Roteiros de Viagem no Brasil
#896910 por Deivide Luciano
13 Nov 2013, 17:55
Que tal...sair um pouco desse mundo rotineiro em que tudo esta institucionalizado ?
Andar pelas estradas conhecer pessoas e lugares inesqueciveis aprender coisas vender pulseiras colares...dificil de imaginar?
E quando você vê uma imagem como esta abaixo?
Não vale todos os desafios para chegar nela ?






Uma Carta e Três Fugas...não é anos 70 nem nada não fui para um show de Rock e nem sai em uma turnê com alguma banda mas ser Mochileiro é equivalente !Sair de casa assim deixando uma carta (bem escrita ) para tras e partir para a rodoviaria mais proxima,este sou eu cabelo curto e sem barba irreconhecidamente feio (normalmente tenho cabelo grande e com barba) esta é Anyara praticamente um gênio da improvisação e da estrada !E assim vamos para São Paulo !




São Paulo cidade da Confusão e do concreto...bom eu vi beleza em São paulo e tem muita sim,suas construções pesadas grandes empoeiradas de gente de todo tipo a toda hora,mas com certeza o metodo de distancia dos cidadãos são bem diferente enquanto descemos na Barra funda e queriamos Chegar até A Pres. Dutra a pé e com os moradores muitas vezes com medo de dar informação ou então aflitos por tentar falar qualquer coisa, rapidamente nos levou a nos perder por horas entre "É logo ali" (se referindo a Pres.Dutra) "Este onibus passa perto" (o que nos vez esperar o tal onibus que nunca existiu) enfim resolvemos voltar para a Barra funda ou mesmo ja fazer o que eu tinha chegado a imagina mas nem queria saber realmente...gastar dinheiro pegando o onibus para Lorena e foi isso que tivemos que fazer e incrivelmente encotramos apenas um rapaz que nos explicou rapidamente como andar de onibus nessa cidade confusa com pessoas frageis e desorientadas,assim chegamos no Terminal Tiete e la dormimos na parte dos onibus Rodoviarios na verdade nem sei por que no entanto estavamos cansados e com um chapeu (muito estiloso) perdido resolvemos ficar por ali mesmo,Anyara tinha uma total facilidade para dormir eu já não fiquei grande parte da noite acordado entre tirar fotos e tentar escrever um Diario o que não rolou muito...





Em Piquete com calor...e muito quente mas com o sensação bem diferente das cidades paulistas,chegando em Lorena pude ligar para o Carlos o carioca Esperto Rapido e calmo que nos esperava que acabou chegando antes de nós e subiu até perto do acampamento dos Marins mas infelizmente com a chuva ele foi informado que o pessoal não estava subindo mais,pegamos o onibus de lorena para piquete passando por varias cidades menores como Aparecida do norte deu muita vontade de parar em varias delas pelo modelo colonial de suas casas e como pareciam aconchegantes.Encontramos o Carlos na rodoviaria de Piquete e revolvemos ir para o bairro de Marins.



Caminho errado de novo ?... infelizmente pegamos o caminho que Carlos seguiu que era basicamente o errado o tal caminho correto seria o atras da Igreja ai,no entanto acabamos saindo da cidade de piquete e pegando o tal caminho pro Quilombo onde a caminhada era muito longa provavelmente um caminho para seguir apenas de carro.






Fritando... e sim ficamos fritando horas sem carona afinal era um caminho pouco movimentado,mesmo que pudessemos ver o Marins dali bem longe e isso nos animava as vezes o cansaço era demasiado no meu caso a minha mochila era a mais pesada tanto que tive que deixar roupas para atras (na rodoviaria de Lorena) realmente eu não iria conseguir subir o Marins,finalmente pegamos carona atras de um carro e foi bem sensacional seja por que o motorista realmente corria pois conhecia o caminho e os vales e vales fundos da parte montanhosa uma visão bem tensa para quem vê pela primeira vez o sobe e desce constante,chegamos assim ao bairro dos Marins com uma chuva fraca porem persistente o bom é que aliviou o calor e o cansaço desaparece perante a tanta beleza.


Nós três... essa é daquelas fotos que vou olhar daqui a cinquenta sessenta anos e sentir a nostalgia que foi estar ali no pé de uma montanha e em um lugar incrivel como esse e com pessoas unicas como essas !




Subir & Subir... impossivel não tirar milhares de fotos...tambem é importante lembrar que nem todas fui eu que tirei mas para colocar em Site etc...é bom ter uma marca um logo para identificar...a maioria foi a Anyara quem tirou...futuramente quando descermos da montanha o proprietario do bar um senhor muito gente fina irá nos deixar acampar bem ali na esquina de seu bar,tambem tomamos banho de cachoeira deixando tudo para tras levando em si só sabonete mesmo pois incrivelmente crime não há,existindo um bom senso mineiro em tudo e pelo menos para um paulista ver que isto ainda existe é coisa unica e raridade da vida toda!Seja a hospidalidade e naturalidade e curiosidade dos mineiros que encantam !






Acampe sim mas na natureza... não acampe em camping (claro raras ocasiões como cidade grande) mas não vejo motivos para não preferir sempre ficar na natureza e como é incrivel o som que uma cachoeira faz a noite !E como é bom respirar um ar diferente ou encontrar cachorrinhos perdidos ai?Ou cozinhar na fogueira colocando tudo junto...ou então ficar ate tarde jogando cartas com o Carlos.Graças ao cachorrinho ele perdeu panelas pela cachoeira...a noite não foi facil de dormir mas até que consegui cochilar um tanto...





