Ir para conteúdo

Só eu, ainda persisto no plano de uma longa viagem?(ano sabático)


Posts Recomendados

  • Membros

Mesmo depois de controlada a pandemia (o que todos esperamos que seja logo), muitos estarão traumatizados com o que passou e creio que tenderão a fazer viagens mais nas proximidades mesmo... Por outro lado, muita gente que ficou presa em casa juntou uma grana e vai querer recuperar o tempo perdido... Mas o dólar talvez complique o valor das viagens, também...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Acho que o mais complicado vai ser a volta da normalidade na questão de fronteiras. Se vai ser fácil transicionar entre países como era antes da pandemia. Ainda mais levando em conta a desigualdade de vacinação e as normas estabelecidas por cada país.

Mas planejar é uma coisa constante. Estou programando América do Sul pra meados de 2022. Mas não sei se vai rolar por essas questões que disse.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
13 minutos atrás, Nani84 disse:

Acho que o mais complicado vai ser a volta da normalidade na questão de fronteiras. Se vai ser fácil transicionar entre países como era antes da pandemia. Ainda mais levando em conta a desigualdade de vacinação e as normas estabelecidas por cada país.

Mas planejar é uma coisa constante. Estou programando América do Sul pra meados de 2022. Mas não sei se vai rolar por essas questões que disse.

É o que eu penso também, até as coisas efetivamente normalizarem ao ponto de conseguirmos viajar de uma forma estável, vai demorar...

Apesar que acredito que lugares, por exemplo, como Torres del Paine, que vivem de um turismo internacional, farão pressão para possibilitar a retomada das atividades.
Entretanto, nessa mesma onda, é possível que ocorra uma 'onda' (de todas essas pessoas que estão aguardando tal retomada) e os preços disparem.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
4 horas atrás, Crom disse:

Mesmo depois de controlada a pandemia (o que todos esperamos que seja logo), muitos estarão traumatizados com o que passou e creio que tenderão a fazer viagens mais nas proximidades mesmo... Por outro lado, muita gente que ficou presa em casa juntou uma grana e vai querer recuperar o tempo perdido... Mas o dólar talvez complique o valor das viagens, também...

No meu caso, ja tinha os planos e a grana pra fazer a viagem desde antes da pandemia, apesar de alguns países que dependem muito do turismo, fazerem pressão pra liberar a entrada, a locomoção de um pais pra outro ainda vai ser complicado mesmo,,,,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
13 horas atrás, Alan Rafael Kinder disse:

Apesar que acredito que lugares, por exemplo, como Torres del Paine, que vivem de um turismo internacional, farão pressão para possibilitar a retomada das atividades.

Cara, a questão não é o setor "a" ou "b" fazer pressão. A questão é a consciência do que é conveniente ser feito no momento ou no futuro. Torres del Paine pode abrir hoje, seria apropriado uma viagem até lá no momento?

Porque se voce me responder que iria sob a alegação de que  "eu ja tive covid e não morri" ou "Ja estou vacinado" e maioria das pessoas se comportarem assim... estaremos cada vez mais longe de controlar isso.

O problema não é Torres del Paine ou a Jamaica dependerem do turismo.... O problema é o mundo inteiro depender de controlar uma pandemia. Vão-se os anéis e ficam os dedos...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...