Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
carolcasstro

Chile no Verão - Santiago, Valparaíso e Viña del Mar

Posts Recomendados

Antes de planejar a minha viagem para o Chile, tinha dúvida se valia a pena visitar o país no verão, já que uma das atrações principais para os brasileiros é a neve. Mas a minha conclusão é que SIM, vale muito a pena visitar o Chile no verão!

Passei 6 noites em Santiago, sendo que fiz bate e volta em outras cidades durante o passeio.

Dia 1

Pegamos uma van compartilhada até o hostel. A empresa fica bem na porta de saída do aeroporto. Custou CLP14.000, mais barato que o taxi, que pode chegar até absurdos CLP20.000 (que é o que paguei na hora de ir embora do hostel).

O Hostal Forestal, onde ficamos hospedados, é maravilhoso. A hospedagem custou cerca de R$350 por seis noites. O hostel conta com atrações quase todas as noites (entrada gratuita em balada, jogos, bebida de graça etc) e ao mesmo tempo é bem calmo e silencioso (não pode fazer barulho após a meia noite). Sem contar a localização que é maravilhosa. Fica perto do metrô, que inclusive liga quase todos os pontos principais da cidade em pouquíssimo tempo! 

Nossa primeira parada foi o Centro da cidade. Fomos trocar o dinheiro e conhecer os principais pontos turísticos do local. Não é um lugar muito aconchegante, assim como qualquer outro centro de uma capital (acredito eu), porém, você encontra atrações bem interessantes por lá: Esculturas históricas, o Palácio de la Moneda, a Catedral... E ainda tem diversos museus para visitar (não fomos em nenhum pois chegamos numa segunda-feira, dia em que os museus não abrem). Almoçamos no Mamut, um restaurante estilo tex-mex com ambiente bem gostoso. Meu pedido foram as famosas empanadas e o pisco sour. Super, hiper aprovados!!!

51392110_2196610590400349_4040641511941996544_n.thumb.jpg.a805a5bb9a86a8529ff9ae0358a17d3c.jpg

51991419_2196610507067024_8555702744873172992_n.thumb.jpg.87314fc8df22b4547247e58b95e7004a.jpg

A noite fomos jantar no Pátio Bella Vista. Simplesmente incrível! É um tipo de “galeria”, bem moderna, cheia de restaurantes, bares e lojinhas. Jantamos no Rosita, um bar/restaurante com cardápio inspirado na comida mexicana. Aprovadíssimo também, porém um pouco mais caro do que eu esperava.

51079031_2196610650400343_2010848845549797376_n.thumb.jpg.ac42ebfd0effa26d7245f4650c6c8d67.jpg

51808581_2196610713733670_8990887286778363904_n.thumb.jpg.a6b6392ae7c371645e69f7fe88141715.jpg

Dia 2

Foi o dia de conhecer Cajon del Maipo. É aí que entra a vantagem de visitar Santiago no verão: Apenas durante o verão é possível visitar a Termas Valle de Colina, que são piscinas naturais de águas provenientes de um vulcão, lá na Cordilheiras dos Andes! Enquanto você fica relaxando nas termas, pode apreciar a vista incrível das montanhas. É sensacional.

51174264_2196611217066953_7835582324430340096_n.thumb.jpg.891434b666930476d019655630058bae.jpg

Depois fomos para Embalze el Yeso, um dos cartões postais mais lindos do Chile. Fizemos o passeio com a agência Destino Chile e, no final do dia, nos ofereceram um piquenique com queijos, salames, batata chips, doces, vinho e sucos. Recomendo MUITO a empresa e a visita para a Embalse. Diria que é um passeio essencial para fazer no verão, tanto quanto Valle Nevado é essencial no inverno! Obs: Algumas agências não fazem este passeio no inverno por ter caminhos muito perigosos até chegar lá, que podem piorar com a neve!

