Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Posts Recomendados

Salve salve galerinha do bem!! 

De boas???

entao eu estou planejando uma trip nas minhas férias de maio... e o destino escolhido foi o Peru!

estou pensando em fazer a trilha de salkantay, rainbow mountain, laguna 69 entre outras coisas que eu conseguir fazer enquanto por lá.

minha ideia inicial eh começar no dia 6 qndo chego em Cusco.. deixando o dia 6 e 7 para aclimatar,

dia 8: rainbow mountai

dia9: iniciaria a trilha de salkantay (5dias)

dias 10, 11, 12 e 13 dedicados a essa parte

dia 14: Cusco 

dia 15: cedo voo para Lima e de lá direto para huaraz

dias 16, 17, 18 totalmente dedicados a trilhas e oportunidades que Huaraz oferece!

Dia 19: retorno à Lima,

dia 20: retorno à Sp!

então esse eh o meu plano inicial... mas os pcts e trilhas vou acertar tudo lá mesmo qndo chegar no Peru!!

gostaria de saber se podem me ajudar com algumas dicas e alterações nesse meu planejamento! Mas tbm com algumas dúvidas do tipo: 

* levar dólares, soles ou reais mesmo!?

* 3 dias em Huaraz seriam suficientes para poder aproveitar um pouco do que esse lugar tem a oferecer?

* 4 se alguém aí tem alguma ideia de preços médios atualizados desses lugares q eu citei!!! 

Valeu galera!!! 

Obrigado

 

Lukas Andrigo ...

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Seu cronograma está ok, mas bem puxado. Precisa ter fôlego para aguentar tudo isso. Algumas observações:

em cusco a principal atração é o vale sagrado, que dura o dia inteiro. O dia 7 ou o 14 são boas opções para isso (de preferência o 7, antes de ir a Macchu Pichu). Os passeios que eu fiz em Cusco eu fiz com a orellana tour, que achei uma boa empresa com preço bom. Faz as contratações todas lá mesmo, porque sai muito mais barato.

Leva dólar de preferência. O câmbio de Cusco não é ruim.

Rainbown mountain fica a 3 horas de cusco. A excursão passa no hotel por volta das 3 da manhã para te pegar e vc só volta perto das 18.00. Vc chega aos 5.100 metros, então a aclimatação tem que estar boa ou vc vai sofrer um pouco. É muito bonito lá. Lá vc tem a opção de alugar uns burros para te levar até o topo. Se estiver com dificuldades por causa da altitude, é uma boa. A dica é não alugar no início da trilha. Os donos dos burros que não conseguiram arrumar cliente no início seguem pela trilha oferecendo o burrinho, e o preço fica bem mais em conta (em 2017 era 50 soles no início da trilha e ia abaixando a medida que a trilha seguia). Se vc for seguir este cronograma tem que se preparar bem pois vai chegar cansado e tem que arrumar suas coisas para começar salkantay no dia seguinte.

Excursão mais longa, como salkantay, costuma ter uma reunião 01 dia antes para combinar os detalhes. Procurar saber se vai ter para não atrapalhar seu cronograma.

Eu fiz vale sagrado e rainbown mountain em 2017. Paguei 80 soles pelo VS, incluindo almoço (tenha certeza que o almoço está inclupido, se vc for fazer. Algumas empresas não incluem, e ele sai bem caro se comprado depois). RM acho que foi preço parecido.

