Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

As minhas férias estavam quase chegando, estava há 1 ano e meio sem férias e dentro desses 30 dias queria, precisava, sair de SP. Ainda não tinha decidido com 100% de certeza meu destino; tinha conhecido Ouro Preto rapidamente em Abril de 2009, fiquei menos de 20 horas na cidade, não deu tempo de conhecer quase nada e essas férias eram uma oportunidade de voltar e conhecer melhor a cidade que tanto tinha me encantado.

 

Fiz o básico de quem está prestes a sair de férias, fui na CVC ver preços de pacotes, pesquisei entre amigos quem estaria de férias no mesmo período... mas todas as tentativas anteriores sem sucesso. O $ dos pacotes da CVC e o fato de nenhum amigo estar de férias, me fez considerar ainda mais a possibilidade de viajar sozinha e fazer as coisas do meu jeito.

Então, decidi ir pra Ouro Preto, mesmo sozinha... uiii que frio na barriga rsrs. Comecei então a dar vida ao plano de viagem. Como entre os amigos não tinha achado companhia, tentei achar companhia de ainda não amigos r. Tentei por aqui, me inscrevi no Couch Surfing buscando companhia pra conhecer a cidade.. e aguardei...

 

Enquanto as respostas de companhia de viagem não vinham, fui planejando os outros detalhes. 1º comecei a ler dicas, relatos e tudo mais sobre pessoas que viajam sozinhas, em especial mulheres. Li tudo, dicas sobre segurança, como arrumar e como não arrumar a mochila, praticamente tudo. Isso me ajudou a me sentir mais segura e ir mesmo.

Depois, era ver como ia. De SP a Ouro Preto tem alguma opções de como ir:

- De vôo até BH e depois ônibus até Ouro Preto;

- Direto de ônibus a Ouro Preto.

Os valores atuais do vôo e o fato de ter perdido uma promoção de um vôo da Web Jet a R$ 70,00 pra BH me fizeram decidir ir de ônibus mesmo. Seriam 11 horas de viagem (quanto tempo hein..rsrs). Faltava decidir também se ia de dia ou de noite. Como estava com tempo e queria curtir a paisagem no caminho, decidi ir de dia. Faltava decidir também o dia a ir, como estava com tempo rs decidi ir numa quinta-feira, chegaria lá quinta a noite e o plano era aproveitar a cidade sexta, sábado e domingo.

Depois de fechado como ir, vinha a opção de onde ficar. Albergue da Juventude (Hostels) foi a primeira opção pensada e opção acertadíssima. Fiz a carteirinha aqui em SP mesmo, no Hostel Praça da Arvore, fiz a internacional já pensando em vôos mais altos rsrs. Liguei pro Hostel de Ouro Preto, perguntando se estava muito cheio e se seria preciso fazer reserva. A moça de lá me falou que não era necessário, como eu ia ficar em quarto coletivo (se vc vai sozinha e quer se enturmar, a melhor opção e a mais legal é esta) não era dificil achar uma cama vaga.

 

Ok, decidido como ir, quando ir, onde ficar... mas.. ia sozinha mesmo? Via mochileiros nada de companhia.. Via Couch Surf, uma possível companhia pra conhecer a cidade apareceu, mas posteriormente eu não receberia nenhum outro retorno até o dia da viagem... e nem até este momento rsrs.

Finalmente estava chegando o dia da viagem.. eeee... novo frio na barriga rsrs.

 

Já tinha comprado uma mochila que achava que ia caber tudo, mas não coube rsrs levei ainda uma mala e bolsa de mão.

Bom, malas arrumadas, no dia anterior perdi o sono arrumando a mala de ansiedade. Acreditem: tinha que pegar o ônibus às 08h00 no Tietê, fui dormir ás 04h00 da manhã, acordei às 06h00 e cheguei na plataforma do ônibus às 07h58... nossa rsrs.

Consegui embarcar, era só esperar as 11 horas de viagem e tudo ok rs.

 

Já eram 18h00 e ver a primeira placa na estrada indicando “Ouro Preto” me animou e espantou o tédio de já ter passado por n cidades.

 

19h00, o ônibus chegou na rodoviária eeee, minha “aventura” estava começando. Fui direto pro Hostel. Lugar simpático, a moça que me recebeu estava no primeiro dia de trabalho ali, estava mais perdida do que eu rsrs e quase me colocou no quarto masculino rs.

Check in feito fui pro quarto, haviam 2 beliches, uma desarrumada, indicando estar ocupada e uma moca aparentemente dormindo na outra cama. Não teve jeito, tive que pedir licença e acender a luz. A moça pareceu não se importar e já foi perguntando de onde eu estava vindo e puxando papo. Alivio, o tão falado clima de amizade em Albergues realmente existe rsrs.

Já fui desfazendo as malas enquanto continuava o papo com a moça que estava no meu quarto, logo chegou a outra hospede da cama desarrumada: era uma garota Francesa que tinha chegado no Brasil num barco a vela, ela ficou velejando de carona num barco por 2 meses de Cabo Verde até aqui.

Malas já desfeitas, mais tarde já estava indo pro centro da cidade procurar algum lugar pra comer com a minha companheira de quarto.

