Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Patagônia Sozinha (Ushuaia , El Calafate, Puerto Natales e El Chaltén) – DEZEMBRO/2018 –JANEIRO/2019


Posts Recomendados

  • Membros

@appriim que relato incrível o seu! Agora em Maio estou indo para Ushuaia, El Calafate, El Chalten e também Puerto Natales para fazer o trekking até a base de Torres Del Paine. Gostaria de tirar uma única dúvida com você. Em Ushuaia, El Calafate e Puerto Natales, os estabelecimentos, principalmente Supermercados, aceitam pagamento com cartão? Porque tenho um cartão do N26 em que não pago nenhuma taxa para usar ele como débito no exterior, então seria bem mais vantajoso do que andar somente com dinheiro vivo.

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 49
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Olá, viajantes! Depois de ler tantos relatos, receber tanta ajuda e dicas do pessoal aqui no Mochileiros, nada mais justo que deixar uma contribuição sobre a minha experiência pela Patagônia. E t

Oiee! Voltei pra contar mais um pouquinho da minha trip! 24/12 – USHUAIA – EL CALAFATE Dia de me despedir de Ushuaia. Confesso que a primeira cidade me surpreendeu, não estava com as expec

Oláá! 😛 Voltei pra contar dos meus primeiros dias em El Chaltén. Demorou um pouco, mas consegui escrever mais algumas coisas sobre a viagem. Se você for pra patagônia com o objetivo de fazer tri

Posted Images

  • Membros
22 horas atrás, Luiz Eduardo Miranda disse:

@appriim que relato incrível o seu! Agora em Maio estou indo para Ushuaia, El Calafate, El Chalten e também Puerto Natales para fazer o trekking até a base de Torres Del Paine. Gostaria de tirar uma única dúvida com você. Em Ushuaia, El Calafate e Puerto Natales, os estabelecimentos, principalmente Supermercados, aceitam pagamento com cartão? Porque tenho um cartão do N26 em que não pago nenhuma taxa para usar ele como débito no exterior, então seria bem mais vantajoso do que andar somente com dinheiro vivo.

Oi, Luiz! 

Eu acredito que deve passar sim. Não usei muito cartão durante a viagem. Mas usei em el chaltén que é uma cidade minuscula, então deve ter boa aceitação nos outros lugares também.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

03/01 – El Chaltén – Laguna Electrica

Não tinha nada planejado, então mandei mensagem para as meninas do Rio e elas falaram que o dono do hostel delas tinha sugerido um passeio “tranquilo” e que iria levá-las até o inicio da trilha. Não havia lido sobre esse lugar, não sabia nada sobre e nem o que iria encontrar. Estava cansada depois do Fitz Roy, mas decidi me juntar a elas.

O moço deixou a gente na ponte do rio Eléctrico, fica à 18km de El Chaltén (é a mesma estrada que vai para a Hosteria Pillar). Ele nos passou algumas coordenadas, mas tenho certeza que pegamos o caminho errado em algum momento. 😅

Entramos ao lado esquerdo da ponte e fomos seguindo o rio, sem atravessá-lo. No início a trilha é bem mal demarcada, mas depois melhora. Primeiro caminhamos por um vale lindo e que possibilita ver a parte de trás do Fitz Roy, um ângulo que poucos veem. Lá estava ele outra vez, dessa vez sem nenhuma nuvem. Me emocionei e segui andando.

Depois caminhamos entre um bosque de lengas. Essa trilha parecia eterna, não sei se pelo fato de que não sabíamos o quanto teríamos que andar ou não saber o que ia encontrar. Só sei que não chegava nunca e eu nem sabia o que ia chegar kkkkk Acho que até por isso que eu não tenho muitas fotos desse dia.

20190103_132710.thumb.jpg.9ed2c9c69904d03951e4804f4f8e2781.jpg

 

Durante o trajeto, observei algumas placas indicando outra trilha e camping por ali. Fiquei curiosa sobre esse lugar.

Com mais ou menos 3 horas, chegamos ao Camping Piedra del Fraile. Dali dá pra ir até a Laguna Eléctrica e também tem um Glaciar. Para seguir adiante você precisa pagar à administração do camping (não lembro o valor). Entramos na casinha, preenchemos um formulário, a moça nos indicou o caminho da trilha e alertou sobre o vento que faz naquela região.

O lugar é muito simples, mas tem algumas comidas pra vender. Como saímos despreparadas, comemos um bolo antes de continuar. Era um bolo de damasco com doce de leite DIVINO. Tô escrevendo o relato e tá me dando água na boca só de lembrar.