Huaraz eu nunca fui (tá nos planos para 2020), mas tem coisas demais para fazer lá. 3 dias dá para ter um gostinho. Me parece que o ônibus sai de noite de Lima e demora 6 horas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@schitini estou planejando essa viagem para a mesma época que o @Lukasandrigo (18/05 até 01/06), porém estava querendo muuuito ir a Puno e Arequipa ... Vc falou que Salkantay + Huaraz é puxado pra fazer em 14 dias, seria praticamente impossível acrescentar Arequipa e Puno? (Chorando aqui, quero um mês de férias)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ideia de roteiro (sem noção do tempo e precisando muuuito de dicas/ajuda/se liga):

- Cusco: Vale Sagrado, Salina de Maras e Raibow Montain (pensei em alugar um carro pra isso)

- Salkantay - Machu Picchu

- Arequipa (ir com ônibus que sai de Cusco)

- Puno (ônibus)

- Cusco (ônibus pra pegar o avião pra Lima)

- Lima (se possível pegar um ônibus direto para Huaraz)

- Huaraz: laguma 69 e Geleira Pastoruri 

- Lima (volta pra casa)

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Algumas considerações:

01 - eu não aconselho a alugar carro no Peru. O trânsito é muito louco (além do trânsito, os motoristas)

02 - Arequipa tem aeroporto. Tem ônibus que sai de Cusco a Puno, inclusive ônibus de turismo que sai parando para tirar fotos. Talvez valha a pena.

03 - tem que tomar cuidado com a altitude. Se não estiver aclimatada, vai complicar sua vida (enjoo, dor de cabeça, etc)

Eu daria uma sugestão:

01 - vai para Cusco - chega no meio do dia - descansa para ajudar aclimatação

dia 02 - faz as salinas de mara e morais - é leve - ajuda a aclimatação

dia 03 - faz vale sagrado - é um pouco mais pesado. Chega no hotel casa às 19.00

dia 04 - se estiver bem aclimatada, faz raibown mountain (lembra que te pegam no hotel às 03.00 am) - chega no hotel às 19.00

dia 05 - descansa  - faz (salkantai é puxado. prepara suas pernas e sua mochila. conhece a cidade de cusco, faz o city tour)

dia 06 a dia 11 - salkantay com Macchu Pichu - chega no hotel às 19.00

dia 12 - ônibus para Puno - chega em Puno às 18.00

dia 13 - conhece Puno

dia 14 - vai para Arequipa - chega em Arequipa à tarde. Passeia em Arequipa. (se tiver tempo, fica mais um dia em Arequipa)

dia 15 - conhece Arequipa - pega voo à tarde para Lima e ônibus à noite para Huaraz (me parece que o ônibus sai às 23.00 - procura saber)

dia 16 - você vai ter passado o dia anterior viajando. neste dia descansa e contrata as excursões para os dias 17 e 18

dia 17 - laguna 69

dia 18 - Geleira Pastoruri  - verifique se o ônibus para lima sai às 23 também e pega ele. Caso contrário, sai no dia seguinte.

dia 19 - Lima - casa

É só uma ideia, e devo dizer que depende de sua aclimatação estar boa e vc ter pernas para fazer tudo isso, pois é muita trilha e pouco folga. Tem que casar os horários de ônibus e voos também.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelas dicas @schitini me deu uma boa luz, vou levar em consideração suas dicas... e acho q vou acrescentar então uns dias a mais para sobrar um pouco mais de fôlego!! Obrigado 😊 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 08/03/2019 em 15:00, schitini disse:

Algumas considerações:

01 - eu não aconselho a alugar carro no Peru. O trânsito é muito louco (além do trânsito, os motoristas)

02 - Arequipa tem aeroporto. Tem ônibus que sai de Cusco a Puno, inclusive ônibus de turismo que sai parando para tirar fotos. Talvez valha a pena.

