Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Gilcea

Espanha 7 dias - Madri em 3 dias, Ávila, Toledo e Salamanca em 2 dias (post 1 Madri)

Posts Recomendados

Oi Pessoal,

 

Vou dividir este post em dois, ok? Agora vou falar de Madri, onde passei 3 noites maravilhosas!

 

Roteiro detalhado:

 

DIA 1: Centro antigo, Palácio real, Plaza de Espanha e templo de Debod

 

Primeira parada: Puerta Del Sol

Segunda parada: O convento das Descalzas Reales

Terceira parada: Plaza Mayor e Mercado San Miguel

Quarta Parada: Catedral da Almudena & Palácio Real de Madri

Quinta Parada: Don Quixote e seus amigos na Plaza de España

Sexta Parada: Templo de Debod – o pôr do sol mais lindo de Madri

 

Dia 2: Museu do Prado, Museu Thyssen-Bornemisza, Parque do Retiro e Chueca

 

Primeira parada: Museu do Prado

Segunda parada: Museu Thyssen-Bornemisza

Terceira parada: Parque do Retiro

Caminhada pela Gran Via, Chueca & arredores

 

Dia 3: Museu Reina Sofia, Plaza de Castilla, Real Madrid e tarde livre para compras!

 

Primeira parada: Museu Reina Sofia

Segunda parada: Plaza de Castilla

Terceira parada: Real Madri

 

Vamos aos detalhes!

 

Madri, a capital espanhola, é uma cidade super diversa, viva e vibrante e repleta de coisas para ver e fazer. Prepare-se para se encantar com o centro antigo, se perder nos corredores do Palácio Real, experimentar tapas maravilhosas regadas a um bom vinho, se impressionar com o tamanho da Guernica de Picasso e muito mais! Neste roteiro super caprichado, percorremos os principais pontos turísticos da cidade e desvendamos alguns segredos de Madri. Vamos começar?

 

Dia 1: Centro antigo, Palácio real, Plaza de Espanha e templo de Debod;

Dia 2: Museu do Prado, Parque do Retiro, Chueca e Tribunal;

Dia 3: Museu Reina Sofia, Bairro Literário, Plaza de Castilla e Santiago Bernabeu;

Dia 4: Bate e volta pelos arredores de Madri. Escolher entre Segóvia, Toledo, El Escorial, Ávila ou Salamanca.

 

OBS: Eu fiz este roteiro de 3 dias. Mas, não fiz bate-e-volta, na verdade, eu vinha de Viseu (Portugal) de carro, e fiz essas cidades no meio do caminho, com exceção de Segóvia por não haver tempo. Salamanca eu optei por passar uma noite porque é espetacular!, veja o post de Salamanca em http://europaemdetalhes.blogspot.com.br/2015/04/salamanca-espanha-em-2-dias-ou-bate-e.html'>http://europaemdetalhes.blogspot.com.br/2015/04/salamanca-espanha-em-2-dias-ou-bate-e.html

 

O primeiro dia é para aproveitar suas pernas descansadas e caminhar pelo centro histórico de Madri passando por algumas das praças mais lindas da cidade. Almoçamos no Mercado San Miguel, visitamos a Catedral da Almudena, o Palácio Real e terminamos o dia no templo de Debod.

 

Bem, nosso passeio começou junto à estátua "El Oso y el Madrono" que fica na entrada da Rua Alcalá, pois ficamos hospedados no Hotel Francisco I, em Arsenal 15, Centro de Madri, ao sair da portaria do Hotel e caminhar uns 100 metros para a direita nos deparamos com a estátua. A localização do Hotel foi maravilhosa para fazermos quase todos os passeios de Madri a pé. Sem falar que o calçadão onde fica o Hotel (não passava carro) é bastante movimentado, tem farmácia, mercadinho, barzinhos, shows de tango e muitas atrações. Tinha até um Bob Esponja brasileiro brincando com as crianças em frente à estátua do Urso para ganhar uns trocados tirando fotos.

