Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
NeyZinho

Leste Europeu Mai/Jun: Estonia, Letonia, Lituania, Polonia, Hungria e Croácia

Posts Recomendados

Boa noite mochileiros.

Minha 1ª viagem pela Europa, então vou precisar de muitas dicas dos mochileiros mais experientes. De certo, apenas passagens de ida e volta. Chegada por Milão, e volta de Zagreb, além de um voo low coast Milão > Tallinn. Vou mostrar abaixo o esboço, que certamente irei mudar algumas coisas, e gostaria de apontamentos e sugestões:

sex 24.mai     - Saída Curitiba 12:05
sáb 25.mai     - Chegada Milão 16:10
dom 26.mai     - Chegada Tallin 10:30
seg 27.mai     - Tallin
ter 28.mai     - Tallin
qua 29.mai     - Tallin > Riga
qui 30.mai     - Riga
sex 31.mai     - Riga
sáb 01.jun     - Riga > Vilnius
dom 02.jun     - Vilnius
seg 03.jun     - Vilnius
ter 04.jun     - Vilnius > Varsóvia
qua 05.jun     - Varsóvia
qui 06.jun     - Varsóvia
sex 07.jun     - Varsóvia > Cracóvia
sáb 08.jun     - Cracóvia
dom 09.jun     - Cracóvia
seg 10.jun     - Cracóvia > Busapeste
ter 11.jun     - Budapeste
qua 12.jun     - Budapeste
qui 13.jun     - Budapeste > Split
sex 14.jun     - Split > Hvar
sáb 15.jun     - Hvar
dom 16.jun     - Hvar
seg 17.jun     - Hvar > Split
ter 18.jun     - Split
qua 19.jun     - Split
qui 20.jun      - Split > Zagreb
sex 21.jun      - Zagreb
sáb 22.jun      - Zagreb
dom 23.jun      - Zagreb
seg 24.jun      - Saída Zagreb  13:20
ter 25.jun      - Chegada Curitiba 11:05

Devo tirar um 1 de Zagreb, talvez 2. Vi muitas pessoas comentando que não tem muito a se ver por lá.

Além disso, alguém já foi a Breslávia, na Polônia ? Vale uma parada ? ou alguma outra cidade polonesa além de Varsóvia e Cracóvia  ?

Sobre os deslocamentos, algum deles haverá dificuldade ? E seria necessário reservar tudo com alguma antecedência ?

 

Qualquer observação será bem vinda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Demi Dahás
      olá mochileiros,
      Acabei de comprar uma promo  (GRU - FRANKFURT  - GRU) no período do reveillon, chegada dia 27 de Dezembro e retorno 16/01/2019. Serão 20 dias de viagem.
      Será minha primeira vez na Europa, e realmente estou um pouco perdida, ando lendo relatos aqui no Mochileiros para ver se clareia um pouco a minha mente na hora do planejamento low cost da viagem. Estou indo em casal. 
      Foco da viagem: queremos muito conhecer Kiev e fazer o tour Chernobyl (pesquisamos e terá tour , com a empresa responsável, disponível nessa época )Amsterdã (3 dias), Bruxelas (1 dia), Berlim (1 a dois dias), Dubrovinik e Split.
      minhas duvidas:
      1- eu sei que incluir Kiev é totalmente contra-mão da viagem, mas andamos pesquisando e há passagens no app do jetcost das empresas aéreas bem baratas, ( voo de media 2h), então acreditamos que para realizar isso, temos que deixar disponível +- 3 dias ( cogitamos e vimos no site, chegar em frankfurt [chegaremos 12h] e ir direto para kiev pela noite , chegando lá por volta das 22h , e considerando o desembarque, alfandega, chegada ao hostel etc, enfim chegaríamos por volta da madrugada, no dia seguinte teriamos o dia para conhecer kiev, e no segundo dia para conhecer chernobyl, e iriamos para outra cidade no dia seguinte.)
      2- cogitamos sair de KIEV - BERLIM - AMSTERDÃ - BRUXELAS - CROACIA - FRANKFURT. Vocês acham que está muito inviável esse roteiro ? cansativo ? caro ? 
      3- Onde vocês sugerem passar o reveillon? 🍺
       
