Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

MADRI - MARROCOS - SEVILHA - LISBOA 2019


Posts Recomendados

  • Membros

Fizemos essa viagem no começo de 2019

1) MADRI - Começamos a viagem por MADRI, fizemos o circuito básico de Museus e Exposições, e a dica que dou é se você quer economizar, existe uma fila na porta de alguns Museus , como o do PRADO para entrar DE GRAÇA depois das 18:00. Outra dica boa é que se você é professor, você entra de graça ou paga meia em muitos lugares, então não custa perguntar sobre isso na porta de cada lugar que você vai. Nos hospedamos em um AirBNB proximo a uma estação de metro e foi bem tranquilo.

Em MADRI, pegamos um voo pela AIR MAROC comprado no site www.kiwi.com, o preço é inacreditável de barato, mas atenção para suas bagagens, pois eles querem que você vá e deixe suas calças na volta com tantas taxas sobre excesso de bagagem (muita gente compra artesanato lá e volta com a mala o triplo - foi o meu caso) então se prepare.

2) FEZ - No MARROCOS, a moeda deles é o DIHAN:

2 REAIS = 1 DIHAN

1 EURO = 10 DIHANS

Isso quer dizer que quando você for comprar QUALQUER COISA você já esclareça logo que é brasileiro, que nosso pais está em crise e nossa moeda não é tão diferente da deles assim, porque caso contrário eles irão ficar te empurrando tudo e colocando o preço lá em cima.

Outra coisa que aconselho no MARROCOS  (fui a FEZ e MARRAKESH) é não pagar de turista, é não parecer deslumbrado seja nas roupas, seja mostrando o quanto tem de dinheiro na hora de pagar as coisas, pois assim você será muito assediado pelos locais, irá pagar por tudo e muito mais caro...

Pergunte o preço das coisas ANTES...sentamos em uma barraca na praça central de Marrakesh para jantar e eram uns espetinhos de carne, frutos do mar e o carinha mostrou no cardápio um preço e nos pediu para escolher....eu e meu marido escolhemos cada um um tipo que dava direto a 3 espetinhos...sentamos e eles nos serviram pão, molho de pimenta e azeite, + uma saladinha bem pequena e aí vieram os espetinhos...tudo muito bom até vir a conta 10 VEZES MAIS CARO... e a gente não entendeu nada...e eles falaram que tinhamos que pagar e tal pois este era o preço e tinham uns 10 caras na barraca....e você deve pensar.."nossa falta de comunicação  ou deve ser a barreira da língua..." mas quando você está lá...você entende que o pais SÓ gira em torno do turismo e é assim que eles ganham dinheiro, com o turista! É uma sensação de que eles querem o tempo todo tirar o máximo de dinheiro de você possível....e sim, de fato eles são bons negociantes...mas aquela história deles se sentirem ofendidos se você não negociar é para mim uma grande conversa fiada, pois o mundo é globalizado e eles sabem o quanto vale o artesanato deles que de fato É SIM FEITO À MÃO, e eles não vão vender de graça. A sensação a que me refiro é de se sentir acuado, de ser passado para trás, de pagar mais caro do que deveria por alguma coisa...então todo cuidado é necessário para fazer uma boa viagem e não estragar o clima.

FEZ tem uma parte nova e uma parte velha...nós ficamos em um hotel na parte velha mais na porta da MEDINA, muito bem localizado e para poupar tempo...ficamos no HOTEL BATHA https://ostrovok.ru/hotel/morocco/fes/mid7739764/hotel_batha_2/?q=181312&guests=2&sid=17ccac36-87d6-49a0-97ed-d9879a92865f   É um hotel lindo, porém mais antigo e simples, café da manhã simples, mas com tarifa acessível e equipe simpática, e ao lado do hotel tem um Palácio aberto a visitação gratuitamente.

***Atenção aos horários das rezas,  pois o comércio fecha para os locais rezarem e só abre quase no fim do dia para fechar logo depois,  a DICA DE OURO aqui é começar o dia CEDO.***

SEGURANÇA

Logo ao chegar no aeroporto tivemos uma otima impressão pois é novo e tudo mais, mas já sabiamos que existe uma mafia de taxi na cidade, pois lá não tem quase onibus (a passagem de onibus custa 4 dolares), então nós e outros turistas que não queriam pagar 150 dolares fomos para um ponto de onibus que leva para a cidade antiga. Lá um motorista de taxi e mais um rapaz ficaram querendo negociar com todos que estavam no ponto por um preço muito mais em conta, e fechamos por 50 dolares eu e meu marido e mais duas chinesas. Quando acabamos de colocar nossas malas no taxi as chinesas desistiram, e o taxista já abriu a porta e só faltou jogar a gente lá dentro para não desistirmos também, e assim convosco já dentro do carro, os dois entraram. O aeroporto é longe da parte nova e velha de FEZ....e é uma região pobre e bem árida...e depois de alguns minutos o motorista encosta o carro no meio do nada na estrada, vira para trás e pergunta:

"-Quanto é que vocês querem pagar para eu levar vocês até o hotel?'

E eu gelei dos pés a cabeça...meu marido começou a se exaltar e falar em francês com eles e eu pensei..."vai dar merda aqui, a gente não conhece ninguem, estamos no meio do nada .. "

Ai eu comecei a falar em ingles com eles sobre o combinado e disse que o que eles estavam fazendo não era certo, e demos um voto de confiança ao entrarmos no taxi deles, e que vinhamos do Rio de Janeiro que é uma cidade conhecida por ser violenta, e pedi que eles se imaginassem lá e eu desse um endereço errado e eles fossem parar em uma comunidade com pessoas armadas e tal, sem conhecer ninguém e o lugar...ai eles se acalmaram um pouco e começaram a querer negociar...mas aumentaram o preço para 90 dolares nós dois e ainda foi fazendo lotada até chegar no HOTEL, ou seja, ele foi parando, pegando e deixando passageiro até chegar lá. RESUMINDO...NÂO CONFIE EM TAXI DE RUA LÁ!

ALIMENTAÇÂO

Outra coisa legal que eu achei bem vantajoso foi ir ao supermercado em FEZ, lá tem um otimo CARREFOUR e compramos várias coisas para não depender do comercio que abre e fecha por conta das rezas e tal, então ficamos bem servidos quanto a alimentação, somado ao fato de que a cidade tem problemas com saneamento  (não confiei muito na água usada para preparação dos alimentos nos restaurantes, mesmo assim comemos em alguns restaurantes locais que nem lembro o nome).

COMPRAS

Quanto as compras, o Artesanato em FEZ é mais barato do que em MARRAKESH por exemplo, mas tem bem menos coisas, pois o mercado é menor...as lojas são nas ruelas no interior da MEDINA mesmo, onde não passa carro... vale apena andar TUDO primeiro e deixar para comprar no ultimo dia. Eu não paguei guia, mas a fachada dos predios e as ruelas são muito parecidas, então é muito fácil se perder fora das ruas principais MESMO COM O MAPA NA MÂO... e nas ruas qualquer informação que você peça, eles querem cobrar e ficam te empurrando uns adolescentes que muitas vezes querem te levar as lojas onde eles recebem comissão...e isso é uma perda de tempo e é A VIAGEM INTEIRA ESSA PERTURBAÇÃO toda vez que se sai as ruas.

VISITAÇÂO

Teve um dia que andamos a medina inteira para chegar no MUSEU de ARTES E OFICIOS que era longe...Tinhamos uns 10 minutos para chegar antes de fechar e fomos pedir informação a um senhor que chamou um menino e nos disse para levar no Museu...fomos segui-lo e ele nos levou a uma viela cheia de lojas de artesanato e dissemos que não tinhamos dinheiro e queriamos só ir no Museu e ele ficou enrolando chamando o dono da loja para nos mostrar produtos...e o MUSEU era logo na saida da viela...resumindo... quando conseguimos nos desvencilhar dos vendedores, o Museu estava fechando e conseguimos tirar apenas 1 foto do patio, cujo predio é todo talhado em madeira internamente. Fiquei muito pau da vida esse dia..e é isso o tempo inteiro, como já disse. Vale a pena pagar um guia local para te levar nos principais pontos, só para otimizar o tempo e não se aborrecer.

 

3) MARRAKESH - Como disse, de FEZ fomos de trem para MARRAKESH, e compramos os tickets pela internet mesmo. Usamos o site www.rome2rio.com que dá dicas fantásticas e links atualizados. Lá ficamos no RIAD BONHEUR na parte antiga da cidade e gostamos muito https://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g293734-d9807564-Reviews-Riad_Bonheur-Marrakech_Marrakech_Tensift_El_Haouz_Region.html

SEGURANÇA

Meu marido foi roubado duas vezes em Marrakesh...pois diferente de FEZ...lá é uma cidade muito mais turistica,  devido a revitalização urbanistica da cidade que estimula as pessoas a andarem nas ruas e não tem a questão do comercio fechar pelas rezas como em FEZ. Só que as ruelas ficam bem cheias e as pessoas por vezes ficam exprimidas na multidão e é nessas horas que enfiam a mão no seu bolso e roubam celular, dinheiro, carteira e tudo mais que vc tiver. INFELIZMENTE ATENÇÂO AOS JOVENS QUE FICAM OFERECENDO SERVIÇOS DE GUIAS E INFORMAÇÂO..POIS ELES FICAM SEGUINDO OS TURISTAS NAS LOJAS E HOTEIS PARA VER QUEM TEM DINHEIRO.

VISITAÇÂO

Aqui  dá para fazer tudo a pé, Medina...Palácios, Museus e eles ainda tem umas carruagens que levam os turistas de um lado para o outro que eu particularmente acho uma crueldade com os cavalos no meio do trânsito. E tem onibus para lugares mais distantes que serve a população e é tranquilo de pegar. Indico o JARDIM DE MENARA para visitação...não tem nada de mais, mas tem o astral do marroquino.... e o Palácio de Bahia que é lindo e bem marcante.

4) SEVILHA - Saimos de MARRAKESH direto para SEVILHA de avião, onde passamos alguns dias. Sevilha é muito legal por ser uma cidade universitária e plana, portanto sendo uma cidade com grande mobilidade até para cadeirantes (vimos vários pelas ruas) tendo várias opções de transportes públicos. Suas basílicas, Igrejas Museus, restaurantes são incríveis. AMEI SEVILHA!

5) ÉVORA - De SEVILHA pegamos um onibus que foi uma mão a roda, era uma linha particular feita por um senhor com um onibus próprio, que cruzava a fronteira da ESPANHA/PORTUGAL em direção ao FARO, só que ele prestava serviço para uma Empresa de Onibus, com seu horario fixo e a passagem era vendida no guichê normalmente, o onibus foi parado na estrada pela policia rodoviaria, todos mostraram seus passaporte e deu tudo certo. Assim, de FARO pegamos um trem para EVORA e ainda demos uma volta pela cidade.

Em ÉVORA ficamos em um hotel muito legal da REDE STAY https://www.stayhotels.pt/. Igualmente dá para fazer muita coisa a pé...algumas atrações como por exemplo o Circuito Megalitico, tem que ir de taxi. Mas de resto, os restaurantes, Museus e demais atrações turísticas são ali pelo centro da cidade. Os pasteis de Belem daqui foram os melhores que comemos!!

6) LISBOA - Para LISBOA fomos de trem, e a cidade assim como MADRID é cheia de turistas e atrações por ser um grande centro. Muitos Museus, exposições, restaurantes legais, e novamente ficamos em um hotel da REDE STAY na cidade https://www.stayhotels.pt/hotelprincesalisboacentro/, que tem um preço otimo apesar de ficar em  ARROIOS (um bairro um pouco distante do CHIADO) mas tranquilo de andar até o metro. 

Uma dica boa aqui é uma visita a ALMADA, que é uma região mais bucólica que fica a 10 minutos de catamarã da estação TORRE DE BELÈM (metro), é um passeio super barato, diferente e tem uma vista linda de Lisboa. Além disso...por 10 minutos você percorre o mesmo caminho que um dia Pedro Alvarez Cabral percorreu ao seguir em direção ao descobrimento Brasil!

Um lugar que não se deve deixar de ir é o Castelo de São Jorge e seus jardins cheios de pavões soltos...um charme à parte.

Fomos um dia SINTRA também, conhecer o maravilhoso Palácio da Pena que é um passeio imperdível e dá para ir de onibus!!

E por fim voltamos ao Brasil.

 

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...