Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Posts Recomendados

Olá galera! 

Estou planejando meu intercâmbio para Malta em Outubro/2019. Meu objetivo é estudar inglês em Malta por 4 semanas, viajar aos fins de semana (Roma, Barcelona, Londres e Sicília) e ao final do intercâmbio ficar 1 semana na Europa ( Amsterdam, Viena, Berlim..talvez).

Gostaria de dicas sobre escolas, localização, passeios em Malta. Principalmente, VALE A PENA ESTUDAR 4 SEMANAS DE INGLÊS MALTA? 

Outras dicas serão muito bem vindas!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você vai estudar ou passear???

Uma coisa ou outra,muito lugar e pouco tempo. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@BrunaAB Sugerir uma escola é mais complicado porque além de la possui inúmeras, voce tem que analisar qual melhor se encaixa na proposta que voce busca. Vai estudar apenas part time ou full time? Vai fazer um intensivo ou qual o propósito?

Independente do seu objetivo com a lingua, creio que apenas 4 semanas é muito pouco tempo pra voce absorver tudo que poderia. Mas com certeza voce voltará um pouco melhor do que quando chegar

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, lobo_solitário disse:

@BrunaAB Sugerir uma escola é mais complicado porque além de la possui inúmeras, voce tem que analisar qual melhor se encaixa na proposta que voce busca. Vai estudar apenas part time ou full time? Vai fazer um intensivo ou qual o propósito?

Independente do seu objetivo com a lingua, creio que apenas 4 semanas é muito pouco tempo pra voce absorver tudo que poderia. Mas com certeza voce voltará um pouco melhor do que quando chegar

 

Obrigada pela resposta @lobo_solitárioA intenção é estudar part time, 20 aulas por semana, e o resto do tempo praticar o speaking com colegas, host family e na rua. 

Não posso me ausentar mais do que 40 dias do Brasil, no momento. Então, 4 semanas é o que eu posso fazer! 

A infinidade de escolas em Malta me deixaram um pouco perdida mesmo. Sempre questiono sobre percentual de brasileiros e idade média dos alunos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por lobo_solitário
      Olá pessoal,
      Vou deixar meu relato sobre uma viagem que fiz agora no mês de Junho/2019 para Malta, um local muito bacana e que não há tantas informações aqui no fórum. Irei fazer uma apanhado em linhas gerais sem detalhar totalmente o que fiz em cada dia pois foram 10 dias lá e em alguns dias fiz bastante coisas e em outros tirei o dia pra ficar de bobeira sem fazer quase nada.
       
      Passagens
      Eu já cogitava ir para Malta desde o ano passado entao sempre pesquisava os preços e tinha noção dos valores que giram em torno de R$2500 a cima. Não há vôos direto do Brasil pra lá, então sempre será preciso fazer uma escala em algum país. 
      Em meados de Abril eu vi uma promoçao saindo do Rio de Janeiro pela Swiss por R$1640 já com as taxas. Fiquei tentado a comprar porém pela Swiss não é possivel fazer o parcelamento da compra, entao aguardei mais uns dias e encontrei pelo mesmo valor saindo de Sao Paulo pela Lufthansa. Pela cia alemã foi possível fazer o parcelamento em até 5x, para isso foi preciso realizar a compra pelo site e logo em seguida ligar na central de atendimento solicitando o parcelamento. A atendente confirma as datas dos trechos, os nomes dos passeiros, a quantidade de vezes a ser parcelado, pega os dados do cartao e informa que em até 24hs eu receberia a confirmação se a compra havia sido aprovada ou não. Porém em 3hs já havia recebido a conformação da compra. O itinerário havia ficado assim: IDA: São Paulo – Zurique / Zurique – Malta, ambos os voos pela Swiss, e a VOLTA: Malta – Frankfurt / Frankfurt – Rio de Janeiro, ambos os voos pela Lufthansa. Fique super satisfeito por pagar um valor relativamente barato (R$1640 já com as taxas) e ainda por poder voar com boas cias.
      Dois dias antes do meu voo acordo com um email informando que meu voo de ida havia sido cancelado. Pouco tempo depois recebo um outro email informando que o voo havia sido remarcado para 4 dias depois da data inicial. 
      Eu tinha duas opçoes, primeira, deixar da forma como estava e depois entrar na justiça pra tentar receber alguma indenização da cia pelo fato do voo ter sido cancelado em menos de 72hs, além do prejuízo com reservas de hotel, etc.., ou a segunda opção, ligar na central de atendimento e tentar uma realocação em outra cia. Optei pela segunda opçao, nao queria ter meus dias comprometidos lá, tendo que abrir mao de varias coisas por ter que ficar menos tempo. A atendente foi bem solícita e em poucos minutos remarcou meu voo para a data inicial indo com a Alitalia ao invés da Swiss.
       
