Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

nnaomi

21 dias na BA - Costa do Descobrimento - Parte 2: Caraíva

Posts Recomendados

Como eu gosto muito de escrever, o que era para ser um relato acaba virando um "guia". Entretanto como a maioria ou não tem tempo ou não tem paciência para tanto, vou colocar um índice aqui e assim cada um vai direto a parte que lhe interessa ;)

 

Índice

 

A cidade

 

Como chegar

 

Quando ir

 

Onde ir

 

Onde ficar

 

Onde comer

 

Dicas (Contatos úteis, Postos de Informações Turísticas, Links úteis, Receptivos Turísticos e Dicas)

 

Sugestão de roteiros

 

Relato de viagem

 

Mapas

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porto Seguro está localizada no litoral sul do estado e tem área de 2.408,327 km². Tem 126.929 habitantes (dados IBGE 2010) e faz limite com as cidades de Santa Cruz Cabrália, Eunápolis, Itabela, Itamaraju e Prado. Possui clima quente, úmido e subúmido com temperatura média de 24,4ºC.

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porto Seguro tem fácil acesso, por meio de transporte rodoviário ou aéreo. Está localizado a 722 km da capital.

 

De Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália está localizada a 22 km; Santo André a 27 km + 15min de balsa + 2 km; Arraial d'Ajuda, a 10min de balsa + 4 km; Trancoso, a 10min de balsa + 47 km (estrada nova) ou 27 km (estrada velha); Caraíva, a 10min de balsa + 70 km. Entre Trancoso e Caraíva há cerca de 40 km e, no meio do caminho, tem o acesso para a estrada de 6 km (alguns dizem 3 km) que leva à Praia do Espelho. Obs.: são distâncias aproximadas, pois eu não medi e cada lugar fornece um número diferente).

 

• Aeroporto Internacional de Porto Seguro, Estrada do Aeroporto, 1500, Cidade Alta, 3288-1880

• Terminal Rodoviário, Cidade Alta (em frente à entrada do Centro Histórico), 3288-1039 / 1914

• A empresa de ônibus Águia Branca faz a linha Salvador-Porto Seguro, 0800-725-1211, http://www.aguiabranca.com.br/

 

Transporte Porto Seguro/Caraíva:

• Caraíva fica a cerca de 70 km de Porto Seguro, mas, apesar de parecer perto, o percurso é demorado. Primeiro, deve-se fazer a travessia de balsa do Rio Buranhém, para atravessar para Arraial d´Ajuda. O asfalto vai até Trancoso, depois tem que pegar estrada de terra. Embora precária, é sinalizada e não tem erro. De ônibus, chacoalha-se, por cerca de 2h30min, em um ônibus velho que te deixa em Nova Caraíva, no ponto de travessia do Rio Caraíva. Atravessa-se o rio de barquinho e se chega a Velha Caraíva, onde charretes aguardam para fazer o transporte até a pousadas pelas ruas fofas de areia da vila

• Viação Águia Azul, 3575-1170 / 3668-1347. Faz a linha Arraial d'Ajuda-Trancoso-Caraíva, com horários de partida, da balsa, às 7h10 e 15h30, e de retorno, de Nova Caraíva, às 6h20 e 16h. No verão, tinha um horário extra de partida às 11h30 e retorno às 11h. É um ônibus tipo rodoviário com bagageiro, mas é velho e bem judiado, pelo menos era nas três vezes que peguei. O percurso total é realizado em cerca de 2h30min, mas se o ônibus estiver cheio e/ou fizer muitas paradas, pode levar mais de 3h. Ele segue pela estrada de terra entre Arraial d'Ajuda e Trancoso, portanto faz praticamente todo o percurso por estrada de terra

• Travessia de barco de Nova Caraíva a Velha Caraíva: saída de barcos a cada 10min, são barcos/canoas de madeira com capacidade média de 12 pessoas. Eles não esperam lotar, tem partidas frequentes e o preço é o mesmo, independente da lotação do barco

• A estrada de terra de Trancoso a Caraíva é razoável na alta temporada (verão), quando chove menos e a estrada recebe mais manutenção, ainda que seja irregular, cheia de subidas e descidas íngremes, curvas e pontes bem estreitas e rudimentares sobre os rios. Fica em condições precárias no tempo chuvoso e, depois de uma chuva muito forte, pode até ter as linhas de ônibus suspensas temporiamente. No meio do caminho, tem a Aldeia Imbiriba com algumas barracas com artesanato à beira da estrada, perto de Itaporanga

 

Transporte Porto Seguro-Arraial d'Ajuda-Trancoso-Caraíva/Praia do Espelho:

