Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

chiconeto

[Arquivo] Dicas Chilenas

Posts Recomendados

Olá pessoal, tinha escrito uma msg aqui mas nao saiu, então vou repetir.Primeiramente obrigado a Claudia e Adriano pelas respostas.

Queria algumas dicas sobre hospedagem em Puerto Varas, já que todos recomendam ser melhor que P. Montt,para ficar...

O que há de melhor para se ver na região ?

Como se vai a Isla Chiloë ?

De onde partem os onibus para Bariloche,qt tempo ??

OBS vou em Novembro de 2005

 

Muito obrigado Minetto

[email protected]

Compartilhar este post


Link para o post

MINETTO

NÓS FICAMOS NA ELLENHAUS EM PUERTO VARAS, FOI UM BOM CUSTO/BENEFÍCIO.

MAS LÁ TEM MIL OPÇÕES.

NA REGIÃO O MELHOR É ADMIRAR A PAISAGEM DO LAGO DO VULCÃO OSORNO, EM PETROHUÉ, OS SALTOS E LAGO E A BELA FRUTILLAR.

O LATÃO PRA BARILOCHE, PELA ANDESMAR SAI EM FRENTE DA ELLENHAUS ( MUITO PRÁTICO)

 

NÃO FOMOS A CHILOÉ, MAIS DICAS, VERIFIQUE EM www.interpatagonia.com

 

ADRIANO

Compartilhar este post


Link para o post

EHHHHHHH!

 

Voltei do Chile! Uau! Tudo de bom!

 

Primeiro, queria agradecer a todos pelas dicas, 100%, o Chile é tudo que vocês dizem e mais um pouco! Pucón, Pucón, Pucón! Uau! Se não fossem vocês, eu nem teria ido lá, nunca tinha ouvido falar. E no fim, foi a chave de ouro da viagem! Muito, muito obrigada, mesmo!

 

Vou fazer um resuminho do meu corre-corre, porque foram poucos dias e muitos passeios. Depois, se alguém quiser mais detalhes, é só perguntar. Vou dar preços e nomes do que eu lembro, e não me achem metida, mas eu não fui de mochila, aluguei carro e fiquei em hotéis bem carinhos, mas era minha segunda lua-de-mel, então me dêem um desconto, tá?

 

Lá vai:

 

Dia 18 - SP - Santiago - o primeiro passeio deu errado. O vôo chegava 12:30, marquei Concha y Toro para 16:00. Só que a imigração estava abarrotada, três vôos do Brasil e dois da Austrália chegaram ao mesmo tempo, então a programação dançou. Pegamos uma van que levou horas até o hotel, e estava chovendo. Restou fazer passeio de paulista: táxi até o shopping Alto Las Condes (4000 pesos par ir, idem para voltar). Véspera de dia dos pais: shopping lotado. Mas como era Santiago, e não SP, eu estava achando bom... hehe! Ficamos hospedados no Eurotel, na Providência, muito bom, U$ 65 a diária. Dá para ir a pé ou de metrô para vários lugares, ótima localização. Jantamos no Louisiana, na Calle Suécia. Tem salsa e merengue, e uma comidinha mais ou menos. O pisco sour é muito bom, virei fã!

 

(um aparte: todas as reservas de hotéis eu fiz sozinha, por email. Até pedi para uma agente cotar os preços para mim, mas todos que ela me passou eram pelo menos 30% mais caros...)

 

Dia 19 - El Colorado - eu queria mesmo era ir a Valle Nevado, mas a estrada estava bloqueada, de tanta neve. Nos contentamos com a outra mesmo. Ai, gente, mas mesmo para quem não esquia (o que é meu caso...) tem que ir, e vista de lá é linda, dá prá ver Santiago inteira! É uma coisa impressionante! Fomos com a SkiTotal, alugamos equipamentos e aula, saiu 64000 para o casal. Contratamos o hotel pickup, mais 14000 para cada, mas foi bobagem, devíamos ter pegado um táxi até lá (fica em Las Condes), sairia 8500, e o táxi é baratinho... Enfim, a aula foi engraçada, muitos tombos, pouco esqui, mas muita diversão. Vale a pena!

