Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

beatrizz

Circuito O. Torres del Paine (Patagônia Chilena - sozinha)

Posts Recomendados

Em 23/02/2019 em 18:47, beatrizz disse:

Depois de 3 dias de volta, ainda não consegui voltar, é como se eu ainda estivesse lá. Meu corpo e minha alma ficaram conectados as montanhas de Torres del Paine. 

beatrizz, em abril fez 3 anos que voltei de Torres del Paine. Também fiz o circuito completo.

Até hoje, de vez em quando, eu me vejo sonhando que ainda estou lá. Eu durmo pensando em amanhã ir até o Glaciar Grey. Eu sonho que estou subindo para as Torres, ou no mirador Britânico.

Torres del Paine nunca mais sairá de dentro de quem lá esteve.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, @beatrizz

Show de bola seu relato.

Poderia tirar uma dúvida? Vi que do Grey vc foi para Paine Grande e depois Francês. Meu roteiro será diferente, pois vou do grey para o italiano, daí vou ao mirador britanico e volto já para o Francês, que seria um pouco mais próximo do central. Acha que pular o Paine Grande fica mto cansativo? Parece um bom plano? hehe

 

Obrigado e abraços. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Rafaelramoss acredito que pode ser feito sim. Mesmo porque a ida do Gray a Paine grande são apenas 3.5 horas, nesse dia tive muito tempo free hehe, tem um lago lindo no Grande e uma trilha pro mirante que vale a pena fazer.  Pensando em ir ao Italiano também acho legal, ele fica ao lado do rio e deve ser uma delícia acampar lá. Subir o mirante e descer é um pouco cansativo, então sugiro você sair bem cedinho do Gray. A ida do Italiano ao Francês é bem tranquila, é um terreno bem bom pra um fim de tarde hehe. Boa sorte e boa trip! Se eu puder te ajudar em algo a mais, pode me chamar. 

Em 28/06/2019 em 15:20, Rafaelramoss disse:

Olá, @beatrizz

Show de bola seu relato.

Poderia tirar uma dúvida? Vi que do Grey vc foi para Paine Grande e depois Francês. Meu roteiro será diferente, pois vou do grey para o italiano, daí vou ao mirador britanico e volto já para o Francês, que seria um pouco mais próximo do central. Acha que pular o Paine Grande fica mto cansativo? Parece um bom plano? hehe

 

Obrigado e abraços. 

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, beatrizz disse:

@Rafaelramoss acredito que pode ser feito sim. Mesmo porque a ida do Gray a Paine grande são apenas 3.5 horas, nesse dia tive muito tempo free hehe, tem um lago lindo no Grande e uma trilha pro mirante que vale a pena fazer.  Pensando em ir ao Italiano também acho legal, ele fica ao lado do rio e deve ser uma delícia acampar lá. Subir o mirante e descer é um pouco cansativo, então sugiro você sair bem cedinho do Gray. A ida do Italiano ao Francês é bem tranquila, é um terreno bem bom pra um fim de tarde hehe. Boa sorte e boa trip! Se eu puder te ajudar em algo a mais, pode me chamar. 

 

Ah, ótimo! Muito obrigado pela resposta! Farei isso mesmo, creio que ganhamos um pouco de tempo, pois teremos pouco e queremos fazer tudo.

Vou abusar de uma pequena dúvida então. ::sos::::lol3::

Não tenho visto muitas informações sobre o retorno para Puerto Natales. Então vamos lá. A última noite será no Central, como todos fazem. Faremos o ataque às torres bem cedo no dia seguinte e voltaremos para sair do parque o quanto antes. Você acredita que conseguimos voltar, pegar o ônibus para Puerto Natales e já conseguir um ônibus mais tarde pra El Calafete? A ideia seria amanhecer em El Calafete no dia seguinte para continuar a trip.