03 - tem que tomar cuidado com a altitude. Se não estiver aclimatada, vai complicar sua vida (enjoo, dor de cabeça, etc)

Eu daria uma sugestão:

01 - vai para Cusco - chega no meio do dia - descansa para ajudar aclimatação

dia 02 - faz as salinas de mara e morais - é leve - ajuda a aclimatação

dia 03 - faz vale sagrado - é um pouco mais pesado. Chega no hotel casa às 19.00

dia 04 - se estiver bem aclimatada, faz raibown mountain (lembra que te pegam no hotel às 03.00 am) - chega no hotel às 19.00

dia 05 - descansa  - faz (salkantai é puxado. prepara suas pernas e sua mochila. conhece a cidade de cusco, faz o city tour)

dia 06 a dia 11 - salkantay com Macchu Pichu - chega no hotel às 19.00

dia 12 - ônibus para Puno - chega em Puno às 18.00

dia 13 - conhece Puno

dia 14 - vai para Arequipa - chega em Arequipa à tarde. Passeia em Arequipa. (se tiver tempo, fica mais um dia em Arequipa)

dia 15 - conhece Arequipa - pega voo à tarde para Lima e ônibus à noite para Huaraz (me parece que o ônibus sai às 23.00 - procura saber)

dia 16 - você vai ter passado o dia anterior viajando. neste dia descansa e contrata as excursões para os dias 17 e 18

dia 17 - laguna 69

dia 18 - Geleira Pastoruri  - verifique se o ônibus para lima sai às 23 também e pega ele. Caso contrário, sai no dia seguinte.

dia 19 - Lima - casa

É só uma ideia, e devo dizer que depende de sua aclimatação estar boa e vc ter pernas para fazer tudo isso, pois é muita trilha e pouco folga. Tem que casar os horários de ônibus e voos também.

Muiiiito obrigada pela dica de roteiro @schitini.

Seria a viagem ideal, porém vamos com os dias contados, minha amiga só tem 15 dias de férias e precisa voltar ao trabalho no dia 03/06.

Vou acabar montando duas ideias de roteiro: uma Cusco e arredores - Salkantay - Puno - Arequipa ou Cusco e arredores - Salkantay - Huaraz.

Desculpa por invadir seu post @Lukasandrigo , quando tiver mais informações sobre a sua viagem, posta aqui pra gente acompanhar.

Se tiverem mais dicas, são sempre muuuuito bem vindas

Obrigada!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por edufehrer
      esse foi nosso roteiro, ordem dos passeios:
       
      ·        Cusco
       
      ·        Valle Sagrado
      (Pisac, Salinas de Maras, Moray, Chinchero,  Ollamtaytambo)
       
      ·        Valle Sul
      (Tipon e Pikillaqta, Andahuaylillas)
       
      ·        Macchu Pichu + Wayna Picchu
       
      ·        Banhos Termais de Colcamayo (Santa Teresa)
       
