Troca de informações e relatos de trilhas e travessias na região sudeste do Brasil. Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.
#762447 por henrique_vargas
25 Set 2012, 15:33
Olá moçada tudo bem?

Já dei uma pesquisada aqui no Fórum mas ainda tenho algumas dúvidas sobre a travessia de Lapinha até Tabuleiro.

Primeiramente pretendemos fazer a travessia agora no feriado de 12 de out, chegando a Lapinha quinta a noite e partindo bem cedo pra tabuleiro.

Minhas dúvidas inicialmente são:
1. Vi que o grau de dificuldade da travessia não é alto, portanto é possível realizá-la em 2 dias (1 noite)? O q perdemos e ganhamos fazendo nesse tempo?
2. Existe transporta de volta de Tabuleiro/Conceição para Lapinha?
3. Local de conseguir carta topográfica do trajeto em BH?



Vlw galera!!! Quem puder ajudar eu agradeço!!!
Ah, tem mais alguém ai indo nessa data?

Henrique

#763929 por FRANCISCO CARDOSO
30 Set 2012, 17:13
henrique_vargas escreveu:Olá moçada tudo bem?

Já dei uma pesquisada aqui no Fórum mas ainda tenho algumas dúvidas sobre a travessia de Lapinha até Tabuleiro.

Primeiramente pretendemos fazer a travessia agora no feriado de 12 de out, chegando a Lapinha quinta a noite e partindo bem cedo pra tabuleiro.

Minhas dúvidas inicialmente são:
1. Vi que o grau de dificuldade da travessia não é alto, portanto é possível realizá-la em 2 dias (1 noite)? O q perdemos e ganhamos fazendo nesse tempo?
2. Existe transporta de volta de Tabuleiro/Conceição para Lapinha?
3. Local de conseguir carta topográfica do trajeto em BH?



Vlw galera!!! Quem puder ajudar eu agradeço!!!
Ah, tem mais alguém ai indo nessa data?

Henrique



Caro Henrique,

Fiz recentemente essa travessia e como sou mais guerreiro, escolhi (junto com o grupo) o trajeto mais difícil, que é a trilha que passa pelo Pico do Breu.

Bom, com já deve ter pequisado, essa travessia pode ser feita pelo Pico do Breu ou contornando o Pico do Breu.
Então respondo:
- É possível fazer a travessia em dois dias.
- Desse modo, vc deve escolher o trajeto "contornando os Picos do Breu e Lapinha. Esqueça (perderá) a ida à esses Picos!
- Você deverá sair da Lapinha logo cedo e ir até a casa da D. Maria, lá pernoitando. Esqueça (perderá) pernoitar na casa da D. Ana Benta!
- Guarde o segundo dia pra você ir na parte alta e baixa da cachoeira do Tabuleiro. A parte alta é imperdível!

Entretanto:
- Ir à parte alta (e por vezes à parte baixa) da cachoeira do Tabuleiro dependerá do tempo: se chover forte, provavelmente a Adm do Parque Municipal de Ribeirão do Campo (onde fica a Cachoeira) não autorizará.
- Aí nesse caso, vc pode trocar essa ida pelos Picos da Lapinha e Breu. Mas para isso, você teria que ter essa confirmação antes de iniciar a Travessia.
- Isto porque o Pico da Lapinha fica no início da trilha e o Pico do Breu um pouco mais adiante; seriam tarefas para início da travessia.

Lembre-se:
- A escolha de dias e trajeto vai depender da sua experiência/ritmo em caminhadas. E de quem irá contigo!
- Se tiver (tiverem) experiência, vai achar a trilha mamão com açucar rs!

Quanto à carta topográfica, procure no IGA (Instituto de Geociências Aplicadas) em Belo Horizonte. Mas você terá que solicitar com antecedência (via telefone ou e-mail: helga.almeida@iga.br - se eles não tiverem a carta, normalmente nem te respondem). Se tiverem, eles te enviarão instruções e você terá que comprá-la. Após pagar, o IGA enviará pra vc o arquivo digital e aí vc teria que imprimi-la. A carta referência é "Baldim".
Porém, penso que a carta topográfica seria até descartável se optar por contornar o pico do Breu. Nesse caso, dê preferência a mapas específicos da travessia, que vc encontra na internet. Estes viriam em resolução e com informações específicas que lhe seriam muito úteis! Mas se fizer questão da carta topográfica, procure-a também no site do IBGE, vc deverá encontrá-la.
Ademais, em feriados é muito comum vc encontrar vários aventureiros realizando a travessia, o que poderá ser útil pra vc!
OBS.: A carta topográfica da região é a de Baldim, e me parece (não sei se estou enganado) que usa escala 1:100 (quer dizer: cada centímetro da carta equivale a 1 km, assim creio que vc terá que ter boa experiência em leitura de cartas para poder utilizá-la corretamente; do contrário, nem recomendo).

Pra finalizar, não existe transporte regular Tabuleiro-Lapinha.
Chegando à portaria do Parque onde fica a cachoeira do Tabuleiro, peça à recepção que lhe dê contatos de taxistas de Conceição do Mato Dentro. Normalmente eles buscam aventureiros lá e os leva para Conceição. O valor gira em torno de R$70,00 (por táxi). Nesse caso, vc evitaria pegar a estradinha de terra e ir da portaria do parque ao Tabuleiro a pé. Por outro lado, vc não conheceria a vila.
Se fizer questão de conhecer a vila, vá a pé da portaria do parque à vila deixe pra chamar táxi quando lá chegar!
Não recomendo tentar voltar pra Lapinha, seria mais complicado.
A não ser que programe resgate com alguém com antecedência! Os taxistas de Conceição não costumam fazer isso (pelo menos perguntei e não encontrei nenhum).
O melhor seria ir do Tabuleiro para Conceição; e de lá voltar pra BH. Há linha regular de ônibus!

No mais, boa viagem, vai gostar, lá é único e muito lindo!
Se quiser saber mais algum detalhe, mantenha contato!
Abs

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante