Ir para conteúdo

Coréia do Norte - Guia de Informações


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

A Coreia do Norte é provavelmente o país mais misterioso no mundo de hoje e quase totalmente intocado pelo turismo, admitindo menos de 2.000 ocidentais por ano, e cuja esmagadora atração é o seu isolamento e atraso. A capital, Pyongyang, tem alguns lugares que vale a pena visitar e Paekdusan é considerada uma das vistas mais deslumbrantes da Coreia do Norte.

Aqui a dinastia Kim, que começou a vida como um governo comunista soviético patrocinado em 1950, evoluiu para uma ditadura hereditária devido muito mais ao confucionismo do que ao marxismo. O fundador do Estado, Kim Il Sung, pode ter morrido em 1994, mas ele ainda é o Presidente da República Popular Democrática da Coréia (nome que os locais preferem para o seu país). Seu filho, um homem que sempre apenas proferiu uma sentença em público (que era "Viva o Vitorioso Exercito Popular coreano” em uma reunião em Pyongyang no início de 1990), continua a governar como um monarca medieval, com uma quantidade desconhecida de armas nucleares e um enorme exército, dando noites em claro para os governos de Seul, Tóquio e Washington.

Uma viagem à Coréia do Norte segue os termos de seu governo, e é essencial aceitar que você não terá independência durante a sua viagem - você será acompanhado por dois guias locais aprovados pelo governo e só ouvirão a visão unilateral da história. Aqueles que podem aceitar estes termos têm uma fascinante viagem em outro mundo. Basta ver um país onde a Guerra Fria ainda está sendo travada, onde os celulares e Internet são desconhecidos, e onde a obediência total ao estado é universalmente inquestionável, para muitos isto é razão suficiente para visitar.

 

Custos

 

Para turismo a Coréia do Norte não é destino barato. Oportunidades para cortar custos ficando em albergues da juventude não existem. Tendo que pagar hotel e tours, além de dois guias e motorista, montar um grupo de viagem pode abaixar um pouco os custos

Viajantes individuais devem pagar cerca de € 250 por dia de guias, hotel e pensão completa. Isso pode ser reduzido para cerca de 130 € por dia se você for como parte de um grupo. Tenha em mente que o euro e o yuan chinês são as moedas aceitas.

Uma vez na Coréia do Norte, as únicas despesas serão as lembranças e outros presentes que estão à venda em cada atração turística. Além de bebidas e despesas de telefone / fax, há pouca oportunidade de gastar o seu dinheiro em outro lugar. É costume dar gorjeta ao guia, no final de cada visita, por isto considere um mínimo de € 20 para isso.

 

Perigos e Cuidados

 

Um estrangeiro será visto como mais rico em comparação com a média local. Seja vigilante como em qualquer outro lugar, mas, realisticamente, as chances de ser vítima de crime são muito baixas. O aeroporto de Pyongyang, Sunan , parece ser um lugar onde os pequenos furtos pode ser um problema.

O grande potencial para o desastre é o visitante criticar abertamente o regime, enquanto estiver no país. Em 2002, segundo rumores, um trabalhador humanitário americano foi preso por dois meses depois de perguntar por que Kim Jong Il era tão gordo enquanto os norte-coreanos eram tão magros. Em caso de dúvida, morda sua língua e seja igualmente discreto no telefone, por fax e, em seu quarto de hotel, que podem ser monitorados.

Da mesma forma, evitar comentários com seus guias e os locais que você vai entrar em contato. Apesar de serem os representantes oficiais, seus guias turísticos são vulneráveis à perseguição. Fugir deles, desobedecê-los ou ir contra será muito mais perigoso para eles do que para vocês.

Quando encontrar os norte-coreanos na rua, pergunte antes de tirar fotografias, não lhes dê presentes que poderiam incriminá-los como simpatizantes dos imperialistas e, geralmente, proceder com cautela.

 

Como ir

Beijing é a única porta de entrada real, com vôos e trens para Pyongyang. Os vistos também devem ser retirados em Beijing.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
×
×
  • Criar Novo...