Ir para conteúdo
Fui viajar e ja volto (Ren

Mochilão Sudeste Asiático 2015 - Parte I (Bali / Singapura / Tailândia)

Posts Recomendados

Bom pessoal,

 

Após utilizar muito este fórum para ajudar no planejamento das minhas viagens, resolvi escrever um pouco sobre o meu último mochilão para “tentar” ajudar os próximos viajantes.

Já adianto que não tenho a disciplina de muitos mochileiros aqui que fazem anotações minuciosas e conseguem escrever de maneira super estruturada. Meu intuito é muito mais compartilhar alguns custos atualizados e fotos para incentivar o pessoal a viajar. Provavelmente vou melhorando até finalizar este relato, então qualquer dica/conselho é bem vindo.

 

Bali – 10 dias

 

Minha primeira parada foi Bali na Indonésia. Eu fiquei em 3 lugares diferentes: Kuta, Gili T e Ubud que possuem características totalmente diferentes entre si.

 

Em Kuta fiquei no Monostel (175.000), o hostel é bem simplesinho e novo, com café da manhã incluído. A localização é boa, pois fica próximo das praias desta região e perto da J.Legian que é a rua com bares/baladas para sair a noite, com destaque para o Sky Garden.

 

O principal atrativo desta região são as praias: dividi meus dias entre Seminyak/Kuta/Legian (andando) e Uluwatu/Padang Padang (indo com taxi). Fica aqui a dica que li em diversos relatos sobre utilizar os taxis da rede Blue Bird (únicos que utilizam o taxímetro em todas as corridas) e sempre prestar atenção, pois alguns taxis utilizam símbolos parecidos com os da Blue Bird.

598dcb7a9e872_PordosolLegian.jpg.141de21de378c90c0371995c728c6ed3.jpg

Uluwatu.jpg.c11ca49afe2c1d515f2a4722ac7f5768.jpg

Padang.jpg.b2c073c461c62b422286700f3518600e.jpg

 

Em Kuta, também aproveitei para visitar o templo Tanah Lot, o primeiro de muitos desta trip.

598dcb7cee332_TanahLot.jpg.beb8883a54cc0424bceb2df3c5583b78.jpg

 

Depois de 4 dias nesta rotina era hora de continuar a trip, então peguei um ferry para Gili T (550.000). Em Gili T fiquei no La Boheme (100.000). O hostel é bem rustico e estavam reformando/pintando diversos quartos enquanto eu estava lá. Não foi dos melhores hostel que fiquei, mas não sei como são os outros albergues de lá.

 

A ilha em si é bem pequena, então a primeira coisa que fiz foi alugar uma bike para rodar a ilha toda (coisa de uns 30 a 40 minutos) e escolher uma praia para ficar relaxando sobre o sol (ok, não tive muita sorte no meu primeiro dia e não estava muito sol).

598dcb7de2bfd_GiliT.jpg.c36d6b2b27c0b6fc941ca5b71088b7b0.jpg

 

Outro atrativo é realizar o passeio entre as ilhas Gili, fazendo snorkel. Neste momento, percebi como uma Go Pro me ajudaria a tirar fotos muito mais legais desta trip, mas fazer o que, tive que me contentar a tirar fotos do meu cel e nenhuma foto submersa.

 

Tem gente que prefere ficar em Gili Air, pois falam que a ilha é bem mais tranquila que Gili T. Eu passei todos os meus dias em Gili T e não me arrependo. A noite, tem vários bares/baladas para sair. É ir andando até achar o que tiver mais animado naquela noite.

 

Em seguida, fui para Ubud. Lá fiquei no Ubud Hostel (100.000). O hostel é bem simples com um único quarto e umas 10 camas beliche. Eu não tive nenhum problema, mas alguns mochileiros tiveram problemas com bed bugs lá, então fica o aviso.

 

O ambiente em Ubud é totalmente diferente. Não sei explicar, só estando lá mesmo. Bom, o que fazer em Ubud? Uma parada obrigatória é o Sacred Monkey Forest Sanctuary. Logo na entrada, você pode comprar algumas bananas para dar para os macacos e conseguir tirar umas fotos com eles.

598dcb7ebb4b0_MonkeyForest.jpg.de52186051454d1d4453f5725f3e3652.jpg

Outro passeio muito interessante são os terraços de arroz. Eu fui visitar o Tegallalang, um dos principais da região.

Tegallalang.jpg.dcbd741097be31b291488eb23f6ee04e.jpg

Por fim, o último passeio que fiz foi o trekking do Monte Batur (300.000). Você precisa acordar super cedo porque o ponto alto deste trekking é ver o nascer do sol no topo do monte. Ou seja, vc começa a caminhada no escuro total e com auxilio de uma lanterna. A caminhada em si, não é difícil, mas tem alguns trechos com areia que são meio escorregadios. É cansativo, mas no final vale muito a pena.

598dcb81c049e_MtBatur.jpg.be5931e0c556af92fcee2a707d9f79e1.jpg

Após este passeio era hora de abandonar minha primeira grande companheira de viagem, a Bitang, e seguir para um novo destino.

 

Rumo a Singapura !!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal cara, eu fiz essa mesma viagem 7 meses atrás, fui nos mesmos lugares, muito incrível.

 

Eu gostei muito de ir em Java no Mount Bromo e também no templo budista com nascer do sol mais bonito que já vi na vida chamado Borobudur. Minha viagem foi de 32 dias apenas para a Indonésia, atualmente eu moro na Austrália.

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom seu relato , estou me preparando para meu primeiro mochilão. Vou partir de Portugal em novembro e pretendo ficar 3 meses pelo sudeste asiático. Preciso de alguma informação sobre as vacinas, a da febre amarela eu já tomei , mas munha dúvida maior é quanto a da encefalite japonesa, tomar ou não tomar. Agradeço desde já

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×