Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''la fortuna ''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo e Mochilão roots
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 1 registro

  1. Passei o carnaval de 2014 na Costa Rica com uma amiga e foi maravilhoso! Tivemos pouco tempo mas conseguimos aproveitar todos os dias ao máximo!! Costa Rica vale super a pena: o país é menor que o Rio Grande do Norte, achei super seguro, povo extremamente atencioso, simpático e bilingue (em todos os lugares perguntavam para nós que queriamos falar em espanhol ou inglês). O único ponto negativo são as estradas que não são bem sinalizadas, normalmente tem muitos buracos (demos sorte de não pegar trechos de terra) e muito sobe e desce. Apesar de ter lido alguns relatos, algumas coisas aprendemos na marra, entao vou dar um resumo do que fizemos e espero que ajude!! O roteiro em grandes linhas foi: La Fortuna - Tamarindo - Manuel Antonio, mas fizemos algumas paradas no caminho.... Resumo dos Custos: Passagem - Rio / San Jose / Rio (via Bogota) pela Avianca - R$2400 Hostel La Fortuna Backpackers - US$ 49 (diaria em quarto duplo) Hotel La Palapa Tamarindo - US$98 (diaria em quarto duplo) Hotel Jungle Beach Manuel Antonio - US$92 (diaria em quarto duplo) Aluguel do Suzuki Jimny na Adobe - US$ 438 (1 semana + GPS + seguro) Refeiçao em media US$15 Cerveja em media US$3 A moeda é o Colon e para conversao facil, 1.000 colones sao 2 dolares. Dica: nao troque no aeroporto, que a cotacao estava 1 dolar por 480 colones e chegamos a ver ate por 575 colones em Tamarindo. A maioria dos lugares aceita dolar, entao a sugestao é trocar so o minimo para o dia a dia. Saída do Rio: 02/03 - San Jose (Alajuela) Na verdade, perdemos um dia de viagem, pois nosso voo estava marcado para o dia 1. No entanto, no momento do check-in pediram o nosso certificado de vacinaçao internacional contra febre amarela e, nós duas, tinhamos deixado no trabalho.... Como não dava mais tempo de buscar nesse dia, remarcamos para o dia seguinte (sem custo adicional graças a tarifa cheia!) e, enfim, tudo certo! O mais engraçado é que, neste dia, em nenhum aeroporto nos pediram o certificado, mas vimos pedirem a outras pessoas, então, para não dar sorte ao azar: levem o certificado!!!! Chegando no aeroporto encontramos o funcionario da Adobe e fomos buscar nosso carro. Tramite completo, fomos em direcao a La Fortuna: 2h30 de carro numa estrada sofrivel... Pegamos o contrafluxo e demos sorte pq o transito La Fortuna - San Jose estava completamente parado as 19h da noite de domingo. Chegando em La Fortuna, achamos o hostel Backpackers La Fortuna, que fica bem na rua principal, onde ficam todos os outros albergues também... O albergue é bonitinho e o quarto super simples, mas com ar condicionado e agua quente. (Café da manha nao estava incluido no preço). Nao sei como é o quesito socializacao, mas nao havia programacao organizada por eles. O hostel irmao, Arenal BAckpackers, pareceu melhor! Fomos direto comer no Lava Lounge, que fica quase em frente. Tava tocando um "Mama Africa" sem parar e tinha bastante movimento pra ser domingo a noite... A cerveja local eh a Imperial, que é tipo uma Antartica, mas as versoes Light e Silver nao tem gosto de nada.... 03/03 - La Fortuna - Canopy + Pontes Suspensas + Termas Baldi Acordamos 7h30 e fomos ver o café da manha do Arenal Hostel (US$7). Nao gostamos da cara e fomos no Gecko Bar, que fica na esquina da rua do nosso albergue. Encaramos um breakfast burrito que estava uma delicia e fomos fechar os passeios. Do outro lado da rua