      Obrigada pela ajuda !
    • Por anselmoportes
      Entre Setembro e Outubro de 2018 viajei para a Turquia, Balcãs e Europa Central. Meu roteiro foi esse:
      São Paulo - Goreme - Istambul - Bucareste - Sófia - Belgrado - Budapeste - Varsóvia - Cracóvia - Praga.
      ***DICA IMPORTANTE: Levei o meu celular e usei MUITO o Google Maps. Mesmo sem um chip local, eu consegui internet em quase todos os lugares usando redes wifi abertas. Além dos bares, cafés e restaurantes, muitos transportes públicos também oferecem esse serviço. Uma vez que vc acessa o Google Maps estando online, ele carrega o mapa da região. Depois, mesmo OFFLINE, é possível ver sua localização no mapa e achar os lugares que procura.
      Farei o relato de toda viagem, mas em partes. Neste falarei de CRACÓVIA.
      LEGENDA
      USD - Dólar Americano
      EUR - Euro
      BRL - Real Brasileiro
      PLN - Zloty Polonês
      Depois de 3 dias em Varsóvia segui minha viagem até Cracóvia. Lá eu fiquei no esquema Couchsurfing então nesse relato não há nenhuma dica ou avaliação de hostel, hotel ou pousada.
      25º dia de viagem: Varsóvia -> Cracóvia (Segunda-feira, 1 de Outubro de 2018)
      Cheguei às 11h na estação Krakow Glowny. Deixei meu mochilão no left luggage da estação (PLN 14). Há armários também, mas custa o dobro do preço.
      Acessei o wifi da estação e vi o caminho até a cidade velha (15min de caminhada). Fui até a agência KRAKOW CITY TOURS para ver os preços dos passeios para Auschwitz e Mina de Sal em Wielszca (PLN 155 e PLN 150 respectivamente). Achei melhor pesquisar em outras agências.
      Menos de 30m dali estava começando o FREE WALKING TOUR OLD TOWN KRAKOW e nosso guia foi o PAVO (ou Pablo). Passamos pela praça central onde antigamente havia um importante mercado. Depois fomos até a 1ª universidade da Polônia, a JAGIELLONIAN UNIVERSITY, onde estudaram Nicolau Copérnico e o Papa João Paulo II. Terminamos o tour às 14h30 no CASTELO DE WAWEL, que na verdade leva esse nome pois a colina que ele fica se chama Wawel. Lá em cima também tem a CATEDRAL DE WAWEL.
      Após o fim do tour entrei na Catedral. Nela estão enterrados os maiores líderes da Polônia, incluindo o presidente que morreu em um acidente aéreo em 2012. Há também uma capela dedicada ao Papa João Paulo II.
      Ali perto está o DRAGON’S DEN (PLN 3). Que é uma passagem para descer da colina. Primeiro vc desce uma escada em espiral bem apertada. Daí vc chega em uma pequena caverna e na saída dela está a estátua do DRAGÃO DE WAWEL. É possível ver a estátua sem precisar passar pelo Dragon’s Den, mas eu recomendo fazê-lo! 
      Voltei caminhando até a praça principal e parei pra comer no restaurante SPHINX. Pedi uma SHOARMA CLASSIC: carne picada e temperada com páprika, fritas, pão, salada de repolho, beterraba e outra que não consegui distinguir. Tomei uma cerveja Tyskie. A conta ficou em PLN 47 e estava tudo muito bom.
      Ainda na praça central passei na ST. MARY CHURCH que estava em reforma, então só podia entrar no começo dela e não podia tirar foto.
      Parei no bar LITTLE BRITAIN que fica ao lado da igreja e tomei uma Tyskie (PLN 8 - preço de happy hour).
      Voltei pra estação, comprei o café da manhã num supermercado que tinha lá dentro (pão,presunto, queijo e iogurte - PLN 11). Peguei meu mochilão e fui até o ponto de tram. A Ilona (minha anfitriã) já tinha me passado as coordenadas pra chegar à casa dela e teria que pegar o tram 52.
      Era 19h30 quando o tram chegou e fui acompanhando pelo Google Maps. Depois de 30 min. de viagem desci no ponto e no caminho da casa comprei 2 cervejas Perla (PLN 3 cada).
      Fiquei conversando com a Ilona e bebendo cerveja até as 23h30. Fui tomar banho e dormir.
      Distância percorrida no dia: 21km 🚶‍♂️

