Relatos de viagem no Peru
#1220051 por rodrigo.2014
25 Set 2016, 11:48
Fala galera!!!!


Mais uma trip e mais um relato aqui no mochileiros!
Antes de tudo, gostaria de agradecer várias pessoas (não lembro o nome) aqui do mochileiros que me ajudaram a elaborar essa viagem!
Vamos lá....

Eu tinha alguns pontos no multiplus que iam expirar. Eu tinha 2 opções de viagem. A primeira era ir ao Peru e a segunda ir à Patagonia. Acabei escolhendo o Peru!

Passagem

Como falei ai em cima, emiti as passagens por milhas. Foram 58.000 milhas pela LATAM. Fiz o resgate e só paguei a taxa de embarque (R$ 315)
Os trechos foram os seguintes:

Ida:
Brasília - Guarulhos
Guarulhos - Assunção
Assunção - Lima

Volta:
Lima - Guarulhos
Guarulhos - Brasília

Roupas

Eu tentei levar o mínimo possível de roupa. Só precisei lavar minhas roupas em Cusco e paguei 7 soles (3 soles/kg). Vacilei porque não levei muita roupa para o frio. Levei somente 2 suéteres, sendo que estava um frio considerável em todas as cidades, principalmente de noite. Uma segunda pele + suéter já seria o necessário. Eu também pisei na bola e esqueci de levar bermuda. Foi um saco!

Roupas:

1 Bota (usei todos os dias)
1 Sapatênis (não usei)
1 Chinelo
10 meias (não comprei para trekking e não foi necessário)
2 calças (devia ter levado + uma)
10 cuecas
8 camisetas
1 camisa
2 suéteres (faltou uma blusa mais preparada para o frio ou uma segunda pele)
1 toalha grande de microfibra

Medicamentos e Outros

Lendo os relatos vi que muita gente passava mal com os alimentos. Diarreia e vômitos são comuns. Não tive nenhum problema e não precisei usar nada. Mas se você estiver passando mal, vai torcer para ter alguns medicamentos.

O que levei:

Dorflex
Band-aid
Nebacetin (pomada para cortes e ferimentos)
Floratil
Pinça
Protetor Solar (ESSENCIAL)
Hidratante (ESSENCIAL)
Shampoo e Sabonete
Repelente (ESSENCIAL)
Protetor Labial (ESSENCIAL)
Desodorante
Perfume
Escova,pasta de dente e fio dental

Não vale a pena comprar shampoo/sabonete e outras coisas desse tipo no Peru. O preço é um pouco maior do que no Brasil. Hidrante, protetor solar, repelente e protetor solar são itens essenciais!


Outros Itens

Mochila de ataque
Máquina Fotográfica
Tripé (comprei e não levei! Graças a Deus!!!!)
Notebook
Pen Drive
2 chaveiros
Bloco de anotações e caneta
Caneta para ver notas falsas

Seguro Viagem

Como paguei as taxas de embarque com Mastercard eu acabei ganhando o seguro viagem. Não precisei usar em nenhum momento. Mas é sempre bom viajar com essa segurança. Ainda mais nesse tipo de viagem!

Câmbio

Comprei 350 dólares no Brasil na seguinte cotação: 1 dólar = 3, 38 reais
Leve dólar! O real não é muito aceito nas casas de câmbio, só achei uma em Cusco que trocava real. Ainda mais que todas troquem, levando dólar é sempre mais vantajoso. Esqueça aquele maldito boato que "trocar dinheiro 2 vezes é pior e você sai no prejuízo" Dois cálculos matemáticos desmentem essa afirmação.
Troquei os dólares em Lima, Arequipa e Cusco e guardei 25 dólares para o micro ônibus até Machu Picchu. Mas no final da viagem tive que sacar 400 soles! Se eu não bebesse eu me virava tranquilamente com os dólares que eu levei kkkkkkkkkkkkk. Maldita cachaça!

Reservas

Eu viajei com tudo reservado e quase tudo pago. Os trajetos de ônibus, trem e avião dentro do Peru eu comprei tudo antes de ir. Comprei 3 passagens de ônibus:

1º ) Lima - Paracas

Comprei pelo site da Cruz del Sur e paguei 22 soles. Comprei o assento mais barato (colado no banheiro). Como foram somente 4 horas de viagem foi bem tranquilo. Ainda mais que o bus estava vazio e depois eu "pulei" alguns assentos e fiquei de boa! kkkkk


2º) Paracas - Arequipa

Novamente, Cruz del Sur. Mas comprei o assento no primeiro andar que reclina 160º. Paguei 150 soles. Essa viagem tem 13:30 horas de duração. Muito cansativo e achei melhor comprar o assento mais caro.

3º)Arequipa - Cusco

Comprei pela MovilTours, empresa menos famosa e conhecida por nós. Comprei o assento mais caro e paguei somente 80 soles. Achei bem mais confortável do que a Cruz del Sur. Recomendo demais!!!

4º) Cusco - Lima

Como são 24 horas de ônibus o jeito foi comprar a passagem de avião. Comprei pela StarPeru e paguei 90 dólares

5º) Ollantaytambo - Aguas Calientes

Resolvi pegar o trem saindo de Ollanta (mais barato). A passagem de trem dói até a alma: 124 dólares! Comprei pelo site da IncaRail


6º) Entrada para Machu Picchu

Comprei antes porque a entrada é limitada. Paguei 128 soles, mas eles cobram uma taxa e o preço final foi de 133 soles. Até 3 semanas antes da data escolhida você achará ingresso.


Viajei com tudo isso pago. Essa é a vantagem! O único problema de comprar as passagens de ônibus antes, é que isso "engessa" seu roteiro. Alguns momentos queria ir para outros lugares, mas não deu. Não sei se as empresas de bus de lá aceitam trocar a passagem ou devolver o dinheiro.

Hospedagem

Lima: DragonFly Hostels
Paracas: Kokopelli Hostel
Arequipa: Casa de Isabel
Cusco: Los Apus Hotel
Aguas Calientes: Hanaqpacha inn

Eu tinha ganhado 4 diárias da Bancorbras e acabei usando elas em Cusco e em Aguas Calientes. Nas demais cidades acabei ficando em Hostel

Roteiro

06/09 BSB-GRU e GRU-ASU
07/09 ASU-LIMA
08/09 LIMA
09/09 LIMA-PARACAS
10/09 PARACAS-AREQUIPA
11/09 AREQUIPA
12/09 CUSCO
13/09 CUSCO
14/09 VALLE SAGRADO - AGUAS CALIENTES
15/09 MACHU PICCHU - CUSCO
16/09 CUSCO - LIMA
17/09 LIM-GRU e GRU-BSB

Hora do relato!


1º DIA (06/09) e 2º DIA

Meu voo para Guarulhos sairia as 17:30. Pela manhã peguei os dólares na casa de câmbio, terminei de arrumar tudo e fui almoçar. Almoço, descanso e bora pro aeroporto! Chegando lá despachei minha mala e apresentei meus documentos. Para que tem dúvidas: pode ser passaporte ou RG, CNH não é aceita para voos dentro da América do Sul (Mercosul). Meu voo saiu no horário e cheguei em Guarulhos. Achei que o voo sairia do T3 e fui até o mesmo, chegando lá fui informado que sairia do T2. Tive que voltar, mas antes já estava como fome e resolvi comer. Aeroporto tudo muito caro, o jeito é comer o bom e velho Mc Donalds kkkkk. Pedi um Big Mac e pronto. Fui para a sala de embarque. Ainda faltava uma hora e pouco para o embarque e o jeito foi tomar um chopp gelado para o tempo passar! Tomei o chopp, paguei e fui para o portão. Bora pro Paraguai!!!
O voo até a Assunção foi tranquilo e rápido (1:20 h). Cheguei em Assunção e estava um frio de matar! O frio não era o maior problema. Chegamos no Paraguai as 23:50 e o voo para Lima sairia às 04:40!!! ::sos:: Lá não tem como sair da sala de embarque. Até tem, mas na volta você terá que pagar 40 dólares. Não me pergunte o porque.
O jeito foi esperar. A sala é pequena, tinha uns 3 duty free pequenos e somente um café. Fui até lá e tomei um café e aproveitei para carregar meu celular. O aeroporto tem wi-fi gratuito, mas na área do café não estava pegando. Meu celular deu 100 % e então foi andar atrás de um ponto com sinal de wi fi bom. Achei umas cadeiras mais afastadas. Não tinha quase ninguém e deu para deitar e ficar de boa ali!


[url][url=https://flic.kr/p/LCpor3]Imagem[/url]Assunção by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

Fiquei mexendo no Facebook, Instagram e o tempo não passava! Tirei o notebook e assisti 2 episódios de Narcos e 1 um de Vikings e pronto! Embarque para Lima!!! Capotei no avião, acordei só para comer e sair do avião! Chegamos em Lima umas 8 da manhã e pra variar o céu todo nublado!!!

Passei na imigração e fui pegar minha mala. Eu estava cogitando comprar um chip da Claro e ao lado das esteiras tinha um quiosque da claro. Fui até lá e perguntei como funcionava para eu comprar o chip. A moça falou que não é possível comprar, somente alugar o chip.
- Beleza, quanto fica para alugar por 10 dias com acesso à internet?
- Fica 50 dólares!
- Ãh??? Deixa quieto....

Enquanto a mala não vinha eu entrei no Wi Fi do aeroporto para avisar minha mãe que eu estava vivo! Mas eles dão somente 10 minutos de acesso e eu precisava pedir um Uber para ir até o Hostel. Fudeu! Sai do Wi Fi, peguei a mala e fui até a porta do aeroporto para pedir um uber. Quando eu fui entrar de novo na internet o tempo tinha esgotado e eu tinha que pagar 5 dólares se quisesse usar a internet. Fiquei muito puto! Não tinha como eu pedir um Uber, o que sairia em torno de 35 soles (Uber Pool). O jeito foi pegar aquele táxi da taxi green e pagar 60 soles até Miraflores. Esse preço é tabelado e você pode pagar no cartão de crédito. Antes eu troquei 100 dólares (que burro) no aeroporto. A cotação foi horrível e até hoje não sei como eu fiz isso!!

Até Miraflores foi quase 1:30 h no carro. Trânsito pesado e caótico. Cheguei no Hostel e paguei a hospedagem (66 Soles) em quarto compartilhado. Mas só poderia entrar depois das 14:00 horas. Deixei as coisas lá e fui andar pela cidade. Pedi um mapa e a staff me explicou os caminhos e etc. Eu tinha marcado de fazer um free walk tour e iria sair às 11:30 (eu acho). Fui até a praça Kennedy e eram umas 11 horas. Tomei um café ali na praça e fiquei esperando dar a hora. Quando deu 11:30 eu fui até o ponto e o guia falou para eu esperar em um bar. Nisso tinha 2 caras do Irã falando com o guia. Fiz amizade com os caras e fomos até o bar. Chegando lá, ganhamos uma cerveja de graça e ficamos batendo papo. Foi chegando uma galera, sentaram na nossa mesa uma menina da Alemanha e outra da Irlanda. Quando deu meio dia o guia veio e chamou a galera. Tivemos que pagar 2 soles para pegar um bus (BRT) até o centro da cidade. Eu fiz o tour com o pessoal da FWT

http://www.fwtperu.com/index.html

É bom, mas os pagos devem ser melhores. Mas achei o de Lima o melhor de todos que eu fiz. Esse tour é somente pela Plaza de Armas. Ficamos um bom tempo por lá, andamos por alguns lugares ao redor da Plaza e terminamos lá pelas 15:30 h

[url][url=https://flic.kr/p/MAUoCT]Imagem[/url]Plaza de Armas by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

ImagemPlaza de Armas by Rodrigo da Silveira, no Flickr



Nesse dia ia ter jogo do Brasil contra a Colômbia e eu combinei com os caras do Irã de ver o jogo em algum bar em Miraflores. Um deles anotou meu número e combinamos de nos falar lá pelas 18:00 h. Despedi da galera e fui procurar algum lugar para almoçar. Ali ao redor da plaza tem uma porrada de restaurantes. Já fui procurando qual tinha um preço bom e oferecia um bom Menu del Dia. Achei um, chamado Kirpay e o menu custava 10 soles. Ceviche de entrada, pollo frito com arroz e fritas, pisco sour e um suco por 10 soles! Tomei uma Cusquena de 600 mL por 11 soles. O almoço estava excelente e a primeira impressão com a comida peruana foi das melhores. Sai de lá e fui caçar um táxi até Miraflores. Só de ficar parado na rua os táxis já param te abordando. Aquela velha negociação e nada de conseguir um preço bom. 30, 25, 20 soles eram os preços. Veio um táxi caindo aos pedaços e o cara fez 10 soles!!! É esse! Fechamos por 10 soles até a praça Kenedy. Nessa hora o trânsito de Lima estava caótico. Muito trânsito, tudo parado e eu naquele carro caindo aos pedaços. Paramos num sinal vermelho e ficamos um tempão ali. Estava olhando a paisagem e tinha um cara na rua me encarando, eu até vi ele me encarando mas nem quis encarar. Ai de repente ele me chamou

-Ei!!!
-Diga! Quer falar comigo?
-O motorista, olha o cara ai!! Ta dormindo no volante!!

Olhei pro taxista e o cara tava lá babando no volante! KKKKKKKK
O sinal abriu e eu chamei ele, o velho acordou e tocou o carro! Nessa hora eu tava muito morto e ofereci mais 4 soles para ele me deixar no Hostel. Cheguei no hostel, peguei minhas coisas e finalmente fui tomar um banho!!! Banho tomado, voltei pro quarto e conheci uma mina dos EUA! Gente boa pra caramba! Trocamos uma ideia rápida e eu fui atrás de um mercado para comprar água e algumas coisas para comer. Deixei minha mochila de ataque no locker e fui só com meu passaporte, cartão e dinheiro (que alívio). Peguei uma água de 2 litros e 2 empanadas para comer. Eu estava na fila e fui pegar o dinheiro para agilizar. Velho, cadê meu cartão???? Putz, perdi meu cartão!!! Que raiva!!! Fiquei muito puto com esse vacilo e não conseguia pensar em mais nada! Pensei comigo "velho, só posso ter deixado na cama do hostel ou na mochila" Nessa hora as duas minas que eu conheci no city tour gritaram de longe "Roooooodrigo" Eu olhei pra elas e só dei um sorriso, eu estava muito puto comigo e as minas devem ter pensado que eu não gostei de conhecer elas! Elas eram super gente finas, mas na hora eu estava desesperado!
Paguei tudo (10 Soles) e fui correndo até o Hostel. Cheguei la e quando olhei na cama o meu cartão estava lá!!!! Caramba velho!!! Que ALÍVIO!!!! ONDE TEM UMA CERVEJA GELADA AGORA? PRECISO TOMAR UMA!!!!

