Ir para conteúdo

Dia a dia Madri, Barcelona, Londres, Paris, Veneza, Florença, Pisa e Roma


Posts Recomendados

  • Membros

Bom, vou colocar o relato dia a dia separado pra facilitar.

Primeiro, aqui vai a planilha de gastos:gastos viagem.xls

Dia 08/10 saída do Brasil dia 09/10 chegada em Madri:

Nosso vôo saía às 15:50de Guarulhos e chegava 7:00 em Madri.

Depois de 10 horas de vôo, estávamos acabadas (Não dormimos nada, apesar da viagem ter sido SUPER tranqüila. As turbulências eram tão leves q nem parecia q estávamos no avião...).

A hora da imigração era a mais temida por mim. Meu maior pesadelo era não conseguir o carimbo e ser mandada de volta sem conhecer a Europa. O resto podia até dar errado, mas estaria dando errado na Europa!

Apesar de saber que todo mundo passa de boa, sabe aquela coisa de: ai, vai q dá uma zica logo comigo!

Fui a 1ª a falar com oficial da imigração, nervosíssima.

Cheguei lá, dei o passaporte e ele falou alguma coisa. Não entendi e ele repetiu, com a cara mais feia do mundo. Não entendi de novo e já estava suando, tremendo e entregando tudo q é papel pra ele, quando ele repetiu de novo e eu entendi: Motivo!

Falei q era turismo, perguntou se estava sozinha, disse q não e apontei minhas amigas.

Perguntou qnto tempo ficaria e pra onde ia depois, falei q eram 2 dias em Madri, 3 em Barcelona, depois Londres, Paris e Itália.

Aí ele virou pra mim e disse: sabe que os parisienses e londrinos olham pra nós, latinos, com desprezo, né? Eles não gostam de latinos... e começou a fazer graça, perguntando o que íamos conhecer de Madri e tal. Nisso eu já fui relaxando parando de tremer (huhauahua).

Então ele perguntou se ia sair na noite e disse que sim, ele falou q ia pegar meu telefone pra gente sair! Falei que era casada, ele disse q ele tbm, mas q esse negocio de fidelidade não ta com nada. Ahuahauua aí comecei a rir de vez. Depois de 10 horas de vôo, praticamente 24horas sem dormir, acabada, nervosa e com cara de doida, ser paquerada pelo oficial só podia ser a indicação de que a vigem iria correr bem!!

Ou isso ou essa é a nova abordagem dos oficiais pra saber se éramos mais prostitutas brasileiras querendo entrar na Espanha! hauahuahau

Chegando na estação Callao do metro, sabíamos q o hotel estava perto, mas não sabíamos exatamente onde e estava uma puta chuva (ainda bem q compramos nossas maravilhosas capas no Brasil). Paramos numa lanchonete pra tomar café (era umas 8 da manha) e descobrir onde era hotel.

Chegando lá, q beleza! Era muito bom!!!

 

20110129173321.jpg

Quarto do Hostel Gala em Madri

 

20110129173753.jpg

20110129173814.jpg

Gente, tinha q mostrar esse chuveiro, pq era, sem dúvidas o melhor de todos da viagem! O quarto tbm

 

Descobrimos q o museu Reina Sofia era de graça aos sábados depois das 2:30, então, esperamos dar o horário e fomos pra lá debaixo de chuva mesmo.

Tem coisas interessantes no museu, mas depois de conhecer as obras de Picasso, posso dizer q não gosto. Pelo menos é melhor q Miró, pq dá pra entender o q ele quer dizer, mas eu prefiro (MUITO) Michelangelo, Caravaggio...

20110129174124.jpg

 

Bom, saímos de lá e fomos pra casa nos preparar pra balada com a moça indicada pelo hotel. Custava 40 euros e incluía um champagne, depois um jantar, depois varias baladinhas com bebidas na faixa.

As 8:00 a Laura foi pegar a gente no hotel, com uma amiga, a Clair (ou Clara) e já começou a diversão! Elas eram SUPER simpáticas, divertidas e mesmo com uma garoa chata deu pra perceber q o povo lá gosta de uma balada, pq tava tudo fervendo. Fomos a pé mesmo pra um hotel todo chique, onde só não aproveitamos tanto pq o terraço estava molhado, mas ficamos num bar super chique exclusivo pra nós, com um garçom lindo servindo champagne. Depois de brindes e muitas fotos e papo, fomos jantar.

O restaurante era bem legal, uma taberna, mas os pratos eram meio exóticos. Eu ate q gostei, mas minhas amigas não curtiram muito, ainda mais o queijo de cabra, q nem eu curti...

Depois, de barriga cheia, fomos às baladas... Uma mais lotada q a outra, fomos em 3 lugares diferentes, onde tocavam musicas bem pop mesmo, dançamos até cair!

Na última balada (lá pelas 2 da manha) a Laura disse que ia deixar a gente e acabamos ficando só mais uns 10 minutos tbm, pq não dormíamos há 48h.

Voltamos pro hotel (tudo a pé) e capotamos, só acordando às 11 da manhã.

 

20110129174140.jpg

 

DIA 10/10 2º DIA EM MADRI

Tomamos um café na lanchonete lá perto e começamos a andar pela cidade, descendo a Calle Mayor até o Palácio, depois passeando pelas praças, monumento em homenagem ao Cervantes, indo em direção ao museu do Prado (q é na faixa de domingo).

A Plaza Mayor é muito linda e estava um dia maravilhoso!

A criançada brincando, uma mais linda que a outra, com suas roupinhas de veludo!

 

20110129174705.jpg

 

20110129174949.JPG

Palácio Real

 

 

20110129175029.JPG

Estátua em homenagem a Cervantes

 

O museu é bem legal, não dá pra tirar foto lá dentro. Vimos Rafael, Goya (macabrinho, adorei!), Velásquez, Botticelli, Caravaggio... Tem muita coisa linda, o museu é bem grande e vale muito a pena!

