Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Posts Recomendados

Gente, td bem? 
Preciso de informações de locomoção de cartagena > arquipélago > santa marta > tayrona> providência.
Qual a melhor forma de ir a cada lugar? 
Quais os melhores locais para se hospedar?
Quantos dias passar em cada lugar?
Quais lugares não podemos deixar de ir?
Temos 15 dias para conhecer todos os lugares.

Obs: em arquipélago eu to pensando em ficar na casa en el água, sei que tem que agendar com 2 meses de antecedência , mas fui dar uma olhada hj, pra janeiro já mostra que não tem data disponíveis kkk é assim mesmo ou tenho que esperar chegar mais perto pois eles vão abrindo em pouco em pouco as datas?

Obs 2: Playa Blanca ou Bora Bora ? alguém tem relatos que poderiam me ajudar ?

Toda ajuda é bem vinda! 
Se possível vocês poderiam me enviar o roteiro de vocês? 
P.S. foto para chamar atenção.
Obrigada desde já 🙏😘

1.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Caroline Hersbach oi :) pra ir de cartagena pra san bernardo tem um barco que chama TRANQ IT EASY, custa 100 mil COP por pessoa, se quiser te passo o numero deles pra reservar. lá fiquei no isla roots e foi infinitamente melhor que o casa en el agua (acabei tendo que passar um dia lá na volta). achei o casa legal pra passar algumas horas, mas ele é pequeno e ficou muito "famosinho" então as pessoas mais c* tavam lá quando eu fui.

já no isla roots, que é do lado, tem um espaço enorme (até quadra tem), as camas são confortáveis (e pelo preço de dormir em rede no casa), tem uma prainha atrás (no casa não tem areia) e a galera era beeeem mais suave, parecia uma familia mesmo.

eu queria muito conhecer o casa quando eu fui, mas vc acaba ficando um tempo lá de qualquer jeito pq o barco que te pega pra ir pro isla roots sai de lá ;)

sobre as praias que você falou, talvez eu pularia pq vc já vai pro arquipélago, valeria a pena trocar um dia de praia perto de cartagena por um dia a mais nas ilhas, pq a viagem de barco é longa...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por casal100
      Esse relato é dividido em cinco partes:
      .da página 1 até a 7 refere-se a viagem realizada entre dez/2007 e fevereiro/2008 de carro;
      .a partir do final da página 7 refere-se a viagem que começa no final de dez/2008 até final de fevereiro/2009 de carro.
      .a partir da pag. 15 - viagem a Torres del paine, carretera austral ..........viagem realizada de dez/2009 a fevereiro/2010.
      .a partir da pag.19 - viagem ao Perú e Equador ....vigem realizada de dez/2010 a fevereiro/2011.
      .a partir da pag.23 - viagem venezuela, amazonas, caminho da fé.... realizada entre dez/11 a fev/12.
    • Por Daniela Alvarez
      O horizonte chileno, com suas montanhas nevadas em todo o redor que fazem da cidade um vale, é tão balsâmico quanto o mar. É um cenário um tanto inacreditável, ver-se numa metrópole enquanto os olhos alcançam picos cobertos de neve em meio ao sol.
      Fizemos essa viagem em setembro de 2018. Começamos em Santiago, visitamos Valparaíso e seguimos para o San Pedro do Atacama (farei os posts das cidades separadamente).
      Ficamos 3 dias na capital e foi suficiente. Nos hospedamos em Providência, bairro cheio de bares e restaurantes, com uma vida noturna bem ativa e de fácil acesso para todo lugar. Ali também fica o shopping Pátio Bellavista, um shopping aberto, pequeno e charmosinho.