 

Obrigadooooooooo

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Rafaelramoss então, se não m engano o último ônibus que sai do parque é entre 19 e 20, então pode sim voltar no mesmo dia pra Puerto Natales, sobre o ônibus para El Calafate pelo que lembro tinha cedinho perto das 07:00. Então teria que dormir em Puerto Natales e ir no outro dia cedo para El Calafate. 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 30/06/2019 em 12:59, beatrizz disse:

@Rafaelramoss então, se não m engano o último ônibus que sai do parque é entre 19 e 20, então pode sim voltar no mesmo dia pra Puerto Natales, sobre o ônibus para El Calafate pelo que lembro tinha cedinho perto das 07:00. Então teria que dormir em Puerto Natales e ir no outro dia cedo para El Calafate. 

Muito obrigado @beatrizz

Ajudou muito com as dicas. 

Boas trilhas para nós! Abraços!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Muito bom seu relato, breve e sem enrolações rs

Estou planejando ir com 1 casal de amigos em Maio de 2020. Somente para fazer o Circuito O.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 22/07/2019 em 12:53, marcioomoraiss disse:

 

Muito bom seu relato, breve e sem enrolações rs

Estou planejando ir com 1 casal de amigos em Maio de 2020. Somente para fazer o Circuito O.

@marcioomoraiss vale muito  hehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal sua viagem. Torres del Paine é um circuito de sonho. Eu fiz o W com minha esposa em 2018, no mês de novembro, e foi demais. Agora quero voltar e fazer o O. Meu planejamento é para fevereiro/março de 2021, já que para 2020 já não tem mais vaga. Quando estava planejando o W, água foi uma coisa que mais me preocupou. Porém, durante a trilha, vi que havia bastante disponibilidade durante todo o percurso. Em relação às partes do O que não fazem parte do W, ou seja, do refúgio Torre até o refúgio Grey, como é a disponibilidade de água? Precisa carregar uma quantidade maior do que no resto do W ou é mais ou menos a mesma coisa?

Mais duas perguntas:

1 - no refúgio Dickson e no camping Perros tem pontos de eletricidade para carregar eletrônicos? (queria levar meu celular com o wikiloc instalado para qualquer eventualidade, mas sem jeito de recarregar não compensa)

2 - O caminho na parte "de cima" é tão bem sinalizado quanto no resto do W?

Obrigado

Christian

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@schitini  bom dia!! Com certeza irá gostar muito do O. Pois a parte mais nativa e conservada do parque é la. Foi a parte que mais gostei, sem sombra de dúvida!!! 

Água, sempre tem, pois há corregos e riachos durante todo o caminho. 

1. Tem locais sim, até onde me lembro, mas sugiro sempre levar power banks carregados. 

2. É muito bem sinalizado! Não vejo necessidade de baixar a trilha, a cada pouco tem uma placa com a quilometragem e os locais. 

Caso precise de mais informações, pode me chamar. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Roberto Bessa
      Olá pessoal, estou planejando fazer uma viagem com meu Chevette 1981 saindo de Petrópolis RJ indo até a cidade de Quevedo no Equador em Abril de 2020, alguém já fez esse trajeto sabe informar quais documentações preciso para o carro circular nos países que vou passar? (Argentina, Chile, Peru, Equador e talvez Bolívia)
      Obrigado!
       

    • Por Alan karleno
      Fala Mochileiros..
      Procuro dicas para aperfeiçoar o meu roteiro e a quantidade de dias que se faz interessante para cada local. Planejo o roteiro entrando pela Argentina (buenos Aires), saindo pelo Chile (Santiago), em junho de 2020. Tenho 25 dias disponíveis. 
      Vôo. Teresina & buenos Aires (buenos Aires 3 dias).
      Vôo. Buenos Aires & Bariloche (Bariloche  + Villa la angostura 5 dias). 
      Vôo. Bariloche & Buenos Aires e Buenos Aires Ushuaia. (Dia para viagem). 
      Vôo. Ushuaia & El Calafate (4 dias El Calafate).
      Ônibus. El Calafate & Puerto Natales (5 dias Puerto Natales + Parque torres del paine). 
      Ônibus. Puerto Natales & Puta Arena (2 dias Puta Arena).
      Vôo. Punta arenas & Santiago ( 4 dias Santiago) + VALLE NEVADO ou FARELLONES.
      Vôo. Santiago & Teresina. 
      1 dias para emprevisto.
      Quero aproveitar ao máximo o tempo em viagem.
      Desde já agradeço pela atenção.
      Bora Mochila..
       
