Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
vtraglia

"Lençóis Maranhenses" - Barreirinhas - Maranhão

Posts Recomendados

:P:) Feriado prolongado e o destino escolhido por mim e uma amiga foi os Lençóis Maranhense - Maranhão. Por serem quatro dias, escolhemos ficar dois dias em Barreirinhas – MA (cidade mais próxima aos Lençóis) e dois dias em São Luís – Capital do Maranhão.

 

Embarcamos em São Paulo e viajamos a noite, chegamos no aeroporto as 2:30 da manhã do dia 30/05/2013 e ficamos por lá até chegar o ônibus que tínhamos contratado para o traslado. (empresa BRTUR). Fechamos um pacote com a agência Mangue Brasil Turismo, onde estava incluso:

 

- Traslado São Luís / Barreirinhas – Barreirinhas/São Luís.

- Passeio para o Parque Nacional dos Lençóis em veículo 4x4.

- Passeio ao Rio Preguiça e pequenas comunidades / pequenos lençóis.

- Hospedagem com café da manhã – 1 noite (casal).

- Guia de turismo ou condutor local.

 

Pagamos R$ 300,00 por pessoa, com pagamento facilitado em 6 vezes no cartão de crédito.

 

No inicio da negociação tudo estava de forma correta, combinamos tudo, assinamos o contrato no próprio aeroporto e pegamos o ônibus rumo a Barreirinhas (total de distancia são 260 km de asfalto, aproximadamente 4 horas com uma parada para lanche).

Chegamos a cidade por volta das 10h00min e fomos levadas ao hotel combinado, que seria a famosa Pousada da Deusa. Uma moradora local que oferece sua casa como acomodação, em quartos individuais.

 

Logo quando chegamos fomos avisados que nossa estadia tinha mudado para outro hotel devido demanda da época, ou seja, primeiro erro da agência contratada – Não gostei.

 

Fomos até a outra pousada, que ficava no mesmo quarteirão chamada Pousada Styllo.

 

Os quartos eram pequenos, com uma cama de casal, ar condicionado e chuveiro gelado. Sem café da manhã e o combinado ficou de irmos a pé no outro dia até a Pousada da Deusa tomar o café por lá.

 

Deixamos as malas e fomos dar uma volta pela cidade, pequena, simples, e a localização da pousadinha é bem no centro, o que nos facilitou andar tudo a pé e conhecer um pouco das lojinhas e restaurantes. A cidade é tão pequena que se resume em três pequenas avenidas, e lá encontramos lanchonetes para o almoço.

 

Pastéis vendidos a R$ 1,00 e famosa vitamina chamada Guaraná da Amazônia, onde os ingredientes são: abacate, amendoim, castanha do Pará, água, leite e Pó de Guaraná da Amazônia foram uns dos pontos de paradas que fizemos. A vitamina “super indico” e ainda por cima dizem que é um alimento afrodisíaco.

Depois de andar e almoçar, voltamos à porta da pousada para pegar o carro 4x4 que nos levaria até o Parque dos Lençóis.

 

 

Pontuais, estavam nos esperando na porta, uma 4x4 adaptada para 12 pessoas e fomos rumo os Lençóis, percorrendo trilhas e passando por pequenos rios. A média foi de quase uma hora em cima do veículo, mas valeu a pena, diversão garantida.

 

Obs.: A caminho dos Lençóis passamos por uma balsa e como a demanda do feriado foi grande, a fila de carros atrasam um pouco o passeio, mas nada que estrague.

 

 

Finalmente depois de tanta adrenalina em cima do veículo, chegamos aos lençóis. A primeira sensação foi realmente emocionante. Ao redor só se vê Dunas... Brancas e desenhadas com o vento. Começamos a andar por elas e encontramos seus lençóis de água, formados pela chuva que normalmente acontece nos meses de Janeiro a Maio. Esse fator é bem importante na hora de escolher o mês da sua viagem, pois caso as piscinas estejam vazias, pode não haver tanta beleza. Então procurar e pesquisar sobre o tempo no Estado é bem importante.

 

O guia nos levou para conhecer as piscinas, onde passamos pela Lagoa da Esperança, Toyota (sem banho e pequena), Preguiça (com banho) e as mais bonitas e procuradas são as piscinas da Lagoa Azul e a Lagoa do Peixe. Muitas fotos e no final da tarde comtemplar o pôr do sol é realmente gratificante. A natureza é realmente linda!

 

Voltamos a Barreirinhas e chegamos à pousada por volta das 19h30min.

Tomamos um banho e fomos conhecer a Avenida mais famosa da cidade, chamada Avenida Beira Rio, onde se encontra restaurantes de todos os gostos, ao som de música ao vivo e com preço acessível.