       

       
      Cerro San Cristóbal
      Santiago pede a ida a um lugar alto para entender a cidade-vale. Das duas opções que a cidade oferece, uma é algo super urbanóide, chamado Sky Costanera, uma espécie de Empire State chileno, o prédio mais alto da América Latina. A outra é um teleférico em meio a natureza que leva até o Cerro San Cristóbal. É claro que escolhemos a que o homem portou-se de maneira um pouco menos troglodita com o mundo.
      O Cerro San Cristóbal, lá no topo da cidade, poderia ter menos pessoas, mas a vista vale o passeio. Nos impressionou ver uma camada de névoa ao longe e saber que é poluição. É triste e sem nexo ver o homem construir locais e acessos a pontos altos numa tentativa de apreciar o horizonte e seguir produzindo carros e ônibus e fábricas para tornar todo esse trabalho vão.
      Subimos de teleférico e descemos de funicular. Há a opção de subir e descer a pé, para quem curte uma escalada.
      Endereço: Pio Nono, 450 - Bellavista
      Site: http://www.parquemet.cl
      Horário de funcionamento
      Funicular: de segunda a terça, das 14h30 às 19h30; quarta a sexta das 12h30 às 19h30; sábado e domingo, das 10h30 às 19h30.
      Teleférico: de segunda a terça, das 14h30 às 19h30; quarta a sexta, das 12h30 às 19h30; sábado e domingo das 10h30 às 19h30.

       

       
      Lastarria
      Lastarria é o bairro charmoso da cidade. Ruazinhas pequenas, cafés, restaurantes, o Centro Cultural Gabriela Mistral - primeira poeta chilena a receber um Prêmio Nobel e alguém de quem os chilenos sentem imenso orgulho. Vale uma visita para ver o que está rolando na programação ou para tomar um café e um solzinho no pátio interno. 
      Ali perto também tem sorvetes maravilhosos. A paleta de pistache é de outro mundo. Você encontra no Empório La Rosa, que fica nas esquina da Calle Merced com o Parque Forestal, outro lugar imperdível para caminhar, brisar ou fazer um picnic. 
      Emporio La Rosa - Calle Merced, 291

       

       
      La Chascona
      La Chascona é o xodó de Santiago, e não poderia não ser. A casa que Pablo Neruda construiu para encontrar-se com Matilde, por um período sua amante e depois sua mulher até a morte, é toda pensada para ser parte da natureza que a rodeia, fazendo do lugar uma espécie de ninho de amor.
      Chascona significa descabelada, e era assim que ele chamava sua Matilde. A casa é quase um clichê do romantismo poético, com as iniciais M e P espalhadas nas janelas de ferro de todos os cômodos. O amor chega a ser palpável ali.
      Colecionadores de arte e grandes amantes dos encontros, Pablo e Matilde moldaram uma casa que permitia a delicadeza de receber diferentes amigos em ambientes destintos e em todos eles, muitas referências ao mar. 
      A casa foi brutalmente invadida e inundada no golpe militar que levou Pinochet ao poder e Salvador Allende ao suicídio - o que entendo ser a morte acelerada de Neruda, que sofria de um câncer há anos e, ao saber da cruel invasão, foi para o hospital e morreu dias depois, de tristeza e desgosto.
      Matilde, que foi uma mulher forte e importante e figura essencial nas causas de direitos humanos, lutando com Neruda contra a ditadura chilena, fez questão de velar o marido ali, no meio daquele vandalismo descomunal. Transformou as 3 casas de Neruda em uma fundação, abrindo-as ao público e levando o poeta para perto das pessoas.
      Os dois estão enterrados juntos numa delas, Isla Negra, de frente para o mar.
      Endereço
      Fernando Márquez de la Plata 0192, Barrio Bellavista, Providencia, Santiago.
      Fone: +56-2-2777 87 41 / +56-2-2737 87 12
      Site: [email protected]
      Horário de Funcionamento
      • Março a dezembro: terça a domingo de 10:00 a 18:00 hrs.
      • Janeiro e fevereiro: terça a domingo de 10:00 a 19:00 hrs.
      • Segunda - fechado.
      Valores
      • Entrada geral: $7.000 (Siete mil pesos) por pessoa.
      • Entrada preferencial: $2.500 para estudantes e chilenos maiores de 60 anos.
      *Os estudantes estrangeiros devem apresentar a Credencial Estudantil Internacional
       

       

       

       

       

       

       
       
