Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Li Rodrigues

Trilhas e natureza em um final de semana em São Bento do Sapucaí

Posts Recomendados

Meu marido e eu fomos para a Serra da Mantiqueira para comemorar 4 anos de casamento, mas queríamos mesclar o clima de romance com atividades na natureza. Por isso escolhemos São Bento do Sapucaí com um dia em Campos do Jordão.

 

Roteiro

Nossa viagem foi de sexta a domingo.

Fomos na sexta (15/05) pela manhã para S. B. do Sapucaí, chegando lá às 11h. Deixamos nossas coisas na hospedaria e partimos para as atividades de trilha.

Erramos a entrada, mas foi bem positivo. Íamos chegar ao Complexo da Pedra do Baú pelo estacionamento do Baúzinho, mas acabamos entrando antes, na mesma entrada que leva ao Estacionamento do Chico bento. Seguimos para o estacionamento de um restaurante em reforma e seguimos uma trilha bastante acidentada. Entre pedras e mata, seguimos a subida e de lá se tem a visão de frente do conjunto formado pela Baúzinho, Baú e Ana Chata.

Percebemos que por ali não ia rolar e que estávamos errados, então descemos a trilha e voltamos pela estrada que nos levaria ao lugar certo.

Durante a semana não se paga nada e pode-se parar o carro no Estacionamento propriamente dito do Baúzinho.

Fizemos a trilha que dá no Baúzinho. É bem curta. Em 15/20 minutos chega-se à pedra. A visão de lá é a mais linda! Dá pra ver a grandeza do Baú e todo o vale onde está S. Bento do Sapucaí.

Dá pra seguir uma outra trilhazinha para chegar no meio das duas pedras. É maravilhoso!

 

O sábado tiramos para conhecer Campos do Jordão. No caminho desviamos para conhecer o Palácio de Inverno do Governo, porque curto arquitetura. Achei bem simples e fomos embora em 10 minutos.

Já estava perto da hora do almoço e resolvemos comer. A pior parte do dia! A cidade é muito cheia de turistas, que se concentram no centro Capivari e lotam os restaurantes de preços exorbitantes. Não combina em nada com a gente e, sinceramente, ficamos bem irritados.

Para estacionar foi trabalhoso, pegamos trânsito e quase não encontramos uma mesa vazia para poder comer.

Essa turistagem é estressante para quem não curte e a muvuca de pessoas e carros me fez lembrar de São Paulo, mas ok. Estava ali e teria que curtir um dia de turistona.

O teleférico estava fechado para reforma em pleno mês de maio! Mês das noivas e boca do inverno, mas ok.

Andamos por ali por um tempo antes de irmos à Fábrica de Chocolate Auracária. Os chocolates são gostosos, mas pra quem já provou os artesanais da Patagônia fica difícil rs.

A parte que mais curti do dia e de Campos foi o Horto Florestal. Isso sim combina mais com a gente. Chegamos às 15h40 e o parque fecha às 17h, então tínhamos pouco tempo. Fizemos a menor trilha, que tem 1km.

A Trilha das 4 Pontes é muito linda. Duas das pontes são suspensas, que oferece o clima de romance que queria encontrar na cidade. Passa-se por um laguinho e um bosquezinho super fofos. Adorei! Dá pra qualquer pessoa fazer: crianças, idosos, grávidas... Fiz com bota de passeio, vestido e meia calça!

Depois de terminarmos ainda tínhamos um tempinho e passeamos pela entrada do parque. Vimos que rola arvorismo e outras atividades. Se eu soubesse, teria passado o dia todo lá rs.

Voltamos para jantar em S.Bento do Sapucaí pra não falir!

 

No domingo fomos fazer a trilha da Ana Chata. Sou iniciante como trilheira e essa foi a trilha mais radical que já fiz.

Fizemos a que tem inicio no Estacionamento do Baúzinho (porque a do Chico Bento era dita como Radical). Tem 3,8km e leva 2 horas em media para ser feita (ida e volta). Eu levei 3h!

No final de semana paga-se para entrar no complexo (abaixo vou especificar os valores) e o carro não pode subir até o estacionamento. Tem que ficar num outro bem mais a baixo.