 

Dia 20 - alugamos um carro e fomos a Viña del Mar e Valparaíso. De manhã ainda vimos a troca da guarda no Palacio La Moneda. Como estava chovendo, sem carro não teríamos visto nada. Viña é bacaninha, Valparaíso é lindíssima. Andamos de ascensor, o Concepción, que medo! Mais emoção que subir em vulcão ativo. O negócio parece que vai despencar. Fomos até Reñaca, no mirador dos lobos, é uma graça ver os bichos nas pedras. Mas tinha tanta névoa, que quase não deu prá ver nada nos dois passeios. De noite, jantamos num lugar chamado BordeRío, em Vitacura, muito chique, tem vários restaurantes de várias especialidades. Chegamos tarde e tava tudo fechado, então fomos ao Lamu, um lounge bem "in", frequentado por executivos santiaguinos. A decoração é 10 (eu que sou arquiteta, fico de olho nessas coisas...), a comida é 2, mas as margaritas são 20!

 

Dia 21 - Santiago - Puerto Montt (avião) - alugamos um carro e fomos direto a Puerto Varas. Ficamos no Colonos del Sur, US$ 70 a diária, quarto com vista para o lago e o Osorno, em frente ao Casino. Muito bom hotel. Tiramos o resto do dia para descansar.

 

Dia 22 - Demos a volta inteira no lago. O que são aqueles saltos do Petrohue??!!! Muito lindo! Cheio de água, uma força, uma cor, demais. Fomos até a beira do lago de Todos os Santos, mas não fizemos a travessia. Tentamos subir até a estação de ski do Osorno, mas tinha muita lama, o carro começou a patinar e desistimos. Estava tão deserto! Mas a vista é um desbunde, dá prá ver o lago e o rio do alto, é de tirar o fôlego. E chegamos bem pertinho do topo! O dia amanheceu todo encoberto, e aos poucos foi abrindo, por fim deu prá ver até o Cerro Tronador, na Argentina. Almoçamos num restaurante sem nome na estrada, em Ensenada, mas que tinha um salmão espetacular. Ótimo custo-benefício. Em Frutillar, paramos num mirante de onde pudemos ver os três vulcões: Pontiagudo, Osorno e Cabulco. Nunca vou esquecer esta visão: deslumbrante.

 

Dia 23 - de manhã fomos até Chiloé. Chuva e frio, e não vi nada lá, mas a travessia da balsa compensou: um monte de leões marinhos acompanhando o barco e dando piruetas. Não tem preço! Puerto Montt é mesmo uma caca, o porto de Angelmó é bacaninha, pela curiosidade, mas tava tão frio e ventava tanto que não dava prá ficar... de tarde, fomos a Temuco, e alugamos um carro. Chegamos em Pucón à noite. Ficamos no Gran Hotel Pucón - US$ 91,00 a diária. Como estava chovendo muito, valeu a pena, porque o hotel tem mil coisas para fazer, e dá prá passar o tempo... Jantamos num lugar excelente, chamado El Rincón de la Pasta, na Calle Fresia. Massa de primeira, atendimento perfeito.

 

Dia 24 - subida do Villarica. De carro, claro! Alugamos o equipamento no hotel. Comparada com a estarada para El Colorado, esta é bico! 14 km em rípio... Mas a paisagem é tudo! O aspecto bucólico da névoa que deixava ver apenas uns dez metros na frente, a terra preta de lava, as árvores ainda meio queimadas das erupções mais recentes... Dá até um frio na barriga. Bom, nós subimos no Villarica, esquiamos (caímos), brincamos na neve... Mas não vimos o Villarica! O tempo ficou fechado até irmos embora, só dava prá ver o pé do vulcão. Em tempo: está em alerta verde, as subidas ao topo estão liberadas... mas eu não ia escalar mesmo... O primeiro lift, que vai do estacionamento até a base, é demais! Que vista incrível! A névoa não deixava ver muito longe, e o frio quese congelou os ossos, mas a atmosfera que senti foi única na minha vida.

 

Dia 25 - o dia estava melhor, de manhã fomos ao Ojos de Caburga e ao lago Caburga, muito bonito. Andamos pelas estradas em direção às termas, e depois andamos pelo centro de Pucón, queainda não tínhamos aproveitado direito. Almoçamos numlugar chamado Parrilla Gaucha, comi um bife de chorizo melhor que qualquer um que comi na Argentina. De tarde fomos para Temuco, demos uma volta pelo centro, mas não tem nada lá... De noite fomos de volta para Santiago. Minha impresão final da Lan Chile foi ótima: super pontual, todos muito atenciosos, aviões limpos e novinhos... Li alguns comentários desabonadores sobre a Lan, mas não concordo com nenhum - conosco, deu tudo certo.

 

Dia 26 - Último dia de Chile, que pena. Giro por Santiago, céu aberto mas meio enevoado - subimos no Cerro San Cristóbal, uau! Tirei as fotos mais maravilhosas, dá para ver até El Colorado! Fomos à Plaza de Armas e ao Mercado, mas que chato! Eles ficam seguindo a gente, empurrando para dentro dos restaurantes... Parece que temos "brasileiro" estampado na testa. Fui embora já com saudades, e programando a próxima, prá ver um pouco do que perdi desta vez...

 

Em Pucón, demos até entrevista prá uma TV local. Eles querem saber o que nós vimos lá, dá prá acreditar? O cara disse que eles não entendem como nós, que temos tantas praias, sol, mar azul, resolvemos invadir uma terra gelada e enevoada... Mas essa é a graça! Os chilenos amam os brasileiros, e são super gentis. Numa pizzaria em Pucón, o cara pôs bossa nova por nossa causa, a bandeira do Brasil está ao lado da do Chile em todos os lugares, em Santiago uma moça quase me levou até a casa de câmbio!

 

Amei o Chile, e não vejo a hora de voltar! Obrigada a todos mais uma vez pelas dicas preciosas, e desculpem a redação tão longa, mas eu podia ficar horas aqui falando de tudo de legal que vi e fiz no Chile, como todos vocês!

 

Abraços,

 

Marília.

Compartilhar este post


Link para o post

Marilia,

 

Seja bem-vinda...não esqueça de postar algumas fotos prá galera mochileira se deliciar....

 

Enio

Compartilhar este post


Link para o post

Marília,

Fiquei maravilhado com o seu realto. Estou indo para o Chile e Pucon dia 15 e fiquei mais aliviado quando vc disse que a subida ao Vilarrica está liberada. Não posso perder essa subida de jeito nenhum! Mas só para assegurar: vc achou que realmente é seguro subir o Vulcão estando nesse dito "alerta verde"? Vc sabe né? Caldo de galinha e precaução não fazem mal a ninguém! 8)

Parabéns pela viagem e ponha as fotos para vermos!

 

Luiz

Aracaju/SE

Compartilhar este post


Link para o post

200572122919_villarrica.JPG

 

200572122930_villarrica2.JPG

 

Esta era a vista do teleférico de Pucón - é alto pacas, tinha uma névoa forte, um frio! Mas lindo demais!

Compartilhar este post


Link para o post

200572122823_alerta.JPG

 

Luiz,

 

Este sinaleiro fica na frente da Prefeitura de Pucón. Significa que o acesso ao vulcão está liberado. Mas não sei quem quer subir com aquela cerração, porque não dá para ver nada! Tentamos esquiar, mas não dava prá ver a pista! Apesar deque o pessoal de lá, que está acostumado, não parecia estar nem aí...

 

Na avenida principal de Pucón tem uma agência atrás da outra, eles vendem os pacotes e podem te dar maiores informações sobre segurança. Aparentemente, eles nem lembram que tem um vulcão ativo ali do lado! Acho que é seguro, sim...

 

Abraços,

 

Marília.

Compartilhar este post


Link para o post

Depois eu coloco mais fotos no Tópico de Imagens, prá não lotar aqui!

 

Abraços,

 

Marília.

Compartilhar este post


Link para o post

Marília

Obrigado pela dica e pela foto, muito interessante.

Eu vou apra Pucon de qualquer jeito porque pelo que leio e vejo aqui, ela pode ser considerada uma cidade imperdível no Chile e quando chegar lá, dia 19/07, avaliarei se subo ou não o Vilarrica.

Abraço,

 

Luiz

Aracaju/SE

Compartilhar este post


Link para o post
Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens


×
×
  • Criar Novo...