       
       
       
       
       
       
    • Por Alexandre Cabral
      Gostaria de deixar o meu primeiro relato com a certeza de que ainda viram muitos outro!
      Como nos concentramos apenas em Ushuaia, por questão de logística, pois não tinha voos diretos de Ushuaia para Calafate nesse período específico, decidi deixar meu relato do ponto de vista de alguém que tentou aproveitar ao máximo o que Ushuaia tem a oferecer. 
      Poderia ter economizado muito mais do que o fiz, mas como a maioria das viagens de ultima hora, paguei um preço a mais. O fato de ter ido em baixa temporada, amenizou um pouco a situação. Minha viagem foi no começo de maio/2019 e durou uma semana. Comprei pacote aéreo (aerolíneas) + hotel pela decolar. O voo saia de São Paulo para Ushuaia com escala de 6h em Buenos Aires e com troca de aeroporto, pois voos internos são operados no Aeroparque. A aerolíneas disponibiliza transfer gratuito, é só entrar no site deles ir em: serviço ao cliente -> serviço de transfer -> preencher seu sobrenome, o código de reserva e e-mail, dai você recebe os vouchers por e-mail tanto o de ida quanto já o da volta em QR code, é só apresentar na hora de pegar o transfer. No site tem os horários que, se não me engano, é a cada hora, o transfer é operado pela empresa Manuel Tienda León.
      Os passeios que cotei ainda estando no Brasil estavam muito caros e decidimos olhar os preços quando chegamos lá, uma vez que, sendo baixa temporada, não teríamos o risco de ficar sem vaga. Negociando diretamente com a agência, o preço é totalmente diferente, muito mais barato, fechamos todos os passeios com a Brasileiros em Ushuaia que montou um roteiro de passeios de acordo com nossa disponibilidade. Com exceção da Expedição Off Road 4x4 + caiaque (que é opcional, mas vale a pena), dos outros passeios que fiz, não era realmente necessário fazer por agência. Lembrando que, certos passeios, são feitos em determinada época do ano e outro são feito o ano todo.
      1. Letreiro
       
      1º Dia - Chagamos as 8h e pegamos o transfer, que já estava incluso, até o hotel, ficamos no Hostal de Bosque, nos instalamos e fomos ver os passeios, fechamos tudo já no primeiro dia, mas lembrando que durante a viagem foi possível rever a ordem dos passeios para a que melhor nos atendesse. Devido ao cansaço, ficamos pela cidade conhecendo alguns ponto turísticos com o letreiro, a avenida San Martín que é a principal e é onde fica tudo e aproveitamos para visitar o museu marítimo e presídio. Para fazer a visita no Museu, é preciso pagar a entrada, estando la dentro pudemos explorar as galerias onde tinha as exposições e mais a frete o presídio, seus anexo e as selas. Cada sela conta um pouco da história do lugar com fatos, representações dos presidiários que passaram lá. Dentre os anexo, há um que esta preservado como foi deixo a anos e a sensação de entrar lá é surreal, vale muito a pena a visita.  A noite fomos relaxar no pub Dublin que é sempre cheio de gente e um dos melhores bem estilo Irlandês.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                
      2. Placa Ushuaia FIn del Mundo                 
       
