Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Romenio

JAN./FEV. 2018 - VIAGEM DE MOTOCICLETA NORTE E CENTRO ARGENTINOS E CHILE

Posts Recomendados

Provavelmente, entre 15 jan. e 1 fev. 2018, eu planejo realizar viagem de motocicleta pelo Norte e Centro argentinos e Chile.

De acordo com o tempo total que me for permitido, pois ainda não está definida a quantidade de dias que me será disponibilizado, dois roteiros estão sendo avaliados, ambos exclusivamente em asfalto:

O primeiro, considerando a cidade de San Salvador de Jujuy como referência, incluiria cidades nos Andes, como: Purmamarca, Tilcara, Maimara, Uquia, Humhuaca e outras semelhantes. Depois, seguiria sentido Paso Jama, por onde ingressarei no Chile. Neste pais, serão visitados San Pedro de Atacama, Mano del Desierto e algum ponto na costa do Pacifico chileno.

O segundo, considerando a cidade de Córdoba como referência, incluiria cidades, como: Villa General Belgrano, La Cumbrecita, Tinogasta e Fiambala; os parques nacionais Tampalaya e Ischigualasto; e parte da Ruta de los Seismiles.

Não pretendo me afastar muito dessas latitudes, pois o tempo de viagem é limitado e há muito o que ver. Por isso, ambos os roteiros propostos podem incluir modificações ou ajustes para atender necessidades ou interesses que se apresentem, próprios ou de eventuais companheiros de viagem, de maneira comumente acordada.

Nas estradas, mantenho velocidade de viagem entre 110 e 130km, onde e quando for possível, senão menor. Se houver companhia, é necessário reajustar a velocidade para os perfis dos motociclistas, homens ou mulheres, e as características das motocicletas que utilizam. Penso que nenhum desses roteiros seja adequado para motocicletas esportivas ou de baixa cilindrada.

Hospedagem em hotéis simples, mas limpos e com banheiro privativo, garagem e WIFI. Dispor de café da manhã não é condição essencial, pois além dessa refeição tender a ser “fraca” em relação à brasileira, aumenta o preço da tarifa do hotel e não proporciona calorias e satisfação diferentes daquelas que se conseguiria em restaurantes de postos de combustível tipo YPF, SHELL ou PETROBRAS.

Costumo parar para descansar, comer, ir ao banheiro, apreciar a paisagem, fotografar etc., nas ocasiões em que isso se fizer necessário, possível ou oportuno.

Tenho 50 anos, casado e três filhos.

Possuo uma Yamaha Super Tenere 1200.

Se houver interessado em avaliar participar dessa viagem, peço que entrem em contato.

Forte abraço.

Romenio

Compartilhar este post


Link para o post

Olá, Tito.
Ótimo o seu interesse em vislumbrar poder participarmos juntos nesse projeto de viagem.
Quais são o seu perfil pessoal, estilo de pilotagem, preferencia de hospedagem, interesse especial nos roteiros propostos e tipo de motocicleta que utilizará?
Quase certamente, eu irei sem garupa, pois a minha mulher ainda não tem como definir a liberação no trabalho. Você iria só ou acompanhado?
De onde você sairá e por onde entraria na Argentina?
Eu estou em Buenos Aires, onde resido. Teríamos que coordenar o ponto de encontro neste país. Você já esteve por aqui? Já visitou Buenos Aires?
Abraço.
 

Compartilhar este post


Link para o post

Por favor me incluam nos diálogos. De Porto Alegre/RS. Moto 650 GS.

Tipo de viagem? Sem pressa sem stress. Velocidade sugerida ok.   

Já fez alguma conta de custo Romenio?

 

No aguardo.

Compartilhar este post


Link para o post

Estou com um roteiro de certa forma semelhante aos seus, apenas tenho uma restrição quanto a prazos: preciso estar em San Pedro de Atacama entre os dias 09 e 14 de fevereiro, partindo de São Paulo possivelmente no dia 03. Minha namorada vai de avião direto de SP para San Pedro para passarmos o carnaval.

O que tenho em mente como roteiro de ida é:

São Paulo - Foz do Iguaçu

Foz - Resistência

Resistência - Santiago del Estero

Santiago - Fiambalá

Fiambalá - Copiapó (parte em rípio de boa qualidade)

Copiapó - Antofagasta

Antofagasta - San Pedro de Atacama

Se houver interesse em juntar-se será muito bem vindo e o roteiro certamente pode ser alterado, única coisa que não posso mudar são as datas.

Compartilhar este post


Link para o post

Em tempo, minha moto é uma Buell Ulysses 2008 com apenas 11 mil km, vai enfrentar agora a primeira viagem de verdade rs. Também tenho o costume de manter velocidades de 120-130km/h para não ter muita fadiga e não prejudicar a autonomia. Hospedagem sempre em hotel com quarto individual e estacionamento para a moto. Dou prioridade para os que têm café da manhã para facilitar a vida, já sai de uma vez sem precisar parar pra comer. Mas não é regra.

Tenho 34 anos.

Compartilhar este post


Link para o post


×
×
  • Criar Novo...