Ir para conteúdo

Destinos para viajar com pouca grana


Posts Recomendados

  • Membros
3 horas atrás, Davi Leichsenring disse:

O que seria com pouca grana?

Porque, dependendo do ponto de vista, pouca grana pode ser 2mil reais para uns e 500 para outros.

Sem falar que dependendo do quanto a grana é pouca, as vezes é melhor nem sair de casa e esperar mais um tempo pra juntar mais dinheiro e fazer uma viagem melhor.

Entao essa questao de muito ou pouco dinheiro é bem subjetivo.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por kai
      meu destino é a estrada. 
      oe pessoal, me chamo kai e tô partindo na semana que vem pra maior viagem da minha vida. tenho alguns (vários) lugares que eu tô afim de conhecer e  de encontrar a vida.
      a vida é uma ousada aventura ou nada mais.
      tô partindo sem grana, com m3nos de $500 e muita coisa pra andar rsrsrs.
      se quiser ou se aproximar um pouco da ideia, o suficiente pra querer ir buscar uma vida nova, bem como eu, fala comigo até o final de semana e vamo subir junto naquele ônibus  (sweet pea) .
      Instagram: @bad.kaid
      telefone: 71983952542
      o caminho só existe quando você passa.
      kom folau oso na gyon op



    • Por AdrianaALima
      Estive em Noronha novamente agora em out/17 (sim...fui mordida pelo bichinho... a idéia é voltar sempre que for possível). Dessa vez, fui com minha prima, mas conheci pelo menos 4 mulheres de diferentes idades que estavam viajando sozinhas. Uma delas me disse que era a sua terceira vez na ilha e que eu, na minha segunda vez, iria perceber que cada viagem a Noronha é diferente da outra... e ela realmente tem razão! Fiz coisas diferentes, conheci lugares e pessoas novas... e foi maravilhoso estar lá de novo.
      Este post será atualizado com as novidades 2017, mas o original será mantido
       
       
      Antes de viajar para Noronha sozinha, fiz muita pesquisa aqui no Mochileiros.com e em outros blogs... Agora volto e transcrevo alguns emails que fiz para uma amiga que pretende fazer o mesmo... Espero que seja incentivo não só para mulheres e não apenas para viajantes solo... Mas para todos que tem vontade de conhecer este lugar incrível!
       
      Bora começar?
       
      Primeiro de td... A motivação... Pq Noronha?
      Nunca tive muita curiosidade sobre a ilha...Na verdade pensava apenas como uma possibilidade futura sem prazo para acontecer. Porém eu estava com muita vontade de viajar sozinha e como eu não queria ir p europa ( meu principal destino qdo penso em viagens solo), fiz uma busca no google sobre destinos seguros para mulheres sozinhas no Brasil e o que aparece de forma clara é Noronha.
       
      Impressão?
      Vale mais do que cada centavo q gastamos na viagem! Todos os blogs falam que lá é um paraíso, que a energia é boa, que todas as fotos daquele mar realmente são verdadeiras (sem fotoshop)... Eu achava que eles deviam exagerar nesses elogios... Mas td que se lê a respeito é a mais pura verdade. Aquele lugar é incrível!
       
      Sozinha?
      Todos os dias conheci e conversei com pessoas novas... Lá é muito fácil de fazer amizade. Li num relato de uma viajante solo algo como: "não se preocupe, vc vai conhecer pessoas novas lá" e era verdade. Eu sou supertímida, mas ainda assim me diverti muito com pessoas nativas de Noronha ou forasteiros como eu.
       
      Qts dias?
      Fiquei 5 dias inteiros e acho que foi suficiente para conhecer quase td. Os blogs recomendam o mínimo de 5 dias...Mas se der pra ficar mais, é melhor.
       
      Passagens e Taxas:
      As companhias são Azul e Gol. Fui de Azul saindo de sp, na ida fiz escala e na volta fiz conexão,ambas em Recife. A passagem foi 1305,78 (mais cara que a minha para a Colombia em maio). Havia tarifas em torno de 1000 reais na época em que fui (início de setembro), porém por conta do trabalho não pude viajar nessas datas mais baratas. Pelo que li, os preços são esses mesmo...Exceto se vc já sai de Recife ou de Natal direto p lá, pois às vezes rola promoção pra essas cidades.
      Taxa de permanência: É preciso pagar uma espécie de diária da ilha, isso pode ser feito com antecedência ou na hora do desembarque. Eu paguei antes logo após a compra da passagem eu já entrei no site oficial da ilha e paguei... ao chegar vi que há muitas pessoas q fazem na hora mesmo. E existem 2 filas, uma p quem já pagou e outra pra que vai pagar ainda... Dizem q a fila de quem pagou primeiro é mais rá pida pq tem varios guichês, a outra fila só tem um guichê mas compensa por ser menor... Pelas minhas 6 diárias paguei em torno de 362 reais.
      Carteira do parque nacional marinho: Qdo se chega em Noronha, é necessário fazer essa carteirinha que custa 89 reais. Ela te dá permissão de acesso às praias como a do Sancho, Sueste e trilhas como a do Atalaia. Existem vários pontos onde se pode fazer essa carteirinha. Fiz no posto da praça Flamboyant na vila dos remédios, que fica aberto até as 22h. Pouca fila e é rapidinho. Esse ingresso parece q vale por 10 dias.
      2017: Fui novamente de Azul e a passagem custou 1350 reais (ida e volta de SP). A carteirinha do parque nacional marinho agora custa 99 reais.
       
      Hospedagem:
      Fiquei na Pousada da Iris, pois li muitos relatos no site dos Mochileiros.com que a recomendavam. Não está no booking. Então aqui está o contato: 081998014035 - esse tb é o número do whats. Como ela é muito recomendada pelos sites, se tu escolheres ficar aqui sugiro que assim que comprares a passagem, já ligue pra ela e confirme hospedagem. Ela pede transferência de 50% para garantir e o resto vc dá ao chegar... Tenho quase certeza q ela não trabalha com cartão, então já levei em dinheiro o restante do valor da hospedagem.
      A pousada na verdade consiste em suítes externas que ela fez no terreno da casa dela. Não há café da manhã, mas no quarto há sanduicheira, frigobar, além de ar condicionado e tv. A cozinha da pousada pode ser usada se quiser, eu não usei, mas uma outra hóspede de lá me disse que é bem equipada. Bem ao lado há um minimercado chamado breakfast onde podemos comprar coisas para o café, inclusive pão, além de água, produtos de higiene e o várias outras coisas, caso precisemos.
      A localização é ótima, pois fica bem no meio da vila dos remédios com fácil acesso às praias mais urbanizadas (cachorro, meio e conceição) Acho q é a melhor localização possivel é por aqui.
      Vi a dona Iris pouquíssimas vezes, mas ela tá sempre por lá e é muito simpática. É preciso que levemos nossa própria toalha, shampoo, condicionador e sabonete... e claro, se quiser, nosso próprio secador de cabelo.
      A diária é de 170 reais para uma pessoa sozinha, não lembro qto é para 2 pessoas mas acho que era 200. No meu quarto cabiam 2 pessoas, não sei se há quartos p 3 ou 4 pessoas. Ah e a limpeza é diária, só no sábado que não tem. Essa foi a diária mais barata que encontrei em Noronha, tinha pesquisado outras pelo booking e todas eram mais caras inclusive a do Vila Hostel em que banheiro seria compartilhado.
       