• Para ir à Praia do Espelho deve-se pegar a Estrada Trancoso-Caraíva. Ver mais detalhes da estrada no item anterior. Partindo de Trancoso, depois de passar por Itaporanga e percorrer cerca de 20 km, pegar o acesso à esquerda sinalizado com placa indicando a Praia do Espelho. Alguns disseram que são mais 6 km até a Praia do Espelho; outros, 3 km. Essa estrada passa pela portaria do Condomínio Outeiro das Brisas. É meio arenosa, mas não é areia fofa, é transitável por carros comuns. Tem placas indicando Praia do Espelho nas duas estradas da bifurcação. Disseram que está correto, pois ambas as estradas levam à praia, apenas terminam em pontos diferentes. Conheço a estrada da esquerda que desemboca no lado esquerdo da praia; há um estacionamento à direita e mais abaixo outro estacionamento no final da estrada, nos fundos dos restaurantes. Parece que os estacionamentos são pagos, se for de restaurante acho que tem consumação mínima para isentar o pagamento do estacionamento. É melhor confirmar antes. Partindo de Caraíva, são 15 km até o acesso à estrada da Praia do Espelho, nesse caso, à direita

• Quem pode vai de avião (parece que tem uma pista de pouso no Condomínio Outeiro das Brisas) ou de traslado privativo a partir do aeroporto de Porto Seguro e fica hospedado nas pousadas locais. Entretanto, os pobres mortais também podem ir à Praia do Espelho. Desconheço opções baratas de hospedagem e alimentação lá, mas um passeio bate e volta pode sair bem em conta

• A partir de Porto Seguro, Arraial d'Ajuda e Trancoso, agências vendem passeios de barco ou de van para a Praia do Espelho. A partir de Caraíva, é posível ir de passeio de barco também. Vantagem: a praticidade aliada a um custo fixo e razoavelmente baixo; desvantagem: passeio engessado

• Carro alugado também é uma boa opção para ir à Praia do Espelho. Vantagem: flexibilidade e não sai caro dependendo do número de pessoas a dividirem os custos; desvantagem: se gostar de dirigir (por estrada de terra que pode estar em condições precárias, volte com luz do dia) e não beber, praticamente não há desvantagens

• Ainda há outras opções; quem está hospedado em Porto Seguro, Arraial d'Ajuda, Trancoso e Caraíva pode ir de ônibus da Viação Águia Azul, a linha Arraial d'Ajuda-Trancoso-Caraíva passa pela portaria do Condomínio Outeiro das Brisas, onde deve ser feito o desembarque. É preciso caminhar pela estrada ou tentar pegar o ônibus dos funcionários para alcançar finalmente a Praia do Espelho. Nesse trecho há ladeiras, algumas bem íngremes, na ida são descidas, na volta subidas. Vantagem: o baixo custo; desvantagem: a demora, perde-se um tempo precioso no deslocamento que poderia ser gasto em curtir a praia

• A opção, que eu acho a melhor relação custo/benefício, é ficar hospedado em Caraíva e fazer o bate e volta: ida através de caminhada e retorno de ônibus. A caminhada pela praia revela paisagens surpreendentes no meio do trajeto que, eu ouso dizer, são tão belas quanto a própria Praia do Espelho. Leve sua água e lanche e curta a praia, se tiver pique siga caminhando mais um pouco, pois as falésias à frente são muito bonitas. Agora o retorno de ônibus fica fácil: pegue o ônibus dos funcionários até a portaria do Condomínio Outeiro das Brisas, desembarque e espere a linha Arraial d'Ajuda-Trancoso-Caraíva da Viação Águia Azul. Você só tem que verificar que se o ônibus dos funcionários te deixa a tempo de pegar o outro ônibus, caso contrário, terá que sair mais cedo e subir a pé. É uma boa subida, tem duas ou três ladeiras bem íngremes no caminho. Dá para tentar voltar de barco também. Procure por algum barqueiro que esteja voltando a Caraíva. Obviamente, essa opção é interessante àqueles que desejam conhecer Caraíva também, quem deseja conhecer apenas a Praia do Espelho deve buscar outra alternativa

• A linha Itaporanga-Curuípe, conhecida como ônibus dos funcionários, parte às 7h de Itaporanga e chega às 8h na Praia do Espelho. Na volta, ela parte às 16h15 do Espelho. Ela pode ser usada para te poupar de andar os 6 km (alguns dizem que são 3 km) da Praia do Espelho até a portaria do Condomínio Outeiro das Brisas, mas tem que ver se o horário bate com a da linha Arraial d'Ajuda-Trancoso-Caraíva da Viação Águia Azul. Esta, a priori, leva 10min da balsa até o centro de Arraial d'Ajuda, mais 50min até Trancoso, mais 50min até a portaria do condomínio e mais 40min para ir até Nova Caraíva. Porém, na prática é bom contar com atrasos e colocar folgas para não ter imprevistos

• Vi alguns taxistas no estacionamento da Praia do Espelho, mas não sei se estavam disponíveis ou se aguardavam passageiros que eles tinham trazido

 

Transporte Caraíva/Ponta do Corumbau:

• De Porto Seguro à Ponta do Corumbau são 230 km, com acesso asfaltado até a cidade de Itamaraju e por estrada de terra a partir do vilarejo de Guarani. Uma alternativa é ir para Velha Caraíva e de lá pegar um buggy para percorrer os 13 km até as margens do Rio Corumbau, cuja travessia é feita de canoa. Essa alternativa pode ser encarada como um passeio bate e volta ou como um traslado. Também pode ser contratado passeio de barco de Velha Caraíva para Ponta do Corumbau

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A alta temporada se dá no período de férias escolares, com picos no ano novo, no carnaval e feriados. Particularmente, a cidade de Porto Seguro tem outro período de alta temporada entre os meses de outubro e novembro, quando recebe excursões de formatura de estudantes de ensino médio, também frequentes nas férias de julho. Quem quer tranquilidade e fugir dos preços altos, deve evitar essas épocas. Na baixa temporada, Porto Seguro sempre tem algum movimento, já Arraial d'Ajuda e Trancoso têm o fluxo de turistas reduzido, bem como Espelho e Caraíva que ficam ainda mais tranquilas. Quanto ao clima, geralmente apresentam um índice pluviométrico maior entre março e maio.