      MERCADO CENTRAL

      JAGIELLONIAN UNIVERSITY

      VISTA DE WAWEL

      DRAGÃO DE WAWEL

      ST. MARY CHURCH

      26º dia de viagem: Cracóvia (Terça-feira, 2 de Outubro de 2018)
      Acordei 8h30, tomei café e vi que uma fina garoa caía lá fora. Saí às 9h10 e 9h50 estava nas ruas da cidade velha procurando excursões para Auschwitz e Mina de Sal. Parei na agência CRACOW VISIT  os preços estavam PLN 145 e PLN 135. Resolvi arriscar. Paguei no cartão e os tours sairiam nos dias seguintes.
      Segui caminhando até a praça central e tentei entrar no UNDERGROUND MUSEUM, mas por ser terça-feira a entrada era gratuita e os ingressos estavam esgotados. A moça da bilheteria me disse que havia outros dois museus que eu podia visitar e que a entrada também era gratuita: o MUSEU DE HISTÓRIA DE CRACÓVIA e o MUSEU DE POMORSKA STREET.
      O Museu de História de Cracóvia tinha uma pequena exposição (chamada Krakow Time & Space) falando dos primeiros assentamentos da cidade. Havia maquetes, pinturas e alguns objetos da época da fundação de Cracóvia. Consegui ver tudo em menos de 40 min.
      Depois caminhei por uns 15 minutos até o Museu de Pomorska Street. No caminho comi um OBWARZANEK (PLN 1,5) que é uma rosca salgada muito parecida com o simit da Turquia.
      ***Dica: Há vendedores de obwarzanek por toda parte. Então se bateu uma fome coma um desses pra dar uma enganada no estômago. 
      Foi um pouco difícil achar a entrada do museu pq sua fachada estava em reforma. A exposição mostra as pessoas que foram perseguidas, torturadas e mortas pelos nazistas durante sua ocupação. Havia muitos textos e algumas fotos de gente enforcada. Vi tudo em 30 min., mas se for ler todos os textos sugiro reservar mais de 1h.
      Voltei até a praça central e parei no BULLDOG PUB. Tomei 2 cervejas Perla (PLN 10 cada) e às 15h peguei o FREE WALKING TOUR JEWISH QUARTER que saia em frente a igreja St. Mary.
      Passamos pela OLD SYNAGOGUE, JEWISH CEMETERY, IGREJA DE SAINT JOSEPH, BRIDGE OF LOVE e terminamos o tour no HEROES OF GUETTO SQUARE. O tour é bem interessante e altamente recomendável. 
      Durante o tour conheci um brasileiro chamado Lucas e voltamos juntos pro Bulldog pub. Bebemos 2 cervejas e fui embora. Passei no Burger King e comi um 1 double whopper (PLN 21,5). No caminho pra casa comprei 4 cervejas pra tomar com a Ilona. Fui chegar às 21h30.
      Tomei as cervejas sozinho pq a Ilona tinha que terminar um projeto. Tomei banho e fui dormir 0h30.
      Distância percorrida no dia: 22km 🚶‍♂️

      IGREJA DE SAINT JOSEPH

      PRAÇA CENTRAL
      27º dia de viagem: Cracóvia -> Wieliczka Salt Mine -> Cracóvia (Quarta-feira, 3 de Outubro de 2018)
      Acordei 7h20, tomei café e 8h35 estava chegando no local combinado. A van chegou 8h40 e seguimos para as minas de sal. O motorista nos deixou na entrada do tour em inglês que começaria às 10h.
      ***Nota: Vi na bilheteria que o ingresso custava PLN 89 (tem que pagar uma taxa extra de PLN 10 pra poder tirar foto dentro da mina). Paguei PLN 150 para a agência, sendo assim foram PLN 61 para a van me levar e me buscar. Dá pra ir lá sozinho usando transporte público? Dá, mas acho que não vale a pena.
      Descemos por mais de 300 degraus (leva uns 5min.) e lá embaixo começa o tour. Passamos por várias corredores e câmaras. A guia vai falando muito rápido e você tem que ser ligeiro pra tirar as fotos. Há estátuas de sal de vários personagens importantes da história da Polônia como Nicolau Copérnico e, claro, do Papa João Paulo II. 
      Tem uma belíssima igreja nas profundidades da mina onde algumas missas e até casamento são celebrados lá.
      Passamos por lagos e moinhos que eram puxados por cavalos (tinha um elevador só pra eles). Chegamos a ficar 135m abaixo da superfície. 
      No final do tour tem um restaurante mas não comi lá pq os preços estavam muito salgados ( 😆 ha!). Há também um cinema 3D com um pequeno documentário falando da importância do sal e como a mina se originou.
      O processo de volta até a superfície leva uns 20 minutos e cheguei em cima da hora combinada pra pegar a van de volta.
      Deixamos a mina de sal às 13h e às 13h30 estávamos de volta ao centro de Cracóvia. Fui até o UNDERGROUND MUSEUM (PLN 21), que tem esse nome pq ele fica embaixo da praça principal da cidade. O museu mostra o que foi encontrado lá durante escavações: cerâmicas, facas, ferraduras, moedas e até esqueletos humanos. Vi tudo muito rápido e levei 1 hora. Se for ver tudo com calma pode reservar até 2 horas lá dentro.
      Voltei ao Bulldog pub e tomei mais uma cerveja (PLN 10). Fiquei lá até 17h30 quando resolvi ir num restaurante ucraniano que a Ilona tinha recomendado. O KALEJDOSKOPE fica numa passagem subterrânea próxima à estação central. A atendente não é nada simpática e falam mal inglês, mas a comida é muito boa. Comi um tipo de hamburguer de peru, pure de batata e salada. Bebi um suco de não lembro que e a conta ficou PLN 20.
      Passei no Carrefour da estação central e comprei o café da manhã do dia seguinte. No caminho pra casa achei um mercado que vendia cervejas de micro cervejarias locais e comprei 2: 1 APA e 1 BLONDE ALE (PLN 14 cada).
      Cheguei em casa, conversei com a Ilona e bebemos as cervejas. Fui tomar banho e dormir 0h.
      Distância percorrida no dia: 13km 🚶‍♂️