Comi minhas duas empanadas, sai do Hostel e fui numa vendinha que tinha bem na frente! Comprei uma Cristal de 600 mL e tomei aquela cerva com gosto! Até hoje sinto o gosto dela!!! kkkkkkkkk
Tomei a cerva e subi para o terraço do Hostel para ver de qual é! A mina dos EUA estava lá com um maluco dos EUA e um cara da França. Eu sou péssimo para lembrar nomes! Os dois muleques ao meu lado trampam no Hostel! O cara e a mina são dos EUA e as duas meninas são da Áustria e estavam em Lima para aprender espanhol! Muita conversa trocada! Depois dessa foto ainda chegaram mais pessoas, outras foram dormir. Ficamos ai até uma da manhã, quando o staff chegou expulsando a galera!!!

ImagemSem título by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Gastos do dia

Táxi Aeroporto = 60 Soles
Hostel (2 noites) = 33 Soles
Café MC = 5,50 Soles
BRT até o Centro = 2 Soles
Gorjeta para o guia = 5 Soles
Almoço = 21 Soles
Táxi da morte = 14 Soles
Água + 2 empanadas = 10 Soles
Cerva na rua = 4 Soles
Cerva no Hostel = 20 Soles


3º DIA (07/09)

Acordei lá pelas 8:30 e tentei dormir mais um pouco e o sono não estava vindo. Eu falei lá em cima que esqueci de trazer bermuda né. Eu tive que dormir de calça jeans e foi horrível! Se estivesse com um roupa melhor iria dormir mais. Levantei da cama umas 9 horas e fui tomar um banho. Depois fui pro café da manhã. Aquele velho café de Hostel (pão, manteiga, geleia e café). Tinha uma funcionária batendo uns negócios no liquidificador e aquele barulho estava me matando! Eu estava com uma leve ressaca e aquele barulho estava me matando! Aproveitei pra colocar o telefone pra carregar. Fiquei lá uns 30 minutos e o americano que eu conheci na noite anterior chegou por lá. Estava na mesma situação = ressaca. Ele perguntou o que eu iria fazer no dia e disse que iria me acompanhar porque não tinha planejado nada. Dei a letra pra ele e fomos embora! Eu tinha programado para ir até o centro arqueológico Huaca Pucllana. Saímos do hostel e fomos a pé. Deu uns 20 minutos de caminhada! Foi bem tranquilo, fomos conversando e o tempo passou rápido. Chegamos lá e tivemos que pagar a entrada (12 soles). A moça falou que daqui 5 minutos iria sair um grupo com um guia falando em inglês.

Na espera para o tour começar:

[url][url=https://flic.kr/p/Mz59eq]Imagem[/url]Huaca Pucllana by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

Esse sítio arqueológico é muito interessante. Não é melhor atração do Peru, mas também não é a pior. Dependendo do seu roteiro, as atrações vão ficando cada vez mais interessantes. O ápice é Machu Picchu. A entrada não é cara e eu achei que vale o preço. O sítio ainda é bem conservado e você consegue perceber as diferenças dos povos que habitaram o Peru. Outra opção é visitá-lo a noite porque conta com uma iluminação bem legal. Ficamos aproximadamente 1:30 h dentro do sítio.

As paredes de lá são feitas de argila e até hoje estão intactas. O motivo? Lima quase nunca chove e quando chove são poucos mm

[url][url=https://flic.kr/p/Mz9GUC]Imagem[/url]Huaca Pucllana by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

[url][url=https://flic.kr/p/MuPAHg]Imagem[/url]Huaca Pucllana by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

[url][url=https://flic.kr/p/Mzai3N]Imagem[/url]Huaca Pucllana by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]


Saímos de lá e fomos andando até a praça Kenedy a fim de almoçar. Estávamos mortos de fome e fomos procurando e garimpando os restaurantes. Aproveitei e troquei 100 dólares em uma casa de câmbio ali (1 U$ - 3,345 soles). Paramos em um chamado "Café Café" e o menu del dia custava 18 soles. Esse lugar é horrível. Super caro, menu del dia com pouca comida. Não vale a pena. Uma coisa que eu percebi no Peru é que os restaurantes mais legais e mais caros não oferecem um bom menu del dia. Se você for em um mais simples terá um bom menu. Comemos e saímos fora! A minha conta deu 30 Soles! 18 do menu del dia e 12 soles por uma cerveja. Eu tinha visto de ir no Museu Larco, mas não animei de ir. Era um pouco longe, 30 soles e já iria ver vários museus em Cusco. Resolvemos ir andando até a orla de Lima, passando pelo Parque do Amor e andando pelo calçadão de Lima, que fica lá em cima e não na beira do mar. Ficamos andando e tirando várias fotos. A vista lá de cima é animal!!! Ali você para, olha pro Pacífico e viaja! Que visual!!!

Todo mundo admirando o pacífico:

[url][url=https://flic.kr/p/MuQpHZ]Imagem[/url]Lima by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

[url][url=https://flic.kr/p/LELBAq]Imagem[/url]Lima by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

Reparem que o céu, como de praxe, está todo nublado. Lima é assim sempre. Eu falei lá em cima que protetor solar é essencial? Apesar de não "ter" Sol os raios ultravioleta passam pelas nuvens e irão atingir você. A noite meu nariz estava todo vermelho e ardendo. Portanto, passe protetor solar em Lima!!
Fomos andando e tirando várias fotos até chegar no Shopping Larcomar que fica ali nas imediações. Entramos e fomos comer alguma coisa porque eu estava faminto! Comi um hamburguer com suco na famosa hamburgueria La Lucha. Aprovado! Custou 26 soles a brincadeira. Saímos de lá e fomos andando até o hostel. Paramos em algumas lojas para ver os preços das coisas e aqui vai uma dica muito importante: Não compre nada em Lima, tudo é muito caro! Eu comprei um suéter de Baby Alpaca (made in China) em Arequipa por 30 soles e o mesmo em Lima estava 80!
Chegamos no Hostel, cada um foi pro seu quarto. Eu deixei minhas coisas e fui comprar mais água e ver se achava uma bermuda para poder dormir mais a vontade. Fui andando até o mercado Metro e ao lado tinha uma loja enorme da Falabella! Essa loja é a melhor de todas! No Chile comprei muita coisa lá com um preço excelente. Para quem não sabe é igual a uma loja da Renner, mas beeeeeemmmm melhor (preços baratos). Comprei uma calça de tactel por 20 soles! Depois fui no mercado e comprei água e uma pringles por 13 soles.
Estava voltando pro Hostel e encontrei com o americano!