      2017: A Pousada da Iris mudou um pouco... parte dela agora se transformou em Pousada Via Mar (que pode ser encontrada no Booking). Liguei para dona Iris e ela me deu o número da nova pousada, mas não havia vagas para o meu período. Além disso, o valor da diária para uma pessoa sozinha subiu pra 300 reais.  Minha hospedagem dessa vez foi na Pousada do Mano.
      Pousada do Mano: bem localizada, bem próxima a praça Flamboyant, café simples , mas muito gostoso e suficiente. Quarto duplo simples com banheiro privativo e com o conforto necessário. Me hospedaria novamente lá com prazer. O período de 5 dias para 2 pessoas custou no total 2300 reais (se vc ligar diretamente para pousada, a diária é discretamente menor que no booking).
      Transfer do aeroporto:
      Até onde sei as pousadas oferecem esse transfer, inclusive a minha, porém por recomendação dos blogs que li, optei por táxi mesmo. Isso pq esse transfer é feito por empresas de turismo e há uma história que elas fazem umas espécie de palestra sobre os passeios oferecidos e isso pode gerar demora até a sua chegada na pousada, fazendo vc perder tempo que é precioso. O valor do táxi é tabelado em toda a ilha e do aeroporto até lá custa vinte e seis reais.
      Já o transfer de volta (da pousada ao aeroporto) fiz com a empresa em que comprei os passeios e, em tese, não paguei nada por isso.
       
      Qdo ir?
      De forma geral, o que li é que para mergulho, é melhor o segundo semestre e para surfar o ideal é começo do ano, essa divisão é baseada nas condiçoes apresentadas pelo mar, que pode ter ondas altíssimas ou ficar paradinho como uma piscina. Tentar fugir do período de chuvas tb é importante na hora de escolher o período e eu não lembro qdo é,mas sei que não é em setembro. Peguei chuva lá mas somente em uma noite, chuva forte mesmo,mas os nativos disseram que essa chuva estava fora do padrão da ilha. Fiquei do dia 31/08 a 06/09/16
      2017: choveu em um dos dias q estive lá. Os nativos dizem que não é comum, mas o tempo tem mudado em Noronha e agora eventualmente chove neste período.
       
      Passeios:
      Por do sol:
      Há vários lugares para assisti-lo... No primeiro dia, logo após a chegada, deixei minhas coisas na pousada e desci para a praia da Conceição (que é próxima da vila dos remedios). Fui em busca do barzinho famoso por lá chamado Duda Rei, mas optei por ficar na praia mesmo, estendi minha canga na areia e esperei o espetáculo... bem nessa hora constatei que eu já estava apaixonada pela ilha...Era dia oficial do impeachment, mas bem ali nada disso é importante. É um paraíso!
      O segundo por do sol foi no forte dos remedios, também próximo da vila e é o forte que mais está preservado na ilha, de lá é possivel ver de um lado as praias do Cachorro, Meio e Conceição e do outro lado dá para ver a região do Porto. Fica cheio de gente, mas todo mundo na mesma expectativa, dá até pra fazer amizade. Ahhh e ainda dá pra ouvir uma musiquinha, tipo um saxofone que toca no bar do cachorro (onde é possível tb assistir o por do sol, embora eu não tenha assistido nenhum de lá).
      O terceiro por do sol foi no mirante do boldró, onde todos os carros do ilhatour (falo dele depois) param. É bonito e o morro dois irmãos tá bem pertinho. Tem um bar e música ao vivo para acompanhar, mas foi o q menos gostei... muita gente aqui.
      No quarto dia, fui p bar do meio que tem uma estrutura muito legal, vale muito ir em qualquer hora do dia se tu estiveres com alguem, seja amigas ou namorado, mas pro por do sol, acho q tem que reservar. Esse bar é muito legal.
      O por do sol do quinto dia foi na praia do Cachorro e foi o mais bonito, embora não se veja ele com detalhes, pois nessa época em q eu estava lá, o sol se põe entre dois morros de pedra localizados no mar. Eu amei esse aqui.
      No último dia, fiz stand up paddle e remei até a praia da conceição (saímos da praia do Cachorro), esperamos o sol baixar...fui com um instrutor de SUP, foi bem legal...
      Importante dizer que em todos os dias as nuvens atrapalharam, então não vi o sol tocando no mar, é o que a população local costuma chamar de "eclipse nuvial" .
      De todo o jeito, com nuvem ou sem nuvem... o por do sol é parada obrigatória todos os dias!
       
      Mergulho com cilindro:
      Nunca tinha feito e sempre morri de medo... Mas se há uma unanimidade sobre a ilha é de que além da de ser um paraíso, a beleza de noronha só é completa quando descobrimos o fundo do mar.
      Existem dois tipos... um mais caro que é o mergulho das agências como a Atlantis e Aguas Claras ( acho q eram esses os nomes) e o mergulho no porto, que é mais barato, feito pela Mar de Noronha.
      O mais caro custa em torno de uns 450 e vai de barco até as ilhas secundárias. O mais barato é 250 reais e vc parte da praia mesmo e vai nadando beirando o fundo do mar até chegar em um navio afundado próximo da praia. A maior profundidade aqui é de 9metros e há muita vida marinha. Fiz com o instrutor Bodão, que é bem famoso...O cara é muito gente boa, te deixa super a vontade e te passa uma confiança danada... Fiz o batismo, ou seja, é um instrutor para um iniciante e ele é quem fica de olho no teu oxigênio e manuseia o colete que infla... Dessa forma, a única coisa que precisamos nos preocupar é em respirar. Claro que ele treina a nossa respiração antes de partir para o mergulho propriamente dito e ensina técnicas como retirar a água da máscara e desentupir o ouvido qdo já estamos lá embaixo. Se tu já fizeste snorkel alguma vez, isso vai facilitar bastante.
      Não dá para deixar de fazer o mergulho de jeito nenhum... Para iniciantes, eu superrecomendo o Bodão e o mergulho no porto, pois me deu tranquilidade saber q eu estava próximo da praia... na verdade só percebemos que nos distanciamos da superfície pq o ouvido fica incomodando.
      É possível contratar uma fotógrafa submarina, eu fiz isso e não levei a minha go pro pq não queria me preocupar em bater foto... Ela bateu várias fotos legais e fez muitos videos. O preço para 1 pessoa sozinha foi de 150 reais e vc pega o cd lá na praia 1 ou 2 dias depois.
      O email de contato é [email protected] Escrevi dizendo a data q eu queria e q fosse com o Bodão, eles logo responderam e precisei transferir 50 reais para a conta deles. O resto paguei em dinheiro lá. O cd de fotos tb é pago em dinheiro.
      Importante dizer que não precisa saber nadar para mergulhar.
      2017: Dessa vez fiz com a turma da Aguas Claras. É mais caro que a Mar de Noronha que continua com o valor de 250 reais. O valor pago no cartão (em dinheiro é um pouco mais barato) foi 620 reais por 2 mergulhos por pessoa na mesma tarde (o segundo mergulho é oferecido por 80 reais e vc só faz se quiser). A diferença em relação ao mergulho do ano passado é que este é feito nas ilhas secundárias e são muitos batismos ao mesmo tempo. Os instrutores são ótimos e me senti muito segura. Mas não acho que seja melhor que o mergulho realizado no porto pela Mar de Noronha. Ambos são maravilhosos!
       
      Ilha tour:
      Passeio realizado numa caminhonete 4x4 e dura o dia inteiro. Passa por todas praias mais importantes, com parada para tomar banho na praia do Sancho, baía dos Porcos e na praia do porto, também pára para o almoço (não incluso) num restaurante simples próximo a praia da Cacimba do Padre e finaliza com o por do sol no mirante do boldró. Para fazer esse passeio é necessário ter a carteirinha do parque nacional marinho (aquela que custa 89 reais). Passamos por outras praias como a do Sueste e tb fomos até o museu do tubarão.
      Foi muito bom, embora eu tivesse dúvidas se valeria a pena ou se era melhor eu conhecer td sozinha e com mais tempo. Li alguns blogs com opniões favoráveis e outros contra. Mas na minha opnião, acho que o tempo em cada praia é suficiente, os guias são gente boa e explicam td o que eles sabem da ilha, batem fotos e dão tempo para batermos as nossas selfies Ajudam aqueles que tem dificuldade na hora de fazer snorkel, entre eles mulheres, homens e principalmente os mais idosos. Outro ponto positivo é que é muito fácil fazer amizade... Se eu estivesse fazendo td sozinha, provavelmente não teria ido a todas as praias nem conhecido tanta gente e ainda gastaria tempo ou dinheiro com o transporte. Nesse dia fiz muitos amigos que me fizeram companhia em outros momentos na ilha.
      Se tu tens snorkel ou nadadeiras, é bom levar... Se tu não tens nada disso, antes do passeio começar eles nos levam para alugar esse material e dá até para alugar máquinas fotográficas subaquáticas.
      Fiz esse passeio pela Costa Blue, meu guia era o Giovanio e o outro guia era o Angelo, cada um com sua caminhonete mas andavam todo tempo juntos. Os guias eram muito bons. Me pegaram as 8:30 e me deixaram umas 18 de volta na pousada.
      O custo foi de 250 reais o combo Ilha tour e passeio de barco pelo mar de dentro.
       
      2017: Fiz novamente o Ilha Tour e acho que continua valendo muito a pena. A empresa foi a Noronha Tour e o guia foi o Lucas. Ele foi unanimidade entre nós que fizemos o passeio, muito atencioso e paciente. Dessa vez o roteiro foi diferente, mas tão bom quanto o do ano passado! O valor pago no cartão  pelo combo Ilha Tour e passeio de barco pelo mar de dentro foi 295 reais.
       
      Passeio de barco pelo mar de dentro:
      O passeio é feito pelo mar calmo, que é o que tem as praias bonitas. Passam cedo na pousada, por volta de 8h e antes de ir pro porto param novamente para fazermos o aluguel dos acessórios.
      O passeio consiste em ir de ponta a ponta da ilha pelo mar de dentro e pára mais ou menos 1 h na praia do Sancho para fazermos snorkel. A água no Sancho é algo impressionante, linda e transparente. No início do passeio é possível ver centenas de golfinhos que nadam acompanhando o barco, mas não se pode tomar banho com eles pois é considerado crime ambiental. Alguns dos meu novos amigos que tinha feito no ilha tour tb estavam aqui e foi muito bom, valeu a pena.
      Voltamos ao porto por volta de meio dia e vc que escolhe se quer voltar pra pousada ou prefere ficar na praia do porto, resolvi ficar e voltei de carona (conto depois).
      Há um outro barco, o mais famoso, que faz esse passeio e se chama Trovão dos Mares. Pelo que sei ele faz o mesmo trajeto,porém parece que também navega pelo mar de fora (mar mais agitado) e também faz uma parada para banho no Sancho. A bordo é servido um almoço e a duração do passeio parece que é o dia inteiro. No fim do dia os turistas que quiserem fazer a pranchinha trocam de barco e fazem esse passeio no mar da praia do porto (explico depois o que é a pranchinha).
       
      Prancha -Vip:
       
      A pranchinha tem diversos nomes... Plana sub, prancha vip, pranchinha entre outros...Acredito que td consiste numa mesma coisa... Não fiz esse passeio mas vou tentar explicar... Vc faz snorkel segurando uma pranchinha plana que é rebocada por um barco pequeno. São algumas pranchas q são rebocadas ao mesmo tempo. Aí é possível ver bastante vida marinha e todo mundo diz que é ótimo.
      O passeio oferecido pela agencia que fiz os outros (ilha tour e barco pelo mar de dentro) é feito no período da tarde e associado a um churrasco a bordo e vendo o por do sol. O nome do passeio parece que é entardecer vip.
      Eu optei por não fazer pq como eu já tinha mergulhado com cilindro nessa mesma região (praia do porto) já tinha feito snorkel também nessa área durante o ilha tour, achei que não teria tanta graça pra mim e resolvi economizar pelo menos nisso.
       