 

Nesse dia escolhemos o Restaurante Barlavento, que servem porções generosas de comida e tem mesas ao lado de fora, bem em frente ao Rio Preguiça. Vale a pena!

 

Segundo dia, acordamos cedo e fomos tomar café da manhã na pousada da Deusa e sair para o próximo passeio. O guia nos pegou na própria pousada e fomos a pé até o Rio Preguiça pegar a lancha, e lá começou o passeio.

 

O trajeto é pelo rio Preguiça, um percurso muito bonito, em alguns pontos vimos os mangues formados e as comunidades que cercam o rio. A região é a área de proteção ambiental (APA)

 

Primeira parada foi na comunidade de Vassouras (com direito a Dunas e banho nas piscinas). Macaquinhos entre as mesas fazem as festas dos turistas. – Só tome cuidado, pois eles são tão espertos a ponto de pegar coisas dentro das bolsas.

A parada dura em torno de 40 minutos e logo pegamos a lancha para ir sentido a outra comunidade chamada Mandacaru.

 

Na chegada você já é abordado por pequenos guias, que oferecem seus serviços para falar sobre a comunidade e recitar um pequeno poema. O guia mirim só pode guiar até a entrada do Farol Preguiças que foi inaugurado em 1940, de lá segue-se sozinho para subir os 166 degraus que o farol tem a fim de encontrar uma linda vista panorâmica.

 

Na comunidade tem várias lojinhas de artesanato, feito de fios de buriti, caipirinhas, sucos e sorvetes feitos com frutas típicas.

 

Pegamos a lancha novamente e fomos até a última parada na comunidade de Caburé, onde tem a praia, aluguel de quadrículo, restaurantes, e redes para descansar.

 

Escolhemos o Restaurante do Paulo, na qual escolhemos um prato de camarão alho e óleo, que custou R$ 65,00, bem servido para duas pessoas. Não aceitam cartão no local, mas se conversar com o garçom ele consegue liberar quer o cartão seja passado na cidade de Barreirinhas, e depois ele resgata seu dinheiro – Converse antes para combinar.

Depois de descansar, pegamos a lancha e voltamos a Barreirinhas. Foi tudo muito corrido, pois nesse mesmo dia iríamos voltar para São Luís e o ônibus contratado estava nos esperando.

 

Malas prontas às 16h30min, rumo a São Luís. Tempo de viagem até a casa da minha amiga foi de 7 horas (As últimas a serem entregues e para ajudar o motorista se perdeu) – Dia esgotante.

 

Terceiro dia, já em São Luís, acordamos cedo e fomos andar um pouco no centro histórico. São Luís é uma capital, porém tudo pertinho. O centro histórico é um importante conjunto arquitetônico dos séculos XVIII e XIX, possui cerca de 3500 casarões tombados como Patrimônio da Humanidade desde 1997.

 

Tome cuidado onde estacionar no centro, ainda mais para quem não conhece. As ruas são desertas e o trânsito totalmente descontrolado. Não existem leis de trânsito.

 

Uma voltinha pelo Mercado Central para comprar comidas típicas, como castanhas, cachaça, doces de bacuri e caju. Tirando as lembrancinhas feitas de fios de Buriti.

 

Uma passada na igreja Arquidiocese de São Luís – Muito bonita por sinal.

 

Como as sacolas estavam cheias de coisas e já cansadas de andar, resolvemos ir de volta ao carro e passar à tarde na Praia do Calhau, com direito a almoço no Bar do Henrique. Cardápio escolhido foi uma típica caranguejada com arroz de cuxá.

 

À noite, pra encerrar a viagem visitamos o Bairro da Lagoa, onde possui muitos bares e restaurantes.

Escolhemos o Restaurante Kitaro (samba e sertanejo ao vivo) .R$ 15,00 couvert. Recomendo, mas vale a pena andar na Lagoa e conhecer outros bares antes de fechar de primeira essa opção.

 

Dicas, duvidas segue meu email: [email protected] ::mmm:::mmm:

 

Meu blog: http://ondeumsonhomelevar.blogspot.com.br/

2013-05-30_15-18-18_649.jpg.688d9feb202977281528b0e151d5a4d9.jpg

2013-05-31_09-12-44_652.jpg.131fd9bc1f6a133982d9421eb0925ec2.jpg

IMG_2499.JPG.cb6b3098884b5d02bd69d0f5b0bb4375.JPG

2013-05-31_11-25-00_381.jpg.6ff079fb59e2e0c06ac203d2f4b62e01.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×