Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Adriana Gar Mi

Presidente Figueiredo -> Pará ou Roraima

Posts Recomendados

Olá, pessoal!

Em outubro irei passar 14 dias no Amazonas com meu marido, dos quais, 5 dias em Presidente Figueiredo. Estaremos com um carro alugado e gostaria de estender até o Pará ou Roraima, já que não são tão distantes. Alguma dica do que posso fazer em algum desses lugares? Dá pra chegar de carro até lá, alguém já se aventurou?? Obrigada!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Salve, Adriana!

Olha, do Amazonas não dá para ir pro Pará de carro, mas para RR sim (via BR-174, que por sinal pega presidente figueiredo), e super indico! Só administra bem os dias do aluguel pq de Presidente Figueiredo para Boa Vista levam mais ou menos umas 8-10 horas de viagem se não houverem muitas paradas e com o carro indo com tudo, rs. Ah, passando Presidente tem a reserva indígena que tem restrição de passagem no período da noite, se eu não estiver desatualizado, então a viagem precisa ser de dia.

Em presidente, corredeiras e pequenas cachus não vão faltar, vc pode passar no CAT que te dão um panfletinho com o mapa dos principais banhos, cachoeiras, etc. Super acessíveis de carro. Tiraria uns 2, 3 dias ali. 5 dias penso eu que é um período muito extenso, maaaas vai de vc, claro.

Em Roraima, olha, tem a capital que vale a visita, com alguns banhos próximos, entre eles o famoso lago do robertinho, um laguinho de água clara no meio do lavrado roraimense, bem legal de visitar. Tem a serra do tepequém, que fica a uns 200 km de Boa Vista, no qual vc sobe a BR-174 no sentido venezuela e entra numa rodovia estadual, não é difícil de achar. Lá tem muita atração natural também. Tem o lago Caracaranã, que fica no território Raposa Serra do Sol, já no lado mais leste do Estado, e Lethem, na fronteira com a Guiana (inglesa), lá é um centro de compras bem visitado (estilo Ciudad del Este), do norte do Brasil.

Pro Pará vc vai precisar ir de Barco ou Avião.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post

Ola Adriana,

 

Figueiredo é um encanto, tenta visitar as Grutas Maruaga e Judeia, aproveita e vai logo no Santuário, Porteira e Passaros, Mutum e Pedra Furada, você vai está no mesmo caminho, estarda de Balbina. No sentido Roraima, pode passar  na Lagoa Azul (MARCELO, é maior e mais estruturado), pq tem outra antes, furo do Maranhão, é pequeno e sem estrutura. 

Se desejar ir mesmo em Roraima, a viagem de carro é tranquila, não é igual as BR do restante do Brasil, é tranquilo! No caminho é só mato, quando avistar comunidade, abasteça e vá no banheiro "SEMPRE". Na reserva indígena abre ás 06:00 e fecha ás 18:00. Nunca pare no percurso da reserva, é proibido, os índios tem mais direitos do que nós, então, é perigoso! Mesmo que veja uma onça atravessando, uma índia, um indiozinho, continue seu caminho, alguns falam nosso idioma, outros não, e se você parar, eles pegam o que querem e tá tudo bem. Então, não pare!

Tem muito venezuelanos em Boa Vista, está muito estranho andar por lá...

Pode ir em Lethen, se quiser comprar "mande in china"...

Bjsss

 

Compartilhar este post


Link para o post

@Adriana Gar Mi 

Oi Adriana, eu moro aqui em Manaus e posso te passar algumas dicas.

De carro só dá para ir em Roraima, a viagem dura em média 7h, sendo que você tem que sair bem cedo de Manaus pq uma parte da estrada é reserva indígena e tem horário certo para passar de carro. Na minha opinião vale muito a ir pra Roraima, perto da capital tem a Serra do Tepequem, fui la em Março desse ano (2019), lá é muito lindo, amei conhecer, tem também o Lago do robertinho que é um banho comum perto da capital, eles comparam lá com Jericoacoara. 

Criei recentemente um site e lá eu falo sobre Manaus e Roraima.

O que fazer em Manaus.

O que fazer em Roraima.

E se surgir alguma dúvida pode entrar em contato no instagram que respondo mais rápido (@aprazzivel)

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por Jonas Silva ForadaTribo
      Preparação
      Mais uma vez começamos um planejamento para uma trip em grupo, e acabamos terminando em dois só, kkkk.
      Levantamos muita informação, dados, e dicas. Não é segredo algum que minhas viagens geralmente não contam com guia contratado, eu mesmo navego e planejo tudo. De posse das informações, havíamos levado dois meses aprendendo sobre a Serra dos Órgãos, talvez por isso as pessoas desistiram. Tiveram tempo de pensar no que fariam. Encarar uma grande aventura exige mesmo espírito livre.
      A Grande Jornada
      Em 19/07/19 saímos de Campo Mourão às 00:00, foram 1.100 km de estrada, cerca de 17h de viagem. Ainda bem que um dos passageiros que me acompanhou (BlaBlaBla Car) se dispôs a dirigir entre São Paulo e o Nova Iguaçú. Foi um dia todo na estrada. Chegamos em Terezópolis já se passavam das 17:50; o primeiro furo da viagem. Eu havia estimado chegar em Tere dia 20/07 antes das 17h e conseguir viajar até Petrópolis no mesmo dia ainda, dormindo próximo da portaria lá. Doce ilusão, já era noite e tive de procurar um camping ainda, mas tudo certo os Óreas (deuses da montanha) sempre fazem certo.
      Paciência ... tenha paciência.
      Levantamos acampamento ás 06:00, que é a hora que abre (deveria abrir) o Parque em Tere. Chegamos na portaria para guardar o carro e lá estava um aglomero de gente, logo fiquei sabendo que a recepcionista não tinha chegado. Foram 45min de espera, enquanto isso ia aumentando a fila. Quando a mulher chegou já armou-se um fuzuê danado, o povo queria brigar ao invés de me deixar fazer checkin. Com muito trabalho consegui fazer o meu checkin e deixei o povo lá batendo boca.
      Com o carro estacionado voltei para a portaria na esperança de um Uber me levar a Petro. Outra trabalheira danada, uns cinco motoristas recusaram a viagem, chegaram a pedir dinheiro por fora pra fazer o carreto, mó sacanagem. Mas o sexto Uber não hesitou e nos levou ao destino.
      Dia 1, subida, subida, s u  b   i    d     a      .        .          .
      Às 10:15 começamos a trilha, foram 7h de subidas sem fim, mas com um visual de tirar o fôlego, até o desgaste físico passa desapercebido diante da exuberância da mão verde.
      Quase todo o dia foi por dentro do Vale do Bomfin subindo suas encostas. Quase no fim do dia chegamos a Isabeloca de onde já podemos avistar a Baía de Guanabara e os Castelos do Açú, nossa parada para dormir. No final da tarde, o pôr do Sol visto do Morro do Açú foi apaixonante. Leia mais aqui.




       
      Dia 2, sobe e desce, sobe e desce...
      O segundo dia é o mais intenso de toda a travessia, e provavelmente um dos mais belos dias que você pode passar na vida. Toda a cadeia da montanhas da Pedra do Sino ficam de frente para nós. A navegação também é mais complicada, presenciamos alguns grupos perdidos (geralmente pessoas sem experiencia ou fanfarrões).
      A cada descida uma subida maior esperava do outro lado, mas tinha-mos a certeza que o visual depois da ascensão e durante a próxima descida seriam ainda mais incríveis. Foram cerca de 8 km, caminhamos por 6 morros (Morro do Açú, Morro do Marco, Morro da Luva, Morro do Dinossauro, Pedra da Baleia e Pedra do Sino), é nesse trecho também que ficam os obstáculos mais difíceis (Elevador, Lajão, Grotão e Cavalinho). Eu particularmente me apaixonei pela pedra conhecida como Garrafão, talvez seja a lembrança que ela me traz que tenha me conquistado. Foi um dia realmente incrível e às 17h novamente chegamos no Abrigo. Ainda tive tempo de tomar um banho frio numa tarde de 4º C. Leia mais aqui



       
      Dia 3, uma corridinha para encerrar a travessia.🏃‍♂️
      Levantei com o escuro e subi novamente na Pedra do Sino contemplar a sinfonia de Apolo ao empurrar seu Astro sobre as montanhas.
      Saímos do abrigo às 07:15, a partir daí só descida praticamente uma trilha bem relax, com a oportunidade de avistar Teresópolis de cima, o Morro da Caledônia e os Três Picos no horizonte. De brinde uma vista por entre as montanhas da Granja Comari, onde um dia já treinou uma seleção de dar medo. Chegamos na barragem às 11:00 fizemos a trilha suspensa e conhecemos o encanto (Cachoeira Peri e Ceci) onde nasceu uma obra prima nacional: "O Guarani". Deixei a tralha no carro e tomei a trilha para o mirante do cartão postal, logo na entrada li que tinha 1.200 m, e eu com pressa; ainda tinha 1.110 km de rodovia até a casa. Não deixei me abalar, liguei a Go Pro e saí em disparada, em 15 min estava de frente para a formação que encantou os portugueses. Mais 15 min estava novamente no carro, exausto agora.




      Reuni tudo, dei uma parada para repor as calorias e às 14:00 rumava novamente para o Paraná, dessa vez tive de dirigir sozinho por 16h. 06:30 do dia 24 de julho eu deligava o carro com aquela sensação de euforia, sinônimo de missão cumprida, só no aguardo da próxima. Leia o relato completo aqui.
       
    • Por Aprazzivel
      Oi, sou de Manaus.
      E recentemente criei um site falando sobre:
      o que fazer em Manaus,
      o que fazer em Roraima.
      Além de outras dicas. Confere lá.
      E se surgir alguma dúvida pode entrar em contato no instagram que respondo mais rápido (@aprazzivel)
    • Por Aprazzivel
      Oi, sou de Manaus.
      No inicio desse ano, 2019, fui em Roraima, lá conheci lugares maravilhosos que me surpreenderam bastante.
      Tal lugar não é muito conhecido e não foi cara a viagem!
      Confere meu roteiro no site: https://aprazzivel.com.br
      E se surgir alguma dúvida pode entrar em contato no instagram que respondo mais rápido (@aprazzivel)
    • Por Aprazzivel
      Fui em Roraima em Março de 2019. E não imaginava quanta beleza iria encontrar.
      No link abaixo conto tudo sobre preços e os lugares. E garanto que vocês não irão se arrepender!
      https://aprazzivel.com.br/o-que-fazer-em-roraima/
      Se precisarem de alguma informação extra ou se surgir alguma duvida, podem faze-la pelo instagram (@aprazzivel) lá responderemos mais rápido!
    • Por Aprazzivel
      Conhecemos 2 cidades de Roraima incríveis.
      Veja no link abaixo, vocês vão amar!!!
      https://aprazzivel.com.br/o-que-fazer-em-roraima/ 
      Qualquer duvida, aconselhamos faze-las pelo instagram (@aprazzivel) respondemos mais rápido.


×
×
  • Criar Novo...