Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Cuba - 16 dias - 7 cidades - informações detalhadas sobre todos os pontos turísticos


Posts Recomendados

  • Membros

Olá pessoal! O que irei compartilhar com vocês foi uma compilação bastante abrangente de informações sobre todos os pontos turísticos de Cuba, que reuni para montar minha viagem 2016-2017. As informações foram extraídas aqui do site e também de muitos blogs. Aproveitem!

 

29/12: São Paulo – Havana (18:40)

30/12: Havana

31/12: Havana

01/01: Havana - Cienfuegos

02/01: Cienfuegos - Trinidad

03/01: Trinidad

04/01: Trinidad

05/01: Trinidad - Remedios

06/01: Remedios

07/01: Remedios

08/01: Remedios – Santa Clara – Havana (domingo)

09/01: Havana - Viñales

10/01: Viñales - Havana

11/01: Havana

12/01: Havana - Lima (22:45)

13/01: Lima – São Paulo

 

 

HAVANA

- fuerte de El morro

- Fortaleza de San Cristobal de La Cabana. museu da comandacia do Che 

- Havana Vieja – Calle Obispo: o centro histórico de Havana é bem bacana, vale gastar um dia inteiro percorrendo as ruas do bairro. A principal rua é a Obispo, onde se concentram vários bares, restaurantes e lojas de souvenirs. Nessa rua você encontra também várias livrarias, casa de câmbio (Cadeca) e centro de informações turísticas (o mapa não é de graça, custa 2 CUCs). A maioria das coisas ali são bem turísticas, mas tem também um mercado pra cubanos, onde tudo é barato e você paga em moeda nacional (Variedades Obispo) e um bar onde se paga em pesos também (La Luz).

- Havana Vieja – Plaza de Armas e região: a Calle Obispo termina na Plaza de Armas, onde tem pontos turísticos interessantes, como o Palacio de los Capitanes Generales e o Templete (onde Havana foi fundada). Andando mais um pouco você chega no Malecón (antiga muralha de proteção da cidade, de frente pro mar do Caribe). Ali perto ficam também a Catedral (com vários restaurantes em volta) e a Bodeguita del Medio, bar famoso principalmente por seu cliente fiel e ilustre, Ernest Hemingway, que tomava mojitos ali.

- Havana Vieja – Plaza Vieja: uma praça bacana na região é a Plaza Vieja, que foi completamente restaurada há uns cinco anos. Ali tem barzinhos legais (como a Factoria Plaza Vieja), o planetário e uma atração interessante: a Câmara Escura, onde você tem uma vista bem legal da cidade a partir de um periscópio desenvolvido por Leonardo da Vinci – parece um vídeo, mas é tudo ao vivo (entrada: 2 CUCs). 
Continuando o rolê por Havana Vieja você passa pela praça San Francisco, onde volta e meia acontecem concertos, e pelo Museu do Rum (que também é um bar do Havana Club, o rum mais conhecido de Cuba).

- Museu da Revolução: esse é imperdível pra quem quer entender da história do socialismo cubano. Lá tem informações e materiais diversos sobre os períodos pré e pós revolução – não que o museu seja um espetáculo nem nada, mas é bem interessante pra saber mais sobre o tema. A entrada custa 6 CUCs, e se quiser tirar fotos, tem que pagar mais 2 (mas não tem muito o que fotografar, já que quase tudo são textos). Fica em Havana Vieja, e é bom chegar cedo pra fugir do movimento.

- Malecón: é a antiga muralha de proteção do mar do Caribe, contra os diversos invasores. Hoje ela é aberta em vários pontos, é um lugar bacana para um passeio com vista para o mar e para o Forte (onde toda noite acontece o show Cañonazo, às 21h). Andando por ali você chega até o Vedado (uma pernadinha...). Ah, no Malecón ficam vários "jineteros", que são aquelas pessoas que querem aproveitar que você é de fora pra tirar uma grana, fique esperto.

- Capitolio: em Centro Havana, pertinho de Havana Vieja, fica o Capitolio, uma réplica do americano, que já funcionou como parlamento, mas hoje é um museu. Ao lado do Capitolio fica o Parque Central, com vários carros antigos em volta (táxis coletivos) e vários grandes hoteis.