      ESCADARIA DA MINA DE SAL

      IGREJA DA MINA DE SAL

      RESTAURANTE DA MINA DE SAL

      CINEMA 3D DA MINA DE SAL
      28º dia de viagem: Cracóvia -> Auschwitz-Bikernau  -> Cracóvia -> Praga (Quinta-feira, 4 de Outubro de 2018)
      Acordei 6h e ainda estava escuro. Tomei café e preparei um lanche pra comer mais tarde. Saí às 6h30 e 7h20 estava pegando a van para Auschwitz. Passamos pra pegar mais 4 pessoas e chegamos lá às 9h.
      Durante a ida o motorista foi nos alertando que aquele lugar de respeito pois muitas pessoas morreram lá. Então ele pediu para não ficarmos tirando “stupid selfies” e ter o máximo de respeito pelas almas que sofreram naquele campo de concentração.
      Nosso tour começou às 9h30 e nossa guia foi a Anna. Ela ia falando  num tom bem triste, porém muito claro e bem explicado. Não vou detalhar aqui o vi lá, mas eu aconselho fortemente pra quem for à Cracóvia visitar o complexo Auschwitz-Birkenau.
      Terminamos o tour em Auschwitz às 11h e nossa van nos levou até Birkenau, que é 7x maior. Foram só 5 min., mas pra quem for à pé é uma caminhadinha…
      Depois de mais ou menos 1h30 terminamos o tour em Birkenau. E a van nos levou de volta. Pedi pro motorista me deixar próximo ao museu da FÁBRICA DE OSCAR SCHINDLER e ele me deixou na porta.
      Comprei o ingresso (PLN 24) mas antes de entrar comi o lanche que tinha preparado no café da manhã.
      Entrei às 15h. O museu conta a história da fábrica e tem uma mini sala de cinema que mostra relatos de ex-funcionários que sobreviveram ao holocausto. Fala também de toda ocupação nazista na Polônia. Deixei o museu às 16h30 e peguei o tram 3 para voltar ao centro.
      Fui tomar uma cerveja - adivinhem só  no Bulldog pub! Enquanto bebia uma Perla conversava via WhatsApp com um amigo meu do Brasil que conhece bem a Polônia. Ele me sugeriu um restaurante chamado POLSKIE SMAKI, que ficava 300m de onde eu estava.
      Chegando ao restaurante pedi um PLACKI ZIEMNIACZANE, que são panquecas de batata com um molho tipo bolonhesa. Estava uma delícia! Tomei uma cerveja e a conta deu PLN 24 - preço justíssimo para uma refeição boa e farta.
      Voltei pra casa e fui chegar às 19h30. Conversei com a Ilona enquanto preparava 2 sanduíches pra minha viagem. Arrumei minhas coisas, tomei banho, me despedi da Ilona e deixei o apto às 20h55.
      Cheguei no terminal rodoviário às 22h e peguei o ônibus pra Praga às 22h20.
      FIM DE CRACÓVIA
      Próximo relato: Praga

      AUSCHWITZ

      AUSCHWITZ

      AUSCHWITZ

      BIRKENAU

      BIRKENAU
       


×
×
  • Criar Novo...