51567738_2196611267066948_9153997603375939584_n.thumb.jpg.a872c5cca799df357a2dc6635c2040ff.jpg

  

Dia 3 

Dia de conhecer o Cerro Santa Lucia. É como se fosse um parque com um morro (no caso, o “cerro”) que você precisa fazer um esforcinho pra subir. E vale muito a pena! O parque é uma delícia e a vista é incrível. Lá em cima do morro é possível encontrar barraquinhas que vendem o Mote con Huesillos, uma bebida típica chilena, que tem um visual bem incomum. Eu não curti o sabor, mas valeu pela experiência.

Depois fomos conhecer o Costanera Center, o maio shopping da Amércia Latina. Lá tem lojas de todos os tipos, incluindo o supermercado Jumbo (bem famoso em Santiago) e algumas lojas famosas na América, que não tem no Brasil (a H&M, por exemplo).

A noite o hostel nos levou para uma balada com direito a uma bebida gratuita! Se chama Club57, localizada no bairro Bella Vista, e é dividida entre um barzinho no lado de fora e uma pista de dança no lado de dentro. A playlist estava ótima (obs: quarta-feira é um dia bem badalado pra eles)! O ponto negativo disso tudo é que lá em Santiago a bebida é bem cara. Uma long neck custa cerca de R$20.

Dia 4

Contratei uma agência pelo hostel, para conhecer as cidades de Viña del Mar e Valparaíso.

Vína del Mar é uma cidade moderna, com uma vista linda para o oceano pacífico. Os principais pontos turísticos são o Relógio das Flores e os castelinhos que você encontra pelos arredores (são cerca de 3 castelos). O Castelo Wulff é o que me fez sentir vontade de ir pra Viña del Mar, mas só consegui tirar foto de longe. ☹️ Além disso a cidade conta um cassino bem grande. Entrei lá de graça só para fazer uma visita, mas não sei se é comum a entrada gratuita. 

Já Valparaíso é considerada patrimônio da humanidade. Por isso, a cidade mantém sua arquitetura intacta. O charme de Valparaíso são os morros (tãoaltos que é preciso se transportar de funicular) que são personalizados com artes fenomenais. Cada muro possui uma história, um sentimento e um segredo para contar através de desenhos incríveis. Se você é uma pessoa apaixonada pela arte, vai amar.

51469805_2191315400929868_684622103424532480_o.thumb.jpg.35fb4b395aae5b0dd18c6d8030a5b7c8.jpg

2038595648_51034490_2191315437596531_4327442333999038464_o(1).thumb.jpg.2c9e50497f53bc3baf36c7d44f891f71.jpg

291519146_51116923_2191315487596526_2286817712841687040_o(1).thumb.jpg.85ac9ee34ce94ce70f649502590d2047.jpg

 

Dia 5

O almoço foi num lugar polêmico: o Giratório, restaurante que gira em 360 graus, com uma linda vista para a cidade (incluindo a Cordilheira dos Andes). A questão é: Pedi o menu do dia para economizar (inclui prato principal, bebida e sobremesa) e ainda assim paguei mais de CLP15.000, cerca de R$90. E a frustração é: A comida nem é tão boa. O melhor de tudo foi o espumante incluso no menu e os pães servidos na entrada (deliciosos). Achei os pães bem mais gostosos que o meu prato, mas isso pode depender do prato que você pedir. Vale muito pela experiência, pelo ambiente gostoso e pela vista de Santiago. Mas não é um lugar que eu voltaria, por ser caro demais. Obs: Quem tem vertigem pode sentir um pouco de tontura. 😂

51467476_2192579844136757_7034899102177427456_n.jpg.9829631401a9d1176219cf2177569d3e.jpg

51023202_2192579897470085_7231867358933942272_o.thumb.jpg.6580651b9460bdd0121b69b4c81a50d0.jpg

A tarde fomos conhecer o Cerro San Cristóbal, que fica localizado no Parque Metropolitano de Santiago. Assim como o Cerro Santa Lucia, a vista é incrível. Só que o morro é bem maior e para subir até lá é preciso pegar um funicular. Após subir até o cerro, você ainda tem a opção de passear pelo parque (que é enooorme) e para se transportar pode pegar o teleférico, um dos cartões postais de Santiago. O preço do funicular + teleférico incluindo ida e volta fica cerca de CLP4.700. Não achei tão caro, visto que é um passeio bem completo e que você pode visitar vários lugares diferentes do parque, mais rápido e com mais conforto (além do cerro, por lá tem um Jardim Japonês, um Zoológico e até uma piscina pública).

