Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

"Nem toda mulher gosta de Shopping"


Posts Recomendados

  • Membros

Era uma vez ... uma idéia que já havia se formado faz algum tempo atrás - subir montanhas. E eis que chegou a vez do tão falado Pico Paraná, ou PP,  o mais alto do Sul do Brasil, com seus imponentes 1877m. Na semana passada, acompanhando a previsão do tempo, surgiu aquele famoso "vamos?", "vamos!" No dia 23 de julho, começamos a organizar barracas, comida e tudo que seria necessário para nossa tão esperada aventura iniciar. Saímos de São Bento do Sul/SC, às 6:30 horas da manhã, rumo a Fazenda Pico Paraná, do simpático e acolhedor Dilson, que nos deu às dicas e "manhas" para que tudo desse certo, como planejamos. Por volta das 9:00 horas do dia 24 de julho, com mochilas nas costas e bastões de caminhada nas mãos,  iniciamos a escalada ao cume do PP. Confesso que já no começo da subida me veio à cabeça: " o que estou fazendo aqui!!!", pois o primeiro lance de subida, com trilhas abertas até o Morro Getúlio, já deixou bem claro que não seria nada fácil. Após o "Getúlio", teriamos que passar pelo meio dos Morros do Caratuva e Itapiroca, cuja altitude perdem por pouco do PP. A trilha foi ficando mais fechada e começando a exigir mais a utilização das mãos  num verdadeiro sobe e desce de pedras, troncos e raízes.  O dia estava lindo, e a primeira idéia era acampar no Caratuva para fazer o ataque ao cume do PP no dia seguinte. Mas como tínhamos bastante tempo ainda, decidimos chegar o mais próximo possível do PP. O grau de dificuldade da trilha, aliado ao peso da mochila foi aumentando e chegando a seu "ponto máximo" no trecho conhecido como "elevador", onde pra mim, a perna ficou bamba, numa adrenalina de fazer o coração sair quase pela boca. Passado esse trecho, logo chegamos ao A2 (último acampamento base antes do cume). Por se tratar de ser dia de semana, não havia muitos aventureiros e todos que encontrei foram do sexo masculino. Então não tivemos dificuldade para encontrar e escolher o local mais apropriado para acampar. Acampamento montado, partimos para o ataque ao cume e ao pôr do sol mais lindo e suado da minha vida. Foi mágico, único e indescritível.  A noite também estava linda e limpa, com um céu tão estrelado que parecia uma obra de arte pintada pelo mais renomado artista. Hora de preparar algo para alimentar o corpo, pois na manhã seguinte o caminho de volta nos esperava. E quer saber se eu faria tudo isso novamente?? Sim, eu faria, pois nem toda mulher gosta de Shopping!!! E você aí que está lendo esse relato: Vamos????                                              Meus companheiros dessa aventura: Igor Rudnick, Henrique L. Rudnick e Rafael K. Grossl.

20190724_173443.jpg

  • Gostei! 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...