-Eai, ta indo onde?
-Po, vou comprar umas cervejas pra tomar!
-Mano, na frente do Hostel tem um cara que vende! Vamos comprar la? Só preciso deixar minhas coisas no Hostel e pronto!
-Fechado

Deixei minhas coisas no quarto e desci para tomar umas cervejas. Que vida difícil! hahahahahah
Esse era o nosso Hostel. Rua bem tranquila. Eu tirei essa foto do lado do quiosque que vende cerveja! Era colado no Hostel.

[url][url=https://flic.kr/p/MCbXsx]Imagem[/url]Sem título by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]


Cada um bebeu 4 Cusqueñas de 600 mL (5 soles cada) e ficamos no grau. Eu falei pra ele que iria tomar um banho porque já estava esfriando e depois encontrava com ele. Tomei banho, desci e comi nessa padaria que era bem embaixo do Hostel! Comi uma empanada por 4 soles e pronto! Depois eu subi pro terraço e já tinha uma galera bebendo e trocando ideia. Sentei ali e ficamos bebendo e conversando. O frio estava de matar!!!

[url][url=https://flic.kr/p/MuRzYM]Imagem[/url]Sem título by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

Depois de um tempo foi chegando uma galera e juntando a nós! Pouco tempo depois veio o staff com umas pulseiras de uma balada, chamada Bizarro. Era ali do lado, apenas 5 minutos andando. Essa balada até que é legal, tem gente de Lima, mas a maioria é de fora. Não pagamos pra entrar e até às 01:00 tinha um drink de graça. Eu não sei o que era aquele drink, não era bom e não era ruim. Como eu não queria gastar muito eu só levei 20 soles, acabei comprando só uma long neck (14 soles) e fiquei de boa. Todo mundo saiu de lá umas 03:30 e fomos pro Hostel. Eu fui dormir umas 04:00 e tinha que acordar às 05:30 pra pegar o ônibus para Paracas. Que correria!!!


Gastos do dia

Huaca Pucllana = 12 soles
Almoço no Café Café = 30 soles
Lanche no La Lucha = 26 soles
Água + pringles = 13 soles
Calça tactel = 20 soles
Cervejas na rua = 20 soles
Empanada = 4 soles
Cervejas no Hostel = 20 soles
Cerveja na balada = 14 soles

#1221074 por rodrigo.2014
28 Set 2016, 20:12
Gabriella Martiliano escreveu:Que maravilhosos os seus relatos! Curtiu bastante pelo visto e não gastou tanto.
Obrigada por compartilhar!



Com certeza! O Peru é um país barato para viajar!
#1221371 por rodrigo.2014
29 Set 2016, 22:50
4º DIA (08/09)


O despertador tocou umas 5:30 e fiquei mais uns 15 minutos na cama. Levantei, lavei o rosto, escovei os dentes e fui fazer o check-out. Já eram quase 6:00 eu tinha que sair nesse momento. O staff falou que ia chamar um táxi. Eu já estava ficando preocupado com o horário porque deveria estar na estação da Cruz del Sur às 06:30. Eu desci e fiquei esperando o táxi lá em baixo e nada. Resolvi pegar um uber e foi a melhor coisa. Em 3 minutos o carro chegou e fomos pra estação. Nesse horário o trânsito ainda não é pesado. Cheguei na estação umas 06:25 e fui despachar as malas. As rodoviárias no Peru são engraçadas. Primeiro, porque em algumas cidades cada empresa tem o seu "terminal". Outra coisa curiosa é que você despacha a mala em um balcão, bem parecido como fazemos nos aeroportos. Despachei e fui procurar algo pra comer, mas as lojas do terminal estavam fechadas. Então, o café da manhã foi pringles + água (que beleza!). O pessoal anunciou o embarque e a fila foi formada. Todo mundo passa por um detector de metais e só depois entra no busão! Eu comprei o assento mais barato (22 soles) que era colado no banheiro. O ônibus estava bem vazio e depois eu "pulei" para um assento mais a frente. Estava morto, reclinei a poltrona e capotei!



Até Paracas foram 4 horas, nesse intervalo foi servido um pão com queijo e café ou chá. Eu não tinha reservado o passeio para a Reserva Nacional, mas já tinha lido que na própria estação tinha gente oferecendo. Chegamos lá, peguei a mala e fui procurar alguém. Lá dentro só tem um cara que faz o passeio e eu fechei com ele por 35 soles. Ele falou que eu poderia deixar a mala lá na estação. Essa estação foi reformada e agora tem um hotel lá dentro. Está bem bonita. Lá dentro tem uma lojinha com comida, água, repelente e etc. A mulher da vendinha era gente boa e me passou até a senha do wi fi do hotel. Fiquei uns 30 minutos esperando a van sair e quando deu umas 11:30 nós saímos com direção à Reserva Nacional. Foram uns 10 minutos até a primeira parada, onde a guia começou as explicações. Antes de parar, passamos por um posto da polícia e eu tive que pagar 10 soles pelo ingresso. Quem vem do passeio da Isla Ballestas não precisa pagar, porque já pagou antes.


A 53 milhões de anos atrás essa Reserva era toda formada por mar, a prova disso são esses "peixes" que ficaram lá. Eles retiraram os fósseis e estudaram esses animais. Eles tem um nome, mas como já disse: sou péssimo pra lembrar nomes!

[url][url=https://flic.kr/p/MJja8g]Imagem[/url]Reserva Nacional de Paracas by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

Outra coisa legal é que a estrada foi feita com sal. Eles só jogaram uma tinta preta, mas se você fizer um furo vai ver que em baixo é puro sal.

[url][url=https://flic.kr/p/Mhk2By]Imagem[/url]Reserva Nacional de Paracas by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]


Depois desse ponto, fomos até outro ponto na beira do oceano Pacífico!


[url][url=https://flic.kr/p/MJjoh2]Imagem[/url]Reserva Nacional by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]

ImagemViva el Peru! by Rodrigo da Silveira, no Flickr

E depois fomos pro melhor lugar pra tirar fotos! Essa foto não consegue descrever a imensidão deste lugar:

[url][url=https://flic.kr/p/MFiN4w]Imagem[/url]Reserva Nacional by Rodrigo da Silveira, no Flickr[/url]


Depois dessa parada nós fomos almoçar. Chegamos em um "pedaço" com vários restaurantes. A guia já chegou falando "Esse é o melhor restaurante, se eu fosse vocês almoçava aqui". O lugar é o restaurante "El Tche". Eu fui andar e olhar os outros e vi que todos eram a mesma coisa, mas alguns tinham um aspecto bem sujo. Resolvi comir no El Tche. Menu del Dia por 20 soles muito BEM servido! Ceviche e depois pollo frito com papas. Tomei uma Cusqueña de 600 mL e a conta fechou em 28 soles. O último ponto seria a famosa "Playa Roja". Eu já tinha visto várias fotos e estava ansioso para ver essa praia. Mas eu tive uma decepção enorme porque eu achava que essa praia era gigante. Quando cheguei lá e quando eu vi. Putz, foi até engraçado


- Essa é playa roja????????