20190103_134617.thumb.jpg.b420cb085802d2ace27ae2181b4a5b69.jpg

 

20190103_135352.thumb.jpg.39d82db89e2c0feff12d28d9da6c1566.jpg

 Bom, barriga cheia, iniciamos a nossa jornada até a tal Laguna Electrica. Retornamos a caminhada por um breve trecho no meio de árvores, depois descemos e entramos numa vale enorme que margeava o rio, o chão era de pedras, totalmente descampado, mas plano. O vento ali era MUITO forte. Ficou pesado andar e manter o equilíbrio, pensamos em desistir, mas a nossa teimosia foi maior. Não havia mais ninguém no caminho.

Atravessamos a área descampada e uma parte com paredões altos apareceu. Tomamos mais cuidado para não acontecer nenhum acidente ali, havia algumas partes altas e com a força do vento poderíamos ser jogadas. Nos abaixamos, seguramos nas pedras, com bastante calma conseguimos passar por essa parte mais preocupante e finalmente chegar na Laguna Eléctrica.

O lugar é único e se tornou bem especial para mim. Acho que ter a oportunidade de encontrar um cantinho absolutamente vazio, deixou tudo ainda mais mágico. Sentir a paz e a energia daquele lugar foi renovador. Foi ali também que eu decidi tomar um banho na laguna. Sem pensar muito, só entrei na água verdinha que estava bem na minha frente, depois voltei correndo e pulei pra dentro das minhas roupas quentinhas. 🥶

20190103_170016.thumb.jpg.d8baaee9db75ff11ea8c7df109dca39d.jpg

Área descampada

20190103_150029.thumb.jpg.155af050a12a0c681693a4e99772a4f7.jpg

20190103_152704.thumb.jpg.52e1ae7e17e6cf9e6ddfe75cec4f5ec6.jpg

Laguna Eléctrica

20190103_152653.thumb.jpg.aab28a1cb71e49cbf2d6d70292717314.jpg

Comemos, rimos da nossa trilha que era pra ser de boa e fizemos o caminho de volta. A nossa carona pegou a gente na ponte e voltamos para o centro de El Chaltén. No dia anterior tínhamos reservado o La Maffia, mas ainda estava cedo. Então fomos para um barzinho (claro!) tomar uma cerveja, enquanto esperamos dar a hora.

20190103_200446.thumb.jpg.ff7dbbcfba3803fcca201539c83b2a37.jpg

Clássicos Happy Hours pós trilha de El Chaltén

20190103_215008.thumb.jpg.537c3d98d0797d12a927f79ea3181337.jpg20190103_220439.thumb.jpg.b24185b8da60670928931e834a1c76bc.jpg

O La Maffia faz jus aos horários disputados na alta temporada. Comida MARAVILHOSA! Os pratos são grandes e muito saborosos. Pedimos um vinho para acompanhar as massas.

Depois da janta nos despedimos e eu voltei para o meu hostel. Encontrei o Léo que tinha conhecido em Puerto Natales e ele já tinha feito amizade com mais dois meninos, me juntei a eles e ficamos conversando e tomando vinho até tarde.

  • Gostei! 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
1 hora atrás, appriim disse:

03/01 – El Chaltén – Laguna Electrica

Não tinha nada planejado, então mandei mensagem para as meninas do Rio e elas falaram que o dono do hostel delas tinha sugerido um passeio “tranquilo” e que iria levá-las até o inicio da trilha. Não havia lido sobre esse lugar, não sabia nada sobre e nem o que iria encontrar. Estava cansada depois do Fitz Roy, mas decidi me juntar a elas.

O moço deixou a gente na ponte do rio Eléctrico, fica à 18km de El Chaltén (é a mesma estrada que vai para a Hosteria Pillar). Ele nos passou algumas coordenadas, mas tenho certeza que pegamos o caminho errado em algum momento. 😅

Entramos ao lado esquerdo da ponte e fomos seguindo o rio, sem atravessá-lo. No início a trilha é bem mal demarcada, mas depois melhora. Primeiro caminhamos por um vale lindo e que possibilita ver a parte de trás do Fitz Roy, um ângulo que poucos veem. Lá estava ele outra vez, dessa vez sem nenhuma nuvem. Me emocionei e segui andando.

Depois caminhamos entre um bosque de lengas. Essa trilha parecia eterna, não sei se pelo fato de que não sabíamos o quanto teríamos que andar ou não saber o que ia encontrar. Só sei que não chegava nunca e eu nem sabia o que ia chegar kkkkk Acho que até por isso que eu não tenho muitas fotos desse dia.

