Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Mostrar comentários anteriores  1 mais
  • maria.alves

    maria.alves

    Dia 04 – VARADERO

    Tomamos café da manhã no Pelota, que fica na praça central: dois cafés com leite e 2 pães com tortilla por 10CUP, e seguimos para o ponto de ônibus na ponte para tomar laguagua a Varadero.

    O primeiro que passou foi um caminhão que levava até o centro de Vadareiro (Calle 56) por 15 CUP, não pensamos duas vezes e lá vamos nós! E em 30 minutos estávamos lá.

    OBS: Varadero é uma península extensa (21km), se você não quer ir ao centro, existe uma a opção de tomar um transporte até Santa Marta e então você só tem que travessar a ponte e ir até a praia na altura da Calle 12. Dessa maneira você só gasta 10 CUP e caso mude de idéia e queira ir até o centro pode tomar um coletivo por 5 CUP.

    A praia é realmente linda, seguimos a dica de um “paladar” para almoçar, mas acabamos gastando 4 CUC em 1 pizza média e 2 porções pequenas, uma de batata frita e outra de banana frita (Charritas).

    DICA: perto do local de saída de caminhões existe uma pizza a 1 CUC.

    IMG_2011.thumb.jpeg.a6095d3c1bf5c4a635d3f9c980b4f389.jpeg

    Na volta, tivemos que ter um pouco de paciência, porque já não haviam mais caminhões ou ônibus diretos a Matanzas desde o centro, então acabamos tomando um caminhão por 10CUP a santa Marta e em Santa Marta laguagua a Matanzas por mais 10 CUP por pessoa.

    *A ida no ônibus VIA AZUL até Varadero sairia 6CUC por pessoa.

    Chegando em Matanzas, como estava ficando tarde e queríamos comer comida, buscamos algum lugar para jantar e na Calle del Medio, encontramos um restaurante do governo (que fica com a porta fechada e cortinas fechadas para não ver nada dentro) e jantamos os 2 spaghettis com queijo e uma Pizza por 30 CUP. 🤩

    ___________________________________________________________________________

    Dia 05 – Matanzas

    Nós íamos embora, mas fizemos algumas amizades que nos insistiram para aproveitar o sábado em Matanzas, porque Matanzas é a cidade mãe da Rumba e de noite teria apresentação do grupo Afro Cuba Matanzas. Além disso, recebemos um convite para almoçar um peixe e não podíamos recusar.

    De noite voltamos ao restaurante estadual e comemos 2 pizzas chorizo e 1 spaghetti com presunto e queijo por  35CUP. E tomamos um sorvete chamado “salada” que vem com cinco bolas por 10CUP, na heladeria e dulceria da praça.

    IMG_2133.thumb.JPEG.4558554bcd6df1b40fb70a5ef13979c7.JPEG

    ____________________________________________________________________________

    DIA 06 - MATANZAS / VARADERO

    Como nos falaram que os transportes alternativos interprovinciais não funcionam muito aos domingos, resolvemos tentar acampar uma noite em Varadero. Dessa vez tomamos um ônibus até Santa Marta e ficamos na altura calle 12. Almoçamos 2 pizzas por 2 CUC. ⛺

    Nó final do dia, perguntamos aonde podíamos comer comida Criolla como cubanos e só encontramos restaurantes caros, até que por fim encontramos um tipo de “Paladar” entre as ruas 40 e 41 na avenida principal e após chorarmos um pouco conseguimos pegar 1 prato que valia 3 CUC com carne de porco e um prato extra de arroz congrí.

    Depois esperamos anoitecer e a praia esvaziar para montar a barraca e descansar. Existem lugares mais fechados, mas optamos por um lugar que ficou um pouco a mostra, ERRO NOSSO, porque as 3hs da manhã um guarda nos acordou e disse que não se podia acampar ali. Desmontamos a barraca, mas como íamos esperar para seguir até santa clara, ficamos por lá... Depois de muitas picadas de mosquitos, montamos só o mosqueteiro mais escondido e ficamos lá até o
     sol sair.

     

    •  
  • maria.alves

    maria.alves

    Dia 07 – VARADERO / SANTA CLARA

    Quando amanheceu começou um dos piores dias para locomoção e vocês vão descobrir porque.

    Olhamos no mapa que a cidade grande mais perto de Santa Clara era Colón, então se não tivesse ônibus direto, poderíamos ir para essa outra cidade. Em Varadero perguntamos aonde saíam os caminhões, mas ninguém sabia dizer. Então, seguimos caminhando até Santa Marta. Ao chegarmos lá, perguntamos a várias pessoas, algumas disseram que teríamos que ir a Cardenas e pegar uma máquina (táxi compartilhado, mas Colón estava longe pensamos que saíria caro) e outras pessoas que deveríamos voltar a Matanzas e que de lá sim teria caminhões direto a Cólon.