      2º Dia - Trem do Fim do mundo + Parque Nacional Terra del Fuego - Da pra pegar um táxi e ir para a plataforma do trem, comprar o ticket e fazer o passeio tudo por conta, depois para o parque precisa outra condução. O trem em si é bem simples mesmo, mas o que vale a pena é a paisagem pelo caminho, realmente parece que se esta dentro de um filme. O trem faz uma parada e é possível descer tirar fotos e explorar um pedacinho do lugar. Na entrada ganhamos um fone de ouvido  e durante todo o trajeto, é possível escutar sobre a história dele, em vários idiomas. No parque nacional, vemos alguns lagos, entramos na floresta e caminhamos até um café que tem um pouco mais acima onde a vista é incrível e é possível degustar um chocolate quente maravilhoso. Nesse mesmo passeio, foi ao correio do fim do mundo, tem que dar sorte de ele estar aberto, pois os horários de funcionamento são meio bagunçados. Demos sorte de achar aberto e pudemos carimbar o passaporte com o selo de lá, o lugar é em interessante, vende cartão postal e funciona como um correio normal.

      3. Passeio no trem do fim do mundo

      4. Parque Nacional Terra do Fogo

      5. Correio do Fim do Mundo
       
      3º Dia - Glaciar Martial + Bar de gelo - Para o glaciar é só pedir um táxi até a casa de chá que fica no pé do glaciar e de lá da pra subir tranquilo. Como era outono, a pista de esqui na estava aberta, por isso dava para subir o glaciar por ela. A caminhada até a parte de cima não é pesada e é tranquila de fazer e mais uma vez a vista surpreende em cada cantinho daquele lugar. O bar de gelo é tipo uma câmara fria a -20ºC quer server bebida durante 20 min, não achei muita graça, da pra passar sem, mas como fazia parte da experiência, la fomos nós.

      6. Glaciar Martial

      7. Bar de Gelo
       
      4º Dia - Trekking Laguna Esmeralda - Para mim que nunca tinha feito trekking foi muito bom ter ido com a agência, mas pra quem já é acostumado, é o mesmo esquema, táxi ate a entrada e de la segue até a laguna. Esta sinalizado e sempre tem gente por conta fazendo o trajeto. É uma caminhada de 4h ida e volta, passamos perto de represa de castores, dentro do bosque, lugares com lama, riachos, até chegar na laguna é um pouco cansativo então é bom reservar um dia para esse passeio.

      8. Laguna Esmeralda
       
      5º Dia - Navegação Canal Beagle - No porto tem as empresas que vendem o ticket para a navegação, que se não me engano é de manhã e a tarde. Também tem que pagar uma taxa no porto na hora do embarque, não me lembro o valor mas não é nada absurdo. Vimos o O Farol Les Eclaireurs, conhecido com o farol do fim do mundo e ilhas com leões marinhos e aves, não era época dos pingues, então de 
      9. Farol Les Eclaireurs (Farol do Fim do Mundo)
       

      10. Colonia de Aves no Canal Beagle 
       
      6º Dia - Expedição Off Road 4x4 + caiaque sunset - É uma passeio noturno, vale muito a pena, o caiaque como já disse, é opcional, mas é muito legal o passeio e vale a pena também. De dois em dois, entramos no caiaque e remamos no lago escondido seguindo o guia, o fundo do lago é cristalino e incrível, ficamos até o pôr do sol admirando a vista. Depois voltamos a rota adentrando a uma floresta já a noite e paramos perto do lago fagnano. O passeio termina com um churrasco numa clareira no meio do floresta, com direito a fogueira e marshmallow. É uma ótima maneira de fechar a viagem com chave de ouro. 
       
      11. Lago Escondido

      12. Caiaque sunset, Lago Escondido

      13. Lago Fagnano

      14. Churrasco e Marshmallows
       
      7º Dia - Foi o ultimo dia então tiramos para comprar algumas lembrancinhas, como tinha nevado nas montanhas, pegamos um táxi e voltamos ao glaciar para ver como estava e era outra paisagem tudo branquinho de neve.
       
      8º Dia - Pegamos o transfer as 07h e fomos para o aeroporto pegar o voo de volta.
       
       
      Qualquer dúvida, estou as disposição! O Post ainda precisa ser melhorado, qualquer sugestão é bem vinda! 😃
       


×
×
  • Criar Novo...