20190103_132710.thumb.jpg.9ed2c9c69904d03951e4804f4f8e2781.jpg

 

Durante o trajeto, observei algumas placas indicando outra trilha e camping por ali. Fiquei curiosa sobre esse lugar.

Com mais ou menos 3 horas, chegamos ao Camping Piedra del Fraile. Dali dá pra ir até a Laguna Eléctrica e também tem um Glaciar. Para seguir adiante você precisa pagar à administração do camping (não lembro o valor). Entramos na casinha, preenchemos um formulário, a moça nos indicou o caminho da trilha e alertou sobre o vento que faz naquela região.

O lugar é muito simples, mas tem algumas comidas pra vender. Como saímos despreparadas, comemos um bolo antes de continuar. Era um bolo de damasco com doce de leite DIVINO. Tô escrevendo o relato e tá me dando água na boca só de lembrar.

20190103_134617.thumb.jpg.b420cb085802d2ace27ae2181b4a5b69.jpg

 

20190103_135352.thumb.jpg.39d82db89e2c0feff12d28d9da6c1566.jpg

 Bom, barriga cheia, iniciamos a nossa jornada até a tal Laguna Electrica. Retornamos a caminhada por um breve trecho no meio de árvores, depois descemos e entramos numa vale enorme que margeava o rio, o chão era de pedras, totalmente descampado, mas plano. O vento ali era MUITO forte. Ficou pesado andar e manter o equilíbrio, pensamos em desistir, mas a nossa teimosia foi maior. Não havia mais ninguém no caminho.

Atravessamos a área descampada e uma parte com paredões altos apareceu. Tomamos mais cuidado para não acontecer nenhum acidente ali, havia algumas partes altas e com a força do vento poderíamos ser jogadas. Nos abaixamos, seguramos nas pedras, com bastante calma conseguimos passar por essa parte mais preocupante e finalmente chegar na Laguna Eléctrica.

O lugar é único e se tornou bem especial para mim. Acho que ter a oportunidade de encontrar um cantinho absolutamente vazio, deixou tudo ainda mais mágico. Sentir a paz e a energia daquele lugar foi renovador. Foi ali também que eu decidi tomar um banho na laguna. Sem pensar muito, só entrei na água verdinha que estava bem na minha frente, depois voltei correndo e pulei pra dentro das minhas roupas quentinhas. 🥶

20190103_170016.thumb.jpg.d8baaee9db75ff11ea8c7df109dca39d.jpg

Área descampada

20190103_150029.thumb.jpg.155af050a12a0c681693a4e99772a4f7.jpg

20190103_152704.thumb.jpg.52e1ae7e17e6cf9e6ddfe75cec4f5ec6.jpg

Laguna Eléctrica

20190103_152653.thumb.jpg.aab28a1cb71e49cbf2d6d70292717314.jpg

Comemos, rimos da nossa trilha que era pra ser de boa e fizemos o caminho de volta. A nossa carona pegou a gente na ponte e voltamos para o centro de El Chaltén. No dia anterior tínhamos reservado o La Maffia, mas ainda estava cedo. Então fomos para um barzinho (claro!) tomar uma cerveja, enquanto esperamos dar a hora.

20190103_200446.thumb.jpg.ff7dbbcfba3803fcca201539c83b2a37.jpg

Clássicos Happy Hours pós trilha de El Chaltén

20190103_215008.thumb.jpg.537c3d98d0797d12a927f79ea3181337.jpg20190103_220439.thumb.jpg.b24185b8da60670928931e834a1c76bc.jpg

O La Maffia faz jus aos horários disputados na alta temporada. Comida MARAVILHOSA! Os pratos são grandes e muito saborosos. Pedimos um vinho para acompanhar as massas.

Depois da janta nos despedimos e eu voltei para o meu hostel. Encontrei o Léo que tinha conhecido em Puerto Natales e ele já tinha feito amizade com mais dois meninos, me juntei a eles e ficamos conversando e tomando vinho até tarde.

Que laguna lindaaaa!! Adoro essas trilhas menos conhecidas, fiquei com vontade de conhecer também (novidade kkk)

Hahaha esses Happy Hours são os melhores momentos e obrigada por ter me dado a dica do La Maffia quando eu estava lá! Realmente, uma das melhores massas que eu já comi na vida, até a entrada era deliciosa (and free) 😍😍

  • Gostei! 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros

Vim finalmente terminar de relatar a minha viagem. Em tempos de pandemia só nos resta viajar pelas lembranças vividas. Desculpem pela demora.

04/01 – El Chalten – Loma Del Pliegue Tumbabo

Último dia em El Chaltén, o cansaço estava forte, já havia andado muitos quilômetros pela patagônia, mas não ia perder esse dia. O céu estava limpo e com pouco vento.  Tomei café da manhã com calma, me arrumei e sai sem rumo pelas ruas simpáticas de El Chaltén.

Durante as minhas pesquisas para a viagem, li sobre a trilha de Loma del Pliegue Tumbado, ela era extensa e a subida constante. Não sabia se estava disposta a encará-la. Também cogitei ir até o Fitz Roy novamente, já que o tempo estava perfeito, mas já estava tarde para isso. Decidi sentar na calçada em frente a um bar que tinha wi-fi e mandei mensagem para o Ismael, um dos meninos que tinha conhecido na noite anterior.

20190104_201503.thumb.jpg.65302790dc110d402b3c2d36b532068d.jpg

Rua de El Chaltén

IMG-20190104-WA0165.thumb.jpeg.6735af01660c7ac820d37dd4c45d955b.jpeg

Sentada na frente do bar tentando tomar um rumo na vida

20190104_121514.thumb.jpg.f9b52e3ca745d7396d4fe8577be9bd56.jpg

Caminho até o centro de visitantes

Combinamos de nos encontrar no hostel que ele e o amigo estavam hospedados. O amigo dele estava cansado e iria ficar descansando, então fomos só nós dois. Paramos em um lugar para comprar empanadas e andamos na direção ao centro de visitantes, onde iniciamos a nossa jornada de 24 km.

Como falei, o trajeto é praticamente só subida, somando o cansaço acumulado, não foi uma tarefa fácil. Fizemos várias paradas para recuperar o fôlego, minha perna estava doendo, reclamei infinitas vezes pro Ismael e até pensei em desistir. Neste dia estava muito calor, caminhei o tempo todo de camiseta de manga curta, inclusive queimei meus ombros. 😅

A primeira parte é praticamente toda descampada, depois entramos em um bosque para aliviar o calor no lombo. Também existem vacas selvagens nessa trilha, nunca tinha visto. Elas são maiores e mais peludas, achei fofinhas.

20190104_123533.thumb.jpg.15e682c32b08381bef2c47efc061531e.jpg

A pequena El Chaltén vista do inicio da trilha

20190104_134613.thumb.jpg.83673bcd557e15a57f1afb215f5c5abf.jpg

 

20190104_135126.thumb.jpg.3539d283c81d4763e5ead558fb480c81.jpg

 

20190104_125218.thumb.jpg.5751bdd58cff7833907d56ca57992afd.jpg

 

IMG-20190105-WA0074.thumb.jpg.5011ddbce05e20693774ffe064b01896.jpg

A última parte é uma área totalmente aberta e a inclinação aumenta também. Aproveitei pra ir ao “banheiro” no bosque, já que não teria lugar pra me esconder depois. Ao de sair do bosque, chegamos ao Mirador Loma Pliegue Tumbado. Ali tem uma área bem grande com grama e a vista de deixar qualquer um deslumbrado. Deitamos pra descansar e comer nossas empanadas antes de seguir.

Nas minhas pesquisas já tinha lido que, muitos consideravam essa trilha como a mais bonita devido à visão panorâmica de toda a região. Se o céu estiver aberto, é possível ver o Fitz Roy durante quase todo o trajeto.

Apesar de não chover, os dias anteriores não foram de céu azul, nem mesmo no dia que fui até a Laguna de Los Tres consegui o Fitz Roy direito. Nesse dia ele se exibiu o tempo todo, foi difícil tirar os olhos dele.

20190104_144946.thumb.jpg.3d37eb1f6dc8f773f572f07e84d098e9.jpg20190104_150637.thumb.jpg.3a228de2a06c7e0b8a6ac690b206d421.jpg

Parada pra comer e descansar

Hora de encarar a parte final da trilha. O visual mudou completamente e passamos a caminhar no meio de muitas pedras. O vento também passou a ser nosso companheiro, algumas pessoas nos alertaram que poderiam ser bem fortes. Chegando no topo o vento se intensificou e foi difícil manter o equilíbrio.

Todo o esforço valeu a pena e entendi o titulo que a trilha levava. Lá do alto era possível ver o Cerro Torre, Fitz Roy, Lago Viedma e toda a cadeia de montanhas que rodeia El Chaltén. Ao lado ainda há mais uma montanha, mas eu me negava a subir mais, minhas pernas não aguentariam.

Resolvemos sentar atrás de uma pedra para nos abrigar do vento, comemos mais uma vez e descansamos enquanto jogávamos conversa fora. Depois de um tempo era hora de voltar, olhamos aquela paisagem pela ultima vez, suspiramos e começamos a nossa caminhada.

 20190104_154846.thumb.jpg.ffa50a93a2d11c9265c0874f140366ea.jpg

Lago Viedma

20190104_161629.thumb.jpg.9815cb12c9be62a204d41c273111e3b4.jpg20190104_162926.thumb.jpg.e58eff2f9fe3fb7d2ffd128be2c33609.jpg20190104_163719.thumb.jpg.354ca626165e1b7d66f681c5bca39d9e.jpg

A descida foi menos cansativa por motivos óbvios, mas não foi entediante. Descemos conversando sobre nossas experiências na viagem. Papo vai, papo vem e estávamos falando dos pumas que tínhamos visto em Torres del Paine. Os dois distraídos com a conversa, quando de repente o Ismael pega na minha mão assustado (quase me puxando para o chão), achando que tinha visto um urso (?), eu olhei muito rápido, só vi uma sombra, achei que era um puma e que ia ser devorada naquele instante. Nós caímos no chão, olhamos e era uma vaca selvagem. Ficamos ali rindo que nem dois retardados por um tempo.

Trilha finalizada e fomos pra onde? Isso, comer e beber como de costume. O Ismael também ia embora na manhã seguinte e precisávamos finalizar a trip com chave de ouro. O Ismael se tornou um grande amigo, mantemos contato até hoje com bastante frequência.

Cheguei no hostel tarde e pra variar, todos já estavam dormindo. Peguei minhas coisas, levei para o corredor e arrumei ali mesmo. Kkkkkk

 20190104_182110.thumb.jpg.85498324b3de7c8a62b38342607553fe.jpg

 

20190104_194821.thumb.jpg.c27391a15f751ec642866f0d6ca57fbc.jpg

Pé da frutinha el calafate que encontramos no caminho

20190104_201255.thumb.jpg.9b73ebca6f3e98e19487f70ff244d70a.jpg

Hospedagem: Hostel Rancho Grande

É o maior e mais famoso de El Chaltén. Quartos com tamanho bom, banheiros limpos e espaçosos. Cozinha bem equipada e sempre limpa. O café da manhã não está incluso, mas tem um restaurante anexo ao hostel. Achei as diárias em El Chaltén caras.

 

05/01 – El Chalten – El Calafate (ônibus)

Na manhã seguinte tomei um café e era hora de me despedir de El Chaltén. Cidade fantástica que está guardada no meu coração com muito carinho, com certeza voltarei. ❤️

O staff me avisou que o ônibus era aquele que estava estacionado na frente do hostel e poderia embarcar ali, depois ele fez a parada na rodoviária e seguimos até El Calafate. Quando nos aproximávamos de El Calafate, fomos parados no portal da cidade, alguns oficiais entraram no ônibus e pediram pra revistar a mochila de uma moça, não entendi nada, mas deu tudo certo e chegamos na rodoviária de El Calafate ainda de manhã. Meus ombros estavam queimados e foi sofrido ter que carregar a minha cargueira pesada. Ainda bem que o Folk fica perto da rodoviária.

Como meu voo era só final da tarde, fui até o Folk Hostel e pedi se poderia deixar minha mochila e autorizaram sem problema. Encontrei o Léo que conheci em Puerto Natales, fomos almoçar juntos e depois passamos no mercado pra comprar alfajor e doce de leite.

Voltamos para o hostel, perguntei pra menina se tinha algum transfer pra contratar direto com eles, falei que já tinha me hospedado ali e não precisei pagar. Eu e o Leo estávamos no mesmo voo até Buenos Aires e ele também ia precisar passar a noite no EZEIZA. Comemos, assistimos um filme no netflix, passamos no Duty Free, dormimos no chão do aeroporto e finalmente amanheceu. Nos despedimos e cada um foi para o seu destino final.

 

Bom gente, é isso! Fim de viagem, coração apertado, chororo no avião e sonhando em poder voltar.

Espero que, de alguma forma, a leitura possa ajudar/inspirar vocês no planejamento de um mochilão pela Patagônia argentina e chilena.

Meu insta é https://www.instagram.com/primporai/ , me coloco a disposição pra ajudar no que estiver ao meu alcance.