      ·        Laguna Humantay
       
      ·        Cerro Colorado/Montañas de Colores/Rainbow Mountain
    • Por milehist
      Boa noite! Estarei em Cusco entre os dias 27 de setembro a 4 de outubro. Defini o roteiro e pesquisei algumas agências. Queria saber se alguém ja fechou pacotes com a Comfort Peru? Ou se tem outras agências para me indicar. Obrigada!
    • Por Vitória.rech
      Boa tarde,
      Voltei de Cusco esta semana e vou compartilhar parte da minha experiência com valores para que possa ajudar os próximos viajantes a Cusco.
      Saímos de Florianópolis para Cusco, na ida conexão em Lima e na volta em Santiago.
      Fomos em duas pessoas, alugamos um quarto no hostel San Cris, pelo air bnb por um valor bem acessível, fica perto da praça das armas, porém, tem umas escadas que no começo podem ser cansativas, mas logo acostuma.
      Pegamos uma promoção do trem de Ollantaytambo - Águas Calientes - Ollantaytambo.
      Preços:
      Passagens (promoção): 1395,00 cada pessoa
      Hostel por 7 dias: 220,00 para as duas
      Trem ida e volta (promoção): 355,74 cada pessoa pela PeruRail
      A partir daqui os valores estão em soles, pegamos cotação de 1 real - 0,78 soles, foi o melhor que encontramos.
      Fechamos com a agência Liberdade os seguintes passeios 
      Dia 1 - City Tour - 15 por pessoa + entrada Qorikancha que custa 15 soles, mas optamos por não entrar 
      Dia 2 - Vale Sagrado (com salineiras) - 45 por pessoa + 10 da entrada salineira
      Dia 3 - Cusco - Águas Calientes - Hostel pagamos 50 para as duas, quarto matrimonial
      Dia 4 - Machu Picchu e volta para Cusco - Transfer ida e volta 70 para as duas, Guia em M.P. 45 para as duas
      Dia 5 - Montanha Colorida - 65 por pessoa já incluso café da manhã, almoço e entrada
      Dia 6 - Dia livre para presentes e descanso
      Dia 7 - Laguna Humantay - 65 por pessoa já incluso café da manhã, almoço e entrada
      Dia 8 - Volta para Floripa
      Indico muito esta agência, todos os guias foram excelentes e possuem a identificação de guia, cumpriram com tudo que combinamos e o preço foi justo. 
      Chegando em Cusco todo mundo te oferece passeios, tem que ficar muito atento para não cair em cilada, estava com este medo e por isso estou escrevendo para ajudar os outros.
      Deixo aqui o contato do whatsapp do Fred, que nos atendeu em todos os momentos: +51 963 400 320 
      Ganhamos de bônus em nossa compra com a agência o transporte em taxi para o aeroporto.
      Outra coisa, como foi dito aqui em alguns relatos, o boleto turistico custa 130 o inteiro e utilizei minha carteira de estudante nacional para comprar por 77
      Em Machu Picchu não subimos montanha e pagamos a inteira 152 e a de estudante 77, vale muito a pena.
      A nossa viagem a Cusco foi maravilhosa, se ficou alguma dúvida que eu puder ajudar, só perguntar.
      Até a próxima.
    • Por mspriscila
      INFORMAÇÕES GERAIS DO PERU E BOLÍVIA (2015)
      Visto: dispensa de visto por até 90 dias no Peru; e por até 30 dias na Bolívia
      Passaporte:  deve ser válido no momento de entrada; permitida entrada com RG
      Vacinas: não há exigências
      Quando ir: para visitar Machu Picchu e Uyuni, de abril a setembro, por conta das chuvas
      Capital: Lima; Sucre
      Moeda: NOVO SOL ou Pen (S/); e BOLIVIANO ou BOB ($b)
      Idioma oficial: castelhano e aimará; espanho, quechua, aimará, guarani e uma variedade de língua indígenas
      Cod. telefone: +51; +591
      Padrão bivolt: 220V; 230V
      Tomadas: A, C
        A viagem ocorreu entre 18abr a 03maio/2015. Durante toda a viagem, a temperatura oscilou entre 15o graus durante o dia e 5o graus a noite, diminuindo um pouco mais no deserto.
