Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Jalapão + Alter do Chão + FLoresta Nacional dos Tapajós ---- Mochilão


Posts Recomendados

  • Membros

Mochileiros, boa tarde.

 

Nesta página de relatos, tento descrever e comentar minha viagem de 11 dias para: Jalapão-TO (4 dias), Alter do Chão-PA (4 dias) e Floresta Nacional dos Tapajós –PA (2 dias).

Espero que ajude aos interessados....

 

Jalapão (TO)

- Sai de São Paulo em direção a Palmas no Tocantins...após uma escala em Brasília, cheguei a Palmas e por lá fiquei durante o sábado. Palmas possui poucos atrativos, então acho desnecessário passar mais de 1 ou 2 dia por lá.......mas próximo a Palmas existem opções de cachoeiras e outros....como Taquaralto.(não fui).

 

- No dia seguinte, fui à sede da agência Norte Tur e de lá saímos rumo ao Jalapão.O guia e dono Flávio, é muito prestativo, conhece muito bem as informações e histórias locais e possui grande experiência quando falamos de Jalapão.....além de possuir um Jipe Bandeirantes em excelente estado e muito confiável, pois lá é fundamental um carro assim.......

Nos 4 dias de passeio, conheci todas as atrações possíveis e imagináveis e sem ser aquela correria de ficar 20 minutos em cada atrativo......Tudo apresentado no roteiro foi realizado...Morro da Catedral, Fervedouro, Pedra Furada, Cachoeira da Velha, Serra do Espírito Santo (nascer do sol incrível, vale a pena), Morro Vermelho, Rio Sono, e outras atrações mais........Nos hospedamos em duas pousadas, uma em Mateiros (Buritis) e outra em Ponte Alta (águas do jalapão)...muito boas.

Depois de 4 dias incríveis, voltei a Palmas e me encaminhei (avião) para o Estado do Pará, na cidade de Santarém.....50km de Alter do Chão.....

 

Alter do Chão(PA)

Ao chegar em Santarém ( 38º graus) , fui ao encontro dos Rios Tapajós com o Rio Negro, muito bonito e interessante......mas pode-se avistar o encontro dos rios da própria avenida, se for economizar (R$ 30 p/ ir de barco ao encontro) fique na orla mesmo......

Após o passeio, peguei o ônibus que me levou a Alter do Chão em 50 min e custa R$ 2,50.......chegando em Alter do Chão logo me surpreendi. Uma cidade muito agradável e com praias de Rio ( Margens do Rio Tapajós) lindas, maravilhosas, realmente o apelido de caribe brasileiro é justificável.....

Por lá, fiz passeios de barco e fui conhecer: Ponta de Pedra, Ponta do Cururu, Igarapé dos Macacos e Camarão, Lago Verde, Mirante da Ilha ..... além do que, consegui ver os dois tipos de Boto: o Cor de Rosa ( difícil visualização) e o Tucuxi (cor cinza e + fácil de encontrar)

Pousada: Sombra do Cajueiro - excelente

Restaurantes ótimos: Parada obrigatória, Tribal e Pousada Alter do Chão

Peixes excelentes: Tucunaré, Pirarucu e Surubin....

 

Floresta Nacional dos Tapajós (FLONA)

Após 3 dias de muito descanso, sol, praia e cerveja, resolvi passar 2 dias na Flona ( Floresta Nacional dos Tapajós) e me hospedei na casa de um morador da comunidade dos Tapajós, muito interessante e claro; fui andar pela Floresta com um guia do Ibama( é necessário uma autorização p/ o passeio e estadia) que mostrou-me diversas espécies de animais, árvores, frutas, frutos e etc...... O acesso é feito ou de ônibus ou de barco (1hr e40)....prefiro de barco pelo visual e facilidade.....

Bom pessoal, este foi um breve resumo da minha viagem. Aos realmente interessados, estou 100% à disposição para maiores detalhes/ajudas e informações.

Grande Abraço,

Rodrigo J

  • Obrigad@! 2
Link para o post
  • 3 semanas depois...

  • Membros

20101118232312.jpg

 

Expedição ao Jalapão de 07 a 09 de novembro 2010.

