Ir para conteúdo

Rafting noturno no Rio Novo e praia de água doce surpreendem


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Rafting noturno no Rio Novo e praia de água doce surpreendem no Brasil Wild Extreme

 

FONTE: Webventute

http://www.zone.com.br/corridadeaventura/conteudo/noticias/index/id/25742

 

 

Jalapão a noite encanta visitantes

Foto: Ale Socci Seu Antonio e Dona Milma recepcionam a beira do Rio

Foto: Lilian El Maerrawi/ www.webventure.com.br

Local para acampanhar encantou os visitantes

Foto: Lilian El Maerrawi/ www.webventure.com.br

1 2 3 Direto de Ponte Alta (TO) - Um dos grandes atrativos do Brasil Wild Extreme – e talvez o maior deles, excluindo, obviamente, a paisagem do Jalapão – é o rafting no Rio Novo.

 

Todos aguardavam ansiosamente para desmistificarem as corredeiras grau IV do local, e além dos atletas, a imprensa pode sentir as emoções de um dos lugares mais bonitos do país.

 

A equipe da Quatro Elementos, de Massimo Desiati, foi a encarregada de levar, em três botes, os jornalistas que cobrem a prova, e mostraram o quão sensacional é o rio e suas corredeiras, mostrando que Zé Pupo, organizador da etapa na água, não fez propaganda enganosa em seus discursos encalorados.

 

As águas são límpidas e totalmente potáveis, mostrando o fundo do rio e os bancos de areia claramente. Muitas praias de água doce se formam em sua margem e a visão é espetacular.

 

Aguardávamos pelo melhor nessa aventura e encontramos mais do que isso. O percurso de 25 quilômetros foi finalizado às 21h, o que fez com que todos tivessem uma lua cheia imensa iluminando o caminho como um lampião.

 

E quando todos pensavam que a emoção tinha acabado, Seu Antonio e Dona Milma receberam todos em uma praia de água doce a beira do Rio Novo onde mantém uma “pousada”.

 

Terras Preciosas - A área é totalmente rústica, sem água quente, pouca luz, nenhuma tomada, apenas uma bateria improvisada, cinco choupanas feitas de folha de buriti, um chuveiro em uma árvore de frente ao rio e local para acampar, mas além de tudo, com uma luz incrível, uma comida deliciosa feita por Dona Milma e um clima agradável.

 

O casal deixou Goiânia há dois anos por problemas profissionais e financeiros de Seu Antonio, que criava gado leiteiro e fazia queijo, e comprou o terreno no Tocantins em busca de novas oportunidades, porém um golpe dado por quem comprou as terras e o gado de Seu Antonio em Goiás os deixou sem condições de prosseguir no local.

 

Com a ajuda dos órgãos responsáveis pelo turismo no Jalapão e alguns amigos, o casal conseguiu se reerguer e montaram a pousada, que recebe melhorias sempre que possível.

 

Além do Brasil Wild Extreme, outra grande ajuda chegou aos dois em 2008, quando o reality show americano Survivor foi gravado no local.

 

“Desde o Survivor não consigo mais fazer meu artesanato de Capim Dourado para vender porque a pousada está sempre cheia”, comemora Seu Antonio, de 67 anos.

 

Além disso, uma vez por mês eles recebem as expedições de rafting de Massimo Desiati, o que impulsiona o empreendimento deles. “Muitas pessoas conhecem o local pelo rafting e voltam depois”.

 

Mas para Seu Antonio e Dona Milma, a emoção é poder receber todos e servir o melhor que podem oferecer, estando eles em terras distantes de uma boa infra-estrutura, porém que não os impede de fazer o melhor.

 

“Temos muita alegria em receber todos aqui. É uma pena quando vão embora”, completa dona Milma.

Link para o comentário
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
×
×
  • Criar Novo...