Não é feia, mas eu achei que era bem gigante. Não sei, mas as vezes as fotos enganam:


ImagemPlaya Roja by Rodrigo da Silveira, no Flickr



Depois disso voltamos até a estação de bus da Cruz del Sur. Eu já estava morto e detalhe: eu tinha esquecido o protetor solar!!! Deixei na mala! Putz, meu rosto estava queimado, minha testa e nariz estavam ardendo pra caramba! Não esqueçam do protetor!!!
Peguei a mala e perguntei onde ficava o Kokopelli Hostel. A guia estava indo embora e falou que iria passar la na frente. Fui a pé com ela e em 5 minutos cheguei ao hostel. Esse hostel é muito maneiro, bem estruturado e o único que fica na "beira da praia". Mas eu fiz uma burrada enorme. Quando fui reservar eu acabei reservando um quarto privativo e pela política do booking eu poderia cancelar sem custo até uma semana antes da estadia. Resultado: tive que pagar 48 dólares pelo quarto! Acabei passando no cartão de crédito e quando a fatura vier eu irie lembrar dessa burrada! kkkkk
O quarto era muito bom, cama bem confortável e grande. Mas os quartos compartilhados são EXCELENTES. Todas camas tem tomada e cortina. A área de lazer é top e tem uma piscina grande. O bar é muito bom e o melhor é pegar uma cerveja e curtir esse por de sol:

ImagemSem título by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Eu sentei nas cadeiras que eles deixam na areia e fiquei admirando esse por do sol. A vibe ali é muito boa e a paisagem mais ainda. Depois chegou uma menina da Itália, a Federica (lembrei o nome kkkkkk) e ficamos batendo papo. Ela esteve no Brasil e estava me contando o que achou! Nosso país é muito belo, pena que os políticos acabam com nosso país. Quando deu umas 18:00 o segurança falou que ia fechar a porta, guardar as cadeiras e que deveríamos ficar dentro do hostel. Sem problemas, fomos paras as mesas e ficamos batendo papo. Depois veio o Alex da Bélgica, gente boa pra caramba! Estava rolando uma promoção no bar (2 cervejas 600 mL por 15 soles). Bebemos, pra caramba. Depois foi chegando mais gente e a conversa foi até tardeeeee.
O cara do meu lado é o Brian da Coréia do Sul, a menina é a Federica, o casal é do México e outro cara é o Alex. Eu só lembro do nome deles porque peguei o facebook e depois encontrei com eles em Arequipa e Cusco kkkkkkk


ImagemSem título by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Tava muitooooooooo frio! Caramba, todo mundo tava congelando! kkkkkkkkkk



Bebemos até umas 2 horas e depois o segurança falou que não podia mais ficar por lá. Eu já tava morto, despedi da galera e fui dormir. No dia seguinte eu iria acordar cedo e pegar 13 horas de ônibus. Fim de dia!!!

Gastos do dia

Uber: 11 Soles (paguei no cartão)
Almoço El Tche = 28 soles
Passeio Reserva Nacional = 35 soles + 10 soles da entrada
Hostel = 48 dólares ::sos::
Cervejas Hostel = 48 dólares

5º DIA (09/09)

Acordei umas 8 horas e fui tomar café da manhã. O café do Kokopelli até que é bom. Você pode pagar e comer algumas coisas melhores. Mas eu comi pão com manteiga, café e depois comi umas bananas. Despedi da galera, fiz o check-out e fui a pé para estação da Cruz del Sur. Despachei as malas, comprei uma água de 2 litros na vendinha e entrei no busão. Eu comprei o assento do primeiro andar e não me arrependi. Foram quase 14 horas de viagem. É uma viagem bem cansativa! O ônibus saiu umas 11:30 e depois parou em Nazca (eu acho). Pegou mais uma galera e rumou pra Arequipa! Nesse trajeto foi servido um almoço com refrigerante. O bom que cada poltrona tem sua tela e dá para assistir filmes. Eu assisti 2 filmes e depois dormi e só acordei chegando em Arequipa.
#1221379 por rodrigo.2014
29 Set 2016, 23:06
Paulinha.Lima16 escreveu:Acompanhando!
E morta de ansiedade para os próximos capítulos.


Hahahahaha
Estou sem tempo, mas irei terminar o relato o quanto antes!!!
#1221816 por Flor Silvestre
02 Out 2016, 00:28
Oi Rodigo, boa noite! Tudo bem? Eu deixei uma msg no particular, mas nem sei se foi, sou novata nisso aqui. Assim como a colega ali em cima, tbem estou ansiosa para os próximos capítulos da tão sonhada visita a MP.
Olha, vi que tem seu endereço do face aqui e então deixei uma msg para vc lá, como não somo amigos no face, vc teria que aprovar a solicitação de msg. Dá uma olhadinha lá pfv. Muito obrigadaaaaaa!
#1222167 por rodrigo.2014
03 Out 2016, 17:23
Flor Silvestre escreveu:Oi Rodigo, boa noite! Tudo bem? Eu deixei uma msg no particular, mas nem sei se foi, sou novata nisso aqui. Assim como a colega ali em cima, tbem estou ansiosa para os próximos capítulos da tão sonhada visita a MP.
Olha, vi que tem seu endereço do face aqui e então deixei uma msg para vc lá, como não somo amigos no face, vc teria que aprovar a solicitação de msg. Dá uma olhadinha lá pfv. Muito obrigadaaaaaa!



Já respondi suas perguntas!
#1223915 por rodrigo.2014
10 Out 2016, 23:43
6º DIA (10/09)


Eu fui chegar em Arequipa lá pelas 00:30. Já estava um frio considerável ::Cold:: . Todo mundo saiu do ônibus e foi pegar as malas. A rodoviária de Arequipa é grande e tem várias empresas de ônibus. Aqui não é como em Lima ou em Paracas. Nesse horário a rodoviária estava deserta e as únicas pessoas que estavam lá eram as que tinham chegado no mesmo ônibus que eu. Já comecei a ficar preocupado em como iria para o hostel. Bem na saída eu já fui abordado por vários taxistas. Peguei o segundo e negociei com ele por 10 soles. Aqui vai uma dica importante: saia da rodoviária e pegue táxi lá fora. Os taxistas que ficam dentro da rodoviária precisam pagar 2 soles para ficar lá e acabam colocando isso no preço. Na hora que saímos da rodoviária eu pude ver vários táxis e um movimento bom. Eu acabei ficando com a primeira impressão que tive ao andar pela rodoviária e achei que aquele lugar estaria deserto. Totalmente enganado! Lá fora tinha gente pra caramba (táxis)

Cheguei no hostel que na verdade não é nenhum hostel. Achei que era, mas não é. É uma hospedagem na casa de uma mulher, mas é bem organizado e parece uma pousada! A hospedagem ficou em 80 soles pra 2 dias com banheiro privativo. Eu tomei um banho e capotei. Estava morto!!!!

Acordei umas 09:00 com um barulho do INFERNO na rua. Eu não sei o que tinha lá, mas algumas pessoas ficavam gritando e cantando não sei o que. Ah, a hospedagem não tinha café. Passei na recepção e peguei um mapa e aproveitei pra reclamar que o Wi-Fi não estava pegando no meu quarto. Entrei no Wi-Fi e falei pra minha mãe que eu estava vivo! Depois disso sai e fui andar por Arequipa!