      O que não recomendamos:
      - A ida ao mercado municipal para comer o famoso King Crab é uma furada. O lugar é super turístico, meio sujo e a iguaria é fortunosa, quase 500 reais o prato e convenhamos, apesar de imenso, é um caranguejo. 
      - Sky Costanera, o prédio mais alto da América do Sul. Uma torre imensa e espelhada, plantada no meio da cidade, totalmente comercial e com a vista de toda a metrópole. Não subimos. Nosso estilo de viagem não é tão urbano assim. 
      ***
       
       
      https://www.instagram.com/trip_se_/
       
       
       
       
    • Por Mari Moraes
      como muitos aqui, uso o mochileiros desde 2012 mas nunca tinha feito um relato. vergonhaaaa. esse forum já me ajudou demais e espero contribuir.
      obs: escrevo tudo em minusculo porque estou acostumada a fazer assim no trabalho, se tiver ruim de ler, avisem que eu tento melhorar.
      SOBRE A VIAGEM
      fui só pras ilhas de honduras. gostaria de ter conhecido copan, mas era muito fora de mão. não sei muito bem se posso dizer que "conheci" o país porque a realidade do continente é bem diferente do que você vai ver nas ilhas.
      a moeda oficial é a lempira mas todos os lugares aceitam dolar na cotação $1 = 24 lempiras (em maio/2019)
      baleadas. baleada é barata ($1) baleada é bem servida. comam baleadas 
      o jeito mais barato de chegar é pela avianca, e é o mais longo também: são pelo menos duas conexões. uma em algum país da américa do sul e outra obrigatoriamente em são salvador. minha viagem era bem no meio da falência da avianca brasil e mudaram meu voo no trecho GRU-BOG pra mais cedo pq cancelaram todos os outros horários, e acabei tendo que passar um dia na colômbia. 
      SOBRE UTILA
      apesar de ter lido em muitos lugares que utila só serve pra quem vai mergulhar, discordo. vou colocar no relato (dia 24/4) as praias incríveis que tem por lá também. mas, fora isso, a cidade respira mergulho. você vai dormir e acordar falando sobre o último e o próximo, vai fazer amigos em lugares improváveis só de ouvir eles contarem alguma história, vai ter invejinha de algumas e vai se orgulhar de outras próprias < 3
      então, estando lá, por que não fazer?
      importante: todas as escolas em utila dão dois fun dives de presente pra quem faz o curso, em roatan não
      SOBRE CAYOS COCHINOS
      quase todas as ilhas lá são privadas, pelo que entendi conversando com o pessoal local, só existe uma ilha pública (minuscula) que é onde toda a população mora. elas ficam bem próximas do continente e longe das outras ilhas maiores.
      tem pouquíssimas informações sobre lá e isso foi o que mais me motivou a escrever o relato. tudo que encontrei era day tour. de roatan custa $180 (!!!) e nunca é garantido, por causa da distancia e do mar bravo, a viagem pode ser cancelada a qualquer minuto. de sambo creek, $39, é mais garantido mas pra ir e voltar de lá, você precisa estar no continente e cada perna do ferry das ilhas pra la ceiba custa $30. o day tour sai as 8h da manhã, volta as 15h e visita a ilha pública.
      a alternativa que encontrei foi me hospedar em uma das ilhas privadas, por incríveis $50 a diária, pra duas pessoas, em um bungalow por cima das águas (!!!). conversei com o proprietário da ilha e, com os contatos dele, conseguimos organizar toda a logística pra chegar lá. adianto: é puxado (literalmente - tivemos que desencalhar o barco da areia no meio do caminho). precisa ter disposição pra perrengue & grana. nunca paguei tão caro por um perrengue. mas quando você chega lá, esquece de tudo, prometo. só lembrei agora pra contar pra vocês 😂
      ao todo gastamos, por pessoa pra ficar lá:
      hospedagem 2 noites: $50
      ferry ida e volta: $64
      taxi la ceiba: $37
      barco cayos cochinos ida e volta: $80 
