Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

joaornegrao@gmail.com

Costa do Sauípe - Relato de Viagem

Posts Recomendados

 

Prezados,

 

Meu nome é João Renato Negrão, estive hospedado na Costa do Sauípe com a minha esposa e meus 2 bebês por uma semana no pacote Sauípe Premium do dia 30/06/19 ao dia 07/07/19.

Venho comunicar minha insatisfação com a estadia e serviços recebidos. Me hospedei no resort cerca de 15 anos atrás e tive uma experiência excelente. Desta vez, a experiência foi muito pior.

Sei que o Resort passou por dificuldades financeiras, aparentemente por não ter mais a mesma procura pelos clientes como antigamente, mas a venda para o grupo RioQuente e reestruturação do resort deveria ter trazido impactos positivos. A possível falta de manutenção, a desativação de algumas atrações e a grande redução do quadro de funcionários seguida de contratação de prestadores de serviços terceirizados, como relatado pelos próprios funcionários do Resort, podem ter afetado a qualidade dos serviços prestados aos clientes.

Me parece que este é um destino procurado quase que exclusivamente por famílias com crianças pequenas, porque praticamente não notei jovens ou solteiros e grande parte das famílias tinha crianças de colo. Portanto, esperava um resort mais preparado para atender a este público.

Talvez hóspedes não habituais de resorts achem a experiência maravilhosa. Mas os clientes frequentes de resorts de alto padrão e hotéis 5 estrelas, que além de infraestrutura e quantidade de serviços oferecidos, buscam qualidade, comodidade e conforto, eventualmente não teriam a Costa do Sauípe como uma das opções de viagem.

Foram inúmeros experiências negativas, que separar em dois grupos:
- Falhas graves, que individualmente são suficientes para prejudicar a viagem.
- Pequenos defeitos, que não afetariam em nada a satisfação se fossem poucos, mas que causam um desencantamento com o resort quando são muitos.

FALHAS GRAVES:

- Me hospedaram debaixo de um quarto em reforma agendada, porque estavam construindo um quarto temático para um evento. Passei três dias com barulhos de marteladas e furadeiras, sempre com promessas de o barulho já ia passar, o que me fez evitar o transtorno de mudar de quarto com todas as coisas dos bebês na crença que o barulho ia já ia acabar. Inclusive um dos dias o barulho também continuou de noite (e eu com dois bebês) e tive que ir reclamar no “Guest Relation” as 22h.  Ainda tive que em um primeiro momento ouvir “Senhor, não posso garantir que vamos parar com o barulho esta noite, mas se quiser pode mudar de quarto amanhã!”

- Por dois dias, esqueceram a caixa de som da piscina, que ficava de frente para meu quarto, ligada a madrugada inteira com música, sem houvesse qualquer evento ou pessoa na piscina. Só na segunda madrugada notei que a música vinha da caixa de som e reclamei. E o hotel se desculpou mais uma vez pelos descuidos e desligou a caixa.

- O gerente do hotel, Ricardo, nos ofereceu late checkout como forma de tentar reparar parte do transtorno que passamos. Primeiro tive que conferir se conseguiria mudar o horário das passagens para aproveitar o late checkout. No dia seguinte fui ao “Guest Relation” confirmar que aceitaria o late checkout e fui informado que não seria mais possível o late checkout, que o máximo que eles podiam fazer é me dar mais 1h30 para sair do quarto, ou seja, sair 13h30 ao invés de 12h.

- Meu filho de 2 anos teve a mão sugada por um fitro da piscina infantil que deveria estar desligado. A sorte é que minha esposa estava junto e conseguiu solucionar o problema rapidamente. Veio o salva vidas e o responsável pela piscina, pediram desculpas e desligaram o filtro, que confirmaram que não deveria estar ligado. Não sei o que aconteceria se houvesse uma criança desacompanhada.

PEQUENOS DEFEITOS

- A trava da porta do quarto descarregou 2 vezes em menos de 1 semana e tive que ficar esperando a manutenção recarregar para pode entrar no quarto. Na segunda demorou meia hora, porque o atendente da recepção também esqueceu de monitorar o chamado da manutenção. Um funcionário disse que isso era muito frequente acontecer. Provavelmente porque não trocam as baterias no tempo recomendado para tentar economizar.

- Muitos quartos ainda não foram reformados e estão com mobílias antigas e chuveiro em cima de banheiras escorregadias.

- Chão do restaurante da piscina não é antiderrapante. Ele está constantemente molhado e o risco de queda é grande, principalmente para uma criança.

- No restaurante principal as vezes o exaustor não dá conta da chapa de fritura e o ar fica péssimo. Além disto, sempre tem plaquinhas com os nomes das comidas errados e se o restaurante está cheio, pode faltar cadeirão para os bebês.

- O resort tem um grande Espaço Kids. É o lugar mais bem preparado para receber crianças, inclusive os bebês com os pais ou babás do hotel. O espaço do trocador dos bebês é horrível e não tem espaço nem para apoiar as coisas. O hotel também tem uma sala de preparar mamadeira, igualmente ao tópico anterior, aparenta um estado de conservação péssimo. Além disso, o leite em pó fica fora da geladeira no calor. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...