Arequipa é uma cidade muito peculiar, as ruas são diferentes, as construções também e até a rotina do povo. É a segunda maior cidade do Peru, mas para nós turistas a vida só acontece ao redor da Plaza de Armas. Parece que tem mais de um milhão de habitantes, mas não deu pra sentir isso! A minha hospedagem (House of Isabel) ficava bem próximo da plaza de armas (5 minutos a pé). Eu fui andando até a Plaza e fui procurar algum lugar para tomar o "desayuno". Achei um por 9 soles. Era café ou chá, pão com ovos, manteiga e geleia. Fiquei lá por uns 40 minutos e depois fui andar. Eu não lembro o nome, mas ao redor da Plaza de Armas você vai encontrar uma porrada de restaurantes, café e tudo mais. O que você precisar e só ir até lá!. Eu tinha pego um panfleto de um Free Walking Tour! Ia sair umas 10:30 e fui até o ponto de encontro que ficava na Calle Santa Catalina. O ponto de encontro era no "Chaqchao Chocolates". Cheguei até lá andando durante uns 5 minutos. Tudo muito perto!

Saímos em direção à Plaza de Armas e guia foi explicando algumas coisas a respeito da Catedral e da história de Arequipa. Falou também dos 3 vulcões que ficam ao redor de Arequipa. Nessa hora o sol já estava castigando e o calor pegando! Tirei a blusa de frio e passei bastante protetor. Ficamos uns 10 minutos na praça e depois fomos até o Mercado Central. Esse mercado é muito louco e dá para ver de tudo! Tem gente que odeia esse tipo de local, mas a visita é interessante pra você ter um contato com a cultura, principalmente com a culinária peruana.

Caminhando até o Mercado! Muito sol e muito trânsito e buzinaaaaaaas!

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Entramos no mercado e fomos até o andar de cima para experimentar o famoso: Queso Helado! Que negócio bom! É tipo um sorvete e eu só vi em Arequipa! Meu conselho: não deixe de experimentar isso! Muito bom!!!!

Explicação a respeito do Queso Helado

ImagemMercado de Arequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

O famoso postre Arequipeno!

ImagemQueso Helado by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Esse é o mercado central de Arequipa! Parada obrigatória ou não! Hahahahaha


ImagemMercado de Arequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Ficamos no mercado por uns 45 minutos e depois fomos andando até o centro de Arequipa! Paramos em lugar que eu não lembro o nome! Era um ponto com vários restaurantes e algumas lojas de roupa. Ficamos em um restaurante e a guia foi explicar como era feito a Chicha Morada e como eles bebiam com a chicha com Pisco! Chamou dois voluntários e deu Pisco e Chicha para os dois!

Tava um sol do inferno! Virar uma dose Pisco puro não deve ter sido legal nesse calor ::essa::


ImagemChicha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Ficamos lá por uns 30 minutos e ela explicou e fez uma bela propaganda do restaurante que segundo ela era o melhor de Arequipa. Eu só estava tirando fotos daquele lugar! Nem quis saber o nome e muito menos o que tinha pra comer ali!
Esse lugar rendeu umas boas fotos! Reparem no estilo de construção de Arequipa. Você verá construções desse jeito por toda cidade. Além disso, verá que todas construções têm essa coloração. Por isso Arequipa é conhecida como La Ciudad Blanca.

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Finalizamos o tour e eu dei 6 soles para a guia! Fui procurar algum lugar para almoçar e acabei almoçando no restaurante (qual o nome???? kkkkkk) bem na plaza de Armas. Lá existem VÁRIOS e é uma guerra dos garçons com você! Eles disputam cada cliente com os dentes e prepare-se para dizer 20 "gracias" por minuto! Comi um menu turístico por 10 soles e tomei uma Arequipeña por 11 soles! Comi um creme de aspargos de entrada e depois pollo com fritas. Almocei, marquei uns 10 minutos pela Plaza e fui pegar um táxi até a próxima parada: Mirador Portales de Yanahuara

ImagemMirador Portales de Yanahuara by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemMirador Portales de Yanahuara by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Reparem lá no fundo! Um dos vulcões que rodeiam Arequipa!

ImagemMirador Portales de Yanahuara by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemMirador Portales de Yanahuara by Rodrigo da Silveira, no Flickr

De táxi até lá deu 6 soles! Parei e fiquei uns 20 minutos. Só vale a pena pra tirar algumas fotos, ver o vulcão e mais nada! No dia estava tendo um casamento! E estávamos "disputando" o lugar com vários convidados. Tirei minhas fotos e fui para o próximo mirante: Carmen Alto! Esse mirante é o mais bonito! É um pouco afastado e alguns taxistas nem sabem onde fica! Tenha sempre um mapa nas mãos (vá na IPeru na Plaza e pegue o mapa deles!) O táxi ficou 8 soles até lá! Cheguei lá e tinha várias pessoas que estavam fazendo tours pagos! Tem hora que fica cheio de gente!

ImagemMirador Carmen Alto by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemIMG_4390 by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Fiquei uns 30 minutos por lá tirando algumas fotos. Depois peguei um táxi por 5 soles até a Plaza de Armas.


Cheguei na Plaza e o sol já estava indo embora. Essa foi a melhor hora pra fotografar! A plaza estava lotada de pessoas! Várias crianças brincando por ali, várias famílias e vários turistas!

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

A catedral a noite fica espetacular!

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Fiquei tirando várias fotos por lá. Depois voltei pra minha hospedagem e fui tomar um banho! Já estava morto de fome e estava com muita preguiça de ficar "garimpando" os restaurantes locais. Resolvi ir comer na Pizza Hut. Uma pizza individual com refri ficou em 14,50 soles. Depois tomei um expresso no Starbucks por 6 soles. Estava precisando do Wi-Fi para falar com o pessoal que ia chegar em Arequipa. Falei com eles e todo mundo tinha ido pra Lima! Terminei o café e o frio estava pesado. Resolvi garimpar uns suéteres. Ali na Plaza de Armas tem uma feira de artesanatos! Preço muito bom! Acabei comprando um suéter por 35 soles. Experimentei e ficou uma beleza! É esse. Depois fui andando até um mercado para comprar umas 2 cervejas e ir caçar algo pra fazer. Comprei as cervejas e o suéter começou a ficar curto nas mangas! Que saco! Voltei pra trocar e a mulher tinha ido embora! Falaram pra eu voltar no dia seguinte! Ali nas imediações não tem nenhuma balada DECENTE. Tem umas que o pessoal de Arequipa vai, mas não é legal! Entrei em duas e não fiquei nem 5 minutos. Pelo menos não paga pra entrar! Não achei nada e então fui dormir! Depois fiquei sabendo que o bar do hostel Wild Rover é aberto para não hóspedes e que o lá o bicho pega! Deveria ter ido pra lá. Mas acabei indo dormir!


