Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
MARCELO.RV

Extraordinária Patagônia, Bariloche, Pucón, Puerto Varas, El Calafate, El Chaltén, Ruta 40, Caleta Olívia, Puerto Madryn, 14470km rodados

Posts Recomendados

2 minutos atrás, Elder Walker disse:

Show de bola! Baita trecho de estrada, heim?

Cara, muito bom mesmo, fora os trechos ruins o visual é fantástico.

2 minutos atrás, Elder Walker disse:

Legal suas fotos das estradas que dá pra ter uma boa noção do que esperar. A vegetação amareleda e rasteira, com os guanacos por perto me lembrou um pouco a região do Atacama.

É mais ou menos isto mesmo. Cuidado com os guanacos. Percebi que são mais inteligentes que os nandús, quando nos veem tem tendência a correr para fora do asfalto, os nandús ficam no meio da estrada, bicho burro. rsrsrsrs

2 minutos atrás, Elder Walker disse:

Deu uma lavada no possante neste trecho? Parece mais limpinho que nos dias anteriores! haha!

rsrsrsrs Dei nada, a foto foi perfil então só pareceu mais limpo. rsrsrsrs Dei uma lavada em El Calafate pois já estava inabitável.rsrsrsrs

3 minutos atrás, Elder Walker disse:

AH, e escolheu essa cidade Gob. Gregores por algum motivo ou é o que encaixava na distância do dia?

Estratégia para enfrentar o rípio o mais cedo possível e chegar em El Chaltén o mais cedo possível também, um lugar razoável para dormir antes seria Perito Moreno, mas aí pegaria o rípio à tarde se resolvesse passar direto, e entre Perito Moreno e Gob. Gregores não tem muita coisa. Por sinal foi uma boa decisão.

  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

18º dia 08/01 – Gob. Gregores X El Chaltén– 300km – Aqui começa o segundo trecho que mais me preocupava, pois depois de Gob. Gregores tem 72km de rípio que não sabia ao certo as condições, conversando com muitos viajantes todos me falaram que passa tranquilo deste que não esteja chovendo, como puderam ver meu carro é Cruze Hatch, bem baixo, daí minha preocupação, alguns chegaram a me falar, passa mas é bem ruim. Bom, não tínhamos opção a não ser encarar, saímos por volta das 8 da manhã, 60km depois aproximadamente começa o rípio. Minha preocupação era, rasgar um pneu, afetar alguma parte embaixo do carro, mangueira de freio, combustível, cabos elétricos, meu carro a bateria é no porta malas juntamente com toda central eletrônica, então existe cabo que passa por baixo do carro que vai até compartimento do motor, era para preocupar ou não??????? Pois bem, seguindo pelo rípio começamos a perceber o seguinte, alguns trechos bons, anda-se com segurança a 50/60km/h, outros muitos ruins que praticamente paramos, muitas pedras grandes e facões que dependendo de onde entrar esbarra o fundo do carro. Na maioria cascalho solto que bate o tempo todo no fundo do carro, coloquei o computador de bordo na pressão dos pneus que era minha maior preocupação, deixei de lado a quilometragem pra não ficar contando quantos kms ainda estavam faltando. Às vezes passavam algumas caminhonetes ou SUVs 4X4 em velocidades mais elevadas, neste caso tentei manter a maior distância possível para evitar alguma pedrada no para brisa ou qualquer outra parte do carro. Acompanhando os pneus, devagar e alguns trechos, quase parando em outros, um pouco mais rápido em outro, e finalmente fim do rípio, alegria total, passamos ilesos(#SQN). No final do trecho encontramos com 2 motociclistas brasileiros parados receosos em enfrentar o rípio, quando viram nossa placa nos pararam, estavam pensando em dar uma volta enorme só para evitarem o rípio, parece que planejaram pouco e não tinham a mínima ideia de quanto tempo gastariam e estavam com medo de atravessar, também tenho moto e falei pra eles, se estão com medo ótimo, vão com medo mesmo, assim você não ganha confiança, acelera demais e vai pro chão. Gastamos aproximadamente 1:40min, eles nos informaram que tiraram o dia para fazer a travessia, informei a eles para irem tranquilos, com medo e que dando tudo certo atravessariam com no máximo 2:30min, trocamos algumas informações, desejamos boa sorte e eles seguiram. Achamos um absurdo pois assim que sai do rípio pega-se uma pista extremamente lisa e top demais de asfalto, uma vergonha não terem continuado a obra, existem várias placas de obras mas parece que não trabalham lá a muito tempo, só tem as placas, nada de máquinas ou alguma coisa que indique algum trabalho. Bom, seguimos por mais 165km até El Chaltén, a cada km que passava o visual ficava cada vez mais bonito, foi aí que parei o carro para tirar algumas fotos, quando parei e abri os vidros veio um cheiro forte de gasolina, minha esposa e filha também comentaram mas não dei muita importância, o carro estava normal, então seguimos. Mais uma parada para fotos e novamente cheiro de gasolina, pensei, será que furou o tanque?????😨 Olhei por trás debaixo do carro e nada de vazamento, bom menos mal, mas o carro estava desligado, então fui ligar pra ver, aí ferrou, tinha um vazamento na conexão da mangueira de combustível que passa embaixo do carro, só vi que estava vazando, neste momento faltava 20km para El Chaltén, então seguimos praticamente direto com mil coisas passando pela cabeça. Cheguei, parei o carro e olhei por debaixo, uma pedra quebrou a conexão do cabo de combustível, e para minha sorte foi que só quebrou a ponta da conexão e não ela toda, tanto é que rodamos pelo 165km deste jeito sem notar nenhuma diferença no carro. Bom, enfim, agora buscar uma solução, mas como???? Procurei saber com a dona do apart que alugamos e em El Chaltén só existe um borracheiro que também é mecânico, pensei, ferrou mais ainda,😩 entrei debaixo do carro e observando de perto o problema vi que o vazamento vinha de uma trinca que deu na conexão quando quebrou a trava, com isto o tubo de gasolina que encaixa estava frouxo, aí a mente começou a funcionar, talvez uma abraçadeira resolva levando em consideração que as peças não se separaram. Sai então em busca da abraçadeira, chegamos em El Chaltén por volta das 13:hs, então estava na bendita hora da sesta até as 16:hs, tudo fechado, tem uma ferreteria chamada El Volcan onde eu conseguiria a abraçadeira(ferramentas eu tinha), mas foi um suplício esperar até as 16 para comprar, tentar resolver e saber se realmente o que eu pensei em fazer iria dar certo, até que enfim deu as 16:hs, fui lá e comprei e eu mesmo fiz a solução caseira, entrei debaixo do carro meio sem posição mas consegui abrir e encaixar a abraçadeira do jeito que imaginei e fui apertando bem de leve até um determinado limite, não podia apertar demais pois poderia quebrar a conexão, aí sim iria ferrar de vez. Resultado da solução estilo Magyver, antes quando ligava o carro estava jogando gasolina a vontade para fora, depois da abraçadeira problema resolvido, mas a tensão foi grande, perdi a tarde nesta brincadeira. Detalhe, o vazamento era grande com o carro parado e o motor ligado, andando em rotação mais elevada acredito que não vazava tanto, tanto é que não percebi o marcador de combustível descer de forma considerável. Agora respondendo aqui algumas perguntas que fiz para vários viajantes e vivi a experiência por conta própria:

Passa qualquer tipo de carro pelo rípio depois de Gob. Gregores? Passa, desde que não chova vai tranquilo, alguns trechos bem devagar outros andando um pouco mais. Se chover esquece, até 4X4 pode ter dificuldade.

As condições são muito ruins? Alguns trechos são péssimos, com pedras grandes, e com outros cascalhos que formam um facão que esbarra no assoalho do carro, outros são melhores.

Corro o risco de ter algum problema? Sempre vai correr, eu preocupei muito com um furo ou rasgo de pneu, mas também preocupei com as conexões que passam por debaixo do carro, e justamente ali foi meu problema, posso ter dado azar mas é fato que quanto mais baixo o carro ou pesado esteja, maior o risco principalmente quando se tem cabos/tubos vitais embaixo do carro. Em alguns momentos mesmo estando devagar o carro tem vontade própria, você não consegue fazer ele sair da direção que está, por isto a possibilidade de algum facão de cascalho com pedras maiores esbarrar no assoalho é grande.

Faria novamente a travessia? Com certeza, até porque não tem outro caminho se for descer pela 40, e valeu a pena, El Chaltén é fantástico, minha situação pode ter sido isolada mas o risco sempre vai existir, então vai dica, ir sem pressa, com cuidado e se tiver algum problema lembre-se de manter a calma e tentar resolver com tranquilidade e paciência, o desespero não ajudar.

Abaixo as fotos do problema e da solução e 2 vídeos curtos do trecho.

 

IMG_2436.JPG

IMG_2439.JPG

IMG_2441.JPG

IMG_2445.JPG

IMG_2446.JPG

IMG_2447.JPG

IMG_2448.JPG

IMG_2452.JPG

IMG_2453.JPG

IMG_2455.JPG

IMG_2458.JPG

IMG_2459.JPG

IMG_2460.JPG

IMG_2461.JPG

IMG_2462.JPG

20190108_145404.jpg

20190108_220316.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente ter essa informação atualizada da condição do rípio. Olhando de longe (nas fotos) parece bem compactado, mas no vídeo parece já mais "fofo" e com mais pedras soltas. É preciso uma certa coragem e desapego do carro para encarar trechos assim, mas esse visual após o rípio compensa qualquer perrengue! 

E que bom que conseguiu resolver o problema da mangueira de combustível. Ao mesmo tempo que pode julgar ser um azar ter tido esse perrengue, pode considerar uma sorte não ter sido algo pior e que atrase muito a viagem...

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
29 minutos atrás, Elder Walker disse:

Excelente ter essa informação atualizada da condição do rípio. Olhando de longe (nas fotos) parece bem compactado, mas no vídeo parece já mais "fofo" e com mais pedras soltas. É preciso uma certa coragem e desapego do carro para encarar trechos assim, mas esse visual após o rípio compensa qualquer perrengue! 

Rapaz, o pior vc não sabe, sou extremamente enjoado, tenho mais produtos para o carro do que minha esposa produtos de beleza.😂 Lava jato nem pensar, só pra lavar a parte de baixo, o resto é comigo mesmo. Mas neste caso a vontade de conhecer falou mais alto aí não tem jeito, neste momento tem que desapegar.😭 Claro que todo cuidado e dor no coração. E alguns trechos é isto mesmo que vc citou, é bem fofo mesmo, carro baixo como o meu se parar dependendo do lugar pode atolar no cascalho.

29 minutos atrás, Elder Walker disse:

E que bom que conseguiu resolver o problema da mangueira de combustível. Ao mesmo tempo que pode julgar ser um azar ter tido esse perrengue, pode considerar uma sorte não ter sido algo pior e que atrase muito a viagem...

Exatamente, conforme comentei tivemos sorte de não quebrar a conexão toda, eu e minha esposa sempre comentávamos que tivemos foi muita sorte. Talvez um pequeno azar pelo perrengue.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, MARCELO.RV disse:

Rapaz, o pior vc não sabe, sou extremamente enjoado, tenho mais produtos para o carro do que minha esposa produtos de beleza.😂 Lava jato nem pensar, só pra lavar a parte de baixo, o resto é comigo mesmo. Mas neste caso a vontade de conhecer falou mais alto aí não tem jeito, neste momento tem que desapegar.😭 Claro que todo cuidado e dor no coração. E alguns trechos é isto mesmo que vc citou, é bem fofo mesmo, carro baixo como o meu se parar dependendo do lugar pode atolar no cascalho.

Estamos empatados, então! Tenho coating aplicado no meu carro (vitrificação) e só eu lavo o carro ou o próprio cara do lava-car que aplicou o coating. Tenho um armário só com produtos para a "higiene" do possante! haha! Acho que devo ter mais de 10 micro-fibras. Também sou engenheiro mecânico e meu pai trabalha com carros antigos. Então imagine o gosto e o cuidado que tenho...

Até por isso que comentei antes que, no meu plano ideal, quero pegar um SUV/Crossover para fazer essa viagem. Pneus maiores e mais robustos, maior altura em relação ao solo, maior autonomia com um tanque... aí já desço uma parte da 40 e uma parte da Carretera Austral! Talvez para 2020 eu consiga realizar esse sonho... Até lá, vou acompanhando os relatos!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, Elder Walker disse:

Estamos empatados, então! Tenho coating aplicado no meu carro (vitrificação) e só eu lavo o carro ou o próprio cara do lava-car que aplicou o coating. Tenho um armário só com produtos para a "higiene" do possante! haha! Acho que devo ter mais de 10 micro-fibras

Boa, aqui a mesma coisa.rsrsrsrsrs

  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Po, que droga. Só tive prejuízo no escapamento, mas nada que afetasse o andamento do carro. Ainda que achei que foi por um vacilo meu, tava andando rápido demais, achando que era piloto de rally...

Quando acabou a estrada de rípio, tive a mesma sensação que a sua. Pensei que fosse de propósito de ser assim até, por que só aquele trecho?

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, fore disse:

Po, que droga. Só tive prejuízo no escapamento, mas nada que afetasse o andamento do carro. Ainda que achei que foi por um vacilo meu, tava andando rápido demais, achando que era piloto de rally...

Quando acabou a estrada de rípio, tive a mesma sensação que a sua. Pensei que fosse de propósito de ser assim até, por que só aquele trecho?

Não posso nem reclamar. Consegui resolver sem maiores problemas e segui viagem normalmente. Deveriam asfaltar, tanto asfalto bom e só aquele trecho deste jeito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, MARCELO.RV disse:

Deveriam asfaltar, tanto asfalto bom e só aquele trecho deste jeito.