      Stand up paddle e surf
       
      Sempre tive vontade de fazer essas duas coisas... Mas não estava certa se eu teria a coragem e o equilibrio suficientes. Bom, na praia do cachorro havia uma escolinha de surf (escolinha de surf noronha- tem no instagram) e eu resolvi arriscar ... não devia ser mais difícil que o mergulho com cilindro. Inicialmente, só me arrisquei no SUP... Prancha +instrutor foi 70 reais. O nome do instrutor que me acompanhou é Lukas e o cara é super gente boa. Todo mundo consegue ficar logo de pé, pelo q eu entendi... Dura mais ou menos 1 h e passeamos pelas outras praias próximas. Sempre conversando e remando... em alguns momentos ele teve que me rebocar pq não tive força o suficiente para remar bem qdo o vento era contrário.
      Teve até uma situação engraçada nessa primeira aula... qdo eu estava lá no meio do mar com ele (esqueci de mencionar que cada um segue numa prancha), eu havia acabado de dizer que estava sozinha em noronha qdo passa um barco e eu ouço alguém gritar meu nome... Qdo eu prestei atenção, eram os dois alemães que conheci nos passeios anteriores (eles estavam fazendo exatamente o passeio do entardecer vip) e aí comecei a gritar de volta Nessa hora o instrutor me perguntou: "sozinha? desse jeito?"
      No fim, ele me convenceu a fazer aulinha de surf com ele na manhã seguinte... e pq não tentar,ne?
      Na hora combinada da manhã de domingo lá estava eu... e mais um casal... entramos os 3 juntos e o pobre do lukas teve que revezar a atenção... Depois de aprender o básico na areia, tentamos por em prática na água... mas é muuuuuuuuuito difícil!!! Mas foi uma das coisas mais legais que fiz, embora não tenha conseguido ficar em pé nenhuma vez... A duração da aula era de 1 h mas com 40 min eu estava esgotada e pedi p parar... A outra aluna mandou super bem logo de cara, já o marido dela teve tb dificuldade como eu.
      Ainda fiz mais 2 vezes o SUP em noronha, mas sempre com o instrutor me acompanhando... O total gasto com isso (surf e SUP) foi 250 reais (ele abateu um pouco o valor e ainda pude pagar só no meu último dia). Recomendadíssimo!
      As vezes a escolinha fica na praia do cachorro, mas parece q ela é oficialmente localizada na conceição.
      2017: Não sou muito fã do SUP então fiz apenas 1 aula de surf dessa vez por falta de tempo. O instrutor foi novamente o Lukas (@lukas_dgl no IG) e marquei com ele pelo instagram. Ele é ótimo professor, te explica td o que vc depois vai tentar por em prática.. A escolinha mudou, agora é Alma Solar Noronha e fica na praia do Cachorro. O valor subiu para 100 reais por hora de aula. Mas vale mto a pena... melhor programa na minha opinião!
       
      Captura da tartaruga
      As segundas e quintas, agora na praia do porto (antes era no sueste), os biólogos do tamar capturam uma tartaruga para fazer a biometria na praia e dão uma mini aula sobre elas para os turistas. Só assisti o começo, não vi qdo a tartaruga foi capturada pq era hora de ir p o meu mergulho. Ah e é de graça!
      2017: a praia mudou...tem que se informar onde é pq vive mudando... atualmente no Boldró, mas não fui ver dessa vez.
       
      Palestras do TAMAR
      Toda noite as 20h tem uma palestra no tamar sobre algum tema diferente: tartarugas ou golfnhos ou tubarões, entre outras. Fui de tx e voltei de ônibus pq é meio distante da Vila dos remédios. Assisti a do tubarãona sexta feira e foi ótima! Fiquei até com menos medo de dar de cara com deles nas praias, pois o tubarão típico da região não é considerado um dos mais assustadores. Tem lojinha mas não tem caixa eletronico por aqui. E tem que chegar cedo pra pegar lugar pq fica lotado. De graça tb.
       