O mercado de artesanato fica do lado esquerdo da Plaza. Lado esquerdo se você estiver de costas pra catedral ou lado direito se você estiver de frente pra catedral. Fica bem nesse corredor:

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr




Gastos do dia

Táxi rodoviária - 10 soles
Café da manhã - 9 soles
Queso Helado - 2 soles
Free Walking Tour - 6 soles
Almoço - 21 soles
Táxis - 6 + 8 + 5 soles
Pizza Hut - 14,50
Starbucks - 6 soles
Suéter - 35 soles
Cervejas - 5 soles
Editado pela última vez por rodrigo.2014 em 24 Out 2016, 20:01, em um total de 1 vez.
#1226068 por rodrigo.2014
19 Out 2016, 20:54
7º dia (11/10)


Acordei lá pelas 9 horas, tomei um banho e arrumei minhas coisas porque o check out seria às 11:30. A staff falou que eu poderia deixar minhas coias em um depósito de malas deles. Fiz o check out e pronto! Esse dia era um domingo e como aqui no Brasil, a cidade estava pacata. Algumas coisas nem abriam no domingo e outras abririam só mais tarde.

O meu roteiro em Arequipa não ficou tão legal. Eu só precisava de um dia inteiro pra fazer tudo o que eu fiz em 2 dias. Eu tentei ir para o Canion del Colca, mas se eu fosse seria em bate-volta frenético, não muito recomendado pela galera. Então acabei nem indo, e com isso acabei perdendo umas das principais atrações de Arequipa. Eu até pensei em ir em alguma agência de turismo para ver se tinha alguma atividade/passeio/atração mais interessante pra ser feito naquele dia. Mas era domingo, e pela manhã não vi nenhuma agência aberta. Eu acabei ficando sem opção e um pouco "saturado" de Arequipa. Vale muito a pena conhecer Arequipa, mas no meu caso, um dia por lá seria o suficiente. O outro dia eu poderia ter ido para Copacabana ou Puno.


Voltando ao relato. Eu estava querendo economizar e então fui tomar um café da manhã no mercado. Comprei um suco del Valle pequeno e um pacote de bolachas. Ficou tudo em 6 soles. Também comprei uma água de 2 litros. Eu sempre comprava a água mineral "Cielo". Não tive problemas e era normal. Algumas pessoas reclamavam do gosto das águas, mas essa era de boa. Depois de comer e ficar vagando pela Plaza de Armas eu fui até o centro de artesanato tentar trocar meu suéter. Cheguei lá e estava fechado! Putz! Que canseira! Então fui andar e aproveitar pra tirar algumas fotos da cidade. No caminho encontrei o Brian da Coreia do Sul, tinha conhecido ele em Paracas e foi bom ter encontro com ele. Já estava ficando saturado de ficar em Arequipa e andar sozinho por lá não estava legal. O problema nem era ficar sozinho, o problema era que não tinha mais nada para ser feito e o tempo não passava! kkkkkk
Conversamos um pouco e resolvemos ir no Monasterio de Santa Catalina. Eu tinha visto antes, pensei em ir e acabei não animando. A entrada é 40 soles. Mas quando encontrei com o Brian acabei animando. Fui e não me arrependi. Esse lugar é muito massa, tem uma história interessante. É um passeio obrigatório para todos. Eu não gosto muito de coisas religiosas e tenho um pouco de preguiça de ficar andando por lugares religiosos. Mas o monasterio é muito interessante e digno de passagem. Ao entrar você ganha um mapa do Monasterio explicando os lugares. Muito interessante e muito agradável o local.

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Ficamos no Monasterio por quase 3 horas. Muitas fotos! O sol estava bem forte nesse dia e o dia muito quente! Saímos de lá e fomos até o centro de artesanato onde eu tinha comprado o suéter no dia anterior. Encontrei a loja aberta e troquei meu suéter. Acabei pegando um outro modelo.
Depois de lá fomos procurar algum lugar para almoçar. Fomos garimpando os restaurantes atrás de um bom Menu del Dia. Achamos um restaurante que parecia ser legal e o menu estava por 15 soles. Subimos, sentamos na mesa e não fomos atendidos. Pedi para o garçom trazer o cardápio e ele demorou uns 20 minutos pra trazer. Pedimos uma cerveja e a mesma veio quente. Quente = comprei no mercado e coloquei na geladeira por 3 minutos. Que lixo de lugar!!! Os caras atendiam mal quem pedia menu del dia e priorizavam o atendimento para clientes que fossem comem os pratos "normais". Esse lixo de lugar é o primeiro restaurante à esquerda da Catedral. Fica na esquerda se você estiver de costas para a Catedral e é o primeiro restaurante mais próximo da Catedral, ficando na esquina que vai para o Starbucks e Pizza Hut. Depois dessa raiva todo, pagamos a cerveja e vazamos daquele lixo de lugar. Fomos andando até o mercado e achamos um restaurante por 9 Soles. Show de bola!!! Entrada, prato principal, suco e sobremesa.

Almoço da melhor qualidade

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Depois de lá fomos até o mercado central, comemos um queso helado e demos uma volta pelo mercado! Muitas coisas interessantes por lá!

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr


O Brian iria resolver uns negócios em uma agência de viagem e eu resolvi que iria ficar pela Plaza. Despedi dele e fiquei rodando pela Plaza. Era domingo, e a cidade estava meio "triste". Domingo é domingo né kkkkkkk. Meu ônibus sairia às 20:00 e eu tinha que estar lá às 19 horas. Dei umas voltas, tomei um café e fui para a pousada. Cheguei lá, peguei minha mala, arrumei umas coisas e pronto! Fui para a rua pegar um táxi e tchau Arequipa!

A rodoviária de Arequipa estava cheia de gente. Lá você deve procurar o balcão da empresa de ônibus, despacha as malas e espera o ônibus.

ImagemArequipa by Rodrigo da Silveira, no Flickr

O embarque é feito pelo próprio balcão da empresa e algumas têm até uma sala de espera particular. O ônibus saiu pontualmente no horário. Esse bus não tinha 2 andares, mas as 4 primeiras fileiras eram as mais caras. O espaço era EXCELENTE, foi servido um jantar durante a viagem de 8 horas. Eu até comecei a assistir um filme, mas o sono bateu e eu capotei.

Gastos do dia

Café da manhã - 6,10 soles
Monasterio - 40 soles
Cerveja Quente - 7 soles
Almoço - 9 soles
Queso Helado - 2 soles
Starbucks - 4,50 soles
Hotel - 40 soles
Táxi - 7 soles
#1227260 por rodrigo.2014
24 Out 2016, 20:00
8º dia (12/09)


A viagem até Cusco foi bem tranquila. Chegamos em Cusco às 6:00 horas e o frio estava pegando! Estava uns 4 graus ::Cold:: Mas Cusco tem uma coisa muito peculiar. Como a cidade está em uma altitude alta as temperaturas são bem ao extremo. De manhã e a noite faz bastante frio (0ºC a 5ºC), porém na hora que o sol "sai" a temperatura sobe rapidamente chegando a uns 24ºC. O sol por lá é bem forte e o protetor solar deve estar sempre por perto.

