Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Posts Recomendados

Fala Mochileirxs, beleza? Podem me ajudar com meu roteiro?

Estou planejando uma viagem na América do Sul, entre os dias 04 e 21 de abril (inclusive). Será a minha primeira vez no país. A princípio eu faria Peru-Bolívia (Cusco, Copacabana, Isla del Sol, La Paz e Uyuni), mas pelo tempo disponível eu não poderia nem tentar o Huayna Potosí, então achei melhor conhecer a Bolívia junto com o Atacama num segundo momento.

Sou montanhista e sempre busco aventuras nos lugares que viajo, mas também não dispenso o conhecimento histórico e cultural local. Considerando tudo isso, elaborei o roteiro por Cusco, Arequipa, Lima e estou pensando em apertar para conhecer Ica (OBS: não estou pensando em ir a Huaráz dessa vez, pois pretendo fazer circuitos/escaladas demorados em outra ocasião).

04/04 - Chego Cusco 12h/Caminhar pela cidade para aclimatar e fechar tours.

05/04 - Rainbow Mountains

06/04 - Valle Sagrado

07-11/04 - Salkantay Trek

12/04 - City tour/Museus/Feira de Artesanato e Qoricancha

13/04 - Indefinido/Rodoviária 20h (ida a Arequipa)

14/04 - Chegada Arequipa 07h/Citytour

15-16/04 - Valle del Colca Trek/Ida a Ica (tempo suficiente?)

17/04 - Indefinido - Ica ou continuar Arequipa?

18/04 - Indefinido/Ida a Lima

19/04 - Chegada Lima 06h/Centro histórico/Museu Larco

20/04 - San Isidro/Miraflores

21/04 -  Museu de Arte de Lima/Barranco (feira após 12h)/Aeroporto 19:00h (vôo de volta 21:40h)

 

Por ora o meu roteiro é esse. Poderiam me ajudar com alguns?

- Quantos dias são realmente necessários para conhecer Arequipa/Valle del Colca?

- Acham que consigo embargar para Ica no mesmo dia de retorno do Valle del Colca Trek? Se sim, vale passar dois dias por lá?

- Sugerem algum local que não foi mencionado acima? Estou aberto a substituições e preciso preencher os lugares "indefinidos".

 

Gratidão a toda ajuda/sugestão. Depois da viagem compartilharei minha planilha de gastos detalhada por aqui.

Grande abraço.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu mudaria um pouco no Peru. No passeio da Rainbow mountain você chega a 5100 metros. É o de maior altitude de sua lista.  Sem aclimatação boa, você pode sofrer um bocado. Seria melhor deixar mais para frente, quando estiver melhor aclimatado. Eu faria o city tour no  dia 05, que é fácil e ajuda na aclimatação, e deixaria o rainbow mountain para o dia 12.Mas tem um porém nisto. Você deve chegar de salkantay lá pela 06 ou 07 da noite. No passeio da rainbow mountain, eles passam para te pegar bem cedo, lá pelas 3 ou 4 horas da manhã. O ideal seria colocar um dia entre os dois passeios, como por exemplo o vale sagrado.

Mas, se você tem certeza que não terá problemas com o mal de altitude...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, schitini disse:

Eu mudaria um pouco no Peru. No passeio da Rainbow mountain você chega a 5100 metros. É o de maior altitude de sua lista.  Sem aclimatação boa, você pode sofrer um bocado. Seria melhor deixar mais para frente, quando estiver melhor aclimatado. Eu faria o city tour no  dia 05, que é fácil e ajuda na aclimatação, e deixaria o rainbow mountain para o dia 12.Mas tem um porém nisto. Você deve chegar de salkantay lá pela 06 ou 07 da noite. No passeio da rainbow mountain, eles passam para te pegar bem cedo, lá pelas 3 ou 4 horas da manhã. O ideal seria colocar um dia entre os dois passeios, como por exemplo o vale sagrado.

Mas, se você tem certeza que não terá problemas com o mal de altitude...

Muito obrigado pelo esclarecimento.

Em verdade pensei na Rainbow Mountain como aclimatação para a Salkantay, pois apesar da altitude mais levada serão apenas 8km de trajeto, enquanto a Salk tem entre 14 e 22km/dia.

De todo modo, saberia informar quais os horários de saída/chegada do Rainbow Mountain no hostel? Pensei agora em mudar ou para o dia 06 (imediatamente anterior ao início da Salk) ou para o dia 13 (mas precisarei ir à rodoviária no mesmo dia pela noite).

Abraços e obrigado mais uma vez.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Surgiu mais uma dúvida: eu consigo reservar a Salkantay junto com os ingressos de entrada a Machu Picchu + Huayna Picchu já em Cusco, ou é necessário fazer antes?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente o percurso não é longo, mas quando eu cheguei na altitude pela primeira vez, qualquer esforço mais pesado estava me deixando sem folego. Levei 3 dias para estar totalmente normal. Eu fiz Rainbow Mountain em 2017. Eles disseram que passariam no hotel por volta das 3 da manhã, mas passaram por volta das 4 (e eu fui um dos primeiros a ser pego) o que causou um problema maior. São aproximadamente 3 horas de ônibus até o início da trilha, com 02  paradas ligeiras no meio do caminho.. Era para começarmos a subida às 07, mas só começamos 08.30, e o guia ficou apressando o pessoal (naquela altitude tendo que andar depressa é f...), No máximo 13 horas as excursões começam a descer de lá, e as  14.00 já está todo mundo dentro do ônibus para ir almoçar. Chegamos em Cusco por volta das 18.30 ou 19 naquele dia.

A vantagem em relação à trilha é que, se você quiser, pode alugar uns burrinhos para te carregar até lá em cima. É mais ou menos 50 pesos. a dica é, se for essa a intenção, começa caminhando e aluga no meio do caminho, pois os donos dos burros que não arrumaram passageiro vão seguindo a trilha oferecendo os burrinhos por um preço menor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em relação à reserva para Salkantay e Machu Picchu + Huayna Picchu, mudou um pouco desde que eu fui, junho de 2017 (as mudanças começaram a valer em julho). Salkantay é mais tranquilo você reservar em Cusco, e até Macchu Picchu também é tranquilo reservar lá, mas apenas 100 pessoas sobem as montanhas por dia, se não me engano, então você pode não conseguir vaga nem na Huayna Picchu (eu subi esta, e vale muito a pena, apesar de ser puxado) nem na montanha Macchu Picchu. Mas, reservando pela internet você paga bem mais caro (mais do que o dobro, na verdade).

 

Uma dica em relação à vale sagrado: eu fui pela empresa orellana tour, que fez na época por 80 pesos por pessoa (a própria empresa contrata e faz os passeios, o que faz sair preço melhor), incluindo o almoço (esta é a dica: na compra do pacote, tenha certeza de o almoço está incluído, pois almoçar lá nos lugares onde as excursões deixam as pessoas fica caro. Na época que eu fui o restaurante que nós paramos cobrava dólares por pessoa para quem não tinha o almoço incluído).

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, schitini disse:

Realmente o percurso não é longo, mas quando eu cheguei na altitude pela primeira vez, qualquer esforço mais pesado estava me deixando sem folego. Levei 3 dias para estar totalmente normal. Eu fiz Rainbow Mountain em 2017. Eles disseram que passariam no hotel por volta das 3 da manhã, mas passaram por volta das 4 (e eu fui um dos primeiros a ser pego) o que causou um problema maior. São aproximadamente 3 horas de ônibus até o início da trilha, com 02  paradas ligeiras no meio do caminho.. Era para começarmos a subida às 07, mas só começamos 08.30, e o guia ficou apressando o pessoal (naquela altitude tendo que andar depressa é f...), No máximo 13 horas as excursões começam a descer de lá, e as  14.00 já está todo mundo dentro do ônibus para ir almoçar. Chegamos em Cusco por volta das 18.30 ou 19 naquele dia.

A vantagem em relação à trilha é que, se você quiser, pode alugar uns burrinhos para te carregar até lá em cima. É mais ou menos 50 pesos. a dica é, se for essa a intenção, começa caminhando e aluga no meio do caminho, pois os donos dos burros que não arrumaram passageiro vão seguindo a trilha oferecendo os burrinhos por um preço menor.

Pelo horário de retorno não poderei ir no dia de saída de Cusco, deixarei por conta e risco da minha fisiologia e dos chás para aclimatar. Se não rolar ainda assim, contratarei um companheiro de trilha de quatro patas para me auxiliar hehe Não quero perder a chance conhecer o lugar dessa vez e qualquer outro dia vai complicar um pouco.

 

3 horas atrás, schitini disse:

Em relação à reserva para Salkantay e Machu Picchu + Huayna Picchu, mudou um pouco desde que eu fui, junho de 2017 (as mudanças começaram a valer em julho). Salkantay é mais tranquilo você reservar em Cusco, e até Macchu Picchu também é tranquilo reservar lá, mas apenas 100 pessoas sobem as montanhas por dia, se não me engano, então você pode não conseguir vaga nem na Huayna Picchu (eu subi esta, e vale muito a pena, apesar de ser puxado) nem na montanha Macchu Picchu. Mas, reservando pela internet você paga bem mais caro (mais do que o dobro, na verdade).

 

Uma dica em relação à vale sagrado: eu fui pela empresa orellana tour, que fez na época por 80 pesos por pessoa (a própria empresa contrata e faz os passeios, o que faz sair preço melhor), incluindo o almoço (esta é a dica: na compra do pacote, tenha certeza de o almoço está incluído, pois almoçar lá nos lugares onde as excursões deixam as pessoas fica caro. Na época que eu fui o restaurante que nós paramos cobrava dólares por pessoa para quem não tinha o almoço incluído).

 

Li sobre isso também. Quero ir na Huayna, parece ser bem mais bacana. Andei olhando os pacotes pela internet e estão por volta de U$$400/500.

Mas aí entrei em contato com o hostel que pretendo ficar (Pariwana) e eles me indicaram uma agência que cobrou U$$255 (acho que ainda consigo desconto pela hospedagem). Por acaso lembra quanto pagou lá na época? Esse valor mais baixo tá me convencendo a fechar logo, mas não tenho ideia dos valores fechando em Cusco...

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não lembro do que eu paguei, mas se vc consegue US$ 225 incluindo Macchu Picchu e Huayna o preço está bom. Para comprar o ingresso de entrada em Macchu Picchu pela internet na página oficial + Huayna dá US$ 75. Tem ainda 01 noite de hotel em águas calientes (se vc for vir por salkantay você deve chegar na hidroelétrica por volta das 14 ou 15 horas, são mais 7 km de caminhada até águas calientes, então vc chega lá por volta das 15-16. Tem que formir em águas calientes e visitar MP nodia seguinte), tem ainda o ônibus de subida e descida de Macchu Picchu, que dá US$ 35, se não me engano (vale a pena, apesar do preço. A subida é bem cansativa). O preço está bom, só tem que ver o que está incluído neste valor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, schitini disse:

Eu não lembro do que eu paguei, mas se vc consegue US$ 225 incluindo Macchu Picchu e Huayna o preço está bom. Para comprar o ingresso de entrada em Macchu Picchu pela internet na página oficial + Huayna dá US$ 75. Tem ainda 01 noite de hotel em águas calientes (se vc for vir por salkantay você deve chegar na hidroelétrica por volta das 14 ou 15 horas, são mais 7 km de caminhada até águas calientes, então vc chega lá por volta das 15-16. Tem que formir em águas calientes e visitar MP nodia seguinte), tem ainda o ônibus de subida e descida de Macchu Picchu, que dá US$ 35, se não me engano (vale a pena, apesar do preço. A subida é bem cansativa). O preço está bom, só tem que ver o que está incluído neste valor.

Pois é, também achei o valor interessante, é da agência Rasgos del Peru. Abaixo, a lista do que está e não está incluso:

EL PROGRAMA INCLUYE:

Briefing y entrega de mapas.

Recojo del hostal en Cusco 04:30 am a 5:00 am.

Transporte privado Cusco – Mollepata –Challacancha

4 Almuerzos, 4 Cenas, 4 Desayunos.

3 noches en campamento

1 noche en hostal básico (habitación compartida)

Cocinero, arrieros, mulas y porteadores (que carga el alimento y equipo de camping).

Equipo de campamento (carpas, matras, equipo de cocina).

Ingreso al sitio arqueológico de  Machupicchu

Servicio de guía profesional bilingüe durante los 5 días.

Botiquín de primeros auxilios.

Opción de alimentación vegetariana sin consto adicional

Tickets de tren de  Aguas Calientes – Ollantaytambo (14:55 pm ,16:22 pm,18:20 pm o  21:50 pm todo depende de la disponibilidad)

Transporte de Estación de Ollanta a Cusco (Plazoleta Regocijo).

EL PROGRAMA NO INCLUYE:

Desayuno el primer día y almuerzo en el último día

Snacks y platos adicionales.

Boletos de bus subida y bajada de Aguas Calientes – Machu Picchu

Ingreso a la Montaña de Machupicchu (preguntar disponibilidad)

Ingreso a la Montaña de Huaynapicchu (preguntar disponibilidad)

Seguro de viaje.

Ingreso al Camino de Salkantay – Costo S/. 10.00

Entrada a las Aguas Termales de Cocalmayo s/10.00 soles

Entrada a las Aguas Termales de Aguas Calientes s/20.00 soles

Zip Line en Santa Teresa

Bolsa de dormir de pluma $17.00 dólares o sintético $15.00 dólares

Agua mineral durante el viaje

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para ser aquele valor tinha que deixar algumas coisas de fora mesmo, mas o preço não está ruim não. O ingresso de Huaynapicchu as empresas costumam pedir entre US$ 75 a 80, apesar de o custo destes ingressos ser apenas US$ 35 (mas a gente não consegue comprar apenas o ingresso das montanhas. Tem que comprar a entrada a MP junto, pelo que eu vi). Vc tem que verificar a disponibilidade antes se realmente quiser subir, de qualquer maneira (vale a pena subir Huaynapicchu, é muito legal - vc gasta mais ou menos 2 horas entre subida e descida da montanha. Huaynapicchu  fica no fim de MP, então vc pode fazer o tour guiado com  o guia que no fim ele te deixa na entrada da montanha, que só abre às 10, se não mudou nada). A subida e descida de ônibus me falaram que custa US$ 35. Eu subi de ônibus, mas estava incluído no passeio que fiz. É uma subida pesada e acho que vc leva de 30 minutos a 1 hora para chegar lá em cima. Em relação ao ônibus vc tem que ver a hora da entrada de seu ingresso em MP. Pelo que eu vi, agora quando se compra o ingresso vc já tem a hora de entrar e de sair (que faz a montanha tem 8 horas para ficar lá dentro, quem não faz tem apenas 4) porque se seu ingresso for para entrar bem cedinho talvez não dê tempo de vc subir a pé (além de vc já estar cansado da trilha salkantay, de qq maneira).Aguas termales em aguas calientes não vale a pena.

Vi também que não inclui água mineral. Quando eu fui não tinha água mineral, mas tinha água fervida pela empresa, que dá para tomar tranquilo. Procura saber se eles dão algum tipo de água ou se você vai ter que levar sua água desde cusco, porque não sei se tem pontos para vc comprar água no meio do caminho.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Mila coni
      Olá pessoal, estou viajando em maio/2019 pra um mochilão pela América do Sul. Procuro boas companhias 
      whats (75) 99255-2704
    • Por tqueel
      São Luis
       
      Alimentação- R$17,00 Uber - R$23,00 do aeroporto até o centro histórico. Lembrancinhas- R$52,00 Hospedagem no Hostel Reviver - R$109,00
      Passagem- R$ 329 volta ida 652 = 981
       
      Chegada as 12 horas - aproveitar o dia em São Luis, pois decidimos aproveitar no dia da chegada, do que do retorno.
      - Centro Histórico, é bonito, mas está bem abandonado, juro que procuramos locais pra tirar foto lá, rsrs muitos casarões também invadidos, mas gostamos do Centro.
      - Placa de São Luis "ilha do amor", pegamos um uber do palácio dos leões até lá, deu R$10,00, fica no espigão;
      - Fomos também na avenida litorânea, onde tem o monumento dos pescadores, do espigão até lá deu R$18,00 (tinha aumentado o valor do uber); E da avenida litorânea até o centro histórico deu R$18,00 de Uber;
      - Noite, ñ saímos, quase nem dormimos também, pois é época de carnaval.
      - Almoço = Dom Francisco, comida boa e barata, self service com comida típica, nos outros que entramos eram a la carte, gastei com coca R$17,00.
       
      Barrerinhas - trekking Transfer saída as 03 horas do centro histórico, destino a Barreirinhas, duração 4 horas, então previsão de chegada 08:40 da manhã.
      Quem fez nosso transfer foi Caio, super recomendamos R$60,00 por pessoa e te pega no hotel que estiver 09888816769
       
      Passeios compramos antecipado (Santo Amaro/mini trekking Atins/Lagoa Azul) + transfer (são luis/barreirinhas/atins/santo amaro) - R$475,00
      Hospedagem - R$ 40,00 para cada (fizemos umas jogadas com a booking, foram duas noites) uma no Hostel da Júlia e outra na Casa Dona Vilma.
       
      Chegando em Barreirinhas saímos direto para o passeio de Trekking, deixamos as coisas no hostel da Júlia e embarcamos no porto. No primeiro dia, pegamos a voadeira e fizemos um primeiro passeio, passando por vassouras (tem macaquinhos, cuidar que eles roubam as coisas), farol de Mandacaru (fila kkkk tem revezamento para subir), após isso o almoço é opcional em Caburé (gastamos R$106,00 - prato carne de sol, coca um 1l e uma água) apenas pagamos, pois começariamos a travessia (5km), mas me encantei mesmo pela travessia, fotos, experiência, relatos, com isso fiz um jeitinho, mesmo com pouco tempo de encaixar um mini trekking, pesquisei alguns trajetos e notei que tinha ao inverso um povoado mais próximo, meu objetivo era ver o sol se pôr, nascer e dormir nos redarios, essas experiências que eu acho o mais sensacional!
      Nosso agente dos passeios foi paciente e mesmo com os problemas que tivemos ele conseguiu resolucionar, Digo Neto (98-988149835), sempre me ajudando e passando novas cotações, durantea nossa estadia na cidade ligando perguntando o feedback e avisando mudanças, ñ tenho do que me queixar, achei super legal essa atenção que ele nos deu. No trekking foi o Geovani (98-987917796), também muito atencioso, acho que se eu fosse vcs falava para pedir esse guia, sabe quando a pessoa ama o que faz?!!! Ele é muito bom também para "driblar" multidões na lagoa azul, então conseguimos muitas fotos sem um monte de pessoas atrás.
      Dormimos em redarios, olha tinha tudo para ser tranquilo, se ñ fosse a super chuva, balançou bastante a rede, mas foi pontual, nunca ocorre isso, no valor que pagamos do trekking estava incluso o redario e o jantar *jantar maravilhoso!
      No segundo dia seguimos o trekking (15km) para um restaurante próximo a lagoa azul (caminhando), o almoço fico em R$118,00 com peixe ao molho de camarão e 4 cocas lata (esse era obrigatório), após o almoço conseguimos ir a tão esperada lagoa azul (é um circuito de lagoas na verdade) de carona, acho que o guia ficou com dó de nós (hahahaha), finalizando e retornando, o caminho estava muito alagado e o carro que iria nos buscar teve problemas na água (faz parte nos lençóis, vamos com a mente relaxada, hahahaha), fizemos outro caminho para ñ correr o mesmo risco, passamos de balsa também, bastante fila!)
      Então chegamos no hostel da Julia as 20 hrs, tristes pois estava quase finalizando a aventura de carnaval, pelo menos a parte mais especial da viagem para mim.
      Jantamos pizza, saiu um total de R$26,00 uma pizza com 8 pedaços e um guaraná 1l.
      No terceiro dia Santo Amaro, que estava programado para ser antes, mas tivemos que mudar devido problemas climáticos. Esse passeio dura o dia todo e o almoço não está incluso. Tomamos café no hostel e o transfer nos buscou 07:50. O trajeto demorou chegamos 10:30 para escolher o almoço (ñ incluso), mas pagamos 20,00 self service (Está no cardápio como PF, mas acho super compensa, pq o restante é livre e carne vc escolhe 2 tipos), esqueci o mome do restaurante...
      O passeio achei curto, mas tem beeem mais lagoas do que em Atins e Lagoa Azul, achei o mais lindo em questão de quantidade de lagoas, mas o trekking é bem melhor para aproveitar, pois no de Santo Amaro voltamos as 13:30 para almoçar no restaurante que reservamos a comida e já retornamos.
      Nessa noite passamos no Hostel casa dona Vilma, tão simpática (bem mais que no hostel da Julia, porém preferia a localização do da Julia, mais perto de tudo, mas até água faltou), quando passamos só para deixar a bolsa, já até nos ofereceu café, sabe fazer vc se sentir em casa, ela tem um restaurante também e preços maravilhosos, fizemos questão de jantar lá, peguei uma jantinha e um sucos (10,00 - vou colocar foto do cardápio) e já retornamos dormir. O café da manhã é maravilhoso, adorei tudo, com certeza eu me hospedaria novamente.
       
      Transfer de retorno no dia 05/03, as 08 horas da manhã, chegando em São Luis as 13 horas (tivemos paradas para organizar, tinha bastante gente, viemos de ônibus) nosso retorno ficou para as 16 horas, almoçamos no aeroporto, mudaram meu vôo, devido a Garulhos estar com problemas, cheguei mais cedo do que o previsto em casa!!
      E resumidamente você deve ir para essa aventura, de mente e coração aberto, pois ñ é fácil, depende muito de questões climáticas e não é para qualquer um!!!
      Ps. Ñ pega operadora TIM, no hostel da Julia a internet era péssima! Casa dona vilma o wifii era maravilhoso...
      Levem dinheiro, alguns lugares pegam cartão, até Caburé, mas muitos ainda ñ.
      Façam trekking, melhor forma de aproveitar os lençóis maranhenses. 










    • Por Jeanjcfm1
      E aeee Mochileiros.... passagens compradas.... abaixo um rascunho do meu roteiro e as cidades que irei passar. Vou com pouco dinheiro mas com muita disposição... 

      12/03 - Chego em CUSCO. 
      16/03 - Ica ( Huacachina)
      17/03 - Paracas
      20/03 - LIma ( Direto para Huaraz) 
      20/03 - Huaraz
      23/03 - Lima
      26/03 - Brasil

      Aceito dicas de hostels, agências e passeios.... se tiverem algum grupo no Whatzaap, me adicionem  027997203920


       


×
×
  • Criar Novo...