A fila era grande, uns 30 minutos mais ou menos, mas parecia q ia ser mais pelo tamanho dela.

 

20110129175758.jpg

No dia estava tendo uma passeata das Américas, então a rua estava toda fechada e depois do museu fomos até a Fonte Cibeles e Puerta de Alcala.

 

20110129175838.jpg

Já era noite, então, voltamos pros lados do hotel, jantamos no KFC e dormimos, pq dia seguinte era dia de viagem.

Ah, em Madri, nosso almoço/café era um bocadillo de jamon no Museo Del Jamon, por 1 euro.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 11/10 SAÍDA PARA BARCELONA

Dia seguinte acordamos cedo pra comprar lembrancinhas, mas não adiantou nada, tendo em vista q TODAS as lojas só abriam às 10:00, então compramos umas coisas rapidinho e fomos para o aeroporto, pq nosso vôo saía 14:30. Mas ele atrasou e acabamos saindo de Madri umas 3:15.

Chegamos em Barcelona e quando estávamos tomando o metro pro hotel, percebi q tinha perdido minha carteira... voltamos correndo pra onde tomamos lanche, fui no achados e perdidos, mas não achei a bendita. Ainda bem q só tinha 40$, um cartão de credito e o VTM, como já disse e consegui cancelar e receber o VTM depois.

Ainda bem q essa foi a !ª e única surpresa da viagem...

O hotel de Barcelona é bem fácil tbm, chegamos, largamos as coisas e fomos bater perna nas Ramblas.

Como chegamos tarde, graças a monga aqui q perdeu a carteira, só demos umas voltinhas, fomos jantar no restaurante do hotel, q por sinal é muito bom (ele faz parte do hotel, mas fica ao lado e tem comida boa e barata) e depois dormimos.

 

 

20110129181610.JPG

Quarto do Hostel Fernando

 

DIA 12/10 2º DIA EM BARCELONA

No outro dia, tínhamos decidido pegar o ônibus turístico, no hotel saiu por 20$ 1 dia.

Funcionava assim: ele tem parada em todos pontos turísticos e vc desce em qual quiser, fica o tempo q quiser e depois vai pro ponto pra pegar outro. E tem os fones de ouvido pra ir ouvindo a historia de cada ponto, inclusive em português.

Como estava um dia nublado, ora garoava, ora ventava, valeu muito a pena, pq em Barcelona as atrações são muito distantes uma da outra e com chuva ainda, ninguém merece ficar andando.

O primeiro ponto que descemos foi na Sagrada Família. Tiramos mais de 1 milhao de fotos, mas não entramos pq tava muita fila e queríamos aproveitar o ônibus pra ir aos lugares mais distantes. Aproveitamos pra fazer um lanchinho na praça ao lado, que dá pra tirar umas fotos legais e seguimos viagem.

 

20110129181705.JPG

 

Próxima parada foi o Parc Guell. Muito lindo e doido. Parece q vc esta no conto de João e Maria com aquelas casinhas... E ainda tinha uma dupla tocando na parte coberta, umas musicas clássicas, que deixou o lugar mais mágico ainda!

 

20110129181828.JPG

 

De lá pegamos o ônibus pra Montjuic, com parada no Poble Espanyol.

Achei o lugar bem legal, uma graça, com replicas da arquitetura de vários locais da Espanha, mas tava meio morto, a maioria das coisas fechadas, pq a gente não sabia, mas era feriado lá tbm... Então não deu pra aproveitar muito, só pra tirar um monte de fotos!

 

20110129181915.JPG

 

Depois fomos pra Montjuic, também fechado, mas é MUITO lindo! A visão q vc tem de lá de cima é sensacional. Só não foi melhor pq, INFELIZMENTE a fonte estava em reforma (assim como todo o resto da Europa).

 

 

20110129182011.jpg

 

 

20110129182052.jpg

 

De lá voltamos pra casa pra jantar e ver se conseguíamos alguma balada, afinal, estávamos em Barcelona!

No hotel, tivemos o imenso AZAR da promoter da noite ser a Bárbara. Ela que estava organizando a saída e disse tinha mais gente vindo. Pra começar esperamos ate mais que meia noite, sendo q o combinado era sair às 11. Começou mal.

Depois, no meio do caminho tava dando rolo com o outro grupo q chegou mega atrasado, uns holandeses que, segundo ela, estavam tentando dar o golpe na outra promoter.

Chegamos na balada e era a coisa mais TOSCA do mundo. Uma tal de Apolo, tocando musicas estranhíssimas e vazia.

Os outros brasileiros que foram com a gente, no grupo da Bárbara tbm ficaram desapontados. Pra melhorar a maldita sumiu e largou a gente lá, boiando. Quando resolvemos ir embora, um cara falou pra subirmos, chegamos no outro andar, tinha mais gente (não muito) mas tocando musicas MUITO esquisitas e com um povo MUITO esquisito.

Ficamos mais um pouco, pra ver se a cretina aparecia, ela apareceu, perguntei se ficava naquilo mesmo ou ia ter mais gente, ela disse q umas 2 da manha ia ter mais gente, mas como o lugar era uma merda, resolvemos ir embora, putas da vida. E a tosca nem disse como fazíamos pra ir embora, tivemos q perguntar pra menina do outro grupo. Revoltadas com os 5 euros q gastamos e com a chance de conhecer a vida noturna de Barcelona perdida, fomos dormir.

 

DIA 13/10 3º DIA EM BAERCELONA

Não sei se falei, mas sempre decidíamos o plano do dia na noite anterior. Munidas do mapa da cidade, escolhíamos as coisas q ficavam próximas, ou as q não ficavam tão próximas, mas que queriamos ver.