      Baladinha
       
      Bar do Cachorro e pizzaria Muzenza... Eles se revezam ao longo da semana como o "point" noturno da ilha. Queria muito ter ido ao reggae no Muzenza mas só fui mesmo no Samba no domingo. Td só começa a partir das 23 h e o problema é que geralmente estamos esgotados e ainda temos q acordar cedo para os passeios do dia seguinte.... Mas acho que é obrigatório ir em algum dia e de preferência qdo vc já se entrosou mais na ilha. Fui com meus amigos alemaes e 1 amiga brasileira, mas lá encontrei mtos dos guias com quem eu tinha feito amizade e tb com o lukas (do surf). Eu q nem gosto de samba, adorei a banda! E muita gente diz q o samba é o melhor dia de festa.
      2017: Infelizmente não há mais a balada na Muzenza... fechou por motivos de força maior... O samba agora fica na Noronha steak house, localizada próxima ao projeto Tamar... ou seja, longe da vila dos Remédios. Fui no forró na sexta no bar do Cachorro e no samba tb... para entrar é preciso pagar 30 reais em cada. Confesso que dessa vez não achei a noite tão animada quanto ano passado.
      Trilhas:
      Há diversas. O problema é que pra muitas é necessário que o guia agende para vc... outras parece que não é necessário. A atalaia longa é uma das mais procuradas e eu conheci um guia numa das vezes que peguei o ônibus e ele me convenceu a fazer. Acho q o valor era 150 reais pagos na hora de iniciar a trilha, é necessário a carteirinha de acesso ao parque nacional marinho e dura uma 3,5h. Dizem que é linda, mas acabei desmarcando pq tava muito cansada após a noite do samba. O que aconselho é que se tiveres interesse em fazer, procurar se informar logo ao chegar na ilha pq as vezes esgota o número de pessoas permitidas por dia em cada trilha.
      2017: Não consegui agendar de novo nenhuma trilha... sempre sem vaga.
       
      Acho que o que sei de passeio por lá é isso... Ainda falta muita coisa para escrever sobre Noronha como restaurantes, transporte e considerações finais... Se der retornarei ao mesmo tópico para continuar... Mas por enquanto é só!

    • Por Murilo Rinaldi
      Olá! Me chamo Murilo, tenho 18 anos e irei sair de São Paulo este sábado para fazer um mochilão roots sem data de volta, gostaria de começar pelo Brasil para pegar uma experiência e depois ir para outros países, fazendo dinheiro pelo caminho e estou aqui procurando uma companhia, acho que viajar sozinho é bom mas com companhia é melhor. Meu contato : 55 11 981036169 
    • Por Paulonishi
      15/03/2020
      Logo após a visita ao sítio arqueológico de Mayapán, fui procurar uns cenotes que constavam no Google Maps e acabei parando no pequeno povoado de Telchaquillo...

      Caminhei pela rodovia até a entrada da cidade, sob um sol escaldante...

      Cheguei no centro do povoado e percebi muita coisa interessante, principalmente na construção dessa igreja.

      As pedras principais foram retiradas de construções maias, e ainda se pode observar várias inscrições nelas. Imagine quanta coisa foi destruída, pois sabemos que os espanhóis aproveitavam as pedras dos templos para construir suas fortalezas, igrejas e casas...

      E a força da conversão religiosa imposta pelos conquistadores, fez com que a população se tornasse majoritariamente católica.
      O calor estava grande e saí perguntando a respeito do Cenote, que, para a minha surpresa, ficava bem na praça central... Porém, subterrâneo!

      Paguei incríveis $10 pesos para o acesso e desci na caverna, que tinha apenas uma abertura na parte superior que iluminava o restante do lugar.

      Havia somente duas famílias com crianças e, apesar de parecer pequeno, aproveitei bastante mais essa experiência.

      As águas azuis, transparentes e refrescantes deram uma boa revigorada depois de tanto sol nas andanças por Mayapán e a caminhada pela rodovia em busca dos Cenotes. Pode até não ter sido aqueles que eu procurava, mas valeu muito a pena ter conhecido mais este.

      Depois desse momento relaxante, para voltar fiquei sabendo que o ônibus passava pelo povoado. Voltei até uma mercearia para tomar um refrigerante bem gelado e pouco depois veio o ônibus.

