Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Depois do Medo Vem o Mundo

Conheça Málaga na Espanha a cidade da Costa do Sol

Posts Recomendados

Acidade é a quinta maior do país, e um dos destinos turísticos mais importantes do país europeu. Conheça Málaga na Espanha a cidade da Costa do Sol, por ser bem quente e ter muitas praias, o que faz dela um destino buscado por moradores de outras partes do país e até do vizinho Marrocos, principalmente durante o verão.

Para visitar a cidade, saímos de Granada de ônibus até Málaga, cerca de uma hora e meia de viagem. A empresa que geralmente faz os trajetos de uma cidade para outra na região de Andaluzia na Espanha é a Alsa. As passagens podem ser compradas direto na rodoviária, pelo site através do computador ou aplicativo. Conseguimos um valor mais em conta comprando os bilhetes pelo aplicativo e dependendo da hora que escolhe viajar os valores tem alteração.

Leia mais: Granada uma cidade além de Alhambra.

Assim que chegamos no terminal de ônibus já percebemos a diferença no clima, estava mais quente e com as características de cidade grande, com muito asfalto, avenidas largas e obras para todos os lados.

O lugar tem um pouco de tudo, do asfalto a praia, vai acabar encontrando algo interessante pra fazer durante sua estadia, seja em uma visita rápida ou longa.

Abaixo confira dicas de lugares para explorar na sua visita em Málaga na Espanha a cidade da Costa do Sol.

 

O Centro Histórico foi um dos primeiros lugares que fomos conhecer. Os prédios antigos bem preservados, bares e restaurantes coloridos e com uma decoração pensada em chamar a atenção dos clientes. As ruas dessa região são um caso à parte, um charme que sempre chama a nossa atenção. O Centro Histórico de Málaga é grande e cheio de detalhes, dignos de vários registros.

A Catedral que está nessa região é linda, um dos lugares mais visitados nessa parte da cidade. Bem grande com arquitetura barroca na fachada, ela é considerada a segunda igreja mais alta de Andaluzia, isso porque a torre principal onde ficam os sinos pode ser vista ao longe de diversas partes. Ao lado da Catedral está o Palácio Episcopal de Málaga na Plaza del Obispo, um prédio colorido que se destaca em meio ao cinza da igreja.

Inclusive essa é acidade do pintor Pablo Picasso. O pintor nasceu em 1881 e tem registros da sua infância já com dom artístico inspirado pelo pai no Museu Picasso, localizado no centro histórico. A exposição permanente mostra a extensão do trabalho do artista ao longo do tempo, em Málaga, bem como a versatilidade intrínseca de seu trabalho e a natureza cíclica de sua pesquisa artística, concentrando a atenção em sua constante vocação para explorar possibilidades expressivas.

Na sua caminhada pelo centro provavelmente vai se deparar com o Mercado Central de Atarazanas, que chama atenção ao longe pela vidraçaria colorida na fechada com detalhes da história da cidade. Dentro há uma variedade de produtos como qualquer mercado local, muitas frutas frescas, pescados, entre outros itens com bons preços.

Em uma das avenidas principais saindo do Centro Histórico bem em frente a Catedral, é possível seguir para as praias, para o famoso Muelle Uno e caminhar em direção a Alcazaba.

Ansiosos para ver praia e aproveitar o dia de sol, apesar do frio que fazia durante a nossa visita, nós seguimos em direção ao Muelle Uno, que quer dizer píer um em português. Essa é uma área onde há bastante barcos ancorados, se pode caminhar pelo calçadão em meio lojas, franquias de fast food e seguir até a praia Malagueta.

A cidade tem diversas praias, banhadas pelo mediterrâneo que tem a cor azul escura por causa da areia que também é escura e mais grossa. Durante o verão a maioria das praias ficam lotadas o tempo todo, são moradores e turistas querendo pegar um bronze depois do inverno.

Seguindo pela Avenida Cervantes, que tem uma praça bem cumprida e com muito verde, onde também está o lindo prédio da Câmara Municipal de Málaga, é possível fazer uma caminhada tranquila antes de seguir em direção a Alcazaba que é uma das heranças islâmica presente na cidade. Caso compre o ticket para visitar o monumento poderá usar um elevador ou se quiser pode fazer uma caminhada de cerca vinte minutos até o topo de um morro e ainda apreciar uma vista maravilhosa da cidade do miradouro Gibralfaro. Se não tiver o ingresso não tem problema é possível ir até o view point caminhando tranquilamente.

Leia mais: Alhambra um dos monumentos mais visitados da Espanha.

De cima se tem uma vista de uma parte bem bonita de Málaga, como a Plaza de Touros Malagueta, onde em datas pontuais do ano ocorrem as touradas, algo tradicional ainda em alguns lugares na Espanha. No local há também salas para congressos, espaços de exposições, restaurantes e lojas, como um centro cultural. Vai perceber que a cidade é super arborizada, com jardins e parques para todos os lados, o que ajuda aliviar do sol que é bem forte. É possível ver parte do Porto e Muelle Uno e o mar, se estiver na Alcazaba vai conseguir ver até um pedaço do Marrocos ao longe.

É uma caminhada que para nós valeu a pena, apesar do cansaço na subida e descida.

Sem deixar de citar as casas especializadas em jamón que estão espalhadas por todos os lados. A iguaria tradicional na Espanha é uma das atrações da cidade e que pode ser degustada de várias formas.

Facilidades que ajudam visitantes em Málaga

Barco em direção ao Marrocos

Málaga fica bem perto do Marrocos, é possível ir de barco para o país árabe que está localizado do outro lado do mediterrâneo. A empresa que faz o trajeto é a Trasmediterranea, uma companhia de navegação espanhola, que conecta os principais portos da península às ilhas das Baleares e Canárias, às cidades autônomas de Ceuta e Melilla e norte da África nesse caso Tanger no Marrocos. É uma opção que às vezes pode sair mais baratas que pegar um voo, além de ser uma alternativa diferente de viagem pelo mar mediterrâneo.

Placas e mapas

Durante a visita não tenha medo de se perder pelas ruas históricas e os monumentos espalhados pela cidade, pois é tudo muito bem sinalizado e de certa forma na região central está tudo conectado. Mas em todo o caso existem placas que indicam a direção dos pontos turísticos mais buscados. Mapas também estão distribuídos por diversas ruas e são bem explicativos, ajudam muito a encontrar a direção pelo centro.

Transporte público inteligente

Os ônibus têm monitores que indicam o trajeto é os minutos que faltam para a parada seguinte, assim não precisa ficar perguntando e ajuda muito quem está só de passagem e não conhece bem a cidade.

Da Avenida Cervantes é possível pegar o ônibus A que leva direto ao aeroporto de Málaga, no trajeto ele também passa no terminal de rodoviário.

Bicicleta a disposição

Além dos ônibus, uma alternativa ecológica são as bicicletas que estão disponíveis para todos, mas é preciso de registro online antes de usá-las, os primeiros 30 minutos são gratuitos, depois paga uma taxa.

O melhor período para visitar a cidade com certeza é no início do verão que não está tão quente e é possível aproveitar a praia sem tantos turistas que vão chegando sem parar entre os meses de junho a setembro em período normais.

 

page1.png

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...