Nesse dia, resolvemos conhecer ir às casas Batlo e La Pedrera, Sagrada Família e depois os lados da praia.

 

20110129182605.JPG

Casa Batlo

 

Caminhamos até as casas doidas, que já tínhamos visto de passagem, no dia anterior, dentro do ônibus. Tiramos fotos, mas ao entramos em nenhuma, pq não achamos q valia a pena.

 

 

Depois fomos para Sagrada Família, de novo, mas agora pra entrar. Tiramos mais um milhão de fotos e fomos pra fila do elevador, que estava marcando que ia demorar 90 min, mas demorou 45. Acho q foi a fila mais demorada, além da que pegamos pra subir do 2º pro 3º andar da Torre Eiffel.

O elevador já era aterrorizante, balançava pacas e quando chegamos lá estava um vento terrível, não dava nem pra segurar a câmera direito, como eu e minha outra amiga estávamos muito apavoradas, resolvemos tirar uma 3 fotos (com cara de panico) e descemos. A outra ficou mais um pouco tirando fotos. A descida é de escada mesmo.

 

20110129182713.JPG

 

Depois disso, fomos à praia, dar uma voltinha na marina, tirar umas fotos, dar um role por lá. Não tinha viva alma na praia, digo tinha uns branquelos doidos no mar, mas tava bem friozinho e nublado.

 

 

20110129182751.jpg

 

Voltamos pro centro e jantamos em Lãs Ramblas, uma bela paella. O prato era enorme, e como era menu turístico ainda tinha entrada, então não agüentei comer tudo.

 

20110129183334.jpg

MUITA comida!

 

Passeamos pela rua, vimos umas estatuas de rua muito doidas e interessantes e acabamos o dia comendo churros com chocolate quente, uma delícia!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 14/10 SAÍDA PARA LONDRES

Saímos cedo pra ir ao aeroporto pegar vôo pra Londres, q era 10:45. Chegando em Londres, mais uma fila da imigração, bem tranqüila.

Pegamos o Gatwick Express, depois o metro pra chegar no nosso hotel.

Um parênteses aqui: até agora não entendi direito o funcionamento do metro de lá. Digo, não entendi o funcionamento do Oyster Card e achei muito complexo o metro.

O cartão engolia nosso dinheiro e depois descobrimos que OBRIGATORIAMENTE vc tem q passar tanto pra entrar como pra sair. Aí, aparentemente parou de engolir dinheiro, mas não sei explicar exatamente como é...

A outra coisa problemática é que as linhas fecham total ou parcialmente, dependendo do dia. Então, vc pode sair pra pegar o metro e sua estação estar fechada. Ou vc pega o mapa do metro, escolhe um caminho e descobre q o caminho q vc escolheu vai parar na metade.

Então é bom se informar bem ou então sair com antecedência, principalmente no fim de semana, pra não ter problema.

Mais uma coisa, na mesma plataforma passam vários trens pra lugares diferentes. Então tem q ficar bem esperto pra ver se o trem q esta passando é o seu mesmo. Tem vários painéis, com os horários, é fácil de localizar, mas não é só achar a plataforma e sair entrando no primeiro trem q aparece...

Chegamos no hostel, bem pertinho do metro, muito legal. Esse foi o único que dividimos quarto, pq não tinha quarto triplo. Tinha uma italiana bem espaçosa que ocupou o quarto inteiro com as coisas dela, acho q ela tinha se mudado pro hostel, de tanta coisa q tinha... Mas fora isso, ela não incomodou nada, coitada, a gente nem via a cara dela...

Deixamos as malas e fomos bater perna, lógico. A primeira coisa q fizemos foi passar no Museu de Historia Natural, já estava perto da hora de fechar, mas conseguimos ver a parte dos dinossauros q é muito legal! E ainda bem q vimos nesse dia, pq no outro dia q fomos estava mega lotado e com a maior fila.

20110129193507.jpg

 

 

Passamos na Harrods, andamos pela avenida sem rumo quando de repente, saímos na frente do Palácio. Andamos mas um pouco e chegamos ao Big Ben. Tiramos varias fotos, inclusive da London Eye, linda a noite, National Gallery (só pra tirar foto)depois pegamos o metro e voltamos pra casa.

 

 

20110129193601.jpg

20110129193619.jpg

 

15/10 2º DIA EM LONDRES

Nosso café da manha, como já disse, comprávamos no Saisbury, que fica a 1 quarteirão e tem um monte de coisa baratinha. A cozinha do hostel é bem legal e tem tudo. Infelizmente nós esquecemos de tirar fotos do quarto e do hostel. A estrutura do hostel era ótima (YHA Central), mas o quarto era MINUSCULO e o banheiro tbm. Esse foi o albergue mais albrgue de toda viagem, pq os outroas davam toalhas, tinham TV, limpavam o quarto (talvez pq era quarto triplo, sei lá). Mas esse nao tinha luxo algum. Nem toalhas, nem tv, nem espaço... Mas super recomendo, pq era muito bom mesmo sem nada no quarto.

 

20110129194117.jpg

Utensílios da cozinha, paes 4 por 1 libra, salada de frutas a 1 libra cada, frios uma media de 2 libras o pacote, suco 1 libra.

 

No outro dia, começamos pela Tower Bridge (não entramos), andamos pela Queens Walk até o Tate Modern, onde só entramos para ir ao banheiro, pq modernismo não é nossa praia.

 

20110129194310.jpg

 

Atravessamos a ponte e andamos até a St Paul’s e de lá fomos à Temples Church, pq nosso roteiro incluía todas as paradas de Código Da Vinci e Anjos e Demônios

 

20110129194422.jpg

Dentro da Temple's Church

 

Paramos pra comer um lanchinho num banquinho em frente a igreja e seguimos viagem. Próxima parada: Covent Garden!

Que delícia! O lugar é um “camelodromo” cheio de coisinhas super fofas pra vc levar de recordação pra todo mundo!

Além do que, tem coisas super baratinhas. Compramos chás, bolsa, camiseta, boina, chaveiro, porta moeda, tudo super londrino! Vc passa horas andando por lá fuçando todas as lojinhas!

20110129194545.jpg

 

 

De lá fomos para Westminster, mas não entramos tbm, pq como íamos pra Itália ver um monte de igreja linda de graça, achamos q não valia a pena pagar pra ver em Londres. Lá o bom é aproveitar os museus q são na faixa. Já estava noite tbm, então nem as fotos ficaram muito boas e de lá fomos pra Picadilly.

Estávamos tão cansadas famintas q a primeira coisa q fizemos foi ir a um Mc Donalds mesmo, não tínhamos forças pra procurar algo melhor. Lá estava fervendo de gente, mas só demos uma volta e fomos dormir, pq a gente andava tanto o dia todo q vida noturna era impossível.

 

 

20110129194626.jpg

 

O bom dessas andanças era ver o tanto de homem bonito q tem na cidade. Gente, q maravilha! O interessante de lá tbm é perceber como ninguém olha pra ninguém, ninguém mede ninguém, ninguém repara em ninguém. Acho q por isso q acabam falando q londrinos são frios e tal, mas acho q eles são é educados e cuidam da sua propria vida! Vc pode sair do jeito q quiser, andar como quiser q ninguem fica reparando! Só dava a gente medindo todo mundo, que feio! Mas é costume, né? Mas achei uma coisa maravilhosa vai entrar pra minha resolução de ano novo: não ficar reparando nos outros.

Mas qndo eu voltar pra lá não vai ter como não reparar nos homens, pq, benzadeus, de todos os lugares lá foi o campeão de quantidade e qualidade!

 

16/10 3º DIA EM LONDRES

O outro dia resolvemos começar pela mais antiga loja de brinquedos do mundo, q estava fazendo niver de 250 anos, a Hamleys. Como eu tenho 2 filhos, minha amiga tbm tem 1 pequena e a outra um monte de sobrinho, primo, etc, ficamos lá horas! Hehe Zoou toda programação do resto do dia, mas foi muito legal! A loja é SUPER enorme, tem de tudo e vale a visita, pq os vendedores ficam fazendo demonstração dos brinquedos, a criançada fica louca

 

20110129194800.JPG

 

De lá fomos pra o museu de cera, estava bem cheio, mas não era impossível tirar fotos, deu pra tirar com todo mundo q a gente queria.

 

 

20110129194852.jpg

 

Só achei q tinha mais estatuas, fiquei meio desapontada com a quantidade. Saímos de lá, passamos em frente ao museu do Sherlok Holmes, mas não entramos, pq queríamos ir ao museu de Historia Natural. Como disse, ainda bem q tínhamos visto os dinossauros no outro dia, pq tinha uma fila quilométrica, então passeamos o resto todo do museu. Já estava ficando bem tarde, então não deu tempo de irmos ao de Ciências, o q foi uma pena, pq todo mundo fala q é muito legal. Mas como queríamos pegar o por do sol na London Eye, não deu.

Tínhamos comprado o ingresso da London Eye + Madame Tussauds no hostel, então nem tinha fila. Se bem q pra comprar tbm tava bem sussa.

A London Eye é tudo de bom! É muito legal ver a cidade lá do alto e dá pra tirar fotos lindas! Super vale a pena! E pegamos bem o horário q a gente queria, do por do sol, então foi mais lindo ainda!

 

 

20110129200457.jpg

 

20110129200518.JPG

 

Depois desse visu lindo resolvemos voltar pra casa e terminar a noite num típico pub londrino, então fomos pra Carnaby St, e comemos e bebemos no pub. Foi bem em conta e a comida estava muito boa! Eu nem gosto de cerveja, mas não ia embora sem provar uma, então pedimos um “combinado” que era pra provar mesmo. Vinha 4 copinhos de diferentes tipos de Irish beer. As escuras eram bem amargas, diferentes das nossas q são mais doces.

 

20110129200625.jpg

 

17/10 4º DIA EM LONDRES

Ultimo dia em Londres, já estávamos sentindo saudades. Nesse dia resolvemos ir a Wimbledon, pegamos o metro e descobrimos que ele ia parar na metade do caminho, então teríamos q pegar um ônibus. Foi ótimo no final das contas, pq aproveitamos pra andar no clássico ônibus vermelhinho!

E o motorista foi muito legal tbm, pq a gente não sabia onde descer, então perguntei e ele falou q avisava qndo chegasse.

O lugar era lindo! Cada casa maravilhosa, uma paz, só uns gatos pingados fazendo cooper ou passeando com o cachorro. O povo até estranhava a gente ali, pq éramos as únicas turistas, hehee.

Tiramos fotos, fizemos compras e estávamos mega apertadas então resolvemos entrar num café pra usar o banheiro e aproveitar pra tomar um café/chocolate pq tava frio pacas.

O lugar era mágico: várias famílias com seus filhos, todos felizes, brincando, sorrindo, uma turma de equitação fazendo aula pelas ruas, tudo fofo! Alem do mais fomos super bem atendidas e o chocolate era MARAVILHOSO!

20110129201324.jpg

Melhor chocolate quente EVER!

 

20110129201523.JPG

 

Nossa próxima parada foi o Palácio, pois só tínhamos feito visita noturna. O dia estava LINDO! Passamos pelo parque e tinha vários esquilinhos, muito fofos! Tiramos algumas fotos (várias dos esquilos) e fomos visitar Nothing Hill.

 

20110129201352.jpg

Não é super fofo?

 

Visitamos a parte da feira de antiguidades e tal e achei bem sem graça. Alem do que, eles vendem um crepe q é HORRIVEL lá. A única coisa boa foi uma loja que vendia TUDO a 5 libras. Calças, blusas, casacos, sapatos, botas, bolsas... Comprei uma bota de camurça cano longo, a Fabi uma bolsa e a San uma bota cano curto. Queria comprar mais coisa, mas estávamos cansadas pra experimentar roupa, então foi só isso.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 18/10 SAÍDA PARA PARIS

Nosso trem saía bem cedo (8:45) então madrugamos e fomos direto pra estação. Fizemos o maior farofão no trem, pq nem tínhamos tomado café. Do nosso lado tinha um japa q não estava gostando nada do nosso farofão, mas ele era maior folgado tbm, ficava batendo as pernas na minha colega q estava na frente dele e em vez de passar pra cadeira do corredor pra poder ficar conversando com o resto do pessoal dele, quis ir na janelinha e ficava falando por cima da gente, então, azar o dele q caiu com a gente!

Descemos do trem, pegamos o metro e a primeira coisa q vimos foi um metro sujo, fedorento e um mendigo dormindo no banco dentro da estação. Como a primeira impressão é a q fica...

Descemos na Lê Motte-Piquet e o nosso hotel ficava BEM ao lado. A recepcionista não era das mais simpáticas, q tbm já deu o clima do atendimento parisiense. Não que fomos maltratadas em algum lugar, mas o atendimento era sempre”minha-obrigação-é-te-atender-não-espere-mais-que-isso”.

 

20110129201945.jpg

Nosso quarto no Tourisme Hotel(primeiro hotel mesmo da viagem)

 

 

20110129202021.jpg

Aquele aspiradorzinho de pó na parede é o secador. Geralmente, nos hoteis, eles tem esse secador q é BEM ruim, mas quebra um galho!

 

O problema foi que saímos de Londres, onde todos te atendem com sorrisos e cheios de educação e presteza direto pra terra dos infelizes. Aí a diferença ficou muito gritante. Pra melhorar, o mercado em frente ao hotel tinha uma caixa q era a infelicidade em pessoa. A mulher reclamava, bufava e com certeza tbm xingava, mas como era em francês, não dava pra entender. Ai de vc se não tivesse o dinheiro trocado!

Bom, mas beleza, largamos nossas coisas no quarto e fomos andando pra Torre, que ficava cerca de 1km do hotel.

A rua que te leva à Torre é praticamente uma 25 de março. O povo grita, pula na sua frente, te puxa pelo braço, tudo pra vender suas mercadorias. 6 chaveirinhos da torre saem por 1 euro.  E se vc pechinchar leva até 7.

Como o povo adora uma fila, logo na primeira base da torre que tinha elevador funcionando a fila estava enorme. Como eu sempre fujo de filas, fui ver se na outra base estava menor e obviamente estava. O povo vê uma fila já entra, pq se tem fila é o lugar certo, né?? Ainda mais brasileiro e isso era o q mais tinha por lá.

A outra fila estava beeem menor, então subimos rapidinho. Compramos o ingresso que dava direito ao 3º patamar, mas no fim, me arrependi. 1º, pq a vista não é muito diferente da do 2º patamar e depois, pq a fila pra subir é IMENSA. Sério, não tem fim, não anda e como é toda bagunçada um monte de gente fura.

A vista realmente é linda. Ainda mais pra quem mora em São Paulo e é aquele monte de prédio, a cidade cinza e fedorenta, a Europa é mais linda ainda... é tão bom andar e conseguir ver a cidade. Tem poucos prédios altos, e as vezes só em algumas regiões, pq como as cidades são históricas, nem pode sair derrubando tudo pra fazer prédio. É tão lindo!

 

20110129202205.jpg

 

 

20110129202431.jpg

Vista do 2º patamar

 

20110129202448.jpg

Vista do 3º patamar. (Não tem muita diferença, né??)

 

Lá na torre, comemos um waflle de nutela que gente, vale a pena! MUITO gostoso e enorme, mas como somos zoião e estávamos com fome, cada uma comeu um. Mas vc pode dividir tranquilamente com alguém, até pq custa 5 euros.

Saímos de lá e fomos colocar mais roupa, pq gente, tava um frio do [email protected]¨&*!¨@ lá em Paris. Congelava a mão na hora de tirar foto, tanto q compramos luvas outro dia, pq não dava!

Comemos no Mac, que era em frente ao hotel (sim, a gente só comeu direito em Barcelona mesmo o resto foi porcaria), ainda mais em Paris q tudo era os olhos da cara) e fomos pra Trocadero, tirar fotos noturnas da Torre.

20110129203210.jpg

Foto "mi turista"

 

Realmente de lá vc tem uma ótima visão para tirar fotos, mas achamos o lugar meio tosco, mal cuidado. Tinha umas barracas de lona brancas e não era iluminado. De dia deve ser melhor. Mas tem um carrossel bem fofo, q a noite fica iluminado, todo lindo! Só q minhas fotos de carrossel+ torre ficaram estranhas, pq a torre fica parecendo torta, igual de Pisa.

 

DIA 19/10 2º DIA EM PARIS

 

Começamos o dia, que estava chuvoso, na Place dês Vogues, que lemos em algum guia q é considerada uma das mais lindas praças do mundo. Não concordamos. Tudo bem q o dia estar chuvoso não ajudou, mas pela primeira vez na Europa vimos praças gradeadas e achamos esquisito. E tbm pq ela não é nada demais.