A trilha é bem fechada com degraus, pedras, troncos de árvores... Tem uma parte em que temos que passar por uma pedra com um precipício abaixo. Pra passá-la tem que segurar numa barra fina de ferro. Achei que ia morrer e até chorei rs.

No final trilha, para subir a Ana Chata, tem que passar por uma caverna, subir outra pedra com apenas um corrimão de ferro e subir uma pequena via ferrata (degraus de ferro na pedra). É bem trabalhoso, mas é bem contemplador chegar ali.

Depois da trilha, pegamos nossas coisas na hospedaria e voltamos para São Paulo.

 

Furadas

Centro de Campos do Jordão

Cachoeira do Toldi (fica no caminho para o complexo, mas não dá pra ver quase nada dela)

A estrada que liga Campos à S. Bento a noite. Não dava pra enxergar nada! Não havia sinalização refletora nem no chão. Levamos um século para descer, porque não dava pra saber pra que lado seria a curva. Foi horrível!

 

Hospedagem

Fechamos pela primeira vez no Airbnb. Ficamos na Hospedaria da Regina, no centro de S. Bento do Sapucaí. Uma senhorinha muito simpático com uma casa bem agradável.

Chegamos às 10h de sexta e saímos às 16h de domingo, pagando duas diárias apenas.

No quarto há uma cama de casal e uma beliche. A cama é muito confortável. O café da manhã é bem farto e a Dona Regina faz mais que deveria por seus hóspedes. Foi bem legal a experiência.

Quem quiser ficar lá, pode ligar para 9978-53279 ou pode reservar via Airbnb https://www.airbnb.com.br/rooms/5246276

 

Alimentação

Em S. Bento jantamos dois dias no restaurante Sabor da Serra. Fica no centro. Comida boa e barata e um ambiente super agradável.

Na sexta tinha rodízio de caldos + pizza com refrigerante incluso por R$25/pessoa. Não comemos assim, porque não gostamos de caldo, mas o preço é muito bom

Já no sábado era apenas de caldos por R$20. Havia um músico e o restaurante não cobrou covert.

Nós comemos na sexta uma pizza brotinho com 1 refri e 1 suco + petit gateau – R$52 e no sábado comemos carne na pedra com fritas + 1 garrafa de vinho nacional – R$62

Em Campos almoçamos no Safari. Comemos 2 hambúrgueres com fritas + 2 refris + covert (R$18) e o total foi R$109

De extras comemos a tarde em S.B.S em uma lanchonete no centro duas vezes e gastamos R$15 e R$17 com salgados e refris (o espero de frango com catupiry é divino). Pra levar pras trilhas gastamos R$11 na sexta (2 salgadinhos, 2 bolachas e 2 águas) e R$7 no domingo (1 saco de amendoim e 1 bolacha). Em Campos gastamos R$17 com um chocolate quente e 2 barrinhas de chocolate.

 

Total de gastos:

Transporte - Gasolina R$135 (SP) + R$50 (S.Bento Sapucaí) e Pedágios R$7,50 ida + R$7,50 volta

Hospedagem Airbnb - USD102 (R$314) + %IOF de cartão de crédito (não lembro quanto dá)

Passeios – Taxa de preservação do Complexo do Baú R$10/veículo e Horto Florestal R$12/pessoa

Alimentação – R$237

Total R$785 (achei alto, mas os maiores gastos foram gasolina e almoço em Campos).

DSCF0014.JPG.eef417665c434c2ad04d6b0b92a515ff.JPG

DSCF0042.JPG.5400da0003d52ef20ad9f1bf6cf19504.JPG

DSCF0080.JPG.b251c505983a78cfb1e235242f4f1fe8.JPG

DSCF0076.JPG.12242cdee97bf7a7fa180730d6e00d11.JPG

DSCF0152.JPG.d43ab1576c5a33a1680e268d3e99ffe3.JPG

DSCF0162.JPG.8340ab9fea64db09697168e7da62c545.JPG

DSCF0180.JPG.65ae2220daeaac63031b47ab33efe2f9.JPG

DSCF0198.JPG.7c44bbc541f5c2b8100467249116e714.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...