Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#739844 por renan.mufalo
23 Jul 2012, 13:24
Fala galera,

Partimos rumo a São Francisco Xavier/SP de Bauru/SP no dia 7/7.
Chegamos na cidade e almoçamos num restaurante na praça principal, numa esquina atrás da igreja. Pagamos R$12,00 o prato feito (bem feito, aliás).

Partimos rumo à entrada da fazenda que dá acesso ao morro que atravessa a cidade e vai pra Monte Verde.
Começamos a subir.

A trilha é bem demarcada, praticamente nenhum desvio mas bem cansativa. Pelo menos 70% da trilha tem uma inclinação de 35-45º. No meio do caminho, existem pelo menos 3 pontos de água limpa pra beber. Tínhamos um filtro pra eliminar impurezas mas o cansaço era tão grande que a gente tomava a água direto da mina mesmo. Não tivemos nenhum problema com isso.

É uma trilha bem aberta no começo e fica estreita depois. Tem uma parte um pouco perigosa que é uma erosão de uns 20/30 metros de profundidade, mas não precisa pular nada nem desviar muito o caminho.

Chega uma hora que você vê uma clareira com uma pedra gigante e a trilha abre dois caminhos: ou você continua subindo ou vai pra esquerda, que é a trilha de Monte Verde. Nós optamos por subir até o Pico da Onça pra dormir. Chegamos no Pico da Onça ainda de dia e montamos as barracas pra dormir. Levamos 2h40 pra chegar até lá, com pelo menos umas 5 paradas de 5 minutos. O percurso até agora foi de 4.2km.

Nesse pico, existem algumas pedras, pinheiros e mirantes pra você olhar as cidades ao redor. É um lugar muito bonito e perfeito pra acampar.
Fizemos a comida ali mesmo e dormimos debaixo de uma chuva pesada. Eu tenho uma Barraca Coleman LX pra 2 Pessoas muito boa, não caiu uma gota d'agua dentro, mesmo com mais de 4 horas de chuva. Paguei R$207,00 nela. Meus amigos tem umas de R$49,90, R$89,90... todas viraram um funil. Valeu a pena ter pago o olho da cara na barraca, rsrsrs.

Acordamos e pegamos uma outra trilha que achávamos que ia para Monte Verde, saindo do pico da onça. Ela começou a ficar bem fechada e acabamos desistindo de ir por ela.
Até então a gente não sabia que a bifurcação com a trilha que ia pra Monte Verde era cerca de 20 minutos descendo a partir do Pico da Onça.

Descemos até essa bifurcação e escondemos a mochila no mato. Pegamos a trilha pra Monte Verde e fomos descendo. Essa trilha também tem uns 2 pontos de água e é bem bonita, no meio do caminho tem um bosque que a turma chama de "bosque dos duendes", é bem legal.

Ela é mais fácil, mas mais fechada.

Chegamos 2 horas e 30min depois em Monte Verde, na "Pousada das Nações". A partir dali, andamos 2km até chegar no centro da cidade. Se procurar, você consegue comer prato feito a R$19,90, não precisa pagar R$70,00 num prato de truta não.

Terminamos de comer umas 14h30. Pra não perder tempo andando a pé até a pousada das nações novamente (onde iríamos pegar a trilha de volta), pagamos pra um jipeiro levar a gente até essa pousada. Ele cobrou R$30,00 da gente pra isso (dividido por 8, ficou barato).

Começamos a voltar. Chegamos na bifurcação novamente as 17h20, pegamos as mochilas e começamos a descer. A descida é MUITO mais fácil do que a subida, mesmo com as mochilas. Escureceu lá pelas 18h30, o resto da trilha foi de noite. Chegamos no pé da montanha as 19h30, pegamos o carro e voltamos pra dormir num camping/chalé chamado Pousada Canto dos Pássaros. Lugar excelente, barato e muito bonito.

Resumo/dicas:

Dificuldade: média
Distância percorrida: 18-20km
Não precisa levar muita água, tem vários pontos de água na trilha;
Leve várias sacolas de lixo pra colocar roupas molhadas, caso chova;
Se chover, a trilha fica escorregadia. Amarre bem sua bota ou compre uma bota de cano longo pra não torcer o tornozelo;
Faça o possível pra chegar até o pico da onça ainda de dia; Acampar no meio da trilha é bem mais complicado, ainda mais porque a trilha é bem íngreme;
Leve um facão bem amolado pra cortar galhos que podem atingir os olhos na trilha SFX - MV;
Como diz meu amigo Mauro, inutilia truncat (cortar o inútil): você vai se arrepender amargamente daquela caixinha de fio dental que você definitivamente não vai usar e está pesando alguns gramas na sua mochila;
Se tiver frio, é bom levar uns 3, 4 pares de meia.

Segue link com as fotos da travessia: https://picasaweb.google.com/renan.mufalo/TravessiaSaoFranciscoXavierSPMonteVerdeMGJulhoDe2012
Fotos por Norio Ito - http://www.ito.fot.br

Os participantes: Fabi, Márcia Rosano, Norio Ito, Samuel Almeida, Carol, Renan, Mauro Corotti e Gil

É isso galera, abração!

Renan Múfalo


Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante