Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Guiherme Zaia

Panamá - Kalu Yala, El Valle e Cidade do Panama

Posts Recomendados

[RELATO - TRILHAS NO PANAMA]
Fiz essa viagem durante os dias 6/02 ao 14/02.

No instagram @onetrekking tem mais coisas sobre minha viagem no Panama. Segue o relato...

Dia 1
Foram 3 voos para chegar no Panama 🇵🇦, com isso consegui economizar mais de 800, assim deu pra estender a viagem e conhecer mais lugares.

Dia 2
Indo para o Kalu Yala
Para chegar lá saindo do Aeroporto Tocumen você precisa pegar um táxi para o Terminal La Doña, de lá pegar um “Diablo Rojo” para San Miguel e de San Miguel fazer a trilha “Suicide Hill” até o Kalu Yala
.
Diablo rojo são esses ônibus da foto e pra quem quiser fazer a trilha, ela está na minha conta do WikiLoc, é só fazer a trilha ao contrario, acabei gravando só a volta

Dia 3 - Trilha 1
Honey Creeper foi a primeira trilha que fiz no Kalu Yala. Ela é muito bonita, pois você tem uma maior proximidade da fauna local pelo trajeto ser em mata fechada. Com apenas 1,6 kms, duração de 1 hora e ganho de 200m, ela tem dificuldade moderada por causa da falta de sinalização e ter horas que a trilha se desfaz no meio da mata

Dia 3 - trilha 2
Ramon’s Pool, uma trilha bem bonita que vai para uma piscina natural, apesar de que o pessoal do kalu yala fale que ela precisa de guia não vejo a necessidade para isso. Sua distância é de 2,79 kms, dificuldade fácil e não apresenta mudança de altitude considerável (60m).

Dia 3 - trilha 3
Mermaid’s Hole, trilha bem fácil que acaba numa linda piscina natural. São apenas 1k e nenhuma variação de atitude, apenas uma parte aonde você tem que atravessar o rio.

Dia 4 
Nesse dia me despedi do Kalu Yala, e iria chegar em El Valle Anton no fim do dia.
Pra quem não conhece: Kalu Yala é uma comunidade sustentável no meio da floresta do Panama, o forte deles é o intercâmbio que dura 10 semanas e tem varias temas que são bem únicos e voltados a uma vida sustentável. O instagram deles é @kaluyala

Dia 5
Acordei as 3:30 da manhã para fazer a trilha sentido Loma Grande, saimos do @bodhihostel e o @jerryfit foi o guia, nessa trilha eu vi a real necessidade de ter equipamentos para fazer trilha. Nunca tinha andando mais que 10k numa trilha, e essa foram 24k.
Saimos do hostel as 4:45, e o tempo clareou aproximadamente as 7:30 porem como estava em El Valle que fica no meio da montanhas, o sol só foi aparecer e ficar forte umas 10:30, com isso ele só atrapalhou a nossa volta e não ajudou a esquentar a água que parecia gelo.
Foram 24k de trilhas feitas em 9 horas, sendo que o trajeto é cheio de subidas e descidas muito íngremes, então não é recomendável ir sozinho e para quem não tem um certo preparo, pois você vai usar muito joelho.

Dia 6
“Cerro Cara Iguana”, essa foi a minha sexta trilha da viagem. Esta montanha é uma reserva hídrica, a maior parte da trilha é formada por uma estrada de terra, somente no fim que você entra na mata para chegar no topo das montanhas. Estava fazendo muito vento no topo e como estava sozinho, acabei não indo no topo da última montanha. Foram 9 km de trilha, sendo que a elevação ganha foi de 368 metros e o topo chega a 923 metros.

Dia 7
“La India Dormida”, essa foi a última trilha da viagem. Ela fica dentro de um reserva particular, a entrada custa 3 dólares e não recomendam fazer a trilha sozinho.
Por sorte encontrei um casal de franceses que foram comigo até o topo da montanha. A trilha é um caminho de terra com parte bem íngrimes, aonde algumas pessoas escalam.
Foi 8,5 km de trilha com 400 metros de altitude ganha e o topo não chega a 900 metros.

Dia 8
Logo de manhã, antes do café, arrumei minhas coisa na cargueira para voltar para a Cidade do Panama. Meu destino era o Bodhi Hostel Panama City no Cerro Ancon, paguei 4,25 dólares no ônibus (mesmo valor que na ida) para o Albrook Mall e da lá peguei um metro bus para uma parada perto do hostel e fui andando até o hostel, cheguei as 14:30 no hostel, sendo que parei para almoçar no Allbrook Mall. Depois disso fui para o Multiplaza Panama, andei metade do caminho de uber e metade a pé para ter uma ideia de como é a cidade. Com isso acabo meu oitavo dia no país.