    Na dúvida... resolvemos voltar a Matanzas, pegamos um caminhão até lá e perguntamos: "Aonde podemos descer para pegar um caminhão a Colón?” e o cara respondeu: “No terminal”. E para lá seguimos.

    Descemos no terminal e aproveitamos para tomar o café da manha na rua da frente por 29 CUP (4 sucos de laranja,  4 pães com queijo e ainda compramos um doce de amendoim caseiro para viagem – muito bom que lembra aquela bala “dadinho”). Ao perguntarmos no terminal, tinha uma máquina até Colon por 2 CUC cada um. Bom, estávamos cansados e topamos. Essa viagem demorou umas 2 horas, o carro antigo e cabia 9 pessoas. Chegando a Colón, vimos um caminhão e perguntamos para onde iria, uma pessoa disse um lugar mas que não era Santa Clara. Olhei no mapa e vi que passaria sim por santa clara, então Filipe perguntou a outra pessoa que nos disse para subir. Por sorte ele entrou por trás, mas eu fiquei no empura empura da porta, e aquele caminhão lotado, pensei que não ía conseguir entrar, mas entrei e minha mochila também, fazendo um moche sobre as pessoas.

    Caminhão saiu e cerca de 20 minutos depois parou e todos desceram, pensamos “e agora, ferrou”, estávamos em um lugar chamado Los Arabos. mas o mesmo moço que nos disse para subir, disse para pegarmos o  caminhão da frente. Pegamos e de novo uns 40 minutos depois ele nos deixou em uma cidadezinha chamada Cascajal. Lá nos disseram que passaria laguagua até santa clara, mas passou um ônibus escolar velho e nos falaram para subir. Esse ônibus nos deixou no meio nada, perto da garagem dele, e então outras pessoas que também iriam a Santa Clara nos ajudaram. Ficamos um tempo lá parados na beira da estrada, até que passou outro ônibus escolar e todos subimos. Esse ônibus iria a Santa Clara, mas como levava os estudantes, nos deixou na próxima, chamada Santo Domingo.

    Pensamos em ficar uma noite por lá, negociamos hospedagem e nada, 15CUC a diária... resolvemos negociar um banho, almoçar e seguir a Santa clara, desta cidade haviam laguaguas e caminhões. Perdemos uma, que só tinha 3 lugares, e um casal folgado passou na nossa frente, mas tudo bem, porque uns 30 minutos depois, passou outra com mais lugares, e finalmente depois de subir e descer de tantos transportes chegamos a Santa  Clara com 81CUP e 4CUC os dois, ou seja, R$27,26 AMBOS. Sim, esse dia foi o mais cansativo porque foram muitos transportes, mas na VIA AZUL TERÍAMOS GASTO 11CUC CADA UM, OU SEJA, AO INVÉS DE GASTAR R$ 42,50 CADA UM, GASTAMOS MENOS DE R$14,00.🤑 Pontinho para o projeto Cuba com menos de 10 dólares ao dia! 🥳

    Na frente do terminal existem várias tendinhas de comidas, lá conseguimos jantar com 20CUP arroz congrí, hambúrguer e salada. Vínhamos a informação que o terminal era 24hs, então essa noite não pagamos alojamento e dormimos no terminal. Lembrem que eu disse que era um mochilão raíz rsrs 😅

    IMG_2167.thumb.JPEG.fe068f4caf98a21c98fd751e98a526ac.JPEG

    ____________________________________________________________________________

    DIA 08 – SANTA CLARA / CIENFUEGOS

    Quando amanheceu, saímos para conhecer o Mausoléu e Museu de Che Guevara. Lá aproveitamos um punto ETECSA e reservamos um AIRBNB para Cienfuegos por R$37,47.

    Dessa vez não teve erro, primeiro perguntamos no paradeiro de táxis compartilhados o preço e nos disseram 5CUC cada. Então, atravessamos a rua para o terminal de transportes (onde os caminhões também saíam). Quando perguntamos para o cara que estava anunciando, ele nos disse que custava 2CUC cada. Ficamos na fila e perguntamos para as pessoas da fila o valor, e adivinhem, era de 20CUP por pessoa. Então quando abriu o portão foi aquele empurra-empurra de sempre, separamos os 40 CUP e seguimos a Cienfuegos.

    *Não encontramos esse trecho pela VIA AZUL, mas acreditamos que talvez o ônibus para Trinidad passaria por lá, e ele saíria 8CUC por pessoa.*

    A viagem durou cerca de 2hs e finalmente chegamos no Terminal de Cienfuegos. Do terminal, caminhamos ao melhor anfitrião do Airbnb. A casa super recomendada do Jorge e da Marta. Depois, buscamos algum lugar para comer e tudo muito caro, até que no Paseo El Prado (Principal avenida da cidade) encontramos um prato de arroz congrí, filé de pescado e saladinha por 30 CUP cada. Pança cheia e coração contento, caminhamos um pouco pela cidade e depois fomos descansar.