A caminho do Acampamento Base... como o Carlos desistiu de subir principalmente por que o caminho era longo de se fazer a pé,então restou eu e a Anyara para irmos em frente como tive que descer com ele até o bar perto das placas na esquina com as mochilas assim dividimos os pesos e levariamos apenas o necessario para passarmos pouco tempo la em cima enquanto ele nos esperava,assim que subir não a encontrei mais pois ja tinha conseguido carona e como eu apenas estava com uma garrafa de agua e sem mochila que ficou com ela assim não tive carona e realmente compreendi a desistencia do Carlos em não subir realmente era um caminho muito longo para se fazer a pé e o sol no topo ainda pior foram horas andando em um sobe e desce realmente cansativo de se fazer no fim separando os estados os padroeiros de cada um.







Pessoal do Awanturnix,Milton,Eu e Anyara e o Cachorro.




Acampamento... Apos a janta que o Milton preparou acampamos ali mesmo dentro do acampamento base pois no final de tarde choveu bastante e nossa unica alternativa era acordar de madrugada no outro dia e começar a subir,pela primeira vez realmente dormir :)




É muito bom parar ali para o ultimo e grande descanso antes de subir pode colher informações gerais com o simpatico e experiente Milton (11- 9770-1991) pode deixar seu carro/moto,dormir em um dos alojamentos ou mesmo acampar por ali,os preços variam.




Começo da trilha... bom tudo depende do seu objetivo se você realmente quer sair do habito normal quer se integrar com o que irá encontrar é importante fazer isso sozinho,se perder?É muito legal é muito bom e faz parte,quem não arrisca não contempla.
Em trilhas assim desconhecidas não vá tanto na aparencia de achar que viu uma trilha ou mesmo se tiver em uma que tenha cachoeira não vá pelo som sempre é enganado pelo vento,o caso é bom ter um canivete para marcar com setas as arvores que passou,um apito e uma bussola e claro de alguma forma ter um dominio no geral de como é o terreno com o tempo nosso corpo capta com facilidade a dimensão de onde estamos claro que aquele frio na barriga de ficar perdido acontece no entanto é ai que vai depender muito de nosso proprio controle mental,ao falar do marins com outros "mochileiros" os achei um tanto medrosos e ate receosos com coisas como contratar um guia não subir se tiver tempo de chuva etc...bom essas coisas são estranhas vindas da boca de alguem que se diz mochileiro esse não é o lema de um verdadeiro mochileiro.Pois não queremos roteiro. Não há lugar para medo. Queremos integração por onde passarmos.

Bom Claro que tem muita coisas em questão de vegetação então vai ai alguns exemplos realmente Bonitos que encontramos por la :




















Morro do Careca... a chuva parou de madrugada todo o caminho inicial estava cheio de lama que apenas deixava a subida ainda mais divertida,antes mesmo de chegar no morro do careca temos essa visão unica na vida !O que me empolgou ainda mais para continuar,infelizmente levamos pouca agua e como mesmo achando um corrego eu nem arrisquei pegar agua ali,Anyara tambem desistiu de subir então agora era apenas eu.


A Placa... descendo o morro do careca o pequeno inicio da trilha é bem fechado para chegar ate a Placa de inicio da trilha,a trilha em si é bem marcada porem perto da placa principalmente na volta tenha atenção pois tem pequenas trilhas pela mata então você pode se perder como eu mesmo acabei me perdendo...





TEORIA DA CONSPIRAÇÂO... Aquilo é uma Piramide ?





Marins... é uma sensação extremamente unica seja de conexão ou de magnitude tudo ali é inesquecivel é belo realmente não há sensação de cansaço de modo algum,temos subidas bem no meio do mato fechado mas o caminho é bem visivel a parte dos maciços onde predomina as pedras e vegetação baixa é espetacular,seja pelas enormes pedras ou mesmo outras que lembram objetos a todo momento e as vezes apenas parava e ficava contemplando a posição com que tudo ali ficava em alguns momentos chovia no topo e refrescava toda aquela parte em si não é facil se perder mas são muitas coisas para ver e apreciar não é mais uma simples trilha !



Um bonus !




O mapa da montanha e mais fotos do vale...





Ultimo Dia no bairro Dos Marins... depois de descer ja saimos do acampamento direto para pegar alguma carona,o Carlos estava la em baixo ja fazendo suas pulseiras de nomes personalizados e isso nos salvou muito nessa trip é o tipo de artesanato que chama bastante atenção e fez muito sucesso no Marins,tambem descobrimos o dono do bar que senta na cadeira fica uns instante e logo depois a mulher dele la do outro lado do pequeno vale ali traz o almoço !Contado visual?Telepatia?Nunca saberemos...e nos trouxe dois pratos deliciosos e almoçamos MUITO !Só para lembrar esse menino ai não lembro o nome é muito bom de prosa,conversa demais,haha muito bom ver essa foto de novo !





A noite nos convidaram para o tal forró conversamos muito com o pessoal mineiro e suas tantas historias adoraram nossas fotos e o coitado do Carlos trabalhou o forró inteiro fazendo Pulseiras...e realmente deu aquele aperto no coração em deixar aquele lugar magico para tras !



E quem não quer acordar com essa vista ?


Com certeza faz tempo que não vê um desses...


Compramos um pouco de leite,pegamos goiaba e compramos o queijo mineiro simplesmente delicioso !E o Clima daquela manhã incrivel de sentir !



Quer ver o Museu dos Marins?A foto do boi de três chifres?Só indo la por uma pequena taxa de entrada !


E encerramos a nossa jornada pela primeira cidade mineira que passamos é algo que com certeza nós três iremos nos lembrar por toda a vida !



E no mesmo dia chegamos a três corações pegando duas caronas com caminhoneiros...bom ai é historia para outra vez...

Mais : http://homonihil.blogspot.com.br/search/label/Adhinatha


Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes