Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

@duane.santo

Mochilão Patagônia Chilena e Argentina (Torres del Paine, El Calafate, El Chalten, Ushuaia) - 17 dias

Posts Recomendados


Oi, estou indo para la agora em dezembro, tem como me passar oque realmente vale apena fazer e oque é "dispensável" olhando como um todo a viagem?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em 28/10/2019 em 19:07, vtorr Portela disse:

Oi, estou indo para la agora em dezembro, tem como me passar oque realmente vale apena fazer e oque é "dispensável" olhando como um todo a viagem?

Então, eu não achei nada dispensável, só que teve alguns dias que eu acabei ficando "demais" nos lugares, por exemplo, no dia do passeio de perito moreno eu poderia já ter pego o ônibus para Chalten. Só que fica um pouco na correria, então acabei fazendo tudo com calma.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/10/2019 em 08:46, lobo_solitário disse:

@@duane.santo acompanhando o relato, ainda quero fazer essa trip em breve.

Você não vai se arrepender. É uma viagem linda, hoje começo a postar o restante + fotos do celular sem edição.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 03/11/2019 em 21:12, Alan Rafael Kinder disse:

@@duane.santo to curioso nesse relato, espero que tudo tenha dado certo!

Deu tudo certo. Adquiri uma tendinite nos pés, mas deu pra fazer tudo como planejado! Hoje começo a postar o restante.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 2 - 19/10
Tô agoniada nesse avião pequeno. Enquanto aguardo chegar em Punta Arenas estou escrevendo o que vou levar na mochila para o parque de TDP tanto de roupa quanto de comida, pois meu mochilão vou deixar no hostel, daí vou levar apenas minha mochila de 30l e uma outra de 10l (minha mochila de 30l eu comprei especialmente pra isso, pq ela tem aquela sustentação pra prender no quadril e no peito pra distribuir o peso e não ficar tão pesada nas trilhas).

Pausa dramática:
To fazendo uma planilha de gastos que botei as conversões lá e vi que paguei 35 reais no quarteirão do Mc Donalds e tô chocada. C h o C a D í s s i m a! (Baseado nas cotações que peguei)

Cheguei em Punta Arenas as 8h, tentei um Wi-Fi pra dar um alô a família, não rolou. O cafezinho era 2500 pesos= 15 reais, mas enquanto eu tava na fila do café mais caro da minha vida e prestes a pedir o Wi-Fi eu vi meu ônibus parando na porta da saída do aeroporto (área do estacionamento)  pra pegar a galera que vai direto a Puerto Natales (busez fernandez). Minha passagem era só pras 11h (comprei na internet contando com algum atraso da minha chegada, mas nada se atrasou), mas corri e perguntei pro moço se ele podia me adiantar.. Tinha vaga, ele me adiantou e cá estou pegando a estrada e comendo meu Club social. A estrada é toda igual o tempo todo.

Sigo em choque com os preços que vi no aeroporto um café 15 reais, um sanduíche 37 reais!😮


Cheguei 11:30 em puerto natales e como já estava na rodoviária adiantei minhas passagens pra TDP (ida e volta tem desconto: 15000 CLP) e passagem pro dia 23 para calafate 17000 CLP.
No hostel não pude adiantar minha entrada, mas podia usar as dependências, então almocei sopa e fui no hostel que eu tinha reservado saco de dormir (-10C), kit cozinha e uma manta por 9000 CLP a diária de tudo + um gás de acampamento por 3000 CLP (esse eu comprei), ah depois tive que comprar isqueiro 220 CLP e depois fui no mercado e comprei.
3 sacos de risoto
Ravioli de carne 
Ravioli espinafre e ricota (maravilhoso)
Pasta carozzi
Papel alumínio
1 Salaminho 
4 Maçãs  
1 pct de Pão integral 
2 pães chilenos que eu amo, mas não sei o nome
2 Maçãs verde
Guardanapo (acabei não usando até o final da viagem)
Lenço de papel ( acabei não usando até o final da viagem)
Total: 13661
O mercado não dá saco, então leve uma mochila, eu lembrei disso no meio do caminho e não quis voltar pensei em dar meu jeito. Como eu tinha pedido um saco pra colocar as coisas que aluguei pra acampar, acabei enfiando tudo que comprei no mercado lá também.. claro que tava impossível andar com um saco enorme e sem alça...mas Deus tava comigo... no estacionamento perguntei pra uns meninos locais onde era a rua do meu hostel, pq eu não sabia voltar, eles não entenderam nada e um cara que passou e ouviu disse que ia me ajudar e perguntou o que eu queria, ele disse que minha rua era muito longe e ele me levaria até lá. Aceitei. Me deixou na portinha 🥰
Cheguei e fiz meus sanduíches pra levar pro parque, arrumei minhas mochilas (uma pra deixar no hostel, uma pequena com comida  e uma maior). Vi que eu não tinha trocado dinheiro o suficiente pq depois teria que pagar as coisas que aluguei e o catamarã na volta de torres, daí fui no centro de novo, troquei 85 dólares (depois vejo se acho o papel da cotação, mas estava melhor que no aeroporto de santiago). Resolvi descer até a orla que tinha em puerto natales, pra depois voltar e descansar, mas no caminho me lembrei que tinha deixado minha identidade como segurança de que iria voltar pra devolver as coisas que aluguei, poreeeeeeém todas as minhas reservas em torres foram feitas com ela, então voltei pra deixar o meu passaporte e pegar minha identidade. Então fui na orla muito rápido, meu celular descarregou do nada, voltei pro centro e não achava o hostel de jeito nenhum..eu não queria andar muito pra me poupar, mas rodopiei por umas duas horas perdidona. Depois de muito perguntar, eu achei o hostel, troquei o documento, me perdi pra ir pro hostel que eu estava hospedada... fiquei me desconjurando por todo esse tempo, eu só via anoitecer e eu não achava nada🤬Depois que achei tomei banho e dormi. Morta! ::dãã2::

foto na "orla" de puerto natales

20191019_190038.jpg

20191019_185836.jpg

  • Gostei! 2
  • Vou acompanhar! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 3 - 20/10
Acordei cedo pra ajeitar melhor a mochila e ir logo pra rodoviária, pedem antecedência de 20min. Tomei um desayuno as 6h - pão duro com geleia e meu próprio cappuccino.
Fui pra rodoviária e no ônibus te dão um papel pra preencher pra entregar na entrada do parque, dizendo quantos dias vai ficar, quais lugares vai vistar, etc. Saí as 7 e cheguei quase as 9 no parque. Desci na portaria da laguna amarga, assisti o vídeo de preservação do parque e depois iria pagar, poreeeéem não paguei (entendi o moço falar que eu pagaria na saída, pq eu ficaria 4 dias), achei estranho pq não li isso em lugar nenhum. Aceitei. Peguei o mapinha e segui pra pegar a van de 3000 CLP (quem quiser vai andando, mas é um bom pedaço) que me deixaria perto do camping torres. Desci da van, cheguei em outra portaria e a mulher perguntou se eu tinha reserva, disse que sim e disse que não tinha pago a entrada, ela achou estranho e falou algo com a outra atendnte, mas a menina falou com ela que era isso mesmo...continuei sem entender pq não paguei a entrada. Segui pra recepção do meu camping, chegando lá disseram que o check in era 15h, eu disse que iria pra torres e ele disse que eu podia deixar minha mochila na área da cozinha. Arrumei a mochila, e deixei o resto lá. Subi as 9:40, cheguei na base das torres as 13:40, fiquei até 14:30 por lá e voltei. Cheguei no camping as 18h se eu não me engano, cheguei morta com farofa, super cansada do dia todo. Fiz meu macarrão, comi meu chocolate, tomei banho quentinho e fui dormir (vi o prato que aluguei na parte das coisas do camping e perguntei ao rapaz se tava perdido pq era meu, ele disse que não, que simplesmente estava lá. quando ele não tava olhando fui lá peguei e guardei). Dormi como uma pedra. Acordei as 8h. 

Nota: Eu tinha alugado só barraca armada no camping, mas quando cheguei lá tava com tudo dentro ( 2 colchonetes e 2 sacos de dormir). Não gosto de usufruir do que não paguei, mas Deus me perdoe, eu tava muito cansada e nem reclamei. Só curti. Usei um saco de travesseiro e outro pra dormir. (meu colchonete era inflável, então pense no trabalho que ia dar). Gasto que nãoo citei: banheiro no acampamento entre camping torres e mirante torres: 500 CLP (se eu não me engano).  
 
20191020_140409.thumb.jpg.c2bb6d57196da3380ac17715b2ef29a3.jpg
  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por VoandoAltoFH
      Pessoal,
      Vou fazer um relato detalhado do Mochilão que fiz no comecinho deste ano, mas que lembrei só agora de postar aqui neste site.
      O legal de tudo isso é que registrei em videos, então estará bem fácil entender o passo a passo da viagem.
      Foram no total 32 dias de viagem e gastei R$ 13.560,00 para 2 pessoas, incluindo TUDO (hospedagem, comida, passagem aérea, passagem de ônibus, seguro viagem, passeios, transporte, taxi, mercado, etc)!!! Considerando que a cotação do dólar na época beiravam os R$ 3,85 posso dizer que em moeda americana saiu por US$ 3.522,00.
      Ressalto que se dividir o valor por pessoa, acabou saindo então por R$ 6.780,00 ou US$ 1.761,00 por pessoa aproximadamente. 
      Então, acredito que saiu bem barato e aproveitei muito a viagem.
      Todos os episódios estão registrados no meu canal do Youtube, mas postarei um pouco mais detalhado aqui, já que o conteúdo é escrito.
      Mas quem tiver curiosidades, poderá assistir por lá.
       
      Canal Voando Alto
       
      Abs!
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Atacama
       
      Vou comentar sobre a minha viagem em San Pedro de Atacama e seus perrengues.
      Pra ser direto ao ponto, tive prejuízo nessa viagem porque não consegui aproveitar quase nada, tampouco realizar os passeios, já que choveu em todos os dias que estive na cidade.
      O mais importante de tudo, evite vir no verão, entre os meses de Dezembro à Março, pois são épocas de chuvas, mais conhecido como "Inverno Altiplânico". Por mais que o local seja deserto, no verão ele chove muito, a ponto de alagar toda a cidade.
      Consequentemente as estradas e as pontes ficam destruídas ou alagadas, os parques e os passeios ficam fechados. No pior dos casos você não consegue nem sair da cidade, porque todos os acessos estão fechados e os ônibus não chegam ao local.
      Isso eu digo também para as pessoas que irão fazer o trajeto do Chile até o Peru, ou vice-versa, entre as cidade de Arica e Tacna, já que as chuvas afetam também essa região, então as estradas ficam fechadas. Isso farei um outro video mais detalhado.
      Ademais algumas agências de turismo acabam cobrando o dobro do preço, pois alguns de seus veículos são movidos com tração nas 4 rodas. Nesse quesito eu recomendo para que não alimente esse tipo de empresa aproveitadora.
      Então a pior coisa é você visitar nesse período que comentei, você pode acabar jogando o tempo e o dinheiro no lixo. Por conta das chuvas, ocorrem vários blecautes, com isso você ficam sem eletricidade e internet.
      Os restaurantes na cidade são caríssimos, então se estiver num hostel com cozinha, aproveite ao máximo para ir ao mercado e preparar a sua própria comida para poder economizar.
      O período mínimo de estadia na cidade seriam de 5 dias, para realizar com aperto os passeios oferecidos. Lembrando que 1 dia você vai gastar para se acostumar com a altitude, também para pesquisar e fechar os passeios com as agências de turismo. 
      Caso queira um prazo um pouco mais folgado e tranquilo, recomendo 7 dias ou 1 semana. Se for incluir o passeio ao Salar de Uyuni (Bolivia), terá que acrescentar de 3 a 4 dias a mais na viagem.
      Se o clima não estiver muito legal, ao invés de fechar o pacote todo, feche de 2 em 2 passeios e assim conseguir algum desconto. Terá menos dor de cabeça na hora de ser reembolsado.
      Tenha em mente que irá gastar só nos passeios em torno de 120.000 a 200.000 pesos chilenos, que dá em torno de R$ 700,00 a R$ 1.200,00 por pessoa. Estou falando de tours (passeios) principais.
      Ao incluir o Salar de Uyuni, os valores superam os R$ 2.000,00.

      * Dicas
      1. Evite vir para San Pedro de Atacama no verão entre os meses de Dezembro à Março, por conta das chuvas que impossibilitam os passeios. Prefira o Outono ou Primavera.
      2. Já efetue o câmbio de moedas, se possível em Santiago, pois as cotações em San Pedro de Atacama é bem desfavorável.
      3. Quando for negociar os passeios, negocie ou pague em pesos chilenos, pois em dólares acaba meio que perdendo um pouco na conversão dos valores.
      4. Sempre pense em alternativas como por exemplo ir para Bolivia e visitar o Salar de Uyuni. Os veículos que realizam esse passeio são 4x4 (tração nas quatro rodas).
      5. Antes de vir para a cidade, veja a previsão do tempo para os próximos 5 a 10 dias.
      6. Reserve no mínimo 1 a 2 dias de hospedam, não o período todo, para o caso de ter que alterar os planos tipo sair da cidade ou mudar de hostel.
      7. Evite fechar todos os passeios e pagá-los antecipadamente, pois dependendo das condições climáticas, terá dor de cabeça para ser reembolsado. 
      8. Escolha hostel que esteja mais próximo ao centro da cidade, ou seja, da Praza San Pedro de Atacama ou dos Caracoles.
      9. Tenha roupas para o frio e calor. Há uma grande variação de temperaturas, inclusive valores negativos.

      * Média de preço dos passeios (em peso chileno): Nome do Passeio / Horas / Valor do Passeios / Valor da entrada / Total.
      Valle de la Luna (meio período): 15.000 / 3.000 = Total: 18.000 pesos
      Termas Puritama (meio período): 15.000 / 15.000 = Total: 30.000 pesos
      Geysers del Tatio (meio período manhã, incluso café da manhã): 30.000 / 10.000 = Total: 40.000 pesos
      Laguna Cejar (meio período tarde): 18.000 / 17.000 = Total: 35.000 pesos
      Lagunas Altiplânicas (meio período manhã, incluso café da manhã): 28.000 / 5.500 = Total: 33.500 pesos
      Valle del Arcoiris (meio período manhã, incluso lanche): 25.000 / 3.000 = Total: 28.000 pesos
      Salar de Tara (integral, incluso café e almoço): 50.000 pesos
      Stargazing ou Tour astronômico (noite ou madrugada, alguns oferecem lanches): 20.000 pesos
      Mirador de Piedras Rojas (integral, incluso café e almoço): 50.000 / 5.500 = Total: 55.500 pesos
      Pukará de Quitor: 3.000 pesos
      * Bolivia
      Salar de Uyuni (3 dias, com hospedagem e alimentação): 130.000 pesos chilenos / 250 pesos boliviano (entrada)
      Salar de Uyuni (4 dias, com hospedagem e alimentação): 150.000 pesos chilenos / 250 pesos boliviano (entrada)

      Obs: Não tenho agência ou qualquer patrocínio, apenas peguei as cotações de 3 a 4 agências locais e inseri os valores para simples consulta.
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Cajon del Maipo
       
      Se estiver no inverno, recomendo visitar o Valle Nevado e aproveitar para esquiar nos resorts de ski. 
      Um outro passeio que recomendo, que é o tema deste video, seria o pacote para Cajón del Maipo, que inclua a visita ao próprio Cajón, as termas Valle de Colina, a represa, o Embalse El Yeso e no final ter um piquenique de vinho.
      Posso dizer que o valor do pacote está caro mesmo, mas valeu cada centavo. 
      Atualmente está custando em torno de 40.000 a 45.000 pesos chilenos. Em torno de US$ 60,00 ou R$ 230,00 por pessoa.
      Se estiver em 2 ou mais pessoas, sempre negocie um desconto, pois eles sempre dão. 
      Eles farão uma primeira parada na cidade San José del Maipo para que as pessoas possam tomar um café na manhã ou passar no banheiro. 
      Os lanches são muito mas muito caros. Eles estavam cobrando o combo com 1 empanada, 1 café e 1 garrafinha de água por apenas 5.000 pesos chilenos, que é em torno de R$ 30,00. 
      Eu tive que comer senão você ía passar mal dentro do carro, evite viajar de barriga vazia. 
      Recomendo que 1 dia antes, vá ao mercado, prepare o seu lanche ou um sanduiche, pra comer pela manhã e a tarde no almoço. Leve água, pelo menos 1 litro pra cada pessoa. 
      No mirante do Cajón del Maipo terá de 10 a 15 minutos para tirar fotos.
      Esqueci de comentar, o tour leva o dia inteiro, eles saem bem cedo, por volta das 06:00 da manhã e retornam às 19:00 da noite.
      Quase 99% das pessoas visitam este local, são brasileiros. 
      Além do turismo, a cidade tem como principal atividade economica, a mineração não metálica, exploração de minas de pedras. 
      Como é região montanhosa, recomento sempre vir bem agasalhado.
      Se tiver incluso a visita aos termas, será necessário levar roupa de banho e tolha.
      No caminho vocês verão algumas casas próximo às montanhas, que são refúgio para aqueles que visitam ou fazem trilhas na montanha, para que não morram congelados. Já que há uma grande variação de temperatura no local, chegando aos valores negativos.