Dia 9
Meu voo era as 14 horas, com isso tinha que chegar no aeroporto as 11 horas. Deu tempo para ir conhecer as ruinas da antiga cidade do Panamá, elas formam um Patrimônio Mundial da Unesco. A cidade recebeu título de Cidade em 1521 por Carlos V da Espanha, e começou a ser o ponto de partida para a exploração do Peru e ponto de trânsito para carregamentos de ouro que iam para a Espanha. E assim encerro a minha viajem pelo Panamá.

53510702_2067046263343655_1223107472156262400_n.jpg

53725693_2067046280010320_1302937462351331328_n.jpg

52504156_2067046286676986_7276637483847122944_n.jpg

52650567_2067046170010331_2117983231335727104_n.jpg

52688523_2067046220010326_9027738020278697984_n.jpg

52727993_2067046193343662_7723570148581310464_n.jpg

52815335_2067046113343670_8319049776280633344_n.jpg

52832685_2067046100010338_7241346630929088512_n.jpg

52845296_2067046186676996_1260090598023495680_n.jpg

52896733_2067046143343667_3088431925090582528_n.jpg

52991391_2067046093343672_7891306205086220288_n.jpg

53067087_2067045816677033_6785970605951811584_n.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um bom relato sobre atividades diferentes e desconhecidas da maioria no Panamá. Este é um destino que tem muito potencial. Então obrigado por isso. Conheci San Blás, algumas as ilhas (Kuna Ayala) e a cidade do Panamá, que tem uma orla encantadora. Fiz este relato:

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por and_bird
      Bom dia pessoal,tudo bem?
      Estou pensando em fazer uma viagem pela Ásia sem roteiro pronto e sem data de retorno certa - porque vai depender de quanto dinheiro eu vou gastar, e quanto mais eu economizar, mais tempo posso ficar.
      Alguém sabe se é possível comprar passagem só de ida? Pergunto para fins de quando chegar em algum país ser questionada sobre passagem de volta. 
      E quantos dólares vcs calculam por dia em média no leste e sudeste da Ásia?
    • Por hmarinioficial
      Beleza??
      Em Fevereiro/Março vou mochilar pela famosa Ruta 40! Vou chegar de sp em bus até Mendoza e de lá descer pela 40 até a Patagonia! Gostaria de saber se alguem já fez essa viagem e se tem algum povoado ou lugar que não posso deixar de conhecer!(Fora os já famosos!)...vou em uma viagem sem data marcada de volta...mas tenho que levar em consideração os 3 meses de visto que vão me dar...já que por essas cidades não vou ter extrenjeria para pedir mais 90 dias....(tenho como saída cruzar até o Chile e voltar)
      Aguardo opniões e dicas! Valeu!!! E espero que todos viagem muito em suas vidas!!
    • Por henrique.silvestre
      Fala galera!
      Eu estou indo mochilar pela Ásia. Pedi demissão e fiz as malas, vou postar vídeos dos perregues e das experiências começando pelo dia 0 (link abaixo) 
       
      Amanhã to indo pra korea do sul 
      Bora também? 
       
    • Por marina garcia
      Bom dia, farei meu primeiro mochilão Bolivia e Peru. Toda e qualquer dica, será muito bem-vinda. Criei meu roteiro sozinha. Estou sentindo um frio na barriga desde já. rsrsrs... Se alguém também planejou para essas datas, podemos nos conhecer. Agradeço a todos!
      roteiro.docx
    • Por Hi.Loren
      Olá, galera!
      Vou sair de mochilão pelo BR e América do Sul (roteiro incerto), pretendo ir esse ano sem data para voltar, estou com pouco dinheiro mas dinheiro não é o mais importante, podemos fazer grana pelo caminho, pedir caronas, dormir em albergues, acampar, etc. Sem mordomias.
      Quero mesmo é aventurar em todas as adrenalinas que puder, me divertir muito, amo cachoeiras, praias, natureza no geral.
      Sou de Minas Gerais, será meu primeiro mochilão roots. Adoraria companhia de pessoas dispostas a viver uma experiência apaixonante.
      Sempre com respeito e responsabilidade.
      Bora?


×
×
  • Criar Novo...