 

O visual de algumas praias, como a Praia do Espelho, poderá ser mais bem apreciado na maré baixa; na alta a água encobre os recifes e os bancos de areia retirando o diferencial/particularidade da praia. No caso particular da região de Porto Seguro, não sei se há necessidade de a maré estar muito baixa, que ocorre na lua cheia ou nova, quando as marés baixas são mais baixas e as marés altas são mais altas. Confira no site da Marinha a Tábuas das Marés e veja O básico das marés - o que se precisa entender para programar seus passeios pelas praias e piscinas naturais

 

Eventos:

• São Sebastião: no dia 20 de janeiro, uma procissão com uma estátua de São Sebastião, ao lado da estátua de São Brás, percorre Trancoso e, em frente da Igreja de São João Batista, é feita uma homenagem e a substituição do mastro de madeira

• Nossa Senhora d'Ajuda: no dia 15 de agosto, romaria à fonte de água, localizada próxima à igreja

• Nossa Senhora da Pena: no dia 8 de setembro, precedido por uma novena, a procissão, com saída do centro histórico de Porto Seguro, atrai romeiros de regiões vizinhas, como Eunápolis e Santa Cruz Cabrália

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caraíva, antiga vila de Cramimuan (ou Cramimoã), divide-se em Nova Caraíva e Velha Caraíva. De ônibus ou carro, chega-se a Nova Caraíva que é pequena, mas tem infraestrutura básica; tem um posto de combustíveis com uma única bomba que parece cenário de filme em local bem remoto. O carro tem que ficar no estacionamento e é necessário pegar um barco para atravessar o Rio Caraíva e chegar à Velha Caraíva. A vila fica na foz do rio Caraíva e é limitada pelo mar, o rio e o Parque Nacional de Monte Pascoal. Bem bacana, a vila pequena e rústica tem ruas de areia fofa e uma fileira de casinhas coloridas na Beira-rio. O ambiente é surreal, parece que se parou no tempo. As ruas ficam escuras, à noite, pois não tem iluminação nas vias. Apenas a Beira-rio é mais iluminada, por causa das fachadas dos restaurantes e lojas. Caminhar à noite garante um céu muito estrelado e escutar o barulho de grilos, sapos e outros bichos. Porém conta com boas pousadas e restaurantes com chefs estrangeiros.

 

Vila:

• Vila de Velha Caraíva, banhada pela praia e pelo rio homônimos, concentra pousadas, bares, restaurantes e algumas lojas

• Forró no Pelé ou no Ouriço, Av. dos Navegantes

 

Praias:

• Ponta do Toque-toque: acesso de barco ou a pé da Praia do Espelho ou de Caraíva. As tartarugas cabeçudas se refugiam entre as rochas que separam a Praia do Espelho da Praia do Satu. Acima das falésias tem vários mirantes. A trilha tradicional que os índios Pataxó usavam para chegar a Porto Seguro e Coroa Vermelha tem um trecho ainda preservado. Tem lixeiras no caminho, mas recomendo que cada um traga seu lixo de volta, pois não custa nada e o vento pode espalhar o lixo, principalmente se as lixeiras transbordarem

• Juacema: acesso de barco ou a pé da Praia do Espelho ou da Praia do Satu. Mar tranquilo, recifes, piscinas naturais na maré baixa. Diz a lenda que saem fantasmas de índios do buraco que há na praia e que na Lagoa Encantada, banham-se índias

• Satu: acesso de barco ou a pé da Praia do Espelho ou da Praia de Caraíva. Desta, é necessário cruzar o rio de barco ou a nado (cuidado com a correnteza) e caminhar pela orla. Coqueiros, lagoa de água doce, recifes. De infraestrutura, a barraca do Satu tem apenas o básico: água de coco, refrigerante, cerveja, biscoitos e uma cocada que dizem ser a especialidade da casa. Porém, parece que há alguns bares novos nessa praia

• Ponta do Camarão: acesso de barco ou a pé da Praia do Espelho ou da Praia de Caraíva. Deserta, 2,5 km de extensão da Barra de Caraíva até Satu

• Caraíva: larga faixa de areia fofa, ondas fortes e, no canto esquerdo, águas mais calmas e escuras por causa da foz do Rio Caraíva. Belo pôr-do-sol na barra do rio. Os índios Pataxó vendem artesanato, acarajés, peixe frito, pastéis, água de coco e bebidas