havia um quiosque em frente a agencia de rafting Costa Rica Descents. Agendamos o Canopy AMA Extreme no Arenal Mundo Aventura mais o Rafting do Rio Balsa (Class III e IV) para o dia seguinte por US$105 (35+70) O Mundo Aventura fica a 1km do centro, na entrada da cidade. Fomos num grupo de 8 para o passeio Extreme, que sao as 8 melhores tirolesas do parque. A outra opcao sao 12 tirolesas, sendo que as 4 primeiras sao aquecimento, antes de entrar nas 8 melhores e depois eles vao ver umas danças indigenas (furada!). O melhor desse passeio eh que ve a Cachoeira de La Fortuna e mais uma outra menorzinha de cima. Fora que achei tudo bem organizado! De la, fomos para as Puentes Colgantes (Hanging Bridges ou Pontes Suspensas), que fica ha uns 20 minutos depois da cidade, no sentido do Arenal. Saiu por US$12 e lemos no Tripadvisor que era um passeio imperdivel. Bom, para nos brasileiros, e principalmente quem ja teve chance de fazer trilhas por aqui, nao tem muita novidade. Tem um visual bonito do vulcao e uns macaquinhos safados que nao dao a minima para a presenca de gente... Era umas 16h queriamos ir no Observatorio do Arenal, so que ele fecha nesse horario. Como nao teria mais nada para fazer nesse dia, resolvemos ir a Termas Baldi, a "Caldas Novas" da Costa Rica. Aí fica a dica: na entrada, o ingresso custa US$31 para usar as piscinas ou US$51 com buffet de jantar. Só que vimos um Tourist Center no caminho que tinha nos oferecido o pacote com jantar por US$35 entao compramos nesse lugar. Existem outras mais baratas, mas achamos muito toscas e nao nos arrependemos de ter pago um pouco mais. São umas 20 piscinas, com temperaturas que variam de 18 a 65C (surreal essa temperatura), alguns tobogas tambem, e foi bom para relaxar da viagem.... Como o forte da Costa Rica nao é a vida noturna, fomos dormir cedo pra estar dispostas pro rafting. 04/03 - La Fortuna / Tamarindo Depois do cafe de novo no Gecko, encontramos o pessoal do rafting na agencia. Saimos as 9h de microonibus rumo ao Rio Balsa. Nosso guia hiperativo, nao parou de falar um minuto, e fez bullying com quase o onibus inteiro, mas a intencao dele era ser simpatico... No final ate tava achando ele gente boa! Depois de 45min de trajeto, chegamos no hotel que serve de base pro rafting. Uns 10 minutos de caminhada e chegamos no rio. Apos as instrucoes de seguranca em terra e de uns 10 minutos de treino na margem do rio, comecou a brincadeira!! Foi o maximo!! Foram umas 2h de descida, com 15 minutos de intervalo para um banho de cachoeira e umas frutinhas de lanche. Ja tinha feito aqui no Rio e foi tao bom quanto! Nosso barco conseguiu ser o unico que nao virou ou que as pessoas voaram na agua, mas ninguem se machucou. É importante ir de tenis ou de papete pra nao se ralar nas pedras do rio. No final do passeio, almocamos perto de La Fortuna (buffet incluido no preco) e pegamos o carro para ir a Tamarindo. Sao umas 4h de trajeto, um pouco melhor que o caminho para La Fortuna, seguindo o Lago La Fortuna, via Liberia. No entanto, com eu gosto muuuuuito de cerveja artesanal, vimos umas sinalizacoes na estrada da Lake Arenal Brewery e tive que fazer um pitstop de 1h30! O Mason, que é o cervejeiro, é um amor e nos explicou todo o processo e nos atendeu super bem!! Eles produzem uma Pale Ale e uma Brown Ale que são uma delicia e, acabamos descobrindo que também vendem em Tamarindo!!! Chegando em Tamarindo, achamos nosso hotel facilmente. Ele fica literalemte pe na areia (arraste a mala pela areia para chegar no quarto) e encontramos a melhor cama da viagem!! Tomamos um banho (a temperatura da agua era meio instavel mas deu para suportar) e fomos catar a famosa noitada de Tamarindo. Resultado: Tinha um bar bem movimentado, mas muita garotada, um loungezinho com meia duzia de pessoas e a tal da Fisch, que acabou sendo a nossa opcao. Custou 2000 colones para entrar e tava tendo um concurso de salsa muito engraçado. 05/03 - Tamarindo / Playa Flamingo / Playa Conchal Tomamos o café do hotel, incluido na diaria e bem farto - tinha 3 opcoes, incluindo o famoso gallo pinto (baiao de dois) que eles só servem no desayuno! É bem gostoso mas nao adianta procurar no almoco, pq aí ele vira casado e o arroz e feijao sao servidos separados... Partimos para Playa Flamingo, que fica uns 12km ao norte e foi recomendada pelo pessoal do hotel. A agua é uma delicia e, como minha amiga faz Stand up paddle aqui no Rio, ela me convenceu a tentar... Pagamos US$45 por pessoa, com o guia/instrutor, para fazermos o passeio a uma ilha proxima. Foi bem divertido e para quem nunca tinha feito até que fui bem!! Acabou durando umas 3h entao acabou nao sendo caro.... Terminado o SUP, fomos almocar no restaurante/pensao, ou Soda, como chamam, Stereo Azul. Serio, nao sei se foi o desgaste do SUP misturado com a fome ou se a comida tava tao boa quanto achamos! O foco sao frutos do mar, o restaurante é pe na areia, mas super simples e cada prato saiu menos de US$10. Super recomendo! De la, fomos a praia Conchal, que fica no caminho de Tamarindo. É uma praia linda, super diferente, já que nao tem areia, mas sim conchinhas trituradas. Vale super a pena curtir essa praia tambem. Entao ficamos um pouco mais de 1h e voltamos para Tamarindo pois queriamos pegar o por do sol, bebendo a pale ale artesanal do lago Arenal, que é servida no bar Witch Craft Surf Shop, o point dos surfistas... Antes do por do sol, fechamos o nosso mergulho nas Islas Catalinas. Tentamos com o Agua Rica, que nos foi indicado, mas como estava lotado, nos encaminharam para o Aquacenter, cuja loja fica em Flamingo, mas eles buscam em Tamarindo. Saiu por US$100 dois cilindros, mais equipamento. Do lado do Agua Rica, tem um coffee shop, que para os amantes de café, é parada obrigatoria! A Heloisa, que é uma das donas, explica tudo de café e te deixa provar todos os tipos que quiser, antes de comprar!!! Amamos essa lojinha!!! Chegada a hora do por do sol... Gente, o que é isso?! Uma das coisas mais lindas que ja vi na vida!!! Se programem para curti-lo por inteiro na praia!! (Quando carregar as fotos, atualizo o post). Como no dia seguinte o pessoal do mergulho nos buscaria as 7h, preferimos pular a night de Tamarindo, que ja vimos que nao era tao imperdivel assim.... 06/03 - Tamarindo/Isla Catalina - Jaco/Manuel Antonio Dia do mergulho! As 7h em ponto nos buscaram e, como nao dava tempo de desayunar, levamos um sanduiche que compramos na vespera no mercado. Chegando novamente em Playa Flamingo, nos equipamos e fomos bucear (temos o Open Water da Padi, entao nao sei como é o esquema de batismo). O barco andou uns 20 minutos ate chegar em Isla Catalina. A agua estava uns 25C mas a visibilidade nao estava muito boa para os nossos padroes, mas nos disseram que para o Pacifico, estava um sonho!!! Vimos muitas arraias, cardumes gigantescos, tartarugas, moreias e de longe um "guitar shark"!!! No intervalo entre os mergulhos ainda fomos presenteados com a visita de uns 10 golfinhos e umas arraias saltadoras que queriam chamar a atencao. De volta a Tamarindo, tomamos um banho e pegamos o carro para ir a Manuel Antonio. A estrada melhora consideravelmente e sao umas 5h de trajeto. Como