Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
Mochileiros.com

Palestra sobre a Rede Brasileira de Trilhas de Longa Distância

Posts Recomendados

Post criado para troca de informações sobre a Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso.

O vídeo abaixo traz uma palestra de apresentação do projeto, realizada no dia 18 de dezembro de 2018 no CEL (Clube Expedicionista Light) no Rio de Janeiro. O palestrante é Pedro Cunha E Menezes, da ICMBio, um dos responsáveis pelo projeto da Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso.

O Mochileiros.com não tem nenhuma ligação com o projeto, além de divulgar notícias e abrir espaço para troca de informações sobre o mesmo. 

 

Resumo da palestra:

 O palestrante começa contando a história do engenheiro florestal americano Benton MacKaye que em 1921 escreveu um artigo chamado  "An Appalachian Trail, A Project in Regional Planning",  (um verdadeiro manifesto para a construção de uma nova ordem econômica baseada na vida selvagem)  considerado a pedra fundamental da Trilha dos Apalaches, a primeira trilha de longo curso do mundo.

Depois apresenta os principais projetos de trilhas de Longo Curso ao redor do mundo e como essas experiências serviram de inspiração para o projeto nacional, incluindo o intercâmbio de informações que ajudou a minimizar erros, principalmente em relação ao sistema padrão de sinalização.

Padrão_de_sinalização._Fotos_Marcello_Cavalcanti_e_Acervo_ICMBio.jpg

A pegada amarela sob uma base preta, ou o contrário para indicar o sentido oposto, foi escolhida como a sinalização padrão. A Coordenação Geral de Uso Público do ICMBio realizou várias capacitações em diferentes partes do Brasil compartilhando as técnicas. A sinalização padronizada reforça a característica de rede nacional ao mesmo tempo que permite a personalização de cada caminho regional com suas próprias características. A identidade unificada permite aos visitantes perceber que a trilha faz parte de um sistema maior que contribui para a conservação da natureza no país. Além de sinalizar o percurso para guiar os caminhantes a sinalização pode ser empregada em diversos produtos. Souvenirs para os caminhantes e fonte de renda para a população local. 

A apresentação traça um panorama do projeto e mostra como a trilha Transcarioca serviu como um piloto para a criação da rede. Mostra como está o andamento das principais iniciativas regionais, incluindo quatro grandes corredores. O Corredor Litorâneo, que ligará o Oiapoque ao Chuí; a Trilha Missão Cruls, que ligará a cidade de Goiás Velho até a Chapada dos Veadeiros; Caminhos do Peabiru, que ligará o Parque Nacional do Iguaçu ao litoral paranaense e a Estrada Real, atualmente percorrida por carros e bicicletas, ganhará também um percurso para os caminhantes.

O vídeo também mostra como está se desenvolvendo toda parte burocrática do projeto incluindo a participação da iniciativa privada e das autoridades locais,  e como essas trilhas servirão para conservação do meio ambiente. 

O traçado dos caminhos que compõem a rede de trilhas não é definitivo. Estão abertos para alterações que se fizerem necessárias ao longo da implementação que é naturalmente lenta por depender do envolvimento de diferentes esferas de governo, proprietários privados e a comunidade em geral. 

Mapatrilhas.jpg

Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso
Corredor Litorâneo
Mais de 8.000 km passando por mais de 100 unidades de conservação federais, estaduais, municipais e privadas ao longo da costa brasileira.
Percursos:

  • Caminho das Araucárias (Florestas Nacionais de Canela e de São Francisco de Paula, Parques Nacionais de Aparados da Serra, Serra Geral e São Joaquim)
  • Transmantiqueira (Parque Nacional do Itatiaia, APA da Serra da Mantiqueira, Parques Estaduais da Pedra Selada, da Serra do Papagaio e de Campos do Jordão, Monumento Natural Estadual da Pedra do Bau e Monumento Natural Municipal da Pedra do Picu)
  • Trilha Transcarioca (Parque Nacional da Tijuca, Parque Natural Municipal de Grumari, Parque Estadual da Pedra Branca)
  • Caminhos da Serra do Mar (Parque Nacional da Serra dos Órgãos)
  • Rota do Descobrimento (Parques Nacionais do Pau Brasil e do Monte Pascoal)
  • Rota das Emoções (Parques Nacionais de Jericoacoara e Lençóis Maranhenses)

 

Trilha Missão Cruls

O traçado de 600 km seguirá o caminho percorrido por Luiz Cruls em 1892, quando liderou uma expedição para estudar o Planalto Central e delimitar a área onde seria construída Brasília. O percurso de 136 km já sinalizado no Distrito Federal também pode ser percorrido de bicicleta.

Percursos:
  • Caminho de Cora Coralina (Parques Estaduais da Serra dos Pirineus, Serra Dourada e Serra de Jaraguá)
  • Trilha União + Circuito Flona + Circuito Serrinha do Paranoá (Parque Nacional de Brasília, Floresta Nacional de Brasília e Área de Proteção Ambiental do Planalto Central)
  • Travessia das Sete Quedas (Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros)

Caminhos do Peabiru

Cerca de 1.000 km seguindo o caminho histórico dos índios Guarani que ligava o Atlântico aos Andes. Áreas núcleo: Parque Nacional do Iguaçu, Estação Ecológica da Mata Preta, Parques Nacionais das Araucárias, Guaricana, Saint-Hilaire/Lange, Florestas Nacionais de Três Barras e Assungui, entre outros

Estrada Real
 
Mais de 1.700 km de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo seguindo o caminho histórico oficializado pela Coroa Portuguesa no século XVII. Áreas núcleo: Parques Nacionais das Sempre Vivas, Serra do Cipó, Itatiaia e Serra da Bocaina. Saiba mais aqui.
 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...