Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

D FABIANO

Carretera Austral:Sonho realizado em 2019

Posts Recomendados

@FlavioToc Está aí toda a Carreterra, agora vou postar a volta.As paradas são em todas essas vilas ,como fui em micro ônibus, obrigado a parar em todas elas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De volta a Cochrane 

Como já tinha feito toda a Carreterra restava-me a longa volta. Claro que parando em lugares que tinha deixado de visitar na ida para ter aonde descansar.Já sabia que a balsa de Vila O Higgins era só as 15h, um horário melhor que na ida.O micro ônibus passa por Tortel,que já conheci na ida e vai direto a Cochrane. É uma viagem longa,Estrada de ripio,mas como o micro é novo,vamos encarar e rever a Sra Truly, que guardou as minhas coisas em grande parte.

Chegando lá, encontrei a finlandesa e combinamos ir a Conferência dos rios Jeff e Beker no outro dia.Passeio simplesmente sensacional e na volta passamos no Parque Patagonia, antiga sede da Fazenda do dono da The North Face,como o Pulmalin em Chaiten que foi doado ão estado nacional ainda em vida.Um belo gesto pela preservação da biodiversidade, o parque se estende até a fronteira e,em teoria, ninguém melhor que o estado para conserva-lo,visto que o fascismo de Pinochet não existe mais em Chile.

20190130_134513.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Puerto Rio Tranquilo 

Essa é uma vila de 2 ruas toda em ripio.Mas é muito visitada por ser sede do lago General Carrera,o maior da Patagonia e o 2 do mundo, com um dos acessos a famosa Catedral de Marmol (foto),que traz milhares de turistas a caminhar por aqui. 

A hospedagem quase não existe e é muito cara.Sabendo disso sai de Cochrane de manhã bem cedo,passando horas a Beira do lago, cheguei ali já encantado e preparado para ver um lugar lindo.As saídas, em alta temporada, são de hora em hora por uma cooperativa de barquinhos a motor.

Deixei minhas coisas com a menina de informações turísticas e lá fui ver um monumento natural que vale cada centavo investido no passeio, muitas queimaduras,pois o sol é muito forte, mas volta feliz.

Depois e só pegar as coisas e seguir a capital. 

20190203_150215.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De volta a capital 

Cheguei mais uma vez tarde a Coiyaique ,mas dessa vez já sabia aonde era a casa da dona Anita,fui a pé,fica a 2 quadras da parada do micro, sendo que como a maioria do país, cada empresa tem a sua própria parada.D Anita me esperava de braços abertos,conversamos um pouco enquanto jantava, ela também cozinha o que você pede,por preços de Santiago, 3000 pesos,e fui descansar.

No outro dia,uma segunda,estava na hora de despedir me de vez da D Anita e da minha nova amiga, sua gatinha, que nos dias que passei lá,vinha me receber e me acompanhava por toda a casa.

A volta era longa,próxima parada na outra noite,la Junta,aonde tive que passar 2 noites por falta de transporte. Ou melhor, havia o bus Becker no outro dia, só que passou atrasado ,como sempre, mas lotado. 

Abaixo, vai uma foto da casa do proprietário de The North Face,Hoje Parque Patagonia ,lá no extremo Sul.

 

Animal de estim.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A concretização do sonho de um miqueiro

De la Junta sai a Chaiten, com lugar para ficar reservado naquela noite, pois fevereiro toda a Carreterra está lotada de turistas. Não tinha lugar em meu amigo da ida,foi um problema conseguir algo,até que me lembrei deste que fiquei. É caro,doeu no bolso,mas ou pagava,ou dormia na Rua.

Hora de pensar como eu estava feliz, fazendo o que muitos chilenos querem,poucos fazem.Tive a noção completa do que é Chile.Naquele dia encerrava minha viagem e meu conhecimento de todo o país. Fui do deserto,lá ao norte aonde quase morri em 2013,Árica ao extremo Sul,Punta Arenas.Vi a cordilheira dos Andes em seu esplendor na fronteira com o Peru a seu término perto do estreito de Magallanes.Conheço e morei na grandeza de Santiago,como conheci as pequenas vilas da Carreterra,vi crescerem uvas na região Central ,tuna no deserto,os pinhões na Araucania,os fiordes e os parques no extremo Sul.Conheço todo Chile, a terra que escolhi para viver, sonho que foi cortado por uma doença sorrateira e incapacitante, só posso dizer Chile, minha terra que amo,você vai vencer o fascismo de d Piñera e voltará a ser o refúgio da esquerda e dos ateus deste mundo.

20190209_163815.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...