Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

joaocarlos.machado

Como definir o grau de dificuldade das trilhas?

Posts Recomendados

Prezados Amigos,

 

Faço parte de um grupo de caminhada de Brasília. Estamos elaborando uma série de documentos para melhor organizar nossas atividades. E estou com dificuldade para encontrar referências a respeito da classificação do grau de diculdade das trilhas. Essa é uma demanda importante, em especial para as pessoas com pouca experiência ou sem muito preparo físico. Alguém tem alguma indicação a respeito?

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

João, classificar trilhas é uma tarefa um tanto quanto complicada e relativa, pois depende de vários fatores, inclusive o fator de quem a está classificando.

Por exemplo, uma mesma trilha pode ser um mamão com açucar pra uma pessoa que está com um excelente preparo físico, e uma tormenta pra quem não está bem preparado, com a saúde de lado.

Cito como um exemplo a trilha da Cachoeira da Fumaça por cima, na Chapada Diamantina, que fiz com minha namorada. Na época, eu estava bem fisicamente, pois estava fazendo treinamento para entrar no Corpo de bombeiro militar daqui de São Paulo, e achei a trilha bem leve e fácil. Porém, minha namorada que não faz exercícios e tem diversos problemas de saúde, dava a impressão de estar subindo o Evereste!!

 

Mas, no geral, para tentar classificar, acho que você pode levar em consideração pessoas com um grau de preparo físico médio, e as seguintes características:

 

- Distancia à percorrer em um trecho ou total;

- Tipo de terreno;

- Desnível total do trecho ou da trilha inteira;

- Carga a ser levada (mochila cargueira ou apenas mochila de ataque, ou nada disso, para se levar em conta o peso junto ao corpo);

- Altitude (embora eu considere que aqui no Brasil isso talvez não faça tanta diferença devido nossos picos não passarem dos 3000m);

- Tempo (horas para se percorrer o trecho);

- Clima da região.

 

Acredito que essas sejam as fundamentais. Umas talvez mais importantes do que outras. Mas, ao menos aqui no Brasil, não existe um padrão pré pronto. Acho que a grande maioria das classificações nem leva em conta todos esses quesitos.

 

Mas, na duvida, tente ver como a maioria dos frequentadores de determinada região que você conheçe classificam esse lugar, e tente tomar isso como referencia. Procure sites que falem de trilhas que você já frequentou para se embasar.

 

 

 

Abraços!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Saudações João Carlos.

Complementando as informações do Renam, não existe um padrão universal definido.

Uma classificação do grau de dificuldade é baseada em um modelo referencial que você mesmo pode estabelecer. Em geral o critério utilizado para esta classificação considera no mínimo as três variáveis: Distância a percorrer, características da trilha (principalmente relevo) e condicionamentos físico dos participantes.

Veja dois exemplos:

 

Classificação das trilhas

 

- Grau A: Passeios que podem ser apreciados sem obrigatoriedade de ter que caminhar ou

desenvolver alguma atividade física. Não requer experiência anterior.

 

- Grau B: Requer alguma atividade física. Se for necessário pernoitar na trilha, é recomendado (mas não exigido) experiência de camping. Em geral não será necessário carregar uma mochila pesada.

 

- Grau C: Requer condicionamento físico, pois as trilhas podem ser longas, acidentadas

e/ou cansativas. Em geral envolve carregar uma mochila pesada e pernoitar na trilha.

 

- Grau D: Requer bom condicionamento físico e experiência básica em montanhismo, camping, caminhadas em clima adversos, manuseio de equipamentos. Pode exigir o fator altitude (acima de XXX metros).

 

- Grau E: Expedição: A pessoa deve ser capaz de desenvolver intensa atividade física durante muitos dias em lugares de difícil acesso. É necessária experiência comprovada em montanhismo. Deve-se estar preparado para executar as mesmas tarefas dos guias: cozinhar, montar barracas, etc.

 

 

[align=center]20101029161846.gif[/align]

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...