- Hoteis para visitar: Havana tem grandes hoteis cheios de história, que já hospedaram nomes como Ernest Hemingway, Frank Sinatra e até mafiosos italianos. É claro que são caros pra se hospedar, mas dá pra entrar em vários pra conhecer. O Ambos Mundos (em Havana Vieja) tem uma vista bem legal no último andar. O Hotel Nacional (no Vedado) é enorme e tem uma vista show do Malecón e do mar do Caribe - dá pra aproveitar e descansar um pouco por lá. Ah, e você pode usar a internet nos hoteis também (média de 10 CUCs a hora – 20 reais).

- Vedado: esse é um bom bairro pra se hospedar também, é uma região cheia de bares e de cinemas. A principal avenida é a 23, é onde fica a Sorveteria Coppelia (bem gostosa), o Centro Cultural Fresa y Chocolate e o Cine Yara. Alguns bares que ficam por ali são o La Gruta, Sofia (bar e restaurante) e La Zorra y el Cuervo (bar de jazz). Saindo de Centro Havana ou Havana Vieja você pode ir até o Vedado caminhando pelo Malecón (é uma pernada) ou pegar um táxi coletivo (custa só 10 pesos). Também tem alguns guaguas (ônibus) por 5 pesos.

- Praça da Revolução: fica meio perto do bairro Vedado, é uma praça bacana onde fica o Monumento a José Martí (herói na independência cubana). O monumento é a construção mais alta de Havana, lá dentro é um museu. Nos prédios em frente à praça tem imagens gigantes do Che e de Camilo Cienfuegos, heróis na Revolução.

conhecer um pouco a região do Vedado e Centro Havana (praça da revolução, hotel nacional, universidade de Havana, Malecon, etc...) 

 

CIENFUEGOS

Cienfuegos tem um Malecon e a região de Punta Gorda que também é bastante bonita. Vale a visita ao teatro que é belíssimo e uma entrada em todos os pontos da praça central e do bulevar. Fui também no Cabaré TropSur e foi muito legal o show! Adorei e valeu muito a pena! É o típico programa pra turista, mas valeu a pena conferir...

 

TRINIDAD

- balada: La cueva

- RESTAURANTE SOL Y SON

- Centro Histórico: é onde ficam as principais atrações de Trinidad, e também onde está a maior concentração de pessoas pedindo ou oferecendo coisas. A Plaza Mayor é o centro de tudo, ali fica a Casa de la Música, a Casa de la Trova (ambas são barzinhos), restaurantes, lojas de souvenir e o Museu de História, de onde se tem uma vista 360 graus da cidade (o museu fecha aos domingos). Por ali também rola uma feirinha de artesanato.

- Playa Ancón: praia linda que fica pertinho de Trinidad, a 13km. Água transparente e super tranquila, uma verdadeira piscina! Vale muito a pena passar um dia por lá. Dá pra usar os sombreros dos hoteis que tem na praia sem pagar nada, e as espreguiçadeiras custam 2 CUCs. O bom é que dá pra ficar bem susse, o pessoal do hotel não fica tentando fazer você consumir nada, e não tem ambulantes na areia. E os preços de comes e bebes no quiosque do hotel são bem razoáveis, comi um hamburgão por 3 CUCs.

Pra ir pra lá você pode pegar o ônibus (van) que sai da Rua Antonio Maceo (em frente a HavanaTur), custa só 2 CUCs (ida e volta), as saídas são às 9h, 11h e 13h, e as voltas às 15h, 17h e 18h. No mesmo lugar tem vários táxis oferecendo cada trecho a 5 CUCs, é uma alternativa caso você perca o busão. 

- Área rural / Vale dos Engenhos: andando um pouco você sai do vuco-vuco do centro e chega à área rural de Trinidad – é o caminho que leva ao Vale dos Engenhos e à cachoeira. Ambos são longe e você pode ir a cavalo, fechando o passeio através de agências (como HavanaTur), através da casa onde estiver hospedado (eles sempre indicam alguém como guia, e ganham comissão em cima) ou então simplesmente andando por essa zona rural (com certeza vai aparecer alguém oferecendo o passeio – essa última é a opção mais em conta, pois você negocia direto com o guia). Também dá pra fazer o passeio de carroça, pra quem não curte ir montado a cavalo.