Passamos pela casa de Victor Hugo e seguimos caminho para Notre Dame. Bom, pra quem não acredita no poder das nossas capas de chuva, mais uma prova: estava garoando e só eu de capa. Aí começou uma puta chuva qndo chegamos na igreja e aí as 3 tiveram q colocar as capas. Aproveitamos que estava chovendo pra entrar na igreja e quando saímos, voilá! Vejam as fotos do antes e depois das capas:

 

20110129203525.jpg

No caminho de Notre Dame

 

 

20110129203553.jpg

Temporal qndo chegamos lá (as 3 colocaram as capas)

 

 

20110129203640.jpg

Tempo qndo saímos da igreja!

 

Bom, se alguém ainda duvida, depois tem a história de Pisa. O bom é que já íamos preparadas para o pior todos os dias, pq a noite, qndo víamos o noticiário a previsão era sempre a mesma: chuvas torrenciais dia e noite. Isso pra todas as cidades, durante a viagem inteira. Acho q só em Roma q a previsão era boa.

Admito que não gostei de Paris em si, não achei nem de longe a cidade mais linda ou romântica do mundo, por causa da expectativa que eu tinha e não foi correspondida. Mas dou o braço a torcer por alguns lugares que são MARAVILHOSOS. Esse é um deles. A foto parece uma pintura, realmente a praça é muito linda! Mais fofo ainda são os passarinhos que vem comer na nossa mão! É uma graça.

20110129203921.jpg

 

 

Saímos de lá e fomos ao Jardim de Luxemburgo. Fico só imaginando como ele fica na primavera, pq mesmo no outono, as flores eram um deslumbre! Apesar do tempo ter fechado novamente (pq as minhas companheiras de viagem não tinham paciência de ficar com as capas superpoderosas :lol: ) mesmo assim o lugar era lindo demais.

 

20110129204027.jpg

 

Depois fomos a mais um ponto do roteiro Código da Vinci: a igreja de Saint Sulpice, q tem a linha da rosa, onde o albino mata a freirinha.

20110129204321.jpg

Roteiro Código da Vinci mode on

 

De lá fomos ao Centre Pompidou, que nem entramos, pq só do lado de fora já desanimava, muito modernoso pro nosso gosto. E tem muito mendigo lá na praça, eles até montaram umas casinhas lá.

Mas aproveitamos pra comer um crepe de verdade (não o horror q tinha em Nothing Hill), delicioso.

Nossa próxima parada foi Sacre Coeur. Lá tem o Funiculare que no nosso caso valeu a pena, pq estávamos o pó de andar o dia todo, mas nem é tão alto qnto pensamos. Pra descer fomos a pé mesmo, pq tem q pagar passagem pra subir e pra descer.

A igreja é muito linda, chegamos à noite e ela estava toda iluminada. Tem uma bela vista da cidade tbm.

 

20110129204432.jpg

 

Depois fomos ao Moulin Rouge, só pra tirar fotos mesmo (já estávamos acabadas) e jantamos em uma lanchonete ao lado.

 

20110129204911.JPG

 

Depois fomos pra casa dormir, pq no dia seguinte iríamos ao Pálácio de Versailles.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 20/10/10 3º dia em Paris

 

No dia seguinte, estava um frio de rachar. O céu estava lindo, mas dava vontade de ficar enrolada nas cobertas sem deixar nem o nariz de fora. Acordamos e fomos pegar o trem pra Versailles. Chegando lá na estação é só seguir o fluxo q vc chega no palácio.

Como já disse, Paris não foi minha cidade favorita, mas o Palácio faz a visita valer a pena. É muito, muito lindo!!! O jardim é de deixar de boca aberta. Isso no outono, q dirá na primavera...

20110205152459.JPG

 

20110205152703.JPG

 

Ta certo que assim como todo o resto, os parisienses estavam tentando estragar. Dentro do palácio tinha um monte de escultura japonesa, de manga, todas coloridas que não tinham NADA a ver com o lugar. Quem vai pra Versailles não vai ver mangá, certo? Tiraram até o trono do rei pra botar um merda de escultura colorida e modernosa. Tosco total. Mas, ainda com isso, era muito lindo. É muito interessante ver como eram os quartos, sala de jantar, a vida dos reis e rainhas naquele tempo. Tem muita história e muito glamour! Huahauahu

20110205152856.JPG

Quarto da Rainha

 

 

Depois de passear pelo palácio, pegamos um trenzinho, que custou cara pra caramba e não valeu a pena. Achei q íamos poder entrar nos outros lugares (Grand Trianon e Petit Trianon aposentos de Maria Antonieta) , mas pra entrar em cada um tinha q pagar e faça-me o favor, pra entrar já era 16,50.

Mas, já que pagamos o trenzinho, passeamos por todo o lugar, tiramos muitas fotos, depois ficamos sentadas na beira do canal que o Rei mandou construir, admirando a paisagem.

Ficamos lá bastante tempo e nossa próxima parada era a Champs Elysees e quando chegamos lá já estava anoitecendo.

Sinceramente, nada demais na avenida. Achei que ia me deslumbrar com a elegância e o glamour (ainda mais pq estava frio, achei q o povo ia estar andando de casaco de pele pela rua), mas nada disso. Era uma avenida e só. TInha um monte de camelô vendendo bolsa falsificada, povo básico, nada de interessante. Tudo caro mesmo, um café era uns 6 euros.

Paramos na Sephora, claro, uma das mais famosas é a da Champs, porém, era uma bagunça. Tinha um monte de display da mesma marca em vários lugares diferentes, uma zona.

Enfim, andamos e andamos pela avenida, compramos luvas na Monoprix, pq nossa mão tinha praticamente congelado durante o dia e fomos dormir.

20110205160142.JPG

 

Dia 21/10/10 4º da em Paris

 

O dia ia começar pelo Louvre. Estávamos ansiosas, pq era uma parte importante do nosso roteiro Código da Vinci!  ::hahaha::

O Louvre é realmente enorme e como sou meio desorientada, às vezes dava uma perdida. Tem muita coisa pra ver, quem gosta de arte então, passa dias lá. Fomos aos mais importantes, o que a gente estava interessada e conseguimos ver tudo.

