Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

heka

Jordânia - Guia de Informações

Posts Recomendados

[info]Este tópico é um Guia que está sendo construido com informações de viagens realizadas pela equipe do site e também com informações de usuários que foram postadas nos fóruns relacionados ao tema aqui no Mochileiros.com.

Este guia é atualizado periodicamente.

 

O Mochileiros.com é uma fonte gratuita de informações para viajantes de língua portuguesa e a contribuição de todos os membros é muito importante.

 

Veja como contribuir :

1- Faça perguntas ou deixe suas dicas no Tópico Jordânia - Perguntas e Respostas clique aqui[/info]

 

Como chegar:

 

-Entrada via Egito: De Dahab pode se pegar uma van até o porto de Nuweiba e pegar o ferry até Aqaba. Outro caminho alternativo, menos demorado é via Taba-Eilat-Aqaba, atravessando Israel.

-Saída para Israel: Por Amman, através da travessia King Hussein/Allemby Bridge

-Visto: entrando pelo porto de Aqaba, a maioria das nacionalidades não necessita de visto, incluindo nós brasileiros. Via aeroporto se paga 15 dinares.

 

Ao viajar:

 

- Mulheres Sozinha: É um pais mais conservador. As mesmas recomendações do Egito valem para a Jordânia. Cuidados no vestir e quando pegarem transporte público. Também cuidado ao andar em Petra em lugares isolados e sem outros turistas.

-Visita a mesquitas: quando for visitar uma mesquita as mulheres devem vestir a abaya ( mesmo que burca) e cobrir a cabeça. Usualmente há alguns lugares que emprestam na entrada, mas não é a regra. E também muitas mesquitas não permitem a entrada de mulheres. Há locais e horas só para mulheres.

-locomoção- ônibus: http://www.jett.com.jo

A maioria dos viajantes fecham com um taxi o transporte entre uma cidade e outra. Geralmente se juntam em grupos para ficar mais barato e ter mais flexibilidade de ir parando nas atrações no caminho.

-custo: a taxa da moeda jordaniana (dinar) é alta, mas o custo de vida é barato. Algo em torno de 20 a 30 dolares por dia.

-entrada em Petra: 1 dia 21JOD, 2 dias 26JOD, 3 dias 31JOD. Show noturno 12 JOD. (há os que gostem, há os que acham que desperdiçaram tempo e dinheiro)

 

Hospedagem

 

-Wadi Rum- acampamento no deserto : Sunset camp. 20 dólares, com tour pelo deserto incluído e refeições. Bem rústico. Se dorme no chão e a maioria prefere dormir nas areias mesmo, ao ar livre. Uma experiência recomendada. Leve bastante água e lencinhos umedecidos para higiene :)

- Wadi Musa/ Petra- Hotel Petra Gate, organizado, limpo e básico. O Buffet no jantar é muito bom. Café da manha incluso, básico.

- Dana- Dana Tower. Cidade medieval, encravada em um vale muito bonito. Ótimo lugar para trekkings.

Pelo caminho até a cidade dá pra se parar em antigos castelos cruzados, como Shobak.

-Madaba- Recomendo o Salomé hotel, uma qualidade melhor. Madaba hotel, barato e mochileiro, mas um pouco sofrível. Existem muitos hotéis na cidade, dá pra escolher.

 

 

[creditos]Créditos: Jeantu, Xaliba, Mike Weiss[/creditos]

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Atrações da Jordânia

 

A Jordânia não se resume somente a Petra e ao Mar Morto. O país possui muitos atrativos. No passado serviu de rota para os peregrinos para a Terra Santa e por isto tem espalhado várias ruínas de castelos crusados, que foram construidos desde Aqaba até a Turquia e usados como bases de proteção aos viajantes.

Alguns dos castelos:

Qala’at ar Rabad, em Ajlun– perto de Amman e Jerash. Pode ser feito combinado com uma visita a esta última.

Karak- no caminho entre Madaba e Petra. Foi palco de batalhas entre os crusados e o exercito de Salha –Ad- Din.

Shobak- O interssante aqui são os tuneis de fuga, construidos do castelo até a base da montanha, mas parte dela esta fechada e precisa de muitas lanternas e coragem pra descer.

