Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

lmoratobh

MOCHILÃO CEARÁ ÔNIBUS JANEIRO 2019

Posts Recomendados

Data: 09-01-19 > 20-01-2019


Pessoal, fiz um mochilão com minha namorada este ano pelo Ceará. Decidi deixar o relato aqui pra ajudar quem estiver pensando em fazer o mesmo. Nossa intenção era viajar conhecendo vários lugares de ônibus e economizando o máximo de dinheiro que pudéssemos (mas sem ficar em campings, pois não levamos barraca). A única viagem de avião que fizemos foi a de BH pra Fortaleza, pois encontramos uma promoção muito boa ($630 reais por pessoa ida e volta). Já fizemos outros dois mochilões juntos, um no Sul de Santa Catarina e outro no sul da Bahia, na península de Barra Grande. Apesar disso, este é nosso primeiro relato.

- Itinerário:

Fortaleza (chegada) > Canoa Quebrada > Morro Branco (Beberibe) > Canto Verde > Flecheiras (Trairi) > Mundaú > Icaraí de Amontada > Jericoacoara > Fortaleza

- Notas Gerais:

A estadia no ceará não é tão cara. Chegamos a pagar menos de $50 por pessoa por noite em alguns lugares. Mas o preço varia muito, é preciso pesquisar e dar uma chorada.

O preço dos petiscos nos restaurantes da praia varia bem, mas em geral são baratos comparados com o preço das cidades do sudeste. Uma porção de camarão alho e óleo varia de $15 e $45 reais. Bolinhos de camarão vão de $12 a $25. O côco vai de $2 a $5. Nós não comíamos muito na praia, comprávamos no supermercado e levávamos na mochila térmica. o Preço do supermercado é barato, considerando que são cidades de praia (gelo de $5 a $7, cerveja de $2 a $3, comida a preço normal).

O preço dos passeios é que não é tão barato. Em praticamente todos os lugares havia opção de buggy, kitesurf, parapente, etc. Mas como queríamos visitar vários lugares e não tínhamos muita grana, acabamos deixando de fazer a maioria. Mas dá pra aproveitar sem isso também, com certeza.

Uma coisa que notamos em praticamente todas as praias do Ceará, é que quase todas possuem muitas turbinas eólicas perto das praias. Isso infelizmente tira muito da beleza natural do lugar. Jericoacoara foi a única parada onde não víamos usinas eólicas ao redor da praia.

- Relato:

Chegamos em Fortaleza na madrugada do dia 09. Pegamos um Uber e fomos para a rodoviária de João Thomé (lá tem duas, mas disseram que esta é a maior e a mais usada). De lá pegamos um ônibus (empresa São Benedito) logo de manhãzinha para Canoa Quebrada. Canoa é conhecida por suas falésias, dunas, e esportes como kitesurf e parapente. Há várias barracas na praia que oferecem mesas, cadeiras e guarda sóis "de graça", com o cliente pagando apenas o consumo. As comidas não são tão baratas quanto em outros lugares do Ceará, mas não são caras comparadas ao sudeste. Nós não costumávamos comprar cerveja nas barracas, mas sim no supermercado, e levávamos na nossa mochila térmica. Dormimos dois dias em Canoa Quebrada.

De lá pegamos outro ônibus da São Benedito. O ônibus da São Benedito vai para Beberibe, mas para na entrada que dá na vila de Canto Verde (são 6 km até a praia, mas há motoboys frequentemente que cobram R$ 6 por pessoa). Canto Verde é uma praia linda e bem mais preservada que Canoa Quebrada. Lugar de areia branca bem fininha com um mar muito bonito. Lá fizemos um passeio de charrete para conhecermos a reserva extrativista (com o francisco, $ 100 por 2 horas), e valeu muito a pena. O por do sol lá também é bastante bonito. Ficamos uma noite na casa de uma das lideranças comunitárias de lá, o seu Roberto. Canto Verde vive hoje uma disputa entre dois projetos, um baseado no turismo comunitário, e outro que tenta implantar o turismo comercial. É um lugar muito interessante por tudo, pela paisagem, pela história, e pelo momento que vive.