 

20110205153145.JPG

 

20110205154145.JPG

 

A Monalisa é bem sem graça, na minha opinião! Claro q tem toda historia, técnica, blá, blá e tals, mas sério, q coisinha mais sem graça...

Comemos por lá mesmo e depois fomos ao Jardin des Tuileries, onde o povo fica sentado em volta da fonte sem fazer nada. Muito gostoso mesmo. Vc fica lá, sentado, sossegado, admirando a paisagem... Tiramos umas fotos depois fomos a Praça da Concordia pra tirar fotos.

20110205153352.JPG

 

O sol já estava se pondo, voltamos pro lados da Torre, compramos uns chaveiros com os camelôs e quando estávamos chegando no hotel, mortas de fome, vimos um francês comendo um crepe que parecia MARAVILHOSO.

 

20110205163407.JPG

 

Paramos na barraquinha e pedimos tbm. Mas a nossa surpresa foi que, além do crepe ser DIVINO (o meu era de queijo, presunto, ovo e peperoni, muito demais) o tiozinho que vendia era muito doido!

O cara falava em várias línguas, inclusive entendia português e ficava brincando, fazendo graça... Ele falava com sotaque: “as meninas de saaaaaaumm bauuuuuuulo, querem crepe de gueiijo com bresuuuuuuuunto”.

O cara era comedia total!  Comemos crepes salgado e doce, mais um refri e saiu 6 euros. Ta certo q dividimos o doce, até pq o salgado enche pra caramba de tão grande.

Felizes, morrendo de rir, barriga cheia e contentes por ter encontrado alguém simpático na cidade, fomos dormir.

 

Dia 22/10/10 5ª Dia em Paris

 

A programação começou no Museu Rodin. Pagamos só 1 euro, pq só entramos no jardim, que é onde tem as mais famosas: o Pensador e A porta do Inferno. Tem tbm a dos 3 homens fazendo a dança do Single Ladies. (Três Sombras) Hauahuaaua

 

20110205154621.JPG

 

Depois, tomamos rumo pra Roland Garros, pra fazer mais umas comprinhas pros maridos e tirar umas fotos.

Depois, fomos pro parque em frente à Torre, pq a gente não tinha mais o que fazer além de terminar de arrumar as malas e ir pra estação. Ficamos lá matando o tempo, olhando a Torre e tirando fotos.

Nosso trem saía às 19:00 e compramos umas tranqueiras pra comer lá, o que vale a pena, pq 1 coca no trem custa 2,80. A viagem seria longa, 14 horas até Veneza.

O bom é que a maior parte passamos dormindo. Nossa cabine era de 6 pessoas e pegamos duas camas de cima e uma do meio. As outras foram ocupadas por uma família que devia ter comprado de ultima hora aí ficou 3 na nossa cabine, um em outra e outro em outra. Aí eles ficaram causando pra ver se alguma cabine tinha alguém que pudesse trocar, no fim, as três crianças dormiram com a gente, mais a mãe. Mas beleza, pq elas não faziam barulho nenhum, eram super quietos.

O bom de pegar cama de cima é que você pode deitar a hora que você quiser, pois ela já é montada.

Se forem em 3 pessoas e não tiverem problemas com o espaço, melhor pegarem as camas do mesmo lado, pq aí pode ser virado a hora que vcs escolherem. Fotos pra terem uma idéia de como funciona a cabine:

 

20110205155756.JPG

 

20110205155851.JPG

 

A vigem foi super tranqüila. Eles pegam o passaporte e depois devolvem. Mestre não era a ultima parada e ainda bem que o cara veio avisar a gente que era a próxima, pq eu pelo menos, estava boiando. Pelo horário sabia que estava chegando, mas como não tem aviso nem nada, tem q ficar esperto.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 23/10/10 Veneza

Chegamos em Mestre às 09:21. Logo que descemos do trem percebemos a diferença: estávamos na Itália. Sério, os homens lá parecem que nunca viram mulher. Olham, mexem, secam. Não importa como vc é, se é mulher, ta valendo.

Bom, andamos até o hotel, que achei q era mais perto da estação, mas era um pouco mais de 1km. O bom é que era uma linha reta. Era bem legal, a Internet era bem cara, mas tinha café da manha incluso, bem gostosinho. A gente passava a mão em um monte de nutela pra ir comendo durante o dia. Aliás, em lugar que tinha café da manha a gente passava a mão em tudo pra ir passando o dia! ::lol4::

20110205164942.JPG

Hotel Centrale

20110205165011.JPG

Quarto bem grande

20110205165033.JPG

 

Ficamos em Mestre pq é mais barato que Veneza e bem perto e em frente ao hotel tem um ponto de ônibus que deixa vc em Veneza em 15 min.

Chegando lá tínhamos decidido ir de Vaporetto até a Piazza San Marco e depois ir voltando tudo a pé pra conhecer a cidade. Como só tínhamos 1 dia, achamos que seria o melhor. E realmente foi. Acho besteira comprar o passe do dia inteiro do Vaporetto, pq a cidade é minúscula e ele é bem mais caro. (O nosso foi 6,50)

Na ida, já estávamos encantadas. De dentro do barco víamos os gondoleiros, os barcos, as casas e ficávamos babando.

20110205165138.JPG

 

 

A cidade realmente é encantadora e única. E MUITO romântica. As 3 ficaram loucas pra voltar com os seus respectivos pra dar uma voltinha de gôndola. Não andamos pq além de ser bem caro, é um passeio romântico, certo??

Chegamos em na praça tal, mas pra variar estava cheio de tapume, tudo em reforma. A Ponte dos Suspiros então, estava horrível, toda coberta com um outdoor azul, mas fazer o que... Já tínhamos percebido a essa altura que iríamos encontrar tudo em reforma mesmo.