Desejo que todos, um dia, possam conhecer esse lugar tão mágico que fica na América do Sul.

Abraços, Ana! 🥰

  • Gostei! 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

No YouTube ensina a impermeabilizar botas,sapatos,barraca de camping...

@appriim olá! Minha dúvida é em relação aos calçados.... vc acredita que uma bota de trekking resistente à água é suficiente? As que são totalmente impermeáveis são bem caras, e como provavelmente não vou mais usar, não queria gastar muito com isso.....
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 meses depois...
  • Membros

Pessoal, estou planejando ir a Ushuaia, El Calafate e Buneos Aires, em fevereiro. Vi que os trechos Buenos Aires/El Calafate ou Ushuaia é muito caro. Porém, vi que há outras companhias aéreas lá, tipo a Lade Argentina. Alguém já usou essa empresa aérea?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
22 horas atrás, waldney disse:

Pessoal, estou planejando ir a Ushuaia, El Calafate e Buneos Aires, em fevereiro. Vi que os trechos Buenos Aires/El Calafate ou Ushuaia é muito caro. Porém, vi que há outras companhias aéreas lá, tipo a Lade Argentina. Alguém já usou essa empresa aérea?

A LADE é o braço "empresa aérea" da força aerea argentina, é uma empresa estatal que voa para lugares mais inóspitos onde a operação comercial não é viável

os planos de vôos não são diários e não muito regular

nem tem vôos deles de buenos aires para el calafate ou ushuaia

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
3 horas atrás, FCRO disse:

A LADE é o braço "empresa aérea" da força aerea argentina, é uma empresa estatal que voa para lugares mais inóspitos onde a operação comercial não é viável

os planos de vôos não são diários e não muito regular

nem tem vôos deles de buenos aires para el calafate ou ushuaia

Além da Aéreo lineas argentina, você sabe se tem outra companhia que faz a rota buenos/ushuaia ou el calafate?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Matheus Verdan
      O vídeo acima explica quais são exatamente, todos os documentos necessários para entrar na Argentina com seu automóvel.
      Algumas informações e duvidas de muitas pessoas como:
      - Posso viajar com o automóvel financiado?
      - Qual seguro preciso ter para entrar na Argentina?
      - É exigido alguma vacina para entrar na Argentina?
      As perguntas acima são algumas de muitas outras que você não terá mais duvida depois de ver esse vídeo.
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
      Comprando seu produto na Desacelerados Store, você me ajuda a continuar fazendo esses videos explicativos a fim de te ajudar a fazer sua viagem de forma tranquila ao exterior.
      E-commerce Desacelerados Store - De motociclista para motociclista.
      www.desaceleradosstore.com.br
      Equipamentos para viagens de moto e muito mais.
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
      Direção Nacional de Imigração:
      Dirección: Av. Antártida Argentina, 1355, Ciudad de Buenos Aires
      Código postal: C1104ACA
      Teléfono: 54 (011) 4317-0234
      Correo electrónico: [email protected]
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
      Contatos importantes
      Em caso de emergência, recomenda-se que o brasileiro disque o número 107, serviço de pronto-socorro municipal que pode enviar uma ambulância ao seu domicílio ou hotel. Brasileiros que passem mal em Ezeiza, entretanto, ou fora da cidade de Buenos Aires, devem chamar o Serviço de Emergência da Província de Buenos Aires, pelo telefone 911.
      Os dados dos serviços de utilidade pública da Argentina são:        
      Ambulâncias: 107       
      Bombeiros: 100          
      Defesa Civil (emergências): 103        
      Policia Federal: 101/911        
      Aeroportos: 5480-6111          
      Buetur (assistência ao turista): 0800 999 283887     
      Auxílio à lista: 110     
      Hora certa: 113
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
      Links uteis:
      OS LINKS ESTÃO NO PRIMEIRO COMENTÁRIO DO VÍDEO.
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
      Se quiser qualquer informação sobre a viagem, será um prazer ajudar.
      Para acompanhar todas as fotos dessa trip espetacular entre no meu instagram: 
      @mathverdan 
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
      Gostou do Vídeo? Deixe aquele LIKE, não esqueça de COMPARTILHAR com seus amigos.
      ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    • Por RafaelOS
      Olá pessoal!! 
       