De Canto Verde é possível pedir aos motoboys para te deixar novamente na BR, e de lá pegar um ônibus para Beberibe. Lá queríamos visitar Morro Branco, onde fica o labirinto das falésias. Descobrimos que, ao chegar na rodoviária de Beberibe, é possível pegar um taxi até a praia (cerca de 6 km). Nós demos sorte e fomos com um dos amigos do seu Roberto de Canto Verde. Descemos já em morro branco. Lá há vários guias locais que oferecem um passeio pelo labirinto das falésias (eles não têm um preço fixo, apenas pedem para contribuirmos de acordo com o que pudermos. pagamos $ 20 por duas pessoas). O labirinto não é tão grnade, mas é maravilhoso. Dá pra imaginar que se está em outro planeta. São falésias de várias cores, de onde os artesãos da cidade tiram sua areia colorida para produzir objetos muito bonitos (e não muito caros. Um vasinho custava cerca de $20. Um pacote com dez chaveirinhos, $10). A praia de Morro Branco em si não é tão bonita, e não ficamos por lá muito tempo. Vimos que é possível fazer passeios de buggy para conhecer os quatro ponto turísticos da cidade (morro branco, praia das fontes, Uruaú e um outro que não me lembro. não tínhamos tempo nem grana, então não fomos, mas ouvimos dizer que as praias são mais comerciais e não tão preservadas, então não nos preocupamos tanto). Precisávamos pegar um ônibus (empresa Fretcar) para nossa próxima parada, Flecheiras (na cidade de Trairi).

Pegamos o ônibus pra Trairi, que desce pertinho da praia de flecheiras. Lá procuramos a pousada da Zena, que segundo ouvimos é a mais barata de lá (a diária mínima acho que fica em $70). Como lá estava lotado, fomos para a casa de uma amiga dela. A praia de Flecheiras é conhecida pelos esportes, principalmente o kitesurf, e também por suas pedras e piscinas, que se formam ao longo do dia na maré baixa (a partir das 13h). Infelizmente, quando fomos lá não conseguimos ver a maré muito baixa. Tirando isso, a praia de lá não é tão especial, e está bem tomada pelo turismo comercial. Tivemos uma noite muito legal em Flecheiras, onde há sempre música ao vivo nos bares da praçinha. Não me lembro como se chamava a banda de lá (acho que era chega de manha, ou chega na manha, mas era muito animada, melhor que todas as que escutamos em jericoacoara, por exemplo). A noite é meio família, e não muito badalada, mas essa banda fez com que a gente ficasse até de madrugada na rua, mesmo cansados de tanto andar de ônibus. Ficamos em flecheiras duas noites. De lá, pegamos o ônibus no mesmo ponto onde descemos (mas do outro lado da rua) e fomos pra Mundaú (ônibus Fretcar). Gostamos muito de Mundaú! Lá a praia é mais preservada que flecheiras e vimos muito mais nativos que turistas (talvez por ser dia de semana). A praia é bem bonita, com muitos coqueiros, e relativamente bem preservada. O ponto mais bonito que vimos é no encontro do rio com o mar. Vale muito a pena! Lá é possível fazer passeios de barco para ver outras partes do rio e passar pelo mangue (mas nós não fizemos). De Mundaú íamos pra Icaraí de Amontada.