        Dia 18
      09:50 - saída de Manaus com destino a Rio Branco
      12:00 - chegada à Rio Branco; almoço no aeroporto R$17,00
      12:30 - saída do aeroporto para Rodoviária de Rio Branco, de onde saem os táxis para Brasileia (R$90,00) e cerca de 45min viagem
      13:30 - saída de Rio Branco para Brasileia (R$60,00 taxi por pessoa) e 2h30 de viagem
      16:00 - chegada à Brasileia e saída imediata para Assis Brasil-Iñapari (R$35,00 táxi por pessoa) e 1h20 de viagem - o táxi para na fronteira para carimbar o passaporte e nos deixa do outro lado. A fronteira dos dois países funciona de 7-19h (hora local)
      17:15 - chegada em Iñapari (no local de onde saem as vans se pode trocar dinheiro - 1/0,90 reais)
      18:00 - saída de Iñapari de van (S/30 por pessoa) rumo a Puerto Maldonado. A viagem deveria durar cerca de 3h, mas pegamos um péssimo motorista, que fez muitas paradas desnecessárias, atrasando a viagem em 1h. Perdemos o ônibus para Cusco. O último ônibus para Cusco sai as 21h da rodoviária. E existem várias empresas.
      22:00 - chegada à Puerto Maldonado. Cidade pequena, suja, sem estrutura.
      Pernoite no hotel Oasis Inn (bem ruim e sem café a S/20)
      Cruzando a fronteira  
      Van de Iñapari para Puerto Maldonado  
      Ônibus de Puerto Maldonado para Cusco Dia 19
      10:30 - saída de Puerto Maldonado rumo a Cusco. Tentamos tomar café no mercado central, mas tudo extremamente ruim. Pagamos cama (S/70) e uma taxa de S/2.50 pelo uso do terminal. Isso acontece em todo o Peru. Paga-se uma espécie de 'taxa de embarque', fora a passagem, mesmo no caso de ônibus. O ônibus para no caminho para almoçarmos (S/8). Comida caseira e muito boa. No trajeto, foram exibidos dois filmes. Sem Wi-Fi.
      22:00 - chegada à Cusco (o ônibus atrasou).
      Táxi da rodoviária para o albergue (S/10). Táxi no Peru e Bolivia é muitooo barato.
      Pernoite em Pirwa Hostel (S/97 quarto casal com banheiro privativo): o Hostel foi mto recomendado na internet, mas particularmente não gostei. Não tinha água quente em todos os banheiros, o café extremamente fraco e limitado. Saímos as 8h pra tomar café e muitas coisas já tinham acabado.
      Lanche no Mc Donalds (S/18 trio big Mac)
        Chegada a Cusco Dia 20
      Trocamos dinheiro na Plaza das Armas. Melhor cotação 1-0,95 (sim, nossa moeda está desvalorizada) na Western Union
      10:00 - Pegamos um ônibus see-sighting (S/20), com 1h20min de passeio, que fez o trajeto passando por Sacsayhuaman, Cristo Branco e parada em uma loja têxtil (com roupas de alpaca extremamente caras)
      13:00 - almoço no Emperador (S/30 por pessoa), próximo à Plaza de Armas; comida boa e bem servida
      Durante o resto do dia passeamos pela cidade, até o Convento Santo Domingo S/10 (vale a pena conhecer) e compramos o bilhete para Machu Picchu (S/70 para estudante) e os bilhetes de trem de Ollanta para Águas Calientes (U$128 pela empresa Inca Rail; a Peru Rail estava esgotada e era mais cara). Aqui vale uma observação. Eu não havia percebido que o número de 2500 pessoas diárias é para Machu Picchu e não para as montanhas. As montanhas estão reduzidas a um número de 500 pessoas por dia. Por isso, quando fomos comprar o bilhete, já estava esgotado para Huayna Picchu. Pedimos, então, o bilhete para a Montanha de Machu Picchu, mas só na cidade inca percebemos que nos venderam o bilhete errado, com entrada somente para a cidade.
      Ainda, compramos um passeio turístico de Cusco-Puno, que faríamos depois de Machu Picchu (S/150). Não compensa o passeio; caro e pouco atrativo.
      Pernoite em Pirwa Hostel (S/97 quarto casal com banheiro privativo)