Eu e meu marido estivemos no Jalapão recentemente... loucura... loucura...loucura. Depois de vários dias pesquisando todos os sites sobre o local, optamos por contratar a empresa Norte Tur, que nos atendeu com um profissionalismo admirável, tudo o que foi combinado por e-mail e telefone foi cumprido integralmente. A empresa se responsabilizou por encontrar outro casal que quisesse formar um grupo conosco, pois assim o valor por pessoa ficaria mais em conta... isso é bom...muito bom. O casal que dividiu a viagem conosco era do Rio de Janeiro, pessoal animado, Márcia e Roberto, gente muito boa. O nosso guia foi o Flávio, um dos sócios da empresa. É muito prestativo, organizado e cuidadoso com o bem estar do cliente. Durante a expedição de 03 dias visitamos a Praia do Borges, o Rio Sono, Morro Vermelho, Pedra da Catedral, Fervedouro de São Félix, Fervedouro de Mateiros, Cachoeira da Formiga, Povoado da Mumbuca, Serra do Espírito Santo, Morro do Chinês, Dunas do Jalapão, Rio Novo, Prainha da Velha, Cachoeira da Velha e Cânion Sussuapara. Ficamos hospedados por duas noites na Pousada Buritis em Mateiros, pousada singela, entretanto não nos faltou nada. Tomamos café-da-manhã na pousada, almoçamos e jantamos em lugares simples, mas, com uma comida deliciosa, e a empresa nos serviu lanches e disponibilizou água à vontade. Todo o trajeto do Jalapão foi feito em veículo 4x4 com ar condicionado (graças a Deus)... ô lugarzinho quente. Uma coisa que percebi e gostei muito é o fato de que a empresa Norte Tur se preocupa com a sustentabilidade do turismo local. A população residente no Jalapão me pareceu muito pobre e com poucas opções de arrecadação de renda, então o simples fato de pararmos para tomar um refrigerante ou cerveja no botequinho lá meio do mato, almoçarmos/jantarmos em fazendas, campings, ou pizzaria da região, ou mesmo de comprarmos as peças artesanais de capim dourado dos moradores da Mumbuca, torna-se fator relevante para a movimentação da economia local. Fiquei feliz por poder contribuir de alguma forma com a comunidade do Jalapão. Para quem quiser ir sem contratar uma empresa, ( o que eu não indicaria) é preciso ter um bom GPS e saber usar é claro, rezar, mas rezar muito e de joelhos... para achar alguém no meio do caminho para dar informações, porque o número de placas é zero, dispor de um veículo 4x4 e ter alguma experiência em estradas de terra e muita areia. Uma parte das estradas de terra é boa, porém entre Mateiros e Ponte Alta a coisa fica feia, poderia dizer horrível. È preciso ressaltar que para chegar à maioria dos atrativos o viajante vai se deparar com grandes trechos de estradas com muita areia. Afirmo que conhecer o Jalapão foi uma experiência maravilhosa, o lugar é lindo, cheio de belezas naturais, com um povo muito bonito com uma cultura riquíssima. Vale a pena conhecer.

  • Obrigad@! 1
Link para o post
  • Membros de Honra

Rodrigo,

 

Posta fotos de sua trip para a galera conhecer esses lugares lindos e pouco visitados do Brasil.

 

Eu pessoalmente conheço e gosto muito.

 

::otemo::::otemo::::otemo::

 

Maria Alesandra,

 

Seja bem vinda ao Fórum. Você poderia abrir outro Tópico e postar o Relato e mais algumas fotos, que tal ? ? ? ::cool:::'>

 

Maria Emilia

Link para o post
  • Membros

Maria, acho uma ótima idéia e tenho total interesse em publicar as fotos, porém, como sou novo no site, estou "apanhando" para conseguir colocar fotos, abrir novos tópico e até mesmo responder estas msgs....ehehe...nos próximos dias vou me interar mais com o site e realizar tais tarefas...!!

Abraço e ótima sugestão !!

Rodrigo

Link para o post
  • Membros

Alexandre, abaixo estão alguns dos caminhos que segui....e aqui um resumo: Vá ao Ibama de Santarém, na própria orla e pegue pessoalmente a autorização para passar ou o dia ou dormir na Floresta Nacional T. (Flona) ..eu dormi na casa, comunidade indígena 1 noite e foi incrível. Depois é pegar um ônibus e conhecer Alter do Chão e de lá ir para a Flona ou diretamente de Santarém tb dá certo !!

Abaixo estão alguns telefones e contatos que você consegue ligar e/ou escrever para maiores informações.

 

Espero que ajude, Abraços

Rodrigo

 

Desde o ano de 2006 a gestão das Unidades de Conservação Federais não

são mais de competência do IBAMA. A autarquia responsável pelas UCs é

o Instituto Chico Mendes - ICMbio.

 

Neste sentido você pode obter maiores informações sobre as UCs, bem

como os contatos da chefia da FLONA no site

http://www.icmbio.gov.br/menu/instituicao

 

 

Contatos da Floresta Nacional Tapajós são: (93) 3522-0564; [email protected]; e [email protected] (e-mail chefe UC).

 

Atenciosamente,

 

Assessoria de Comunicação Social - Ascom

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio

Ministério do Meio Ambiente - MMA

EQSW 103/104, Complexo Administrativo, Bloco C, 1o Subsolo, Setor Sudoeste, CEP 70.670-350, Brasília-DF

Tel.: (61) 3341-9280 a 3341-9294

www.icmbio.gov.br

[email protected]

Link para o post
  • 1 ano depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...