Ir para conteúdo
Adriano Ramalho Garrett

AJUDA – Viagem para Europa Dez 2015/Jan 2016

Posts Recomendados

Olá mochileiros,

 

Vou ficar na Europa entre 5 de dezembro de 2015 e 15 de janeiro de 2016. Devido aos atentados em Paris, minha viagem em grupo foi alterada e farei todo o roteiro sozinho. Minha ideia é conhecer na primeira parte destinos mais visitados (Paris/Berlim/Praga/Viena) e depois ir para países menos conhecidos, pois a intenção é diminuir ao máximo os custos.

 

Fiz um roteiro inicial que inclui locais em que eu já havia reservado transporte/hostel, mas posso alterar a maior parte deles sem custos. Por isso gostaria de ajuda para reformular esta rota:

Paris – 6 a 10/dez

Hamburgo – 11 e 12/dez

Berlim – 13 a 16/dez

Praga – 17 a 20/dez

Viena – 21 a 25/dez

Ljubljana – 26 a 28/dez

Zagreb – 29/dez a 1/jan

Belgrado – 2 e 3/jan

Bucareste – 4 a 12/jan

Paris - 13 a 15/jan

 

OBS: Incluí a Romênia temporariamente, mas vi que em janeiro lá esfria bem mais do que em outros países. Aceito outras sugestões. Reduzir custos é essencial para mim. Quero gastar em média 60 euros por dia (incluindo transporte, alimentação e hospedagem)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei se você andou acompanhando o noticiário, mas o espaço Schengen está temporariamente praticamente suspensa, ou seja, por agora, livre deslocamentos entre países sem ser importunado não está sendo possível...

 

Todos os trens internacionais, estão com fiscalização pesada, tanto no embarque, como nas fronteiras, o trens param na fronteira, o exercito entra, revista tudo, e isto tem feito as viagens demorarem muito mais do que antes. As fronteiras entre Rep Tcheca, Áustria, Eslovênia Croácia, estão fechadas, com muita complicação em tudo devido a crise dos refugiados...

 

Ou seja, eu daria uma boa enxugada neste roteiro, não é o momento mais adequado para se ficar pulando de país em a país a cada 2 ou 3 dias, devido a toda complicação nas fronteiras. Eu faria um roteiro um pouco mais calmo, com menos locais e ficando mais tempo em cada local, sem ficar trocando tanto de país, e sempre separando 1 dia inteiro para cada vez que for se deslocar de um país para o outro..

 

Agora uma pergunta, que raios que você quer fazer em Zagreb e Belgrado, em pleno inverno, ainda mais nos feriados quando nada abre??? Zagreb e Belgrado já são locais meio sem graça no verão, no inverno, fica pior ainda... E o mesmo se aplica a Ljubljana ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Não sei se você andou acompanhando o noticiário, mas o espaço Schengen está temporariamente praticamente suspensa, ou seja, por agora, livre deslocamentos entre países sem ser importunado não está sendo possível...

 

Todos os trens internacionais, estão com fiscalização pesada, tanto no embarque, como nas fronteiras, o trens param na fronteira, o exercito entra, revista tudo, e isto tem feito as viagens demorarem muito mais do que antes. As fronteiras entre Rep Tcheca, Áustria, Eslovênia Croácia, estão fechadas, com muita complicação em tudo devido a crise dos refugiados...

 

Ou seja, eu daria uma boa enxugada neste roteiro, não é o momento mais adequado para se ficar pulando de país em a país a cada 2 ou 3 dias, devido a toda complicação nas fronteiras. Eu faria um roteiro um pouco mais calmo, com menos locais e ficando mais tempo em cada local, sem ficar trocando tanto de país, e sempre separando 1 dia inteiro para cada vez que for se deslocar de um país para o outro..

 

Agora uma pergunta, que raios que você quer fazer em Zagreb e Belgrado, em pleno inverno, ainda mais nos feriados quando nada abre??? Zagreb e Belgrado já são locais meio sem graça no verão, no inverno, fica pior ainda... E o mesmo se aplica a Ljubljana ...