    IMG_2201.thumb.jpeg.4d4f8db9fce6e468a2669e11c2dd733d.jpeg

     

    IMG_2183.thumb.JPEG.7268932a1e5c8b9e5556ed748a7cec63.JPEG

    ___________________________________________________________

    DIA 09 - CIENFUEGOS

    Caminhamos pela cidade que é a única cidade cubana com colonização francesa, possui muitos prédios que remontam a época, além de inúmeras cúpulas. É uma cidade bem organizada, diferente de outras que conhecemos.

    Caminhamos até Punta Gorda e depois aproveitamos para ver o Pôr do Sol no malecón. Normalmente as pessoas passam só o dia por  aqui, mas eu recomendo ficar um ou mais dias porque nos arredores existem muitas coisas para fazer. E como nós gostamos muito no nosso anfitrião, resolvemos ficar mais uma noite por aqui.

     

    IMG_2231.thumb.jpeg.5de4bc562da0aeaa55b6314ea0329802.jpeg

    •  
  • maria.alves

    maria.alves

    DIA 10 – CIENFUEGOS - TRINIDAD

    Para chegar a Trinidad não existem caminhões. As opções mais rápidas seriam ir de via azul por 6CUC cada ou de táxi compartilhado por 25CUC os dois. E das maneiras alternativas, existem 3 opções:

    1. Tomar um ônibus dentro do terminal sentido Arimao (2CUP), descer no último paradeiro da estrada e de lá correr botella. Mas é necessário chegar no mínimo 30 minutos antes do horário do ônibus e verificar os horários porque só existem 3 saídas e às vezes uma é cancelada;
    2. Tomar o ônibus Rutero- Parquevilluendas - Circulavacion (1CUP) até descer um semáforo antes do punto amarillo;
    3. Tomar o ônibus 207- 4 caminos - caonao (0,40 CUP) e descer no punto amarillo.

    Dito isso, tentamos a opção A, mas o ônibus das 8 não ía sair, então seguimos a opção B, pois o paradeiro era perto do Terminal de ônibus. Ao chegar no punto amarillo, avisamos que queríamos ir a Trinidad, mas ficamos 1h30 esperando e não passou nenhum carro direto. Então ele sugeriu que pegássemos um até a CUPET (posto de gasolina) de Cruzes e de lá seria mais fácil pedir carona. Conseguimos um carro até esse lugar e lá ficamos cerca de 1 hora, até que um carro nos levou até um cruzamento que era metade do caminho. Também ficamos um bom tempo esperando, até que uma ambulância nos levou até um pueblito chamado Camilo Cienfuegos e desde lá conseguimos um caminhão até Trinidad por 10CUP cada um.

    A minha dica é sair bem cedo de casa e confirmar a opção 1, se você conseguir já andaria um bom trecho. Caso não tenha ou você perca, eu faria da mesma maneira, porque mesmo tendo demorado um pouco, gastamos 22CUP e não 12 CUC para os dois.

    IMG_2241.thumb.jpeg.41c5d32a1a1bee204f58b3b8f1f05f51.jpeg

    Em Trinidad negociamos uma casa por 8CUC, mas no final das contas, pedimos para reservar pelo AIRBNB e eles toparam, o que saiu um pouco mais caro, R$54,66 por noite, mas na casa podíamos cozinhar. Lá você pode encontra-lo como "hostal charito - Trinidad center &  breakfast offer".

    __________________________________________________________________________

    DIA 11 – TRINIDAD

    De Trinidad, seguimos a Playa Ancón de bicicleta, são 13 km e o caminho é praticamente plano. Mas existem outra maneiras de chegar a essa praia, de ônibus turístico (5 CUC cada/ida e volta), táxi individual ou compartilhado ou ônibus de trabalhadores. Não sabemos realmente a diferença de valores, pois optamos em ir de bicicleta para fazer o passeio. Pouco diferente, mas no trajeto vimos sim vários ônibus de trabalhores indo para lá.

    Esse passeio nos custou 4CUC cada e podíamos ficar com a bicicleta até a hora que queríamos. Também gostamos dessa ideia, para poder visitar as praias La Boca (de cubanos) e Maria Aguilar. Mas, infelizmente pelo cansaço geral da viagem desistimos e ficamos apenas em Áncon, que é realmente linda.

    IMG_2279.thumb.jpeg.f52481bbb9e57b577234a8a09c98be69.jpeg

     

    DIA 12 – TRINIDAD

    Passeamos pelo centro antigo, encontramos um sorvete por casquinha por 5 CUC e um macarrão por 20 CUC na avenida do Terminal de ônibus nacionais e também descansamos \o/

    IMG_2284.thumb.jpeg.cdc08f510e37af0da9942fb2280a94e7.jpeg

    •  
      • Gostei! 1
  • Mostrar próximos comentários  3 mais


  • ×
    ×
    • Criar Novo...