 

 

 

A Puerta Del Sol é um dos locais mais famosos e concorridos da cidade espanhola de Madrid. É neste local que se encontra desde 1950, o quilometro zero das estradas espanholas. O edifício mais antigo da Puerta del Sol é a Real Casa de Correos (construída pelo arquiteto francês Jaime Marquet entre 1766 e 1768) e nele destaca-se o relógio da torre que foi construído e doado no séc. XIX por José Rodriguez de Losada, e que faz tradicionalmente a contagem decrescente para a entrada do novo ano todos os 31 de Dezembro. O nome “puerta” (porta em português) vem dos tempos em que a cidade era murada. Sol era uma das antigas portas de entrada da cidade.

 

Alguns pontos que você deve visitar:

 

O Urso de Madri: O mascote da cidade é um urso fofinho que tenta comer os frutos de uma árvore de Madronheiro. A estátua se chama “El Oso y el Madroño” e fica na entrada da Rua de Alcalá (bem pertinho da cervejaria MariBlanca).

 

Estátua de Carlos III: A estátua na frente do prédio da prefeitura, é Carlos III, rei da Espanha entre 1759 e 1788, e responsável por grande parte da urbanização da cidade. O rei é conhecido como o grande“ prefeito de Madri”, talvez seja por isso que sua estátua esteja bem em frente da prefeitura.

 

A doceria La Mallorquina: Uma das doceiras mais tradicionais da cidade fica no número 8 da Praça do Sol. Entre, veja as vitrines e se quiser experimente as trufas ou os croaissaints.

Nossa próxima parada é no Monasterio das Descalzas Reales, um dos mosteiros mais antigos e tradicionais da Espanha. As freiras vivem em clausura absoluta, e por isso, o convento só pode ser visitado em tours guiados. Ainda que você não faça o tour a praça merece a visita.

 

O churros do San Ginés

Dalí, siga para o San Ginés (Pasadizo San Ginés, 5), um café da época de Enerst Hemingway que serve os tradicionais churros com chocolate.

 

Nossa próxima parada é a Plaza Mayor, uma das praças mais lindas da Europa. Reparem no formato dos prédios e nas suas pinturas. Essa praça foi palco de alguns dos maiores acontecimentos da história da cidade e estes acontecimentos estão retratados em 4 grandes lustres de ferro que ficam nas extremidades da praça. Vá até um deles e repare nas ilustrações. A praça é muito animado especialmente aos domingos de manhã pelo mercado de filatelia e de moedas antigas que se instalam sob os seus átrios. No seu centro encontra-se a estátua de Filipe III, idealizador das obras da praça. Veja a panorâmica tirada a noite!

 

Do ladinho da praça está um dos meus mercados preferidos da cidade, o incrível mercado San Miguel. Caminhe pelas bancas repletas de comidas gostosas e escolha uma ou duas para almoçar. A graça aqui é provar várias coisas diferentes, uma de cada barraquinha. Você vai ficar louco com tanta variedade!

 

Terminada a comilança, é hora de caminhar até a Catedral de Madri. Para chegar lá, siga reto pela Calle Mayor até a porta da igreja. A Catedral da Almudena é super bonita e colorida. A entrada para visita ao Museu, sacristia e subida até a cúpula custou 6 euros.

 

O Palácio Real de Madri fica em frente a catedral e é imperdível. Faça a visita (aberto todos os dias das 10:00 às 18:00 e no verão até as 20:00 | Entrada 10 Euros) que leva em torno de 2 horas e na saída caminhe pelos jardins do Castelo que são lindos!

 

Quem tem tempo e gosta de caminhar pode visitar o jardim Campo del Moro que fica nas costas do palácio e é lindo! Para isso, contorne as grades do Castelo fazendo um L.