20110205165311.JPG

 

 

20110205165216.JPG

Ponte dos suspiros, ou o q sobrou dela...

 

 

Fomos andando pela cidade, até a ponte Rialto. A cidade estava FERVENDO. Outubro é alta na Itália e deu pra perceber.

As lojas lá eram chiquérrimas, as pessoas tbm. A cidade é toda encantadora, romântica, linda e cheia de becos apavorantes! ::lol4::

Dava pra fazer um bom filme de terror naqueles becos escuros, minúsculos alagados e com barquinhos batendo na madeira, fazendo barulhos aterrorizantes! ::ahhhh::

20110205165453.JPG

 

Olha, todo mundo fala que é bem fácil se perder em Veneza, mas no fim das contas, não achei muito difícil andar por lá não. Primeiro, pq os ontos principais estão sempre cheios de gente, então é só seguir o fluxo e quando vc não seguir o fluxo de gente, é só seguir o canal.

20110205165402.JPG

 

20110205165429.JPG

 

Andamos, andamos, tomamos nosso primeiro sorvete na Itália (delicioso por sinal) fizemos umas comprinhas até chegarmos perto da estação de ônibus pra voltar pra Mestre. Compramos vinho, refri e lanche e fizemos um piquenique na beira do canal.

Já estava tarde, então voltamos pro hotel cheias de saudades de Veneza, afinal, no outro dia já partiríamos pra Florença. Que cidade encantadora, vale muito a pena ficar 2 dias.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 24/10/10 1º dia em Florença

 

Olhamos na Internet os horários de saída dos trens pra Florença, escolhemos o das 11:39, pq apesar de ser de hora em hora, 12:39 não tinha, só 13:39. Escolhido o horário, saímos um pouco antes do hotel e compramos nossas passagens lá mesmo, nas maquinas. Bem tranqüilo.

O Hostel Archi Rossi fica praticamente em frente à estação e eles são, super atenciosos. Qndo chegamos ainda era cedo pra fazer check-in e o atendente simpático viu que era aniversário de uma das minhas colegas. Qndo entramos no quarto tinha uma champagne e 3 copos! Fofo, né?

O quarto era bem grande, tinha computador no quarto. Não tinha toalhas e o banheiro era meio esquisito, pq qndo vc tomava banho, o chão ia enchendo e quase transbordava do box, parecia que o ralo tava entupido. Também não esquentava direito. Mas depois descobrimos q virando o chuveiro pra parede não alagava tanto, então demos um jeito.

20110205170058.JPG

Quarto enorme com computador!

 

20110205170120.JPG

 

Tem todas as facilidades de albergue e inclusive café da manha incluso. O sistema é diferente, vc escolhe o que quer do cardápio e eles chamam o numero do seu quarto qndo fica pronto. Não é lá aquelas coisas o café, mas dá pra quebrar o galho.

Tem outras refeições q vc pode comprar lá e são em conta, mas os horários não batiam com a gente, então não sei dizer se são boas.

Saímos pra bater perna logo que chegamos, deixamos nossas malas lá e fomos conhecer a cidade, que por sinal, tbm é minúscula. E as pessoas tbm. Já comentei que era muito engraçado, pq parecia uma terra de nanicos. Todo mundo era pequeno, minha amiga com 1,78 estava se achando a Golias.

Rapidinho chegamos no centro e já visitamos a Piazza del Duomo, pegamos um pedaço de pizza e fomos andando até a ponte Vecchio.

20110205170242.JPG

Florença FERVENDO de gente!

 

Passamos pelas correntes cheias de cadeados, aliás, tem cadeado em tudo que é corrente da cidade! Hehe

Mas é bem fofo, tem uns exagerados, enormes, outros em formato de coração, bem legal.

 

20110205170308.JPG

 

20110205170338.JPG

 

Voltamos para o albergue, pegamos o champagne e fomos comemorar o niver estourando champagne na Ponte Vecchio e depois comendo num restaurante, que foi muito tosco por sinal. Estava chovendo, então não escolhemos muito bem, entramos em um que parecia bonitinho, mas o macarrão era sem gosto e a atendente uma antipática.No dia seguinte iríamos para Pisa, então antes de dormir verificamos os horários dos trens.

 

 

Dia 25/10/10 – Pisa

 

Tomamos café e saímos para Pisa. A previsão era terrível: chuva, chuva chuva e logo no caminho, estava uma tempestade. A gente foi preparada pra passar o dia na chuva, mas levamos nossas capas!

Chegando lá, ainda estava garoando e a Torre fica meio longinho da estação. Fomos seguindo o fluxo e compramos nossos ingressos pra subir. Tinha dado uma parada na chuva e as duas engraçadinhas tiraram as capas. Aí começou a chover de novo e elas resolveram parar de graça e ficar com a capa de vez:

20110205170807.JPG

Tempo quando chegamos

 

20110205170856.JPG

Quando subimos na torre, já de capas

 

20110205171250.JPG

Depois que descemos da torre...

 

Como podem ver, novamente as capas superpoderosas fizeram seu trabalho! Apesar da previsão, conseguimos tirar fotos lindas! Hehehe

Olha, dá uma cansada subir na torre, mas ela não é tão torta qnto eu imaginei na hora de subir, vc logo se acostuma. Mas lá em cima é bem esquisito! Dá um frio na barriga...

Almoçamos por lá, passamos numa loja de cosméticos italiana, a Kiko, compramos coisinhas e tbm souvenirs nas barraquinhas em frente a torre e voltamos pra Florença.

O Archi Rossi é aquele hotel que vc pode escrever na parede, acho que a Letícia Quaresma tbm ficou nele, então aproveitamos pra deixar nossa marca tbm!

 

20110205171052.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...