Depois de dividir uma lasanha de quatro queijos na cidade, voltamos para o Hostel, onde já conheci mais pessoas, um cara de SP e um argentino. Fomos todos para confortável e descontraída sala do Hostel, onde começamos um papo que duraria quase horas, sobre TV Brasileira. O sono me fez ir pra cama mais cedo, no outro dia meu plano inicial de andar por Ouro Preto foi alterado por questões de logística de companhia rsrs.

O pessoal que conheci no Hostel estava indo pra Mariana, e eu lógico me joguei pra lá junto com eles. Lá encontramos outro rapaz de Porto Alegre que também estava no Hostel. Todos juntos, conhecemos os principais pontos da cidade que rederam fotos bacanas. Almoçamos num restaurante que foi recomendado por outra galera que estava no Hostel. Dica ótima, comida mineira.. ahh adoroo rs.

Voltamos pra Ouro Preto de Trem Maria fumaça, passeio ótimo, no caminho passamos por umas 2 cachoeiras, juro que dava vontade de pedir pro maquinista parar por uns 10 minutos pra um rápido mergulho. Mas... opção não disponível rsrs.

 

De volta a Ouro Preto, voltamos a pé pro Hostel, e tirando mais fotos pela cidade. Depois de uma caminhada, uma sonequinha me caiu muito bem. O plano era dormir por uns 40 minutos e lá se foram 4 horas de sono, perdi a oportunidade de ver e fotografar o por do sol. O Hostel tinha uma vista linda da cidade. A noite, minhas companheiras de quarto já tinham ido embora, não vi mais o pessoal que tinha ido passear e ai sim, a opção foi dar uma volta sozinha pela cidade mesmo. Passeio tranqüilo, por ser à noite e eu estar sozinha, nada de fotos, só passear mesmo. Voltei pro Hostel, fiz uma “jantinha” rsrs, jantei, vi TV, curti um pouco a noite estrelada e cama de novo rs.

 

No outro dia tinha decidido mesmo partir pra Três Corações (Tenho parentes lá, e já que eu estava em Minas...). De manhã ultima volta em Ouro Preto, e ai sim, mais fotos e a tarde.. Good bye Ouro Preto. Fui pra BH e de lá pra Três Corações.

A mochila não foi tão longa quanto o planejado, mas valeu muito. Ouro Preto continua linda e conhecer Marina foi uma grata surpresa.

Viajar sozinha vale muito a pena, vc pode “ir” sozinha, mas não “permanece” sozinha. Comunicação é a palavra chave, se comunique, sorria e sua viagem terá tudo para ser muito bacana.

 

Ainda não consegui postar as fotos aqui, mas estão no meu perfil no Facebook, segue link abaixo:

http://www.facebook.com/album.php?aid=34062&l=ece61bac17&id=100000945168382

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 22
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • 4 semanas depois...
  • 1 mês depois...
  • Membros

Ola Lucy

Gostei do teu relato e ele é um grande incentivo aos mochileiros para se jogarem na estrada sózinhos e fazerem suas amizades no percurso, ao invés de esperar juntar uma galera de amigos para viajar juntos. Eu, há muito tempo deixei essa atitude de lado: Planejo minhas viagens, dou um toque pros chegados e me jogo na estrada. Quem quiser vir junto é bem vindo, agora se ninguem quiser vir, parto do mesmo modo e solito. De qualquer forma acabo fazendo grandes amigos pelo caminho, o negócio é viajar, correr o trecho com os olhos bem abertos e a alma livre...Abração ::hahaha::8)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros

Oi, Lucy! Estou pensanso em ir a Ouro Preto e Mariana mês que vem, mas não tenho ideia de quanto tempo ficar. Pensei em chegar numa quinta e voltar no domingo, então teria quinta à noite e sexta o dia todo em Ouro Preto, sábado em Mariana, e domingo voltava pra casa logo de manhã. É tempo suficinete ou melhor ficar mais dias? O que você acha? Obrigada! Beijos!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Oi Beta, descule a demora na resposta, fiquei um tempo sem acessar o site e só vi seu post hoje, sorry mesmo.

Então, uns 3 dias dá pra cohecer Ouro Preto e Mariana sim. Vc verá que Mariana é praticamente igual a Ouro Preto, com a diferença de que tem menos ladeiras (o que é ótimo rs). Espero que a msn tenha chegado a tempo da sua viagem. Bjos!!!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Ola Lucy

Gostei do teu relato e ele é um grande incentivo aos mochileiros para se jogarem na estrada sózinhos e fazerem suas amizades no percurso, ao invés de esperar juntar uma galera de amigos para viajar juntos. Eu, há muito tempo deixei essa atitude de lado: Planejo minhas viagens, dou um toque pros chegados e me jogo na estrada. Quem quiser vir junto é bem vindo, agora se ninguem quiser vir, parto do mesmo modo e solito. De qualquer forma acabo fazendo grandes amigos pelo caminho, o negócio é viajar, correr o trecho com os olhos bem abertos e a alma livre...Abração ::hahaha::8)

 

 

Valeu pelo incentivo, vale a pena se jogar na estrada mesmo! Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...