 

Nossa próxima parada é a Plaza de España onde há uma bonita fonte e Monumento a Cervante. e seus personagens Don Quixote e Companhia. A praça é uma grande explanada que cumpre funções de ponto de encontro e nó de tráfego. rodeada por prédios lindos como o Edifício Espanha e o Edifício Metrópolis.

 

Terminaremos o dia com o pôr do sol mais lindo de Madri visto do Templo de Debod, um templo egípcio de verdade, doado pelo Governo Egito a Espanha. O templo é bonito e o contexto, é super legal: um templo mega antigo em pleno centro de Madri. Terminado o passeio você pode ou pegar um metrô para seu hostel ou subir caminhando a Grã Via.

 

Se ainda tiver disposição para uma balada, no centro de Madri tem um monte de baladas mais turísticas – frequentadas por estrangeiros – e na região do Tribunal ficam as baladas frequentadas pelos locais. Escolha uma e divirta-se.

 

No dia dois visitamos o Museu do Prado, o Thyssen-Bornemisza, passamos pelas alamedas do parque do Retiro, fizemos um passeio arquitetônico pela Gran Via e terminamos o dia em um dos bairros mais descolados da cidade, a Chueca.

 

O Museu do Prado, é um dos museus de arte antiga mais sensacionais que eu já visitei e está repleto de obras de arte de Goya, Velazquez, El Grego, El Bosco, Rubens e muito mais.

 

Como o museu é muito grande, segue uma lista com as minhas obras de arte preferidas, ou seja, aquelas que eu não sairia do Prado sem visitar.

 

Quadros que merecem ser vistos:

Salão dos Velázquez – tem os melhores quadros dele inclusive o maravilhoso “Las Meninas”.

O Jardim das Delicias – El Bosco: uma obra de arte completamente fora dos padrões da sua época. Repare nos detalhes e imagine que isso foi pintado em 1500.

Maja Vestida e Maja desnuda – Goya: reza a lenda que o corpo é de uma das amantes de Goya com a cabeça de outra pessoa

La família de Carlos IV– Goya. Dá para comparar com Las Meninas de Velázquez. Goya também está pintado no retrato.

Pinturas negras de Goya– essas pinturas foram encontradas, após a morte do pintor. Isso foi achado na parede da casa que ele morou e transpostas para o museu. Quadros bem sombrios, especialmente em época de inquisição forte na Espanha.

Sala de El Greco – Ele Greco tem um estilo bem peculiar, e muito colorido. Há uma sala repleta de obras de arte dele.

 

O Museu Thyssen-Bornemisza possui uma das mais importantes coleções privadas de arte do mundo, foi vendido para a Espanha em 1993. O Palácio do Séc. XVIII abriga obras importantes de Ticiano, Rubens, Goya, Van Gogh e Picasso.

 

Saindo do Thyssen-Bornemisza, caminhe até o Parque do Retiro, que fica ali do lado e ande pelas alamedas sem pressa passando pelos seguintes lugares:

 

Palácio de Cristal e Palácio de Velásquez: com sorte haverá alguma exposição bacana em um desses palácios. Se não, a vista já vale a pena.

Estátua do anjo caído: Reza a lenda que esta é a única estátua européia do Diabo.

Bosque dos Recuerdos: Um bosque em formato de caracol plantado em homenagem as vítimas do atentando de 2004 na estação de trem Atocha

O Parterre: na minha opinião o pedaço mais lindo do parque, um jardim repleto de Ciprestes e árvores lindamente arredondadas.

 

Na saída do Retiro, repare na Porta de Alcalá, uma das portas da época em que Madri era uma cidade cercada por uma muralha.

 

Terminado o passeio pelo Retiro, é hora de caminhar pela Gran Via, umas das principais avenidas da cidade. A Gran Via tem alguns dos exemplos arquitetônicos de Madri e muitas boas lojas, especialmente nas proximidades com Callao. Nessa caminhada veremos os seguintes pontos arquitetônicos:

 

Palácio de Comunicaciones: é um centro de arte e exibições que está aberto ao público. O prédio é bacana tanto por fora quanto por dentro, e merece nem que seja uma visita rápida. Todos os dias, somente entre as 17:00 e às 17:30, os terraços são abertos para visitas. A entrada custa dois euros e a vista lá do alto é espetacular.