- Cachoeira: tem uma cachoeira bacana a umas 2h de caminhada, mas a maioria das pessoas faz o passeio a cavalo (ou com carroças), que cansa bem menos. Dá pra fechar direto com o guia por 10 CUCs, como descrito aí em cima. Fiz andando, aí paguei 5 pro guia, mais a entrada do parque (6,5 CUCs). A cachoeira não é muito grande, mas é bonita e é uma delícia se refrescar por lá do calorão que faz em Trinidad! 
Normalmente o passeio também passa por olarias, que são engenhos desativados, e pela casa de um fazendeiro (onde você toma caldo de cana e ouve ele cantar... Não cobram nada por isso, mas é legal deixar pelo menos 1 CUC).

- Casa de la Música: principal bar e ponto de encontro da galera à noite em Trinidad. É um bar aberto, não precisa pagar entrada, a galera fica sentada nas escadarias curtindo a música e alguns dançando salsa (não é exatamente um lugar pra dançar, a pista é pequena e de pedra). É um bar super turístico, quase só tem gringo, os cubanos que se vê por lá normalmente são os jineteros, em busca de algum turista endinheirado pra se dar bem... Mas é um lugar legal pra começar a night, lá pela 21h já tem bastante gente por lá.

- Disco Ayala – balada na caverna: essa balada é irada porque é dentro de uma caverna de verdade, muito show! Toca de tudo, desde reggaeton, é bem turística, mas também tem cubanos por lá. O ambiente é muito legal, e a entrada é baratinha: 3 CUCs, e você ainda ganha um drink. Começa lá por meia noite, quando o esquema da Casa de la Música tá acabando. Vale ir nem que seja só pra conhecer!

REMEDIOS

- local perfeito pra quem deseja ir pros Cayos sem ter que ficar em um resort! Remédios é basicamente uma praça com alguns bares e restaurantes ao redor, 2 igrejas (1 de frente pra outra), e muitas casinhas coloniais charmosas.

- Cayo las Brujas e Cayo Santa Maria

CAYOS SANTA MARIA E LAS BRUJAS

Perto de Remédios ficam dois Cayos, o Las Brujas e o Santa Maria (conhecidos como Cayerías del Norte). Tem vários cayos em Cuba, são pequenas ilhas com praias muito bonitas – para alguns é preciso ir de barco ou avião, para outros é possível ir por terra, como é o caso desses dois. 

Pra chegar lá não é preciso pegar barco, eles são ligados a Cuba por uma estrada de 50 km construída sobre o mar (é o Pedraplen, um trabalho de terraplenagem que foi até premiado internacionalmente). 

Só dá pra ir pra lá de táxi – se for pegar sozinho, prepare-se pra facada: 25 CUCs, no mínimo... Se conseguir juntar mais gente pra dividir, fica 10 pilas por cabeça. A trip leva 1h (são uns 50 km).

- Cayo Santa Maria: no Cayo Santa Maria a praia é toda dos resorts que tem por lá – ou seja, se você não for se hospedar nos resorts, tem que pagar pra entrar na praia, uns 20 CUCs. 

Pra ficar nos resorts, o preço é meio salgado, varia conforme a época – fui em novembro, quando está começando a alta temporada, e o mais barato que pesquisei, para ficar sozinha, era 80 CUCs, com refeições incluídas. Tenho um amigo que foi pra lá em setembro e pagou 50 dólares, mas acho que ele dividiu o quarto. Se você for pra lá, ainda que seja caro, de repente pode valer a pena pagar uma diária e passar um dia de madame por lá!

- Cayo Las Brujas: se você chegar ao Cayo Las Brujas pela entrada principal, que é onde fica o único hotel de lá, também precisa pagar pra entrar. O que os taxistas fazem é deixar os passageiros em uma outra entrada, onde você não paga, e aí tem que andar uns 20 min pela praia pra chegar próximo ao hotel – que é o único lugar da praia com estrutura, se você quiser comer ou beber alguma coisa. 

Lá não tem bares, restaurantes nem quiosques, é bem susse, só tem o hotel mesmo. É bom levar uns comes e bebes, para facilitar – o restaurante do hotel não é tão caro assim (dá pra almoçar por uns 12 CUCs), mas você economiza se levar as tuas coisas.

Os passeios para o Cayo Las Brujas são apenas para passar o dia – o taxista combina o horário para te buscar, na entrada principal da praia (perto do hotel). Ah, não esqueça de levar bastante repelente, os mosquitos atacam as pessoas na praia!