      Convento Santo Domingo Dia 21
      06:30 - café na padaria Panam (S/10 empanada com café), próximo à Plaza das Armas. Excelente padaria. O café no Hostel era só a partir das 7h. Fizemos check out e deixamos as mochilas grandes no Hostel. É seguro e todos fazem isso.
      07:00 - saída para o tour do Vale Sagrado (S/35 pela empresa Orellana). Na chegada a Pisaq, paga-se S/70 para o bilhete turístico parcial, para visita somente para o Vale Sagrado (Pisaq, Ollantaytambo e Chinchero). Pode-se pagar ainda o bilhete integral (S/140). Para o parcial, não se aceita carteira de estudante. Para quem deseja pernoitar em Águas Calientes para ir até Machu Picchu, deve interromper o passeio em Ollantaytambo e não ir até Chinchero
      16:00 - terminamos o passeio em Ollanta e pegamos um tuk tuk (S/3) até o terminal de trem
      16:36 - saída do trem para Águas Calientes. Não esqueçam repelente e protetor solar para Machu Picchu
      19:00 - chegada em Águas Calientes (não há táxi na cidade; todos os hotéis estão ao redor...bem pertinho)
      Pernoite no Hostel Supertramp (S/30 dormitório misto). Excelente Hostel, com ótimo atendimento, camas confortáveis, água quente e o café é bem servido a partir das 04:30! O único problema foram as tomadas...todas frouxas, mas a recepcionista nos deixou carregar os eletrônicos na tomada da recepção
      Trem de Ollantaytambo para Águas Calientes Dia 22
      04:30 - café no Hostel
      05:00 - saída do Hostel e compra dos bilhetes na própria parada de ônibus (S/75)
      05:30 - saída dos primeiros ônibus. As 05:30 a fila já estava enorme
      06:30 - início do tour em Machu Picchu. Contratamos o guia na hora por S/20. Eles tentam fazer com que você contrate no Hostel por S/30, mas não há necessidade
      08:00 - término do tour com o guia. Vale muito a pena conhecer a história, que é contada apenas na cidade de Machu Picchu. Após, estamos liberados para explorar a vontade e fazer as subidas para as montanhas
      17:00 - saída de Machu Picchu. O parque fecha neste horário
      19:00 - trem de volta para Ollanta
      21:00 - chegada em Ollanta e táxi-lotação para Cusco (S/15 por pessoa)
      23:00 - chegada à Cusco
      Pernoite em Pirwa Hostel (S/30 em dormitório misto)
      Ônibus para Cusco às 5:30h   Grupo que partilhou as informações do guia por 1h30. Vale a pena!   A linda Machu Picchu Dia 23
      Para o dia seguinte, optamos por Deixar Cusco e seguir para Puno, para que continuássemos até o Lago Titicaca.
      06:30 - a empresa nos buscou no Hostel e nos deixou no ônibus para Puno
      17:00 - chegada a Puno
      Compra do passeio para o Lago Titicaca pela empresa Edgar Adventures (S/100), localizada na Calle Lima. O passeio é de 2d1n. Na Calle Lima é possível sacar dinheiro nos caixas eletrônicos e trocar moeda.
        Dia 24
      08:00 - início do passeio pelo Lago Titicaca. A primeira parada é na ilha flutuante de Uros. La é oferecido um passeio num barco típico por S/10
      13:00 - chegada à ilha de Amantani. Cada grupo é alojado na casa de uma família da ilha. Lá dormimos, almoçamos, jantamos e tomamos café do dia seguinte, tudo incluso no pacote.
      16:00 - somos convidados a nos reunir no ginásio da ilha para iniciarmos a subida até o Templo do Sol (aprox. 40 min de caminhada). O ar rarefeito torna a caminhada muito difícil
      19:00 - jantar
      20:00 - somos convidados para participar de uma festa local. Para isso, nos vestem com roupas típicas. Não há eletricidade. Somos guiados por uma lanterna entre os morros.
      Ilha flutuante de Uros   Alojamento em casa de família típica, na ilha de Amantani   Alto do Templo do Sol   Trajes típicos para festa na ilha Dia 25