Pra chegar em Icaraí, é preciso pegar uma Topic pra Itapipoca ($15 por pessoa, sai às 14:45h, há poucas então é preciso ficar esperto). De itapipoca é possível pegar um ônibus da Fretcar para Icaraí de Amontada (cerca de $12,50 por pessoa, não me lembro). ATENÇÃO: pegue o ônibus para Icaraí, e não para Amontada, que é a cidade onde a vila fica localizada. Icaraí é bem bonita, e um lugar muito organizado. Apesar de não ser tão grande, tem uma infra-estrutura bem desenvolvida. Lá nós ficamos no restaurante Brisa do mar, com a Socorro, por um preço bem baratinho. Da praia de Icaraí, é possível visitar também a praia de Caetanos e a de Moitas. O passeio pelas praias pode ser feito de buggy, mas nós não tínhamos grana, então não fomos. Apesar disso, também é possível pegar uma Topic para a praia de moitas (por $3 ou $4). Fomos pra lá e ficamos realmente impressionados! A praia de moitas pra mim é maravilhosa. Lá também tem encontro de mar com rio, e é simplesmente lindo! Tirando Jericoacoara, foi a praia mais bonita que vimos. Ficamos o dia por lá e depois voltamos pra Icaraí (a última topic sai 12:20h, é preciso ficar esperto. Nós voltamos de carona depois com uma família que estava almoçando no restaurante e nos ajudou). No dia seguinte, íamos pra jericoacoara.

Para sair de Icaraí de Amontada e chegar em Jericoacoara, é preciso pegar um ônibus da Fretcar para Amontada (sai às 5:50h), e de lá pegar outro ônibus para Jijoca de Jericoacoara (às 8:45h). Chegando em Jijoca, pega-se uma caminhonete, que saem em vários horários para Jericoacoara ($25 por pessoa). De tanto ouvir falar de Jericoacoara, e por saber que lá é um lugar bastante comercial, ficamos um pouco ressabiados a princípio. Mas lá realmente é um lugar paradisíaco. A primeira surpresa é nas dunas por onde se chega na vila. São simplesmente maravilhosas. Lá tem uma mistura de paisagens que nunca vimos em outras praias. É fenomenal. Em Jericoacoara, há basicamente 3 passeios a se fazer, e todos tomam um tempo razoável, então é bom separar um dia pra cada. O primeiro que fizemos foi o passeio do lado leste, que termina na Lagoa do Paraíso. São várias paradas e a paisagem é maravilhosa, apesar de ser bem cheio por conta do número de turistas. Na lagoa é possível fazer mergulho com cilindro ($150 por casal, 1:30h), deitar nas redes dentro da água, ou brincar num dos brinquedos que ficam na água (ao que parece de graça). São várias barracas ao longo da lagoa e a caminhonete para numa delas, mas pode te deixar em outra se preferir (a barraca que fomos é de graça, mas sabemos que se paga $20 pra ficar na alchemyst. Professores, estudantes, militares e idosos pagam meia). A lagoa é muito bonita e bem gostosa de se passar o dia.

O segundo passeio que fizemos foi para o lado oeste (de 9:30h da manhã até 14:30h), que termina na lagoa de Tatajuba. Pagamos $60 pra ir numa caminhonete compartilhada (o buggy custa entre $350 e $400 e leva até quatro pessoas, mas você é quem tem que achar as 4. Além disso, eles não costumam dividir no cartão, e alguns nem aceitam cartão, então fomos de caminhonete). O passeio é simplesmente maravilhoso! Numa das paradas, é possível fazer um passeio de barco em camocim para ver o mangue e os cavalos marinhos ($15 por pessoa, achei que vale a pena, apesar de serem apenas 15min). Em outra, é possível descer de tobogã em um dos lagos($15 por pessoa para descer 3 vezes. E são 3, alguns tentam falar que são apenas 2, mas é preciso ficar esperto). Também é possível descer de tirolesa ($15 por pessoa, mas apenas uma vez). Os dois valem a pena, mas se for pra escolher, é melhor descer de tobogã.