• Barra Velha: acesso por bugue ou a pé da Praia de Caraíva. Água verde, cristalina, barcos de pescadores, reserva indígena Pataxó; do lado direito é possível avistar a Ponta do Corumbau

 

Passeios/caminhadas:

• Caminhada Caraíva-Praia do Espelho: caminhe até a Barra de Caraíva e atravesse o rio Caraíva de barco ou a nado (cuidado com a correnteza). Siga até a Praia do Satu, até a Ponta do Toque-toque, suba as falésias pela trilha e siga as indicações, encontrará uma pequena lagoa, continue por caminhos de areia que tem mirantes e desça no final do caminho, caminhe pela praia até a Praia do Espelho. Não é recomendável na maré alta, pois tem trechos onde a água bate nas falésias. São cerca de 11 km

• Caminhada Caraíva-Prado: com pequenas barras para atravessar, falésias, coqueiros. Na maré baixa, é possível caminhar por areia dura

• Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal: a entrada do parque fica na final da Rodovia BR 498, a 156 km da sede do município de Porto Seguro, onde está localizada a sede administrativa do parque, no endereço R. do Mamoeiro, 25, Taperapuã. A cidade mais próxima da entrada principal do parque é Itamaraju, mas Caraíva está mais próxima da Praia de Barra Velha. O parque abrange as áreas de mata atlântica, restinga, manguezal e litoral com recifes, dunas e desembocaduras de rios (o parque é cortado pelos rios Caraíva e Corumbau), ao redor do Monte Pascoal, o primeiro ponto de terra firme avistado pela tripulação de Pedro Álvares Cabral. Possui área de 22.331,91 ha, englobando aldeias indígenas. É possível fazer trilhas e subir ao Monte Pascoal, além de outras atividades no parque, somente com condutores indígenas. Maiores informações no site do IBAMA e através dos contatos 3288-1633 e [email protected]

• Passeio de Bugue à Ponta do Corumbau: 13 km à beira-mar na maré baixa ou pela rua paralela em área de restinga na maré alta. No meio do caminho, curta a vista do Monte Pascoal. Depois é necessário atravessar o Rio Corumbau de canoa (pago à parte). Do outro lado, uma caminhada curta leva à praia e vila de pescadores com restaurantes, pousadas e pequeno comércio. Se quiser, pergunte sobre a possibilidade de parar na Aldeia Barra Velha para comprar artesanato. O passeio pode ser contratado na associação dos bugueiros, perto da igreja

• Passeio de barco para Praia do Espelho, com mergulho no Recife de Tatuaçu. Todos os passeios de barco podem ser combinados na Beira-rio, em frente ao Camping Caraíva

• Passeio de barco para Ponta do Corumbau, com mergulho no Recife de Itacolomi

• Passeio de barco para Barra do Cahy. É um roteiro mais longo

• Passeio de boia pelo Rio Caraíva, 20 min de lancha até a Prainha de Caraíva e 1h30 de descida até o mar sobre uma câmara de pneu. A correnteza da vazante facilita a descida

• Passeio de lancha pelo Rio Caraíva e Aldeia Barra Velha, organizado pela ANAC e Associação da Reserva Ambiental e Cultural Porto do Boi, segue pelo rio até a aldeia onde é possível conhecer a cultura indígena e fazer uma curta caminhada pela mata atlântica

• Aluguel de Caiaques para passseios no Rio Caraíva

 

A Praia do Espelho é talvez o destino mais chique do sul da Bahia. Em meio a um clima natureza-charme e rústico-chique, pousadas e restaurantes sofisticados exibem espreguiçadeiras, esteiras de taboa e coloridas almofadas de chita sob gazebos e árvores. Alguns dizem que Curuípe é o nome real da praia que foi rebatizada devido ao mar que, transparente com tonalidades que variam do verde ao azul, refletem como um espelho, a paisagem circundante. Outros adotam o nome Curuípe no lado esquerdo da praia e Espelho no lado direito, depois do rio. Independente da denominação, falésias, recifes, piscinas naturais e rios completam o cenário.

 

Praias:

• Jacumã: acesso a pé da Praia do Espelho. Areia fofa, coqueiros, recifes

• Outeiro/Setiquara: acesso a pé da Praia do Espelho. Falésias, recifes, piscinas naturais na maré baixa. Subir ao mirante da Pousada do Outeiro para ter vista panorâmica das praias. Na maré alta a passagem pela praia não é recomendável, as ondas arrebentam nas pedras e isolam a praia

• Amores: acesso a pé da Praia do Espelho. Falésias

• Curuípe/Espelho: acesso a pé de Caraíva ou de carro pela estrada Trancoso-Caraíva ou de barco. Falésias, recifes, piscinas naturais na maré baixa, pousadas charmosas, bares e restaurantes, mais sossego do lado direito após a travessia do riozinho. As caminhadas para praias vizinhas são recomendáveis na maré baixa. Vários mirantes acima das falésias

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caraíva:

• Se puder, vá para Caraíva em época de lua cheia. É o melhor período, pois deve ser lindo o visual da lua cheia no mar, além de ser mais fácil andar pela vila de Velha Caraíva com as ruas mais claras iluminadas pelo luar. Passeios para algumas praias, como a do Espelho, também são favorecidos, por causa da maré mais baixa

• Não corte caminho entre a foz do Rio Caraíva e o Boteco do Pará, tem uma casa de marimbondos ali. Tomamos várias picadas

• É possível tomar banho de rio e de mar, na foz do Rio Caraíva. Ali tem várias barraquinhas, mesas e espreguiçadeiras de madeira, rústicas e naturais. A água do rio e da praia são escuras, provavelmente por causa do mangue. A praia é bem extensa, sem recifes e com ondas fortes. A Beira-Rio é um dos locais preferidos para ver o pôr do sol

• A Beira-rio é charmosinha e vale a pena caminhar por lá, tanto de dia quanto de noite, curtindo o visual da fileira de casinhas coloridas ao longo do rio

• O roteiro que eu achei mais bonito foi a caminhada de Velha Caraíva até a Praia do Espelho. Primeiro atravesse o rio de canoa. Na beira do rio, ficam os barqueiros aguardando os passageiros. Vimos algumas pessoas atravessando a nado na diagonal, provavelmente por conta da correnteza. As paisagens pelo meio do caminho são tão bonitas quanto a própria Praia do Espelho. O trecho que achei mais bonito foi da Praia de Juacema. Tem uma lagoa muito linda, acho que o nome é Lagoa Encantada. A água é azul e parece uma piscina de borda infinita, separada do mar apenas por uma faixa estreita de areia. Na verdade, faltava um pouquinho mais de água na lagoa ou um pouquinho menos de areia entre a lagoa e o mar, mas quando entrávamos na lagoa, era claramente visível o efeito borda infinita. No final da praia, não tem como continuar caminhando pela areia da praia, pois a água bate nas falésias, mesmo na maré baixa. O jeito é seguir por cima, mas é bem interessante, pois há mirantes sobre as falésias e, por um trecho curto, a paisagem muda de cara, tem uma lagoa e vegetação mais densa com algumas flores, incluindo orquídeas. Acho mais interessante ir caminhando do que de barco por causa das paisagens no meio do caminho. A única vantagem de ir de barco é o mergulho no Recife de Tatuaçu para quem curte snorkeling. A caminhada tem cerca de 11 km. Há propriedades particulares, mas esse trecho é bastante deserto, com exceção da Praia do Satu que possui algumas barracas, depois disso só haverá infraestrura já na Praia do Espelho. Atravessamos alguns rios rasos pelo meio do caminho que não oferecem nenhuma dificuldade de travessia. Entretanto creio que na lua cheia ou nova, não seja recomendado passar na maré alta, pois a água deve tomar toda a faixa de areia e bater na vegetação e/ou falésias de alguns trechos do percurso. Há dois rios pequenos, já na Praia do Espelho, um de cada lado

• O passeio de barco para Praia do Espelho, se não me engano, precisa de no mínimo 5 a 6 passageiros para sair um barco de madeira. Com menos interessados, a alternativa é contratar uma lanchinha de alumínio. O percurso costuma ser relativamente tranquilo, sem bater muito. Como a maioria das piscinas naturais, o mergulho no Recife de Tatuaçu é mais interessante na maré baixa

• Disseram que o lado direito da Praia de Caraíva, em direção à Praia de Barra Velha, tem recifes e pedras que formam piscinas naturais. Sem infraestrutura, tem apenas alguns índios vendendo água de coco e mais algum item básico

• Passeio de boia pelo Rio Caraíva: disseram ser bem agradável, mas pulei, achei dispensável

• As noites em Velha Caraíva são animadas pelo forró. Disseram que no Pelé os ambientes são cobertos e mais quentes, enquanto no Ouriço os ambientes ao ar livre são melhores, mas não conferi. Parece que tem forró em Nova Caraíva também

• Disseram que de Trancoso a Caraíva são 38 km pelas praias. Eu fiz parte desse trecho. Estimo que seja cerca de 20 km de Trancoso até o Rio dos Frades, 6 km do rio até o Espelho e mais 12 km até Caraíva

• Ponta do Corumbau consegue ser menor, mais tranquila e com acesso mais difícil do que Caraíva, mas conta com uma pousada fazenda muito chique que recebe hóspedes que vão de helicóptero, enquanto suas malas enormes vão de táxi, devido ao limite de peso para voar. Entretanto, os pobres mortais também podem ir a Ponta do Corumbau, caminhando ou fazendo um passeio bate e volta de barco ou buggy a partir de Velha Caraíva, por exemplo

• É possível caminhar de Velha Caraíva até a Ponta do Corumbau (na maré baixa, dá para seguir pela faixa de areia mais firme), mas pareceu-me uma caminhada longa (13 km) pela praia que parece uma reta só, sem muitos atrativos. Uma boa alternativa é seguir de buggy, de preferência na maré baixa, quando o buggy consegue ir pela praia, caso contrário ele seguirá pela estrada paralela à praia. Indo de buggy, sobra tempo para caminhar ali na Ponta do Corumbau. Aproveite para curtir o visual do Monte Pascoal ao longe. Para quem curte snorkeling, ir de barco é interessante, já que normalmente está incluído uma parada no Recife de Itacolomi

• Li algumas críticas sobre o passeio de buggy em Caraíva que é coordenado por uma associação de bugueiros da aldeia indígena local. Sem entrar no mérito da questão ecológica, achei organizado; a associação tem vários buggys em bom estado e eles disseram que se o buggy do passeio pifar, vem outro para substituir

• O passeio de barco para Ponta do Corumbau deve ter número mínimo de passageiros para sair. Preferi ir de buggy, pois me disseram que na volta, o mar costuma ficar mais agitado

• Uma caminhada em Ponta do Corumbau é bem agradável. Ali perto da "ponta", do encontro do Rio Corumbau com o mar, uma bela paisagem é composta pelo rio cor de coca-cola, cercado por manguezal. Nas proximidades, tem uma pequena lagoa, provavelmente formada por água represada na maré alta. O mar fica com 2 cores por causa do encontro da água do rio com a água do mar e é pontilhado por coloridos barcos de pescadores. Na maré baixa, formam-se bancos de areia e faixas de areia com textura ondulada. À frente, ficam o Farol e a vila que é o local mais movimentado da área. Há barracas com espreguiçadeiras de madeira e estruturas rústicas com 4 paus, onde são amarrados pedaços de tecido para fazer uma espécie de toldo. Fica bem bacana, pois é bem natural e se integra à paisagem. A água do mar é muito limpa, azul/verde e transparente, mesmo perto do rio, tanto que nem daria para adivinhar que tem um rio e mangue perto dali e não vi sargaço. Depois, a praia fica praticamente deserta. Dá para andar, andar, só vendo coqueiros... Sombra na praia, só dos coqueiros, na parte da tarde. Nessa parte mais deserta, havia alguns cavalos-marinhos

• Acho que compensaria dormir em Ponta do Corumbau para explorar as redondezas, como Barra do Cahi e Cumuruxatiba

 

Praia do Espelho:

• O visual de cartão postal da Praia do Espelho é visto na maré baixa e com sol a pino. Não sei se precisa ser uma maré muito baixa (de lua nova ou cheia), mas o nível da água precisa estar um pouco baixo para dar aquele efeito espelho nas piscinas naturais. A Praia do Espelho é bonita, mas achei mais interessantes as paisagens antes e depois dessa praia. As caminhadas Caraíva-Espelho e Espelho-Amores/Outeiro têm paisagens belíssimas, mas devem ser feitas na maré baixa, pois na alta a água bate nas falésias. Há um ou outro rio no meio do caminho, mas são estreitos e rasos e não oferecem nenhuma dificuldade de travessia. Não percorri o trecho Jacumã/Barra do Rio dos Frades, portanto desconheço particularidades desse percurso

• Disseram que o mirante da Pousada do Outeiro, no alto da falésia, oferece uma vista panorâmica da Praia do Espelho e região

 

Compras:

• Em Caraíva, tem bastante comércio de artesanato indígena, os índios passam vendendo na praia, Beira-rio e na vila. Vi um ponto de venda fixo na Beira-rio, perto do Boteco do Pará. Na foz do rio, tem várias barracas com comes e bebes e artesanato. Na Beira-rio tem algumas lojas de artesanato, como porcelanas pintadas a mão (Atelier Claunalone, das 10h às 20h, (11) 99648-8165, [email protected]) e cerâmicas explorando o tema das casinhas coloridas de Caraíva. No Restaurante Canto da Duca, também há telas alegres, onde é retratada a singela vila

• Na Praia do Espelho, os índios também passam vendendo artesanato. Como não comprei nada, não sei dizer se os preços desses itens lá são inflacionados

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Caraíva Guest House, R. Sete de Setembro, 1300, Vila de Velha Caraíva, 9967-3848 / 9904-1957, [email protected], http://caraivaguesthouse.com.br/ Pousada agradável, arborizada, com área gramada, cerca de madeira bem natural e comedouro para pássaros que atraía lindos espécimes. Boa localização, fica a uma quadra da praia, não dá para ver o mar, mas dá para dormir ouvindo o barulho das ondas quebrando. Tem que andar algumas quadras até a beira-rio, mas Velha Caraíva é bem pequena. Ótimo atendimento do Octavio (dono) que mora no local. Ficamos na suíte luxo 01, quarto grande, no estilo rústico-chique, instalações boas e novas, agradável e aconchegante com objetos de decoração, cama box de casal enorme, frigobar novo, AC split silencioso, TV LCD grande, TV Sky completa com canais de filmes, Telecine e demais pacotes. Banheiro simples, secador de cabelos, chuveiro elétrico com boa vazão, não tem box, de um lado uma meia parede azulejada e, do outro, uma divisória azulejada bem baixa separa de um jardim interno que dá a impressão que você está tomando banho no jardim, ao ar livre, muito agradável. Varanda individual com rede, poltrona e mesa com 2 cadeiras, onde era servido o café da manhã, só para nós dois, bem romântico, em horário a ser combinado. O café não tinha muita variedade, mas era fresco, caseiro, gostoso e bem servido em porções generosas. A água da pousada é boa, não é turva, nem amarelada (a vila não tem rede de água tratada). Dica de quarto: Tem diferença entre os tipos de acomodação disponíveis, mas como os valores da diária não eram tão grandes, acabei optando pela suíte luxo 01, que era um charme

 

Outras opções:

• Pousada Vila do Mar, Praia de Caraíva, (31) 3225-5630 / 3668-5111 / 9324-0026, [email protected], http://www.pousadaviladomar.com.br/

• Pousada Tatuassu, R. 7 de Setembro, Vila de Velha Caraíva, 9985-5672 / (11) 3284-1902, [email protected], http://www.caraivapousadatatuassu.com/

• Pousada Mangue Sereno, R. do Cajueiro, Vila de Velha Caraíva, 9991-1711 / (31) 7812-6174 / 9977-8315, [email protected], http://www.caraiva.tur.br/manguesereno/

• Guest House Casa Amarela, Praia de Caraíva, 9962-3804 / 9998-7049 / 9960-3163, [email protected], http://caraiva.tur.br/casaamarela/

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caraíva:

• Velha Caraíva é rústica, com ruas de areia e infraestrutura básica. Não tem hoteis chiques, mas tem pousadas confortáveis. Tem camping também. É perfeita para quem curtir natureza, pois, além das belezas locais, fica estrategicamente entre dois pontos de destaque: a Praia do Espelho e a Ponta do Corumbau

• Nova Caraíva também conta com algumas opções, talvez seja mais em conta, por ser menos turística

• Havia velas no quarto da pousada, mas não presenciamos nenhuma queda de energia

 

Praia do Espelho:

• É um dos destinos mais badalados na região. As opções de hospedagem e alimentação são limitadas e caras. Uma das alternativas é ficar hospedado em outro local e fazer um bate e volta. Nesse caso, uma das opções mais próximas é Caraíva

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Restaurante Canto da Duca, Al. das Estrelas, 1240, Vila de Caraíva, 9199-9138. Esse é o endereço que vi em algum guia, mas acho que fica na R. Sete de Setembro, a menos que aquele trecho da rua tenha um nome diferente. Parece que o horário de funcionamento varia conforme o período, costuma abrir cedo e funcionar até às 16h. Serve café da manhã, sanduíches, doces e almoço vegetariano. Ambiente simples, mas agradável, zen, com vários sinos de vento, mensagens espalhadas pela área e comedouros para pássaros com frutas, bom atendimento. Um ateliê, ao lado, tem quadros bem coloridos. Vegetariano, tudo artesanal com produção limitada, por isso dizem que a famosa sobremesa Nega Maluca acaba logo, na alta temporada. A sobremesa é cara, mas é muito gostosa, não é muito doce e tem um toque especial, é difícil dizer quais são os ingredientes exatos. Tem um creme de chocolate e canela, um doce cremoso e banana picadinha, servido numa canoa de madeira. Tem chás, sucos e guaraná natural, acho que não tinha refrigerantes. A refeição vegetariana é bem servida, bem temperado, gostoso e não é caro, sai o mesmo valor da sobremesa. No dia que experimentei tinha entrada de pão integral com pasta de ervas, salada, arroz integral, feijão preto com carne de soja e legumes gratinados com queijo, tudo muito bem preparado. Aceita dinheiro e cheque, não cobra 10%. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício boa

• Boteco do Pará, Av. Navegantes, 700, Vila de Caraíva, 3274-6829, ter-dom das 11-18h, dez-mar das 11-22h. O local é bem simples, rústico com mesas e bancos de madeira à sombra de grandes amendoeiras, na área conhecida como Ponto dos Mentirosos. Acho que tinha algumas mesas em área coberta também. Fica na Beira-rio com vista para o Rio Caraíva, por isso é um dos locais preferidos na hora do pôr do sol. Aceita cartão apenas acima de 50,00. O ambiente é agradável, bom atendimento, cardápio à la carte. É uma boa opção para um petisco, pois os pasteis são bons. Um dos mais famosos é o de arraia. Tem opção de acrescentar queijo cremoso no recheio que fica gostoso, mas acho que tira um pouco o sabor do próprio recheio, pois o que fica mais acentuado é o gosto do queijo. Não experimentei os pratos. Aberto também para o jantar na alta temporada. Fora dessa época, o atendimento se encerra no final da tarde. Os valores dos pratos são meio altos, mas estão na média dos valores praticados na região. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício razoável

• Restaurante Tatuassu, R. Sete de Setembro, Vila de Velha Caraíva, 9985-5672 / (11) 3284-1902. Ambiente rústico-chique, bem agradável, mesas de madeira e bancos baixos, ambiente escuro com velas e luminárias vermelhas, forno à lenha, louças muito bonitas e combinando, bom atendimento, cardápio à la carte. O prato filé à moda tinha a carne bem macia envolta num calzone maçaricado e acompanhava uma salada com alface americana, pepino e outros ingredientes bem frescos e crocantes. É caro, mas tem qualidade e aquele toque de chef. Porém achei a sobremesa mediana, o nome chique se revelou uma espécie de bolo, parecia bolo de aniversário recheado com cobertura, estava gostoso, mas esperava mais. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício razoável