      07:00 - café da manhã
      08:00 - saída para a ilha de Taquile
      12:00 - almoço na ilha (S/20) e retorno para Puno
      16:00 - chegada à Puno
      À noite, também pela Edgar Adventures, compramos o passeio para Canyon del Colca, de 2d1n (S/419), incluso hotel em Chivay, guia, boleto para entrar em Chivay (S/40 para latinos e S/70 para demais estrangeiros) e passeios. Passeio adicional para as águas termais S/20.
      Ilha de Aquiles Dia 26
      06:00 - saída de Puno para Chivay
      13:00 - chegada à Chivay
      15:00 - Almoço no Restaurante La Cabana (S/16)
      18:30 - Planetário da Casa Andina (S/20): péssimo. O cara só mostrou algumas constelações, onde nos encontrávamos e alguma história dos incas. Meu amigo sabia mais
      19:30 - Jantar no El Hornito (S/35 por pessoa): apresentação de danças típicas, bandas, ótima comida e atendimento
      Pernoite no Hotel Colca Inn (incluso no pacote)
        Dia 27
      06:00 - saída para o Canyon. Subimos até a Cruz do Condor, parando nos mirantes e passando pelas cidadezinhas de Maca e Cabanaconde
      12:00 - chegada à Chivay para almoço no Restaurante Wititi (S/28)
      13:00 - saída para Puno
      19:30 - chegada à Puno
      Voo do Condor   Colca del Canyon Dia 28
      07:30 - saída de Puno para La Paz de ônibus, com parada em Copacabana (S/40 comprados diretamente no Hostel Pirwa). O ônibus para na fronteira para imigração nos dois países e aqui podemos trocar dinheiro. O Bs vale a metade do real
      12:00 - chegada à Copacabana para almoço no restaurante El fogon de La Cabana - péssimo atendimento, uma só pessoa para atender; há indicação de Wi-Fi, mas o sinal estava cortado, tivemos que pegar os cardápios e ir diretamente no balcão fazer o pedido
      13:30 - saída de Copacabana com destino à La Paz
      17:00 - chegada à La Paz
      20:30 - saída de La Paz a Potosi (80Bs cama) pela empresa Trans Copacabana. Não recomendo de forma alguma. O banheiro ficou fechado boa parte da viagem, tendo o motorista parado para que os passageiros fossem ao banheiro na beira da pista. Não houve uma parada em uma viagem de 10h. Após 6h de viagem, o banheiro foi aberto. O ônibus chegou com 1h de antecedência.
      Fronteira do Peru com a Bolívia Dia 29
      05:00 - chegada a Potosi, ouvindo Victor & Leo e Leonardo em espanhol.
      07:00 - café da manhã no Café Restaurante Santa Fé: excelente atendimento e café da manhã muito bom.
      Aqui percebemos que estávamos perdidos. Lemos em algum site no Brasil que o Salar de Uyuni estava localizado na região de Potosi, por isso erroneamente pensamos que o passeio sairia dali e que não havia uma cidadezinha chamada Uyuni. Conclusão: perdemos o passeio. Andando pela cidade, fomos salvos pela Hellen, dona da agência de viagens Amigos da Bolívia. Recomendo muitíssimo. Extremamente atenciosa. Salvou-nos a vida. A Hellen nos comprou a passagem de Potosi-Uyuni (que sai de hora em hora e custa 40Bs), reservou o hotel La Cabana (quarto duplo com banheiro compartilhado a 60Bs) e o passeio de 3 dias pelo Salar a 850Bs. Em Uyuni estava 100Bs mais barato, mas naquela altura do campeonato foi nossa melhor opção
      11:30 - almoço
      13:00 - saída de Potosi-Uyuni
      17:00 - chegada a Uyuni. A moça da agência contratada nos buscou e nos levou até o Hostel. Já hospedados, saímos pra comer e conhecer o pouco que há para conhecer da cidade. Curiosidades: há caixas eletrônicos, câmbio de moedas, venda de óculos escuros e roupas de frio.
        Dia 30
      10:30 - saída para o Salar de Uyuni
      12:00 - almoço num hotel de sal