      * Termas Valle da Colina
      Seria uma fonte de águas termais, com vários minerais que auxiliam na cura de algumas doenças de pele, bem como os 
      seus efeitos relaxantes. Ótimo para a pele, tanto é que vi algumas pessoas passando no rosto.
      As termas contam com 6 piscinas de vários tamanhos, variando a temperatura da água do morno para mais quentes, podendo chegar aos 50 graus Celsius na mais quente e alta do local.
      A infraestrutura do local é meio precária, os banheiros deixam a desejar e o chuveiro sai somente água fria. 
      O guia estará dando em torno de 1 hora a 1:30 para que possa desfrutar das termas, tempo mais do que suficiente para curtir o ambiente.
      Há também uma área para camping, conforme as imagens.

      * Embalse El Yeso
      Após o passeio nas termas, estamos indo à represa, o Embalse El Yeso. Ao lado o temos Rio Volcán.
      Ao lado vocês poderão verificar ao lado que tem uma montanha que praticamente se partiu ao meio, isso foi por conta de um dos grande terremotos que ocorreram no Chile. Principalmente o 
      terremoto de Las Melosas de 1958, que alcançou uma magnitude de 7 graus na escala Richter.
      Segundo o guia, o Chile é o número 2 no ranking de países com mais terremotos no mundo. Isso é assustador.
      Graças a Deus, durante a minha viagem, não senti nenhum tremor de terremoto.
      Chegamos agora na represa, Embalse El Yeso. Seria um reservatório de água doce, com capacidade de 250 milhões de metros cúbicos, com 8 km de extensão e 55 metros de profundidade, que abastece a cidade de Santiago e suas proximidades e essa obra foi concluído em 1964 .
      Geralmente as águas mudam de cor, neste caso está azul, em outras épocas ficam esverdeadas. 
      Se for no inverno, as montanhas ficam brancas, cobertos de neve. 
      Mas não é recomendado visitar durante o inverno, já que as estradas ficam escorregadias e bem perigosas. Além de não poder curtir bem os passeios, já que alguns trajetos o seu sapato vai 
      ficar todo encharcado.
      No geral é recomedado a visita durantes os meses de Outubro a Maio.

      * Piquenique
      Após isso, restará a última etapa do passeio que é o piquenique com vinho, geralmente ocorrerá em torno das 3 ou 4 horas da tarde.
      Este é o local para o piquenique com montanhas e em cima temos geleiras. É claro que por conta do aquecimento global, é praticamente que raro ver as geleiras no topo das montanhas, uma pena.
      Aí está o nosso guia preparando para o piquenique. Estará servido alguns salgados, frios, queijos com sucos e um bom vinho.

      * Itens para se levar no passeio
      - Agasalho, por conta da enorme variação de temperatura
      - 1 garrafa de água de 1 litro
      - Lanche ou sanduíche pro café da manhã e almoço
      - Biscoito pra matar a fome durante o trajeto
      - Roupa de banho
      - Toalha
      - Chinelo

      * Turismo "Miky" - Migguel 
      Celular/Whatsapp: +56 9 7257-2004
      E-Mail: [email protected]
      Instagram: migguel.azocar
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube
       