      Tenho um grande sonho pela Patagônia tanto chilena quanto Argentina e sonho em conhecer Ushuaia, porém não tenho noção de valores, não me importo com hotéis  chiques, gostaria de saber se com 3mil reais é possível conhecer esse lugar por pelo menos 1 semana? 
    • Por Carol.Barbosa94
      Olá, 
      Aqui vou descrever sobre os meus passeios, gastos e como foi a minha viagem ao Chile do dia 02 a 10 de Outubro de 2019. Época fora da temporada de neve, porém, com uma beleza encantadora e ainda assim pude ver e sentir a neve.
      Vou deixar meus insta aqui pra quem quiser mais informações: @barbosa_carolin
      Passagens Aérea (ida e volta):
      R$ 709,00 Guarulhos x Santiago
      R$ 239,00 Santiago × Calama
      Companhia SKY Airline (comprei pelo site Maxmilhas). É possível encontrar bem mais barato, mas comprei muito em cima da hora hehe...
       
      Cambio:
      Comprei $25.000 pesos no aeroporto de Santiago, a cotação é ruim, mas é melhor que trocar no Brasil e saiu 153 pesos por real. Então gastei R$ 170,00 (com uma taxa de $1.043,00 pesos incluso, que é cobrado na casa de câmbio do aeroporto)
       
      A conversão é feita assim: o total de pesos que você precisa dividido pela cotação do dia. 
      Ex: 26.043,00 ÷ 153 = R$ 170,21
      Sugiro trocar no aeroporto só o que for usar para o translado.
      Transfer Aeroporto x Hostel (ida e Volta)
      De Calama p/ San Pedro leva em média 1h30 de viagem e o transfer é tabelado e custa $20.000 pesos ida e volta com desconto. (Só ida ou volta $12.000)
      Do aeroporto de Santiago até o hostel no centro ida e volta com desconto ficou por $13.320,00 pesos. (Só ida ou volta $7.400)
       
      Total Transfers: R$ 210,00
       
      Hospedagens:
      Em San Pedro de Atacama, fiquei no Tiny Hostel, super limpo e organizado e perto de tudo. 29.300 pesos (R$ 174,40) por 3 dias e meio e não paguei os 19% do IVA porque apresentei o PDI e identidade.
      Em Santiago, fiquei no Hostal Yungay localizado no centro e indicado para quem busca mais tranquilidade a noite. O custo foi bem parecido com de Atacama, porém foram 05 diárias por 29.400 pesos. Devido a diferença de cãmbio o meu gasto foi de R$ 175,60.

      No Total, gastei R$ 350,00 para 08 diárias.
       
      Passeios:
      1° Dia - Valle de la Luna: É um tour maravilhoso, com paisagens incríveis, passando pelas dunas e mais alguns pontos famosos como as 3 Marias. Geralmente feito na parte da tarde e encerra com um lindo pôr do sol. 
      2° Dia - Lagunas de Baltinache: São 7 lagunas simplesmente lindas!!! Fiquei encantada com aquele lugar, pode entrar na primeira e na última Laguna, água extremamente salgada e gelada rsrs... Também encerramos com um pôr do sol maravilhoso.
      A noite fiz o Tour astronômico. Super recomendo. 
      3°  Dia - Piedras Rojas e Lagunas Antiplanicas: Pra quem não sabe, a entrada na Piedras Rojas está fechada, podemos ir apenas até o mirante, mas é um passeio fantástico também, só o caminho até chegar lá já faz valer a pena. Muitas histórias, vegetação, animais. Ainda passamos pela placa de  Capricórnio. Nas Lagunas de Miscanti e Miñiques pudemos ver um pouco mais de perto os vulcões com o mesmo nome. Paisagem que parece uma pintura de tão lindo que é.
      4° Dia - Deixei livre para conhecer um pouco mais de San Pedro e fazer algumas comprinhas de lembrancinhas. No seu dia livre pode alugar uma bike também para desbravar um pouco mais.
       
      Todos os passeios em San Pedro de Atacama ficaram por 87.500 pesos. (R$ 520,00) o pacote fechado com a mesma agência "Tour Connection" que super indico, os guias são maravilhosos. Agora vamos seguir para Santiago onde fiz os passeios com a Agência Bora Pro Chile Br e recomendo muito, excelente atendimento e acompanhamento do inicio ao fim de cada passeio.
       
