipo de postagem mas queria saber: Vocês já compraram algo no Civitatis? deu certo? Vi umas excursões baratas lá e fiquei meio desconfiado. Vocês recomendam?
    • Por Andre Mailson Melo de Oliveira
      Ola povo, estou organizando com a minha família uma viagem a Paris em 2021 (nao temos tanta grana entao temos que marcar mais pra frente pra dar tempode juntar o dinheiro kkkk).
      Além dos locais mais conhecidos, como a torre e o museu, quais outros lugares vocês indicam para vermos na cidade luz? Pretendemos ir na baixa temporada pra facilitar, eu pesquisei e em março é o melhor mês, confere isso? Alguém saberia se é um mês muito chuvoso? Ainda é um pouco frio considerando os padrões do sul do Brasil?
    • Por panda
      Meu primeiro mochilão pela Europa foi no longínquo ano de 2004 (mesma época em que entrei aqui no fórum).
      Acredito que a frase acima já lhe permita imaginar como minha viagem foi bastante diferente, levando em conta o quanto o mundo evoluiu em 15 anos.
      Sem mais delongas, vou citar abaixo 10 itens/coisas que levei em meu primeiro mochilão e que hoje poderia dispensar.
      As imagens são meramente ilustrativas.
       
      1. Câmera Fotográfica
       

      Eu sei exatamente o que você está pensando: em 2004 câmeras digitais já eram (quase) populares.
      Sim, já eram. Inclusive levei uma delas comigo (daquelas fininhas point and shoot).
      O problema é que minha câmera digital usava pilhas palitos que se desgastavam rapidamente.
      Além disso, meu irmão tinha uma câmera analógica semiprofissional da Canon e eu a levei acreditando que as fotos ficariam muito melhores do que na outra.
      A Canon era pesada, com uma lente grande...e não era fácil de guardar em uma mochila.
       
      2. Carregador de pilhas

      Mais barato do que comprar pilhas todos os dias para a minha câmera, eu comprei um carregador com 4 pilhas recarregáveis.
       
      3. MP3 Player

      Nada como ouvir uma boa música enquanto você espera o trem chegar...ou antes de dormir, depois de andar quase uma maratona para conhecer o maior número de pontos turísticos na cidade que se visita.
      Aliás, cabe salientar que meu mp3 player também usava pilhas palito.
       
      4. Despertador/relógio

      Levei dois relógios de pulso (um com o fuso do Brasil e o outro com o fuso local), mas descobri alguns dias antes da viagem que ambos tinham o som do alarme muito baixo (e eu o sono muito pesado).
      Diante deste problema, corri para uma loja de 1,99 e comprei um despertador (só pra garantir...sabe como é...).
       
      5. Lanterna

      Quando você dorme em um quarto com 8 ou 10 pessoas que você não conhece, é sempre bom ter uma lanterna pra encontrar o caminho do banheiro ou algum item perdido na sua mochila bagunçada.
       
      6. Dicionário

      Como já tinha certo conhecimento da língua inglesa, levei comigo um dicionário português/francês, pois passaria por 3 países francófonos.
       
      7. Diário de viagem

      Para guardar boas lembranças, além de registrar informações importantes (que depois compartilhei aqui no fórum), levei um caderno ou diário de viagem. Tenho ele guardado até hoje.
       
      8. Guia de viagem / mapas em papel /outros tantos papéis

      Levei um livro/guia de Amsterdã que emprestei de um amigo, além de várias páginas impressas com dicas que encontrei na rede (como ir da estação de trem/aeroporto até o hostel, principais pontos turísticos, onde comer gastando pouco, etc).
      Lembrando que o mochileiros.com tinha apenas 2 anos na época e a internet ainda não dipunha de tantas informações compartilhadas entre viajantes.
      Além disso, me utilizei de vários mapas em papel que ganhei ou comprei pelo caminho.
      Sem falar, é claro, nos tickets de trem/ônibus/avião que eu precisava guardar em minha mochila.
      Enfim...muitos papéis.
       
      9. Roupas em excesso / Peso em excesso

      Ainda que o mochilão tenha ocorrido no inverno, calculo que levei quase o dobro de roupas que eu efetivamente usei. Lavei algumas peças nos hostels e outras nem cheguei a usar.
      Isso impactou principalmente no peso de minha mochila (e em dores nas costas).
       
      10. Kit de costura

      Pensei muito se incluía ou não este item na lista, pois ele efetivamente salvou a minha vida (metaforicamente, é claro).
      Em razão do citado excesso de peso em minha mochila, somado ao fato desta não ser de uma qualidade muito boa, sofri um acidente quando aguardava meu trem na estação de Bonn, na Alemanha.
      Minha mochila simplesmente rasgou o fundo, despejando minhas coisas diante de uma plateia de alemães incrédulos com a cena.
      Embora inicialmente desesperado, vi o kit de costura no chão e o usei para costurar minha mochila.
      Entretanto, não foi tão fácil assim.
      As linhas do meu kit eram de má qualidade e quebravam quando eu tentava costurar um material tão duro quanto a mochila. Diante de tal infortúnio, não tive dúvidas: costurei com algo muito mais resistente, fio dental.
      A mochila ficou feia, mas aguentou o resto da viagem sem problemas.
      Pensando melhor...talvez seja bom manter o kit de costuras...
       
      Enfim, esta é a minha lista.
      É fácil perceber que o smartphone substituiu a maioria destes itens que citei, dentre outros que acabei não citando aqui (talvez em uma parte 2).
      E você? O que não levaria no seu próximo mochilão?
       
    • Por Beaoli
      Estou organizando uma viagem entre alguns lugares da Europa. Não pretendo me locomover de avião entre eles. (Apenas pra chegar na Europa). Alguém poderia me ajudar dizendo qual é a melhor opção para deslocar entre eles? Barco, trem ou ônibus?
      Trecho 1
      Londres - Paris
      Trecho 2
      Paris - Lugano
      Trecho 3
      Lugano - Barcelona
      Trecho 4
      Barcelona - Palma de Mallorca
      Trecho 5
      Palma de Mallorca- Lisboa
      de Londres a Paris, pensei em ir pela Mancha, mas não achei preço apenas de ida do barco
      alguém pode me ajudar? Desde já obg!😊
    • Por Danyelle Freiria
      Boa tarde.
      Em dezembro faremos uma viagem em 4 pessoas para Roma (7 dias), Milão (5) e Paris (9). Durante este período já faremos as visitas mais famosas dos locais. Gostaria de indicações de lugares próximos (por exemplo, cidades vizinhas) ou alguns nas próprias cidades que são pouco visitados por turistas mas que valem a pena aproveitar para conhece-los (principalmente em Paris). Estou aberta a qualquer sugestão, desde restaurantes à museus. 
      Obrigada. 


×
×
  • Criar Novo...