598d9e59a2443_Resized_Resized_Agosto509.jpg.e503b85bfc156470a8b8659fe0ebe346.jpg

 

Há também ruinas mais antigas, do periodo dos romanos, como Jerash, a 1hora e meia de Amman e pode ser feita em um tour de 1 dia. Não há hoteis na cidade. Na cidade de Amman há também ruinas romana do sec 2 DC.

 

Existe os chamados castelos do deserto, que foram antigas fortificações romanas depois adaptadas pelos sirios como base para descanso. Todos estes lugares tem fácil acesso por Amman:

 

Qase al Hallabat & Hammna as Sarah

Qala at Al Azraq, em Azraq

Qusayr Amra

Qase al Kharana

 

Para os cristões, perto do Mar Morto encontra-se Bethany-beyond-the jordan ou Al Maghtas, lugar do batismo, onde se acredita Jesus foi batizado.

Madaba é onde se encontra o Monte Nebo, onde dizem que Moises subiu e vislumbrou a Terra Santa. Dizem também que seus restos mortais estão enterrados ali. A cidade é famosa por seus mosaicos. Da cidade é possivel ir a Machaerus, o palacio de Herodes.

 

De Madaba, no caminho para Petra, há o canyon conhecido como Wadi Mujib. Também no caminho pode se parar em Dana, construida no sec. 15, onde está a reserva Natural.

 

Depois de Petra, em direção a Aqaba, está Wadi Rum, a cidade porta de entrada do deserto da Jordania, onde se pode encontrar algumas ruinas construidas pelos Nabatenos ( os mesmos que construiram Petra) e também locais por onde Lawerence da Arabia passou.

598d9e599e1ee_Resized_Resized_Agosto436.jpg.b6b15c19f5eb46b9dad5715af480c700.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dicas úteis

 

Clima

A média de temperatura em Amman é de 12ºC em Janeiro e 32ºC em Agosto. A melhor época para visita é durante Abril/Maio e Setembro/Outubro, mas também são os meses de alta temporada.

O verão é bastante quente com as temperaturas entre 36ºC podendo chegar até 49ºC. Por outro lado o inverno pode ser bem frio com neve em Amman e Petra e as noites no deserto geladas.

 

Voltagem

A voltagem usada é de 220V, com o uso de tomadas no padrão europeu

 

Bancos

A Jordânia tem uma cobertura bastante grande de caixas eletrônicos, principalmente para saques internacionais através do Visa e Mastercard.

 

Horário Comercial

Os estabelecimentos geralmente funcionam das 8hs até as 14hs, de Sábado a 5- feira. Bancos abrem das 8:30-12:30 e das 16-18, também de sábado a 5-feira. O comercio em geral fechas as sexta-feiras ao redor do meio dia para as orações semanais.

 

Consulados

O consulado do Brasil na Jordânia fica em Amman:

 

Endereço: 1Northern Abdoun 17, Iskandaronah Street

Cidade: Amã

Telefone: (00xx9626) 592-3941 / 3942

Fax: (00xx9626) 593-1098

Email: [email protected]

 

No Brasil a embaixada e consulado da Jordânia podem ser encontrados em:

 

Embaixada do Reino Hashemita da Jordânia - Brasília - DF

•Endereço: SHIS QI 9, conj.18, casa 14 - Lago Sul

•Cidade: Brasília

•Estado: Distrito Federal

•Pais: Brasil

•CEP: 71625-180

•Telefone: (0xx61) 3248-5407 e 3248-5414

•Fax: (0xx61) 3248-1698

•Email: [email protected]

 

Consulado-Honorário do Reino Hashemita da Jordânia - São Paulo - SP

•Endereço: Av. Paulista, 326, conj. 158/159 - Centro

•Cidade: São Paulo

•Estado: São Paulo

•Pais: Brasil

•CEP: 01310-000

•Telefone: (0xx11) 3285-5521/441-1388

•Fax: (0xx11) 3284-3078/441-1457

•Email: [email protected]

 

Feriados Nacionais

 

Ano Novo- 01 de janeiro

Aniversário do Rei Abdullah- 30 de Janeiro

Dia da liga árabe- 22 de março

Dia do trabalho- 01 de maio

Dia da independência- 25 de maio

Dia do exercito e da Grande revolta árabe- 10 de junho

Aniversário do rei Hussein- 14 de novembro

Natal- 25 de dezembro

 

Além destes deve se levar em consideração os feriados islâmicos. Estes seguem um calendário especifico que é o calendário mulçumano. Cada ano as datas mudam, por isto seria interessante pesquisar antes, para não viajar em datas que talvez tudo esteja fechado.

 

Data de peregrinação a Meca ou Eid al Adha

Data de encerramento do Ramadan ou Eid al fitr. As festividades duram 3 dias.

Ano novo islâmico

Ascensão do profeta Maomé ou lailat al Mi’raj

Aniversario do profeta ou Moulid an Nabi

Ramadan-quando os mulçumanos jejuam durante o dia. Os estrangeiros não são obrigados a seguir, porém é considerado grosseiro e falta de educação, mesmo o turista, que fume, beba ou coma em publico durante o jejum. Depois que o sol de põe, há grandes banquetes. (Dica: se for nesta data, melhor fazer um estoque de petiscos, pois quase nada é vendido no horário do jejum)

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aqaba

 

Cidade balneária no golfo de Aqaba, na Jordânia, que atrae visitantes locais e da Arábia Saudita. É porto de entrada de quem vem de ferry pelo Egito. Zona de livre comércio, não exige visto da maioria das nacionalidades, incluindo brasileiros.

 

Atrações

 

-Snorkel e mergulho

-Museu de Aqaba

-Castelo e ruínas da cidade antiga de Aqaba, sendo o castelo construído pelos cruzados.

 

Hospedagem

 

Hotéis desde o mais econômico aos grandes resorts.

 

Bancos

Há grande quantidade de ATMs na cidade

 

Locomoção

Há ônibus e minivans para Amman, Wadi Musa (Petra) e Wadi Rum. Aparentemente os ônibus para Amman são os que seguramente saem com certeza, já os minivans para Wadi Rum e Wadi Musa dependem da demanda e geralmente saem de manha cedo.

Caso haja mais viajantes sai em conta dividir um taxi.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

michel » Seg Fev 06, 2012 10:37 pm

 

 

 

Atravessando Allenby Bridge: a fronteira entre Jerusalém x Amman

 

Durante o planejamento de minha viagem por Israel e Jordânia tive um pouco de dificuldade de encontrar informações sobre a travessia da fronteira através da Allenby Bridge / King Hussein Bridge, o posto de fronteira mais próximo de Jerusalém e Amman. A maioria dos relatos e guias indicavam a travessia via Eilat x Aqaba, porém não fazia sentido cruzar metade de Israel sendo que eu teria que voltar ao norte pois queria visitar Amman. Cheguei em Jerusalém sem saber exatamente como fazer mas no próprio hotel onde eu estava consegui as orientações, que seguem:

 

Saindo de Jerusalém com destino a Amman:

 

Segui até o Damascus Gate (Jerusalém Oriental) onde peguei um taxi (da companhia ABDO) para Allenby Bridge, o taxi ficou por NIS 150 (USD 40), no Damascus Gate também é possível encontrar vans que por NIS 20 levam até lá. Do lado de Israel foi preciso deixar a bagagem para inspeção e pegar uma fila da imigração, pagando uma taxa de NIS 100 (USD 32) de saída. Tranquilo.

Para atravessar a ponte se pega um ônibus onde se paga 7 JD (USD 10), não paguei pelo visto da Jordânia pois já tinha tirado aqui no consulado em SP (altamente recomendável). Chegando do lado jordaniano da fronteira peguei um taxi até Amman (meu hotel era perto da Abdali Bus Station) por USD 20.

 

Voltando: de Amman a Jerusalém:

 

Foi na sexta-feira, nesse dia o último ônibus parte da Jordânia às 11h30 para atravessar a ponte, como estava de carro alugado e demorei a entregá-lo acabei perdendo o horário e tive que morrer com USD 90 por um serviço VIP. No VIP, além de atravessar a ponte de van, vc não enfrenta nenhuma fila e aguarda todo o tramite burocrático ser feito pelo pessoal do serviço, enquanto vc aguarda em uma sala VIP No final não foi só prejuízo pois me poupou muito tempo, ainda mais que precisava chegar em Tel Aviv até as 16h ! Para chegar até o Damascus Gate peguei a van por 20 NIS.

 

Mais informações sobre a travessia Allenby Bridge / King Hussein Bridge: http://www.amman2jerusalem.com/useful3.php

 

Espero ter ajudado !!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens



×
×
  • Criar Novo...