Fonte de Cibeles: Cibeles é tida como mãe dos Deuses e é um dos símbolos de Madri. A fonte já sofreu alguns danos ao longo da história, mas hoje está bonitona e restauradíssima.

 

Banco Espanhol de crédito: Repare nos elefantes das colunas desse prédio. Adoro!!!

Círculo de Bellas Artes: no topo do edifício de Bellas Artes há um belo mirante da cidade. Quem não conseguiu subir no Palácio de Cibeles, pode subir nesse e ver vistas bem bonitas.

Edifício Metropoli: projetado pelos franceses arquitetos Franceses Jules and Raymond Fevrier, o prédio tem uma cúpula linda com a Deusa da Vitória no topo.

 

Terminada a sessão arte e arquitetura, aproveitamos para experimentar as tapas (aperitivos em Espanhol) no bairro de Chueca, um dos bairros mais descolados da cidade.

 

No terceiro dia visitamos o Reina Sofia, o incrível museu de Arte Moderna de Madri. Depois fomos para a Plaza de Castilla, e para quem gosta de futebol: Real Madri. Se sobrar um tempinho, o que foi o nosso caso já que não fomos ao Real Madri, fizemos compras na Zara.

 

Comece seu dia no Reina Sofia (metrô Atocha) e antes de entrar no museu, explore a arquitetura exterior. Repare que o museu tem duas entradas diferentes, uma antiga e uma toda moderna que é maravilhosa com direito a escultura do Roy Lichtenstein na frente. Entrando no museu percorra os dois andares, e não deixe de visitar a ala nova. O último piso é super bacana e rende excelentes fotos.

 

O Reina Sofia tem uma coleção excelente de Picassos, Dalís, Mirós com a graça que você nunca sabe onde eles estarão. O acervo de quadros é três vezes maior que o tamanho do museu, e isso sem falar nas exibições especiais. Para solucionar a falta de espaço para as obras de arte, elas passam por um rodízio quase que diário, com exceção da lendária obra Guernica de Picasso (maravilhosa) que não muda de lugar.

 

OBS: Se tiver um tempo visite a Estação de Trem de Atocha que é lindíssima, em ferro e vidro com um jardim tropical enorme dentro da estação!

 

Na parte da tarde visitaremos a Plaza de Castilla (pegue metrô para chegar até lá), comecinho do centro financeiro de Madri, e o Estádio de futebol do Real Madri. Quem estiver cansado pode fazer o trajeto entre a Plaza de Castilla e o estádio, de metrô . Quem quiser caminhar, tem bastante coisa legal para ver pelo caminho. A caminhada é super bonita e quem gosta de arte e arquitetura vai curtir bastante.

 

Pegue o metrô até a Plaza de Castilla, famosa por ser a casa das duas torres Kio – As torres gêmeas inclinadas de Madrid. As torres Kio tem 114 metros, 26 andares e uma inclinação de 15 graus. Para evitar confusões aéreas, as torres tem seus heliportos pintados de cores diferentes: azul e vermelho. O obelisco entre as duas torres foi projetado pelo arquiteto Santiago Calatrava e tem 92 metros de altura.

 

OBS: Se você gosta de futebol ainda pode visitar o estádio do Real Madrid.

 

Amo Madri! Depois publico o post 2 sobre os outros lugares visitados na Espanha. Peço desculpas por não conseguir incluir as fotos, vejam outros relatos em http://europaemdetalhes.blogspot.com.br/ e curtam minha página sem fins lucrativos em https://www.facebook.com/EuropaemDetalhes?fref=ts

 

Boa Viagem!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...