estava cedo, no caminho paramos em Jaco, para ver mais um por do sol inesquecivel!! E na 1h que passamos nessa cidade, deu pra ver que tomamos uma decisao acertadissima de nao pernoitar por la: a praia é bem feia e a cidade meio tosca.... Chegando em Manuel Antonio, tinhamos reservado o hotel Verde Mar, mas odiamos pq nos colocaram num anexo horroroso, atras de um restaurante, barulhento e com muita gente estranha.Nos mudamos para o vizinho Jungle Beach, que tinha uma aparencia bem mais agradavel (apesar de que a porta do banheiro e o ar deram pau durante a estadia). 07/03 - Manuel Antonio Hoje foi o primeiro dia "férias" que tivemos! Acordamos sem despertador e fomos curtir o parque Manuel Antonio. Ele fica muito perto do hotel, mas acabamos indo de carro... A entrada custa US$10 e para chegar na primeira praia nào chega a 1h de caminhada, parando para ver as preguicas, macacos, iguanas, capivarinhas e guaxinins que cruzam o caminho... A praia é uma delicia e perto das pedras rola um snorkel bem legal!!! Cuidado com sacolas com comidas porque os tais macaquinhos citados anteriormente sao piores do que os pivetes aqui do Rio de Janeiro e fazem a limpa na maior cara de pau.... O parque eh pequeno entao ficamos no total umas 5h, entre curtir a praia e fazer as trilhas que estavam abertas... Na saída, almocamos no Dragonfly Thai, um tailandes para variar da comida costarriquenha, em que fomos super bem atendidas e mais uma vez ficamos esperando o sunset na praia... Impressionante como nao me canso de fazer isso!! De volta ao hotel, hoje estavamos na disposicao de conhecer a night de Manuel Antonio/Quepos! Fomos no Byblos Casino e Bar, que teoricamente seria uma das melhores opcoes e... nao tinha uma alma!! Resolvemos entao ir tomar uma cerveja no Agua Azul, que fica bem em frente e serve a Cartago Craft Beer, que eu estava louca para provar! Esse foi o restaurante mais caro que fomos, mas a comida estava bem boa! Atencao apenas pq todos os restaurantes te expulsam as 10pm!! Depois da comilanca, acabamos desistindo de tentar ir no Republik, a boate de Quepos, que pelo movimento da cidade, também nao deveria estar la grande coisa.... 08/03 - Tamarindo / Poas / San Jose Para aproveitar o ultimo dia, saimos antes das 8h de Tamarindo. Fomos em direcao a San Pedro de Poas, quase 3h de viagem, contando com os desvios que tivemos que fazer por interdicoes na estrada, direto a Doka Estate, uma fabrica de café para fazermos um tour. Chegamos por uma estrada alternativa e nao vimos nenhuma indicacao de que estavamos no lugar certo. Vindo de San Jose é mais facìl de achar. O tour foi caro, US$22 e leva 1h, com direito a consumir quanto café quiser... De la, almocamos no restaurante La Casona de Dona Julia, que tinha lido indicacoes, e fica no caminho do volcao Poas. O prato é gigantesco (2 daria para 3 pessoas, mas como nao brincamos em serviço, comemos mais do que precisavamos! ) e com cerveja saiu US$15/pessoa. O lomito com queso estava divino!! Ultima parada antes do aeroporto, foi o volcao Poas: custa US$10 mais 1.500 colones para estacionar. É um passeio rapidinho, se nao incluir a caminhada ao lago. Como nao tinhamos tempo e chegamos as 2h30 (hora que fecha essa trilha), isso vai ter que ficar pra uma proxima vez... De la, voamos para a locadora para devolver o carro e nos deixarem no aero. Tudo no tempo certinho, incluindo a parada para pagar a taxa de saída de US$29 da Costa Rica. A viagem foi otima!!! Ja estou com muita vontade de voltar!!! Espero que tenho sido util!! Qualquer dúvida, podem perguntar!! Bjs!!
×
×
  • Criar Novo...