Parece ser um padrão na Argentina. O trecho entre Resistência e Salta no norte pela RN16 também é ótimo, mas tem aquele pedaço de uns 60km próximo a Monte Quemado que parece abandonado há anos, e é só aquele trechinho! Como se fosse de propósito...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Elder Walker disse:

Parece ser um padrão na Argentina. O trecho entre Resistência e Salta no norte pela RN16 também é ótimo, mas tem aquele pedaço de uns 60km próximo a Monte Quemado que parece abandonado há anos, e é só aquele trechinho! Como se fosse de propósito...

Passei lá em 2016 e parece que só piorou. Não melhorou nada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por Robson Black
      Boa tarde
      Estou pensando em fazer uma viagem a Argentina na maior parte do Roteiro de Bike:
      - Saída dia 21/01/20 Florianópolis x Resistência de ônibus de linha levando a bike e outros equipamentos:
      - Dia 22/01 Resistência x Bariloche de avião ou ônibus 
      -Dia 23/01 7 lagos de bike
      Retorno igual, gostaria de ajuda:
      -  Qual melhor roteiro para este viagem?
      - O que devo levar de roupa para o clima da época?
      - Há perigo neste roteiro?
      - Está valendo apena ir a argentina de bike?
      Deixo meu e-mail e agradeço quem quiser me ajudar:
      [email protected]
    • Por Alan karleno
      Fala Mochileiros..
      Procuro dicas para aperfeiçoar o meu roteiro e a quantidade de dias que se faz interessante para cada local. Planejo o roteiro entrando pela Argentina (buenos Aires), saindo pelo Chile (Santiago), em junho de 2020. Tenho 25 dias disponíveis. 
      Vôo. Teresina & buenos Aires (buenos Aires 3 dias).
      Vôo. Buenos Aires & Bariloche (Bariloche  + Villa la angostura 5 dias). 
      Vôo. Bariloche & Buenos Aires e Buenos Aires Ushuaia. (Dia para viagem). 
      Vôo. Ushuaia & El Calafate (4 dias El Calafate).
      Ônibus. El Calafate & Puerto Natales (5 dias Puerto Natales + Parque torres del paine). 
      Ônibus. Puerto Natales & Puta Arena (2 dias Puta Arena).
      Vôo. Punta arenas & Santiago ( 4 dias Santiago) + VALLE NEVADO ou FARELLONES.
      Vôo. Santiago & Teresina. 
      1 dias para emprevisto.
      Quero aproveitar ao máximo o tempo em viagem.
      Desde já agradeço pela atenção.
      Bora Mochila..
       
       
       
       
       
       
       
    • Por Antonio Domenico
      Olá pessoal, esta será a minha primeira viagem fora do país, meu inglês é bem fraco e espanhol é apenas o que eu aprendi assistindo a Usurpadora e Maria do Bairro kkk, da um pouco de medo, mas let it go!
      Vou ir deixando registrado aqui o que estou planejando para o meu mochilão, talvez sirva de ideia para algumas pessoas e super aceito dicas também. Muitas coisas do que eu estou planejando tem como referência depoimentos e dicas que li na internet.
      As passagem de avião pesquisei pelo app KAYAK, o app mostra os dias mais baratos para viajar e isso ajudou bastante. Também fazei viagem de ônibus, deixarei o link dos locais que comprarei as passagens.
      Trajetos:
      Avião Dia 24/02 - São Paulo (GRU) ---> Buenos Aires (EZE)  chegada 09:55am 
      Dia 27/02 - Buenos Aires (AEP) ---> Ushuaia (USH) chegada 08:10am
       
      Ônibus 29/02 - Ushuaia ---> Punta Arenas  55,37 DÓLARES 
      Saída 9am 
      Chegada 19:30 pm  
      29/02 - Punta Arenas ---> Puerto Natales 11,88 DÓLARES 
      Saída 21pm 
      Chegada 00:15 am 
      03/03 - Puerto Natales ---> El Calafate 23,72 DÓLARES  
      Saída 7:30 am 
      Chegada 13:30 pm  
      06/03 - El Calafate ---> El Chalten
      Saída 8 am 
      Chegada 11am  
      10/03 - El Chalten ---> El Calafate 152,38  reais
      (ainda vou decidir o horário)
       
      Avião  10/03 - El Calafate (FTE)  --> São Paulo (GRU)
      As passagem de avião ficaram em torno de 1860 reais incluindo uma bagagem de mão e uma mala.
       
      Hospedagem 
      Eu escolhi hostels pelo booking, dando preferência para os que serviam café da manhã e eram próximos de rodoviárias.
      Agora só preciso me organizar para fazer um roteiro de passeios e trilhas.
       
       
       
       


×
×
  • Criar Novo...