      14:00 - ida para o Salar
      17:00 - chegada à Ilha de Cactus
      18:00 - por do sol no Salar
      20:00 - chegada ao hotel de sal Los Piez para pernoite. Hotel adorável. Não há ducha quente e se paga pela toalha (Bs3) e pela ducha sem água quente (Bs10)
      Saída para o Salar   Almoço num restaurante de Sal   Salar de Uyuni Dia 01
      08:00 - visita às lagoas coloridas durante todo o dia! Almoço no caminho. Aqui, por volta das 11:00, nosso carro quebrou. Caminhamos cerca de 40 minutos até a próxima laguna e lá esperamos o carro ate por volta das 15:00
      18:00 - chegada ao acampamento para o pernoite do segundo dia. Os seis integrantes do grupo ficaram hospedados no mesmo quarto. Aconselha-se alugar, ainda em Uyuni, o saco de dormir (Bs50), já que nesse acampamento, no meio do deserto, faz muito frio. Esquecemos uma garrafa de água dentro do carro e ela amanheceu congelada
      21:00 - as luzes, ligadas por gerador, se apagam as 21h da noite
      Na segunda noite, as agências entregam um vinho para o grupo, como cortesia pelo passeio. Mas as vezes, se os turistas não pedem, os motoristas não entregam (ouvimos histórias de motoristas que beberam o vinho)
      Laguna Hedionda   Laguna Colorada   Jantar no alojamento Dia 02
      05:30 - café da manhã no acampamento (e aqui começaram os problemas)
      Deveríamos ter saído às 6h para ver os gêiseres. Entretanto, simplesmente fomos impedidos de deixar o acampamento porque nosso guia não havia pago o alojamento. Enquanto estávamos no carro, com muito frio, a dona do acampamento e o motorista discutiam lá fora. As 07:30 conseguimos partir
      08:00 - visita aos gêiseres. No caminho para a Laguna Verde, o pneu furou
      09:30 - chegada à Laguna Verde. Novamente, o carro apresentou problemas. Conclusão: fim do passeio. As três mulheres voltaram em outra van, que parou para nos ajudar e os três rapazes ficaram com o motorista e chegaram cerca de uma hora depois em Uyuni
      17:00 - depois de muito estresse, chegada à Uyuni. O proprietário da empresa já nos esperava. Expusemos todos os problemas. As inglesas, nervosas, não conseguiam mais falar espanhol. Depois de muita discussão, o Natalio, dono da Atacama Mística nos propôs a devolução de Bs150 por pessoa, pelos transtornos do passeio. Não pudemos visitar os banhos termais
      No ultimo dia, encontramos com outros dois grupos que tiveram diferentes problemas durante o tour (Esmeralda, Full Adventure e a nossa, Atacama Mística). Detalhe que todas foram recomendadas. O que nos parece é que o serviço mal prestado é lei na Bolívia. Não foi diferente em absolutamente nenhum lugar desde que cruzamos a fronteira
      20:00 - saída de Uyuni para La Paz (Bs100 pela empresa Omar: onibus com calefação, cobertor e banheiro)
      Geiseres       Laguna Verde       Carro quebrado no meio do deserto       Fim do passeio Dia 03
      09:00 - chegada à La Paz. O ônibus deveria chegar por volta das 7h, mas incrivelmente atrasou duas horas. Nosso voo para Cobija saía às 09:50. Fizemos o check-in exatamente 05 minutos antes de encerrar o check in. Isso porque, por sorte, o aeroporto ficava ao lado de onde o ônibus nos deixou
      10:50 - chegada à Cobija. Logo na saída do aeroporto encontramos o Valdir (68 99787511), que nos ofereceu a corrida até Rio Branco, sem troca de táxis por R$ 210 para 2 pessoas. Paramos na fronteira, carimbamos os passaportes, trocamos dinheiro e entramos no Brasil
      14:30 - chegada ao aeroporto de Rio Branco
      15:40 - saída para Manaus
       
      Publicado em: https://mspriscila1.wixsite.com/meusite/blog/roteiro-peru-bolívia-pela-fronteira-15-dias
       


×
×
  • Criar Novo...