      5° Dia - Manhã livre no centro, fiz a visita guiada no Palácio de la Moneda agendei Com 1 mês de antecedência e assisti um pedaço da troca de guardas e conheci a Catedral.
      Na parte da tarde fui com a agência na Vinícola Undurraga. É simplesmente linda. 
      6° Dia - Viña Del Mar e Valparaíso. Que lugar lindo, alegre e cheio de Cores e arte. Não deixe de conhecer, é um dos principais passeios.
      7° Dia - Portillo. O passeio mais esperado por  mim. Que paisagem linda do inicio da estrada até a fronteira com a Argentina. Paisagens de quadro. Vale muito a pena conhecer, aquela Laguna del Inca é surreal!!
      8° Dia - Vale Nevado & Farellones Sunset (Esse eu fiz com a agência Morandé) Pra quem assim como eu é apaixonada por montanha e pelo pôr do sol, esse passeio é super recomendado. Mesmo sem neve foi incrível.
       
      Todos os passeios em Santiago ficaram por 105.000 pesos (R$ 600,00) fechando os 3 primeiros com a mesma agencia e o ultimo com uma agencia diferente.
       
      Total com passeios e tickets de entradas R$ 1.120,00
       
      Alimentação:
      A média que estabeleci para refeição foi de 12.000 pesos por dia, mas gastei bem menos. Como alguns passeios oferecem café da manhã, teve outro que oferecia almoço, então acabei economizando. Ao todo gastei R$ 545,00 em refeições. Lá existe os pratos prontos com entrada+prato principal+sobremesa por 4.000 pesos, McDonalds, Subway ou o famoso La Piccola Italia, são opções bem econômicas para comer.
       
       
      GASTO TOTAL DESSA VIAGEM: R$ 3.173,00 







    • Por Fernanda Freitas
      [Trip Deserto – Atacama, Uyuni e Santiago]
      A Trip que estava no topo da minha lista de desejos foi realizada com muito sucesso em junho de 2019. Foram 13 dias, sendo 4 dias no Atacama, 4 dias para fazer a travessia para o Deserto do Uyuni e 5 dias em Santiago. San Pedro é daquelas cidadezinhas pacatas, chão de terra, paz e amor que rouba o coração da gente, as paisagens, os lugares são tão incríveis que parece que você está em outro mundo, SURREAL, minha alma transbordou de tanta emoção, vi a Via Láctea inteira bem em cima da minha cabeça, ouvi histórias ancestrais de Atacamenho raiz e o lugar menos esperado que eu não consegui segurar minhas lágrimas foram os Gêiseres Del Tatio, não sei explicar o que eu senti naquele lugar, só sei que foi incrível, apesar do frio de - 9° (alguns falaram que era de - 13°), fiquei hospedada no Hostel Hultur e foi incrível, porque tem área de fogueira e todo mundo se reunia em volta da fogueira toda noite. A travessia do Uyuni, não foi fácil, mas tbm não foi muito difícil, as hospedagens eram boas, disponibilizavam sacos de dormir, a comida era muito boa e tomei banho quente todos os dias. O mais complicado é o vento gelado em alguns lugares e a altitude, eu passei muito mal na laguna colorada, altitude de 4600 mts, tive que andar mais ou menos por uma hora e deu muito ruim. Fiquei 5 dias em Santiago tbm, vi neve, nevasca na montanha, não aproveitei tanto a cidade como gostaria, porque a Trip do Uyuni roubou minhas energias, me hospedei no Hostel Providência e um dos melhores Hostels que já passei, festa diariamente, e rodadas grátis de Pisco Sour. Uma dica para Santiago, fujam dos taxistas, eles são muito filhos da puta. No fim das contas foi tudo incrível. Como sempre digo "Tudo Vale a pena, quando a alma não é pequena"
      Viagem toda feita por conta, exceto os passeios que contratei agência local. Melhor agência para os passeios do Atacama é a Flamingo, melhor preço e atendimento excelente. Mais dúvidas, estou a disposição
      Sigam meu grupo no Facebook 
      https://www.facebook.com/groups/221597662984942/?ref=share














    • Por guilhermefsoares
      Boa tarde pessoal!
      Tô com uma dúvida cruel: minha esposa trabalha embarcada internacionalmente atualmente e com as restrições de entrada de brasileiros nos países estamos receosos de que ela possa perder as oportunidades por causa desse bloqueio. Estamos cogitando em passar um tempo na Argentina pra evitar que isso aconteça mas, ainda com uma política de vacinação melhor que a nossa, vi que tem os bloqueios por lá também. Gostaria de saber o que vocês acham disso. A gente fica por aqui mesmo, vai pra Argentina, pois não estou vendo melhoras na situação atual e temos muito a perder se tomarmos as decisões errada.
       
      Agradeço já a atenção que vocês disponibilizaram.
      Abraços.
       
      Guilherme.

×
×
  • Criar Novo...