      Vôo
      Como eu já havia feito o checkin pela internet, cheguei ao aeroporto apenas para despachar a bagagem da minha mulher pois eu viajei apenas com uma bagagem de mao, uma mochila de 30L. Com mais de 3hs de antecedência o checkin ja estava aberto e tinha uma fila muito pequena. Me livrei da bagagem, fui bater perna no aeroporto e comer algo antes do voo.
      O embarque iniciou na hora marcada e nao houve nenhum atraso na saída do voo. Antes da mudança de cia aerea eu iria para Zurique e teria uma janela de 7hs até o segundo voo, com a mudança eu fui direto para Roma, com o segundo voo saindo poucas horas após a  minha chegada. Foi minha primeira vez que voei com a Alitalia e pra falar verdade nao gostei muito, a classe economica tinha os assentos na configuraçao 3-4-3, as poltronas tinham pouco espaço entre uma fileira e outra, tinha uma caixa de metal fixa em baixo da poltrona a minha frente e isso acabou atrapalhando esticar as pernas, (depois percebi que essa tal "caixa de metal" existia em outras fileiras tambem), o serviço de entreterimento deixou muito a desejar com poucas opçoes de filmes, alem da grande maioria serem filmes antigos. A maior parte dos filmes tinha legenda em ingles, alguns em portugues e a boa parte em italiano.
      O serviço de bordo achei bem simples tambem, antes da refeiçao quente foi servido somente uns snacks e antes do pouso, o cafe da manha. O voo chegou 20 minutos antes do previsto em Roma.
       

       


       
      Os procedimentos na imigração demoraram cerca de 40 minutos, tinha bastante gente na fila. O oficial só me perguntou o motivo da minha viagem e nao me pediu mais nada.
      O segundo voo até Malta tambem saiu na hora, e por incrivel que parece o aviao era menor e mais confortavel que o outro vindo do Brasil.
       
      MALTA
      O desembarque se deu de forma rápida assim como a restituição de bagagem. Como não foi preciso passar pelo controle de imigração novamente a saída do aeroporto tambem foi rápida e tranquila.
      Eu estava de planos de pegar um transporte público para chegar ao meu hotel porem minha mulher estava com bastante dor de cabeça sem falar da mala pesada, entao acabei sedendo a um taxi. Dentro do aeroporto tem um guichê onde voce paga antecipadamente a corrida e já existe o valor pre-determinado para canto da ilha. Eu fiquei hospedado em Sliema e o valor até lá custou 20€.
      Fiquei hospedado no Park Hotel, o mesmo tinha uma nota intermediária, as diárias tinham café da manha incluso e a localizaçao era muito boa, praticamente em frente ao mar. Porém o sinal de wifi no quarto era muito ruim, o cafe da manhã tinha poucas variedades e nenhuma fruta. O elevador é pequeno e antigo. Há uma piscina na cobertura e outra no subsolo, alem de academia.
      Obs.: As diárias em hostel nessa época do ano em quarto compartilhado giram à partir de 90 - 100 reais. Minha mulher trabalha na Azul cia aérea, entao ela tem bons descontos em vários hoteis, entao só por isso optei por ficar em hotel, porque o valor que pagaríamos numa cama em quarto compartilhado, juntamos e pagamos num quarto só nosso em um hotel.
      Nesse primeiro dia nao fiz quase nada, o jetlag tava matando, afinal lá são 5hs à frente do nosso horario. Juntando isso mais a noite mal dormida no voo a gente nao tem muito ânimo de fazer as coisas. Depois de dar uma descansada bati perna nas proximidades do hotel para ver o que tinha por perto (supermercado, locais pra comer) e bati perna no calçadão a beira mar.
      Num primeiro contato foi possível perceber o quanto a cidade é extremamente limpa. Na avenida beira mar há vários quiosques que oferecem variados tipos de ambiente, musica ou até mesmo piscina.
      Mesmo se tratando de uma praia no "centro" da cidade não há nenhum esgoto, nao ha nenhum lixo na agua. Há inumeros pontos de banho e em todos os lugares a agua é cristalina. Em Sliema há uns locais chamados de piscinas romanas, que sao piscinas construidas nas rochas a beira mar.