 

Obrigado pela resposta, Adriano!

 

Realmente, com o tempo que tenho, vou tentar ficar mais em cada cidade. Estou pensando em aumentar para seis os dias em Berlim, Praga e Viena. Sobre os outros destinos (Ljubljana e Zagreb), minha ideia é diminuir os custos e conhecer lugares menos visados pelos turistas. Vi pela internet algumas das atrações possíveis de serem visitadas, como o lago Bled, na Eslovênia. Você já visitou esses lugares ou tem referências que não recomendam a visita no inverno? Conhece lugares mais acessíveis e baratos que sejam viáveis para visitar durante esse período?

 

Abs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você tem que ter cuidado com estes locais no leste se quer economia, o custo de vida realmente é menor, mas as passagens e logística é muito mais caro, então no final acaba ficando elas por elas na maioria dos casos. Por exemplo Bled fica a uns 60 Km de Ljubljana, então você tem que pagar ônibus a parte, o que já acaba anulando a economia de 1 ou 2 dias ficando em um lugar mais barato como Ljubljana...

 

No inverno, o movimento de turista dá uma diminuída grande na Europa toda, em cidades grandes e "badaladas" a redução também é significativa, mas mesmo assim não acabam virando cidades fantasmas, pois as atrações turísticas nas cidades maiores continuam a funcionar, já nestas cidades mais "alternativas", geralmente a diversão está em ficar passeando na rua, ver o povo, a paisagem, ir em alguma festa ou pub, etc... No inverno, devido ao frio e clima miserável que faz, naturalmente o povo se retrai, não tem quase ninguém nas ruas, vai ter meia dúzia de gatos pingados nos 2 ou 3 pubs abertos, as paisagens naturais estarão mais feias devido ao inverno, etc... É só você procurar no google, nos fóruns em inglês sobre viajar para estes locais no inverno, que a primeira coisa que você achar vai ser o pessoal falando para não ir...

 

E sem falar que por ser feriado de final de ano, as cidades sem grande apelo turístico ficam ainda mais desertas e vazias, pois o povo aproveita para viajar, visitar a família que mora no interior, ou então recebe visita da família e ficam em casa, ou ainda quem quer um pouco mais de animação, viaja para cidades mais badaladas... É mais ou menos o mesmo que acontece aqui em Curitiba nos feriados de final de ano, praticamente vira uma cidade deserta, meia dúzia de locais abertos, e pouca gente, o pessoal todo foi passar no interior ou no litoral... Só que aqui ao menos não faz frio nesta época...

 

Berlin é uma cidade grande, então facilmente você consome 6 dias lá sem se entediar. Mas Praga é uma cidade beeem menor, e bem compacta, normalmente em 2 dias você visita tudo o que interessa por lá, 3 dias para fazer as coisas com calma, então pessoalmente eu acho que 6 dias em Praga pode ficar meio exagerado, no final pode não ter muito o que fazer, a não ser ficar lá de "bobeira" sem muito o que fazer, só gastando dinheiro... Pessoalmente eu não ficaria mais de 4 dias lá, a menos que esteja planejando bate-volta para algum lugar no interior, mas ai já gasta-se um monte de dinheiro, e se o seu objetivo é economizar....

 

Viena é um pouco maior que Praga, mas depois de Paris e Amsterdam, é o lugar mais caro de toda a sua viagem, então se o seu objetivo é economizar, eu não aumentaria tanto tempo assim, no máximo 4 dias...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma ideia, apesar que foge um pouco do perfil de local que você tem no seu roteiro, seria dar uma escapada para Portugal, lá tudo é bem mais barato, acho que até mais barato do que Leste Europeu... Estou indo a Lisboa no começo de Janeiro, e vou pagar 48 Euros no total por 4 diárias em quarto privativo de hostel...

 

Por exemplo, pegar um voo low-cost de Paris para Lisboa ou Porto, passar uns de 4 a 6 dias lá em Portugal, pegar um voo de volta para Hamburg... É capaz de uma passagem Paris x Liboa x Hamburg ser mais barata do que uma passagem Paris x Hamburg...

 

Ou então esticar o seu roteiro até a Itália, que também costuma ser um local mais em conta, mas pode estar um pouco lotado no final do ano...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Você tem que ter cuidado com estes locais no leste se quer economia, o custo de vida realmente é menor, mas as passagens e logística é muito mais caro, então no final acaba ficando elas por elas na maioria dos casos. Por exemplo Bled fica a uns 60 Km de Ljubljana, então você tem que pagar ônibus a parte, o que já acaba anulando a economia de 1 ou 2 dias ficando em um lugar mais barato como Ljubljana...

 

No inverno, o movimento de turista dá uma diminuída grande na Europa toda, em cidades grandes e "badaladas" a redução também é significativa, mas mesmo assim não acabam virando cidades fantasmas, pois as atrações turísticas nas cidades maiores continuam a funcionar, já nestas cidades mais "alternativas", geralmente a diversão está em ficar passeando na rua, ver o povo, a paisagem, ir em alguma festa ou pub, etc... No inverno, devido ao frio e clima miserável que faz, naturalmente o povo se retrai, não tem quase ninguém nas ruas, vai ter meia dúzia de gatos pingados nos 2 ou 3 pubs abertos, as paisagens naturais estarão mais feias devido ao inverno, etc... É só você procurar no google, nos fóruns em inglês sobre viajar para estes locais no inverno, que a primeira coisa que você achar vai ser o pessoal falando para não ir...

 

E sem falar que por ser feriado de final de ano, as cidades sem grande apelo turístico ficam ainda mais desertas e vazias, pois o povo aproveita para viajar, visitar a família que mora no interior, ou então recebe visita da família e ficam em casa, ou ainda quem quer um pouco mais de animação, viaja para cidades mais badaladas... É mais ou menos o mesmo que acontece aqui em Curitiba nos feriados de final de ano, praticamente vira uma cidade deserta, meia dúzia de locais abertos, e pouca gente, o pessoal todo foi passar no interior ou no litoral... Só que aqui ao menos não faz frio nesta época...

 

Berlin é uma cidade grande, então facilmente você consome 6 dias lá sem se entediar. Mas Praga é uma cidade beeem menor, e bem compacta, normalmente em 2 dias você visita tudo o que interessa por lá, 3 dias para fazer as coisas com calma, então pessoalmente eu acho que 6 dias em Praga pode ficar meio exagerado, no final pode não ter muito o que fazer, a não ser ficar lá de "bobeira" sem muito o que fazer, só gastando dinheiro... Pessoalmente eu não ficaria mais de 4 dias lá, a menos que esteja planejando bate-volta para algum lugar no interior, mas ai já gasta-se um monte de dinheiro, e se o seu objetivo é economizar....

 

Viena é um pouco maior que Praga, mas depois de Paris e Amsterdam, é o lugar mais caro de toda a sua viagem, então se o seu objetivo é economizar, eu não aumentaria tanto tempo assim, no máximo 4 dias...

 

Obrigado novamente pelas dicas, xará! Realmente não me animei de ir para Portugal, e acabei evitando Roma por questão de logística, além de segurança (meus parentes ficaram assustados com as ameaças de bomba recentes). Estiquei o roteiro na maioria das cidades, apesar da chance de "cansar" delas, e acabei incluindo a Eslovênia por uma questão de curiosidade/teimosia. Enfim, meu roteiro final ficou assim como está abaixo. Quando voltar vou escrever um relato dizendo se fiz as melhores escolhas.

 

Abs!

 

Paris – 6 a 10/dez

Hamburgo – 11 a 14/dez

Berlim – 15 a 21/dez

Praga – 22 a 28/dez

Viena – 29/dez a 5/jan

Ljubljana – 6 a 12/jan

Paris - 13 a 15/jan

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×