      Vou resumir neste video os principais pontos turísticos que visitei durantes 4 dias em Santiago.
      Apenas lembrando que 1 dia reservei para realizar o passeio em Cajon del Maipo, tem imagens no final do video.
      Na minha visão creio que serão necessários no mínimo 7 dias para conhecer bem o local e seus arredores, como por exemplo visitar as cidades litorâneas de Valparaíso e Viña del Mar.
      Muitas pessoas acabam realizando um bate-volta via ônibus ou  pacotes turísticos. Mas é melhor ir de ônibus e passar 1 noite em uma das cidades. 
      Caso esteja indo no período de inverno, recomendo reservar de 2 a 3 dias a mais para visitar e esquiar no Valle Nevado.
      Em relação aos preços, no modo geral achei eles bem semelhantes ao Brasil. 
      O transporte público é muito bem feito, principalmente o metrô, que leva você a quase todos os pontos turísticos da cidade. Farei um vídeo separado em relação a este tema.
      Sobre a segurança, recomendo agir como se estivesse no Brasil, sempre atento. A região do centro da cidade era um pouco vazia, suja e muitas casas estavam pixadas e com grades. 
      Ouvi relatos de furtos e roubos de celulares de alguns brasileiros que conheci na viagem. 
      O cartão BIP, é utilizado para o transporte público. Custa 1.550 pesos chilenos, que dá o equivalente de R$ 9,00. O trajeto de metro custa 720 pesos, que dá em torno de R$ 4,50.
      O Palacio de La Moneda, seria a sede da Presidência da República do Chile. Embaixo dele temos o Centro Cultural de La Moneda.
      Dá para assistir filmes, exposições ou simplesmente comer ou tomar um café no local. 
      Na parte da frente do palácio em que são realizados a troca da guarda, em dias específicos, conforme os links abaixo.
      Um detalhe que esqueci de comentar é que se estiver no verão, vale muito a pena, porque os dias são bem longos, já que o pôr do sol geralmente por volta das 8 da noite. Então você aproveita muito bem o dia. 
      O Museu Precolombino, que não fui pois estavam cobrando caro pra entrar, uns 7.000 pesos que era uns R$ 42,00.
      No lugar, vá ao Histórico Nacional que é gratuito e tem fotos no início do video.  É possível visitar a torre e ter uma vista privilegiada da Plaza de Armas. 
      É recomendado realizar o câmbio de moedas próximo à Plaza de Armas, vá em estabelecimentos fechados e seguros. Evite locais com grandes discrepâncias da cotação oficial, tanto pra menos ou pra mais.
      No Cerro Santa Lucia, é um parque vertical, num morro. Dá pra tirar muitas fotos, visitar vários lugares diferentes. É muito bonito, dá para caminhar, subir o morro e ter uma vista fantástica da cidade.
      Suba pela trilha ou caminho para se ter acesso à outros jardins dentro do parque e no final chegar ao Castillo Hidalgo.
      Não recomendo a visita na Sky Costanera, já que custa 15.000 pesos chilenos, que dá R$ 90,00. Muito caro.
      Bem perto, andando uns 10 minutos temos o Barrio Lastarria, que seria uma rua com artesanatos, pinturas, souvenirs e tem uma boa variedade de restaurantes.
      Fui mais por curiosidade no Mercado Central, que vende peixes e frutos do mar. Poderá conhecer e experimentar nos restaurantes que estão dentro do local. A construção era bem interessante, mas por dentro era um pouco abafado e é lógico fedia a peixe, nada assim tão agradável. Um passeio apenas simples, nada demais.
      No Cerro San Cristobal, utilize do funicular ou trenzinho para subir o morro. A ida e volta custa de 2.000 a 2.600 pesos, a primeira sendo dia de semana e a segunda para finais de semana ou feriados. Em reais seriam de R$ 12,00 a 16,00. 
      Dá para subir à pé, ou fazer somente um dos trajetos. Mas por mim creio que vale sim a pena pagar e conhecer o trenzinho, além de economizar tempo.
      Aqui é bem mais alto do que o Cerro Santa Lucia, então você tem uma ótima vista da cidade. Nem precisa ir até o Sky Costanera.
      Subindo um pouco mais temos o Santuário da Inmaculada Concepción.
      Existia um serviço de teleférico para visitar outros pontos do parque, como mirante. Mas infelizmente estava fechado no dia em que fui visitar.
      A Ponte Pio Nono seria meio que uma ponte do amor, com vários cadeados com nomes de casais. Apenas registrei a imagem, já que era caminho do Cerro San Cristobal com a estação de metro. 
      Por fim, o bônus do Embalse El Yeso, que é a represa que abastece a cidade, um dos passeios ao Cajon del Maipo. 

      * Links
      - Troca da Guarda no Palacio de La Moneda (horários)
      http://www.santiagocapital.cl/eventos...
      - Centro Cultural de La Moneda (horários e tarifas)
      http://www.ccplm.cl/sitio/horarios-y-...
      - Museu Precolombino (horários e tarifas)
      http://www.precolombino.cl/planifica-...
      - Sky Costanera (horários e preços)
      http://www.skycostanera.cl/pt/precos-...
      - Funicular e Teleférico do Cerro San Cristobal (horários e preços)
      https://funicularsantiago.cl/
      http://telefericosantiago.cl/
      - Hospedagem (Chile Lindo Hostel)
      https://www.chilelindohostel.cl/en-us
      https://www.booking.com/hotel/cl/chil...


×
×
  • Criar Novo...