• Principado, Beira-rio. Ambiente rústico-chique, agradável, mesas do lado de fora com velas, som ambiente, bom atendimento. Não sei se é um único restaurante ou se é um espaço gastronômico. Tem 4 cardápios: Fatto a mano (cozinha mediterrânea), Dona Redonda (pizzas), Tabu (japonesa) e Alegria (sanduiches). Fomos de sanduiche de costelinha desfiada com queijo, tem apresentação e bons ingredientes. É caro, mas é bem servido, vem no prato com salada e batata palito, dá para 2, se não estiver com muita fome. Os molhos que acompanham são deliciosos. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício razoável

• Bar da Lagoa, Beco da Lagoa. Ambiente simples, mas agradável, meio escuro, as mesas e bancos de madeira rústicos têm luminárias e velas nas mesas e uma fileira luminárias vermelhas pela extensa área da propriedade que também é pousada. Tinha um pouco de pernilongos, talvez por conta desse grande terreno onde está localizado. O cardápio à la carte tem sobremesas caras, mas diferenciadas como a torta de damasco. Tentamos experimentar profiteroles, mas não tinham sorvete suficiente no dia. As massas têm preços na média dos valores praticados na região, talvez um pouco menores, como geralmente ocorre com esse tipo de prato. Experimentamos a lasanha que estava muito boa, mas era de tamanho médio, como são normalmente os pratos de massa nos restaurantes italianos, normalmente as carnes são mais bem servidas. Pedi porção de pão para acompanhar, mas era pão de forma e estava meio seco. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício razoável

• Restaurante Culinária Central, R. Sete de Setembro. Ambiente simples, mas agradável, escurinho, tem mesas na área interna e no jardim que é mais bacana com mesas rústicas, velas e luminárias charmosas, bom atendimento, cardápio à la carte. Aceita cartão de débito, não sei se não aceita cartão de crédito ou se precisa de um valor mínimo para passar. Comida média, é boa, mas acho que faltou um tempero ou toque especial. Os preços estão na média dos valores praticados na região. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício razoável

• Aquarius, Beira-rio. Ambiente simples, mas agradável, meio escuro, tem luminárias com velas nas mesas. Aceita cartão, mas tem valor mínimo, acho que era 50,00 para débito e 80,00 para crédito. O cardápio à la carte informa que a comida é feita com água mineral. Pedimos picanha que estava mediana. Os preços estão na média dos valores praticados na região. Pesando os fatores mencionados, achei a relação custo-benefício razoável

• Coco Loko, no meio da vila de Velha Caraíva, vende coco a um preço que achei bem honesto, provavelmente por não ficar na praia, nem na Beira-rio. Os cocos eram enormes, com bastante água e estavam ótimos, apesar de não estarem estupidamente gelados. A casa é bem bacana, o telhado parece ser de lascas de madeira, merece um registro em foto

 

Outras opções:

• Bar da Praia (Pousada Casa da Praia), Praia de Caraíva, 3274-6833, 10-17h. Aceita cartão

• Bar do Porto, pizzaria com ambiente legal à Beira-rio. Na sexta-feira, anunciava forró ao vivo

• Restaurante Mangue Sereno, R. do Cajueiro, s/n, Vila de Velha Caraíva, 9991-1711 / (31) 7812-6174 / 9977-8315, 18-0h, (fecha de abr-jun, ago-nov). Informe-se sobre horário de funcionamento, principalmente fora da alta temporada. Estava operando sob reserva

• Restaurante Mangaba, Beira-rio, 9991-0742, ter-dom 12-21h

• Restaurante Jardim Sushi, Beira-rio

• Estrela-guia, R. Sete de Setembro, ao lado do Canto da Duca. Disseram que as sobremesas são boas, mas caras

• Restaurante da Sylvinha, Praia do Espelho, 9985-4157, seg-sáb 12-16h, jan/fev seg-sáb 12-18h. Pescados. Opera sob reserva. Parece que não tem cardápio prévio, você come o que for preparado na hora, de acordo com os ingredientes frescos do dia. Então acho que deve ser bom para quem come de tudo

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• No geral, alimentação em Velha Caraíva é muito boa, mas cara. Vi propaganda do PF da Cida, mas não experimentei. Tinha placas anunciando marmitex, que talvez seja mais em conta

• Normalmente os restaurantes à beira-mar só abrem durante o dia. À Beira-rio e na vila, alguns restaurantes abrem somente para o almoço; outros, somente para o jantar

• Alguns locais têm café expresso, como o Restaurante Culinária Central e o Café da Loja, de uma loja de artesanato à Beira-rio, que tem doces também

• Em Nova Caraíva, recomendam o Bar do Vanio que fica na rua principal, pela qual o ônibus passa, antes de chegar ao ponto final

 

Relatos 2013:

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo

21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...