RANCHO QUERETE

Esse é um passeio a 1h de Remédios que pouca gente conhece, mas é super bacana – é um rancho onde tem cachoeiras bem legais, ótimas pra se refrescar do calor, e uma caverna embaixo de outra cachoeira.

Pra ir pra lá o esquema é fechar um táxi mesmo (se for mais gente junto, dá pra negociar – fechamos 30 CUCs para 4 pessoas). Além desse custo, você tem que pagar a entrada do rancho, que custa 5 CUCs.

Tem um guia que faz o passeio com você, bem simpático, te leva pra conhecer as cachoeiras e a caverna, e explica várias coisas sobre as árvores e plantas da região. Tem até um salva-vidas que acompanha o passeio.

As cachoeiras são bem legais, é uma delícia tomar um banho naquela água gelada, porque lá faz um calorão, e quando você tá na água foge dos mosquitos! Não esqueça de levar bastante repelente pra lá! Também é bom levar uma calça, porque as trilhas são pelo meio do mato, a mosquitarada ataca mesmo!

 

SANTA CLARA

- Memorial do Che

- memorial do trem blindado

- estatua de Che y niño

Santa Clara é uma cidade grande, movimentada, com grande importância histórica por ser o local onde ocorreu a vitória de uma batalha fundamental na implantação da revolução, liderada pelo Che. O grande atrativo da cidade é o mausoléu onde fica o monumento e o museu do Che. Fora isso, não tem muito mais a se fazer por lá. Só passei o dia, mas na verdade é um destino que poderia ser facilmente pulado, não achei nada demais...

- Monumento e Museu do Che: principal atração de Santa Clara, é sempre bem cheio de turistas. E fique esperto, não abre às segundas! O monumento fica mais ou menos perto do terminal da Via Azul, a uns 15 minutos andando.

- Trem Blindado: esse fica perto do centro, é o trem blindado que foi tomado pelos guerrilheiros na emblemática batalha de Santa Clara. Foi montado um pequeno museu dentro dos vagões, a entrada custa 1 CUC.

- Centro: dar um rolê pela praça central pode ser uma boa pedida, para observar o movimento e as construções históricas ao seu redor (igrejas, museu, cinema). Ali perto fica o Boulevard (Calle Independencia), uma rua com vários restaurantes e lojas.

Pra pegar um táxi coletivo, o melhor é negociar com os taxistas no terminal de ônibus da Astro, que é o mais perto do centro - se for pegar um táxi normal o preço é 25 CUCs, mega caro pra uma viagem de 50 km. Dá pra negociar um coletivo por 10 CUCs (se o carro lotar, dá pra chegar em até 5!). Aí se você tiver deixado a mochila no da Via Azul, é só pedir pro táxi coletivo dar uma paradinha ali (é caminho). O melhor é pegar o táxi coletivo, que dá pra fechar por uns 5 CUCs. Esse você pega no Terminal Municipal (que fica perto do centro, dá pra ir andando, é o terminal de onde saem os ônibus da Astro, só para cubanos) – dá pra negociar direto com os taxistas que ficam por lá.

 

VINALES

- cidadezinha rural.

- passeio a cavalo pelo vale

- fabricação de tabaco, charuto

- cavernas

- cueva Del indio

 

Agora há praças em toda ilha com wi-fi por 3cuc/hora e funciona bem

Pegamos o ônibus P12 em frente ao “hospital-emergência” para o aeroporto. 

Taxi aeroporto. 15 cuc. Gustavo e o celular é 5296-6473 (chegando no aeroporto só pedir pra alguém ligar, e nas casas eles ligam também de boa...)

Taxi para cienfuegos/havana: 15 cuc

 

 

 

 

 

Havana/cienfuegos: 20 dolares (7hrs, 10:45, 17:55) 4:25 viagem

Cienfuegos/Trinidad: 6 dolares (12:15, 14:40, 15:15, 18:40) ~1:30 viag

Trinidad/remédios: 14 dolares (7:30) 4 hrs viagem

Remédios/santa clara: 7 dolares

Santa clara/havana: 18 dolares (04:40, 11:30, 16:25, 19:50) 4 hrs

Havana/vinales: 24 dolares (ida e volta) ida: 08:40, 11:25, 14:00

                                                                  Volta: 09:10, 14:00 (3 hrs viag)

  • Gostei! 1
  • Obrigad@! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Silnei featured this tópico

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...