51547925_2193477370713671_7194622691033219072_n.thumb.jpg.b740a152c2abf0b46a1862174c2a73ac.jpg

51066323_2192677550793653_458491345145692160_n.thumb.jpg.a417d65a5a685b7f54c4720cbff471c1.jpg

 

 

Dia 6

Depois de pegar muito metrô  e de andar bastante, confesso que passei a maior parte do dia dormindo HEHEHE. Fui até o bairro Lastarria almoçar no Café Lastarria, que fica na entrada do Museu de Artes Visuais. Pedi uma pizza de pão e um chá gelado. Vale muito a pena pelo ambiente aconchegante e pelo prato delicioso. Lastarria é um bairro bem moderno e charmoso. Não deixe de conhecer!

Depois fui passar o tempo no Parque Forestal, que fica bem próximo do hostel. É um lugar perfeito para ler um livro, andar de bike, correr ou fazer um piquenique.

A noite fomos jantar no bairro Bella Vista, que é bem badalado e tem bares/restaurantes/baladas para todos os gostos. A escolha (pela segunda vez) foi o Galindo. Sou suspeita pra falar porque amei esse lugar além da conta. A minha sugestão é: Se você quer conhecer a comida típica chilena, num ambiente gostoso e animado, Galindo é a opção perfeita!

Observações gerais:

- Santiago é um lugar caro, BEM caro. Não senti que vale a pena comprar cosméticos, nem roupas, nem eletrônicos por lá, pois são do mesmo preço (ou até mais caros) que em São Paulo (que já é cara). Para comer bem é preciso gastar em média R$50 por refeição

- Assim como nos restaurantes daqui, lá a conta inclui a “propina”, a nossa gorjeta. Normalmente ela custa cerca de CLP1.000.

- Vale a pena fazer passeio com agência para outras cidade se você vai ficar pouco tempo no Chile, principalmente pela segurança. A chance de você se perder é grande, pois geralmente são lugares de difícil acesso (principalmente Termas de la Colina e Emabalse el Yeso, que ficam em Cajon del Maipo).

- Santiago é a combinação perfeita entre o espaço urbano e a natureza. Por onde você anda pode avistar a Cordilheira dos Andes, além de encontrar parques lindos pela cidade.

Segue lá no Instagram😀

50995819_2189036534491088_2967023546208878592_n (1).jpg

50995819_2189036534491088_2967023546208878592_n (1).jpg

51094001_2189695334425208_416383472890806272_n.jpg

50925431_2189695307758544_8591018624565641216_o (1).jpg

50898506_2191092734285468_5700294467995566080_o.jpg

51153478_2194997780561630_4908896544129810432_n.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Carol, show de bola sua trip,

 

poderia me informar o preço que pagou pra visitar Embalze el Yeso?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@carolcasstro Santiago é muito mais barato que o Brasil,sua percepção foi porque só foi a lugar de turista.Sempre digo aqui,os pratos de comida do menu custam sempre entre 3000 a 4000 pesos, ou seja,20 reais o mais caro.O maior e melhor shopping da cidade, segundo os chilenos, é Parque Arauco.Esse Costanera é modinha e o translado do aeroporto é feito pela turbus,em ônibus de viagem,ao terminal Alameda.Tanta gente que usa,formam filas e saem de 10 em 10 minutos. 

Venha mais vezes em outros verões, vai se apaixonar pelo interior como eu.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...