                                                      piscinas romanas
       
      No dia seguinte levantei cedo pra bater perna e fui para Valleta, que é considerado a capital do país. Para se chegar lá é possível ir de onibus ou de barco. Eu optei pelo barco pois além de ser mais rápido (uns 7 min no máximo), já aproveitava e fazia o passeio em si pelas aguas. 
      O barco parte de Sliema a cada 30 min e o valor do ticket custa 1.50€ cada perna, ou entao se comprar antecipado ida/volta o valor cai para 2.80€.
      Valetta
      É um local muito bonito, com construçoes bem antigas e com várias coisas pra se visitar. É aconselhável ir com calçado bem confortável pois a cidade é cheio de subidas, descidas, escadarias e cansa bastante a caminhada. 
      Dentre as coisas pra se ver em Valetta podemos destacar:
         - Parlamento na Av da republica
         - Upper Barrakka Gardens
         - St Jhon's Co-Cathedral
         - Triq Merchants
      Nessa cidade foi onde percebi muitos turistas, muita coisa voltada exatamente pra tirar dinheiro do povo (bares, cafés, lojas de souvenir, passeios em carrinhos de golf, passeios de charrete, etc.)
      Vele muito a pena conhecer a cidade, com uma manhã é possivel ver praticamente tudo. Mas pra quem gosta de andar bem devagar, sentar e tomar um café, entrar em igrejas, museus, etc.. pode tirar o dia pra ficar por lá.








       
      ---> Continuarei o relato no próximo post..
    • Por Phany
      Galera, estou planejando essa trip com meu irmão em julho/19. Viagem o mais econômica possível. Estou com uma barrada para 5 pessoas e por enquanto somos só nós dois. Vamos ficar em camping que custa R$30,00 a diária. O almoço temos a média de R$30,00 em pensão (o guia nos adiantou essas informações, indicou onde podemos comer em cada dia). Vamos levar fogão para não gastar muito com comida. Montamos uns roteiros e estamos pesquisando os que precisamos de guia ou não. O guia cobra em média R$40,00 por pessoa. Vamos alugar um carro em Brasília e partir para Goiás com mais ou menos 2h de viagem. O aluguel do carro fica mais ou menos R$150,00 por pessoa. O guia também nos informou os valores de entrada para algumas cachoeiras (Média de R$50,00). 
      Alguém anima? Vamos partir de avião do RJ
      Abaixo o roteiro resumido:
      Dia 1: Cachoeira Loquinhas e Cristais / Dia 02: Cachoeira do Segredo / Dia 03: Catarata dos Couros / Dia 04: Cachoeira de Santa Bárbara, Cachoeira da Capivara e Candaru / Dia 05: Vale da Lua, Cachoeira do Abismo e Mirante da Janela / Dia 07: Complexo dos Macaquinhos / Dia 08: Bocaina do Farias / Dia 09: Simão Correia  / Dia 10: Complexo do Rei do Prata
      Dia 11: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (Saltos 120 metros e 80 metros, Carrossel e Corredeiras) / Dia 12: Canyons l e ll e Cachoeira Carioquinhas.
       
    • Por Claudemilson
      Olá mochileiros,
       
      Me chamo Claudemilson, moro em Brasília e pretendo tentar o cume do Aconcágua em dezembro de 2019. Em 2018, fiz o Kilimanjaro com mais 3 colegas (infelizmente 1 teve edema pulmonar aos 4.600m e teve que voltar). Enfim, procuro companhia para mais esta tentativa. Gostaria de tentar numa data em que chegasse ao cume no dia 1ª de janeiro. Tenho pesquisado algo acerca da subida e empresas que guiam os montanhistas. Se alguém se animar entre em contato: 61 992021700 (whatsapp)

       
    • Por gabidealcantara
      Boa noite, gente!
      Pretendo fazer um intercâmbio de 3 meses em Brighton (UK) em uma escola certificada pelo British Council no final de agosto deste ano (2019). Só que depois desses 3 meses, gostaria de fazer uma viagem de 15 dias pelo Reino Unido + duas semanas em Londres, a imigração vai implicar? Eu já devo ter todas as hospedagens reservadas no dia de chegada (mesmo que faltem 3 meses pras viagens)?
       
      Tenho uma amiga de nacionalidade espanhola que estará morando em Londres, se eles me perguntarem se conheço alguém no Reino Unido, devo dizer que sim né? Isso vai me prejudicar? Mesmo ela sendo cidadã espanhola?
      Grata desde já. 


×
×
  • Criar Novo...