      Apesar de feio, até que era confortável e, como foi parando em todos os povoados pelo caminho 🙄, aproveitei para conhecer muitos outros lugares interessantes para uma nova visita na região!
      Ah, o ônibus foi bem mais barato: $27 pesos!
      Quer conhecer os detalhes e a história do local? Dá uma olhada no link de deixei aqui embaixo:
      Mochilão pelo México: o Cenote de Telchaquillo
      Espero que tenha ajudado! 🤠👍
    • Por Paulonishi
      17/03/2020
      Mérida, capital do estado de Yucatán, foi o último destino antes de retornar à Cancún, nesse mochilão espetacular de conhecimentos e descobertas a respeito da civilização Maia. Em seus arredores existem muitos outros sítios arqueológicos importantes, como Mayapán, Dzibilchaltún, Uxmal e Izamal. Cidade grande mas de relevo plano e de gente tranquila e acolhedora, é uma belíssima cidade que merece a atenção dos viajantes para as suas construções seculares e histórias dos povos que por aqui passaram.

      Vindo de Valladolid, a chegada foi no novíssimo terminal da ADO (sempre primera 😖) , com instalações muito boas e climatizadas. Andar pela cidade é muito fácil, pois também está orientada por numerações nas ruas: norte-sul pares / leste-oeste ímpares. Táxis são baratos, mas tem o transporte público e alternativos muito baratos.
      O que me surpreendeu foi a qualidade de vida das pessoas da cidade, com muitas alternativas de lazer gratuitas. Uma delas é o Zoológico Municipal.

       
      Uma grande área verde com entrada gratuita, contando com muita variedade em animais, inclusive raros tigres brancos, leões, gorilas, rinocerontes... Caramba, fiquei muito surpreso mesmo. 

      Muitas opções de lazer para crianças de todas as idades (inclusive eu... 🤭), como por exemplo um passeio de trem no entorno de todo o parque pagando apenas $1 peso!!! Imperdível... e adorei!!!

      Teleférico, barquinho... apenas $10 pesos! Baita passeio, com direito a várias barraquinhas de comidas típica e INTERNET GRATUITA!!!

      A praça principal, ou Zócalo da cidade é outro ponto obrigatório para fotos e muitos passeios legais em museus, igrejas e comércio local.

      Para aproveitar bem, recomendo ficar hospedado em uma região mais central, como na Calle 50. Hospedei-me num hostel por 3 dias (total $535) com piscina, café da manhã e ar condicionado no quarto... Acredite, esse último item faz toda a diferença nessa região quente!

      Essa cidade ainda guarda algumas construções do período colonial, inclusive os únicos arcos ainda existentes no México que compunham o sistema de muralhas da cidade!

      E na Catedral de San Ildefonso está a primeira cúpula construída nas Américas!

      Existem várias opções de passeios pela cidade, desde charretes pelo centro histórico, aos ônibus sem teto que fazem um tour mais distante. Os valores não são altos e sempre dá para pechinchar um desconto!

      Na região da Plaza Grande (Zócalo), a internet funciona razoavelmente bem são várias as possibilidades de tirar fotos muito interessantes.

      Infelizmente, com a chegada da COVID-19, não consegui fazer os dois últimos passeios que tinha programado para Uxmal e Dzibilchaltún. Aproveitei para ficar andando pela cidade, vivendo um pouco do dia a dia...

      A ligação entre Mérida e Cancún pode ser feita por ônibus ou avião. O primeiro, logicamente, é muito mais barato e se você comprar com antecedência no site da ADO, pode conseguir um ótimo desconto. Eu, por exemplo, comprei por $252 pesos, quando o valor normal seriam $600 pesos!!!

      Como já estava voltando para casa, comprei algumas lembrancinhas por aqui, e as demais em Cancún. Vale a pena pesquisar os artigos em prata, que são bem mais em conta no México.

      No terminal Noroeste tem ônibus para a maioria dos destinos dos arredores, principalmente para a região dos sítios arqueológicos e litoral. Não deixe de verificar as vans também, na rua do entorno, que oferece preços muito bons!
      Quer saber mais detalhes e conhecer a história da cidade, dá uma olhadinha no vídeo aqui embaixo:
      Mochilão pelo México: Mérida
      Espero ter ajudado... Valeu e siga viajando!!! 🤠👍
       
       
×
×
  • Criar Novo...