      passei duas noites e três dias. pensei que ia ser o lugar pra relaxar e que ficaria até entediada depois de tanto tempo sem "fazer nada". mas estava enganada, passaria mais uns dias lá tranquilamente. até porque se soubesse que gastaria tanto de transporte só pra chegar, teria estendido a estadia com certeza.
      SOBRE ROATAN
      igual que nem uma ilha na flórida 😂 tem muito gringo e é uma das maiores cidades do país  cerca de 10% da população mora lá mas ainda tem a vibe tranquila de ilha (antes das 10h da manhã as ruas ficam praticamente vazias). 
      ficamos em west end depois de pesquisar bastante, chegando lá tive certeza que escolhi certo (pelo menos, pra mim). tem tudo bem pertinho: restaurantes, dive shops, bares, mercados e farmácias. as distancias em roatan são graaaaaandes, então o lugar que você se hospeda vai otimizar o tempo que você estaria no transporte ao invés de curtir a praia, acredite!
      SOBRE O CURSO DE MERGULHO
      vou contar mais detalhado no relato diário, mas já pra adiantar: optei pela utila dive center ($350 - transferência de $200 pra garantir sua vaga antes e $150 em dinheiro quando chega lá), que é um pouco mais cara que as outras da ilha ($300) pelo nível de profissionalismo deles. sério, experimenta fazer uma cotação pelo site. respondem rápido e detalhadamente todas as duvidas mais esdruxulas. além  disso, a hospedagem deles é no mango inn, tipo um resort com piscina (tenho um sentimento meio contraditório sobre o hotel),  a estrutura deles é a melhor da ilha: tem 4 barcos e isso faz toda diferença na hora de agendar os seus fun dives, sempre tem espaço pra você. a localização também é excelente, bem no meio da rua principal de utila.
      acabei de tirar minha carteirinha padi então não sou nenhuma profissional kkk mas a impressão geral que eu tive, é que o utila dive center é o lugar mais respeitado, com os instrutores mais qualificados (meu instrutor era um biólogo marinho que já tinha morado desde as maldivas, até na antártica!!), e as outras são boas, mas é meio pra americano no spring break.
      uma opção boa se não couber no orçamento os $50 mais caro que o udc cobra, seria o underwater vision, que fica literalmente colado na parede do udc. mas enfim, como eu disse, só passei nas outras, não fiz o curso lá, então vou parar de opinar.
      ROTEIRO
      18/04 - VOO GRU - BOG 
      19/04 - VOO BOG - SAL - RTB + Ferry Utila + Inicio Curso de Mergulho
      20/04 - Dia 1 PADI Open Water - Utila Dive Center - Teoria
      21/04 - Dia 2 PADI Open Water - Utila Dive Center - Prática + Bando Beach Game of Thrones
      22/04 - Dia 3 PADI Open Water - Utila Dive Center - prova física + Mergulhos Treinamento
      23/04 - Dia 4 PADI Open Water - Utila Dive Center - Mergulhos Treinamento Fun Dive
      24/04 - Praia Pública + Neptunes Coral Beach + Fun Dives Extra
      25/04 - Ferry La Ceiba + Taxi Nueva Armenia + Barco Cayos Cochinos + Cayo Chachahuate
      26/04 - Mergulho El Avion e Pelican Town
      27/04 - Barco Sambo Creek + Taxi La Ceiba + Ferry Roatan
      28/04 - Snorkel Half Moon Bay em West End + Lands End + Sundowners Game of Thrones
      29/04 - Mergulho + Festa Coconut Tree Divers West Bay
      30/04 - Ressaca + Teste de Subblue + Roatan Chocolate Factory
      01/05 - Voo RTB - SAL - LIM - GRU
    • Por Juliana Batista De Oliveira
      Estou na Colômbia em intercâmbio e terei férias em junho. Estou me programando para visitar o PNN El Cocuy. Alguém tem indicação de guia de turismo por lá? Qual o melhor lugar para servir de base pra fazer as trilhas? Aceito indicação de hospedagem tb.
    • Por Elianevaz
      to Tenho apto em Santos/Brasil, frente ao mar, predio mais moderno da orla, com piscina aquecida e lazer completo, procuro troca por hospedagem de alguns dias. 


×
×
  • Criar Novo...