Por fim, no último dia fizemos o passeio da pedra furada de manhã. São cerca de 1,8 km a pé a partir da vila. O sol castiga muito e não há sombra, então é preciso levar bastante protetor. É possível ir de charrete até o topo do morro de onde se desce pra ver a pedra (são $20 por pessoa). A paisagem é muito bonita, há vários cactos e pedras no caminho e do topo do morro a vista é linda. Há uma fila gigante na pedra pra tirar foto, o que tira um pouco do encanto do lugar, mas o passeio vale muito a pena.

Falta falar da praia de Jericoacoara e da noite de lá. A praia é bonita, mas nada comparada aos passeios, e de lá dá pra subir uma duna pertinho para ver o pôr do sol (lá o sol se põe muito cedo, 17:45h, e lá não tem horário de verão). Nós demos azar e não pegamos um dia com céu limpo, mas mesmo assim foi bem bonito. Imagino que deve ser realmente fantástico. A praia em si é bem cheia, e bastante comercializada. É preciso pagar $30 para sentar nas mesas próximas ao mar. Ficamos na sombra de uma árvore perto da calçada e tomamos nossa cervejinha de supermercado mesmo. A noite de Jericoacoara é bem movimentada. Há várias opções para se fazer alguma coisa. Há música ao vivo nos bares perto da praça. Tem um esquenta na praia com música eletrônica de 22 às 02h, e também há lugares que tocam forró, samba, etc. Vale a pena sair pelo menos uma noite pra conhecer.

No nosso último dia, depois de conhecer a pedra furada, pegamos a caminhonete da Fretcar até Jijoca (14:45h), e de lá o ônibus da Fretcar até fortaleza (chegamos no aeroporto às 22:20h mais ou menos). Descobrimos que é possível pegar um outro transporte que vai direto pra lagoa do paraíso de manhã, e de lá vai pra Jijoca, de onde é possível pegar um transporte pra fortaleza. É até mais barato que a fretcar (pagamos quase $90 por pessoa pra ir até Fortaleza, e esse ficava cerca de $75), e é uma opção legar pra aproveitar o último dia, caso já se tenha feito todos os passeios completos.

Sobre o preço em Jericoacoara: Todo mundo falou que Jericoacoara era absurdamente caro, mas a verdade é que dá pra fazer as coisas lá saírem relativamente em conta. Os custos fixos são $50 de transporte ($25 na ida e $25 na volta pra Jijoca), mais a taxa de $5 por pessoa por dia para permanecer na ilha, fora a estadia. Os passeios são no mínimo $60 para o lado leste e $60 para o oeste de caminhonete, fora $20 opcionais pra ir de charrete pra pedra furada. Somando isso dá $195 por pessoa para fazer os passeios em 3 dias. Fora isso, os passeios duram praticamente o dia inteiro, e, levando isso em conta, não é tão caro. Em relação a outras coisas, é possível encontrar almoço por $12, ou até $10. O supermercado não é caro comparado aos outros lugares do ceará (gelo a $5, cerveja lata brahma a $2,75, por exemplo). É preciso ficar esperto pra achar um lugar pra ficar, pois os preços variam absurdamente. Nós ficamos na Pousada do Véio. Quem cuida de lá são Pussá e Iara, um casal de pessoas muito amáveis e muito gente boa. A suíte onde ficamos por três noites era originalmente $180 por noite, mas explicamos nossa situação e eles fizeram por um preço bem mais em conta (um hostel barato ficaria por $140 para duas pessoas em quarto compartilhado). O quarto tinha ar condicionado liberado (em alguns lugares ele fica ligado em horários pré-determinados, por exemplo das 22h às 10h) e uma geladeirinha onde guardamos as coisas. O café da manhã era ótimo, e no último dia eles ainda nos ofereceram almoço com churrasco! Fora isso, a pousada é super bonitinha, com muito verde e bem aconchegante. Em relação a alguns dos Hostels que vimos, o preço não era quase o mesmo, e o conforto imensamente maior.Recomendamos muito.

É isso pessoal, espero que nosso relato ajude.

Abs

  • Gostei! 3
  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites


Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...