Cusco é uma cidade totalmente diferente das demais. Para mim, Cusco é a mistura de Paraty + Ouro Preto. É sem sombra de dúvidas a melhor cidade do Peru, muita energia boa. Muita gente do mundo todo, ruas pequenas e com uma variedade impressionante de restaurantes e lojas. Tem para todos os gostos e bolsos! Parada obrigatória em uma viagem ao Peru. Acho que isso é bem óbvio! Cusco tem muita gente e tem uma estrutura muito boa! A cidade é pequena e a vida acontece ao redor da Plaza de Armas. Eu fiquei hospedado em Cusco em um hotel pela bancorbrás. Fiquei no Hotel Los Apus e Mirador. Ele ficava a uns 5 minutos andando da plaza de armas. A seguir vou dar algumas dicas em relação à Cusco:

Chegando em Cusco eu vi várias lojas vendendo roupas de trekking e acessórios. Caso você vá fazer algum trekking ou simplesmente ir a Machu Picchu e quiser comprar algum equipamento você irá encontrar por lá. Os preços são bons e tem de tudo! Se esquecer algo desse tipo, deixe para comprar lá. Na Plaza tem uma porrada de lojas especializadas nisso, principalmente na rua a direita da catedral de Cusco. Essa rua é onde fica o pub irlandês Paddy's

Nessas lojas eu também vi uma porrada de roupas para frio. Principalmente da The North Face. Todas são falsificadas, porém o preço é bom e a qualidade também. Tem tanto para homem e mulher. No início eu achei que era original, mas depois desconfiei e uma vendedora me explicou: "São réplicas"

No Brasil este modelo está custando R$ 1.490:

http://www.thenorthface.com.br/produto/jaqueta-quince-masculina-73962

Lá nas lojas custava 180 soles (R$ 180,00). Eram bem feitas e não dava para perceber "externamente" a falsificação. O material também não era ruim. Eu não comprei, até cogitei comprar. Quando fui passar uma o meu cartão não passou! Foi bom não ter passado. Ia ser uma compra na impulsão porque em Brasília eu mal uso blusa de frio.

Essa de R$ 999 lá estava por 120 soles

http://www.thenorthface.com.br/produto/jaqueta-dryzzle-masculina-vermelho-75687

Ao chegar em Cusco no primeiro dia resolva todas as pendências de sua ida para Machu Picchu. Passe nos escritórios das empresas de trem para pegar seu bilhete de trem ou comprá-lo. Caso não vá de trem, já reserve as vans até a hidrelétrica. Também aproveite para se ambientar, ainda mais se estiver vindo de Lima. A diferença de altitude é brutal e o corpo sente. Como eu estava vindo de Arequipa eu só tive cansaço e falta de ar quando ia subir escadas! Geralmente, quem vem de Lima sofre mais

Cusco tem muitas ladeiras. Olhando pelo google maps temos a impressão que tudo é "plano". Mas alguns lugares estão em enormes ladeiras. Por exemplo, o hostel Wild Rover e o Loki ficam em uma ladeira infernal! Para subir aquilo lá é necessário um cilindro de oxigênio kkkkkk. Vale a pena ler os comentários no TripAdvisor e observar esse detalhe.

Quando for comer em Cusco tenha em mente que quanto mais próximo da Plaza de Armas mais caro será. Os restaurantes mais afastados da Plaza geralmente apresentam um ótimo custo benefício. Não precisa ir muito longe para achar algo barato. Nas ruas "de trás" da Plaza você achará restaurante com um preço excelente e com uma comida bem servida!

Bom, voltando ao relato:

Eu peguei um táxi até o Hotel. No início combinei com o motorista por 6 soles. Mas como o hotel era ao lado da Plaza ele cobrou 8 soles. Cheguei na rua e tive que subir uma escada com aproximadamente uns 10 degraus. Depois de subir eu quase sentei no chão. Estava começando a sentir a falta de ar típica de Cusco. Eu só poderia entrar no quarto às 09:00 h e o pessoal do hotel me ofereceu um chá de coca para amenizar o cansaço. Tomei o chá, deixei a mala no hotel, peguei um mapa e fui explorar Cusco. Nesse horário a cidade estava bem pacata e praticamente só tinha crianças indo para escola e adultos indo trabalhar. Dei uma volta na Plaza, aproveitei para tirar várias fotos e observar um pouco a rotina do povo de Cusco. Tal como no Brasil, há diferenças entre os habitantes das cidades. As pessoas de Cusco são diferentes e possuem até hábitos diferentes do povo de Lima.

A Plaza de Armas ainda vazia:

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Depois de tirar algumas fotos eu fui até o escritório da Peru Rail para pegar meus bilhetes. Eu comprei pela internet e imprimi só o comprovante. Só com o comprovante você não embarca, é necessário trocar pelos bilhetes. Nas estações de trem também e possível imprimir os bilhetes. Porém, eu recomendo imprimir antes para ficar livre. Depois disso eu fui andando de volta para o hotel porque era muito cedo e quase tudo estava fechado. Parei em uma venda e comprei um suco de pêssego por 2 soles. Voltei para o hotel e ainda faltavam uns 40 minutos pro quarto ser libertado! Fiquei na recepção usando o celular e o tempo até que passou rápido. Depois de quase 24 horas sem tomar um banho, eu finalmente pude desfrutar de um! Tomei banho e capotei. Estava morto! Eu tinha agendado o Free Walking Tour para às 12:50. Esse era da mesma "empresa" que eu tinha feito em Lima. Porém, eu acabei dormindo demais e perdi o tempo. Eu acordei lá pelo meio dia, fiquei na cama mais uns 20 minutos. Resolvi sair e fui almoçar em um restaurante ao lado do hotel. O preço do Menu del Dia: 6,50 soles! Com entrada e prato principal. A entrada foi sopa de aspargos e o prato principal um macarrão com molho pesto. Acabei de comer e fui correndo para Plaza de Armas, porém a galera já tinha saído. Fiquei rodando pela Plaza, que estava lotada.

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Lá mesmo tinha uns caras oferecendo um free walking tour. Eles falaram para esperar uns 20 minutos. Mas eles não conseguiram juntar muita gente e pediram para eu voltar no dia seguinte. Então, eu decidi comprar o Boleto Turistico de Cusco. Eu comprei o boleto turístico por 130 soles. Pra comprar o boleto é preciso ir na Avenida El sol, a loja que vende é do governo. Como se fosse uma secretaria do turismo. Essa é a avenida del Sol e ela fica colada na Plaza de Armas:

ImagemAvenida El Sol by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemAvenida El Sol by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Aproveitei e troquei os meus últimos dólares. Troquei 1 dólar por 3,38 soles. Não vi nenhuma casa que trocava reais. Estava com 50 reais e queria trocar. Mas nenhuma aceitava! Somente dólar, euro, libra.... Depois de trocar a grana eu fui até o templo do sol ou Qorikancha. Esse lugar estava LOTADO!!! Muita gente por lá. Aconselho a ir pela manhã. Também aconselho a contratar um guia para você poder compreender melhor o lugar. Os espanhóis tomaram esse templo e construíram uma igreja ao lado. Modificaram todo lugar e roubaram os ouros e as pratas de lá! Ah, esse templo não está no boleto e a entrada custa 15 soles.

ImagemQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Eu fiquei no templo por uma hora e meia e depois fui embora. Ali ao lado tem uma museu do próprio sitio de Qorikancha. Passei por lá e fiquei uns 30 minutos. O museu é bem pequeno e não tem muita coisa. Depois eu fui no Museu Histórico Regional e no Museu de Arte Contemporânea. Esses dois museus estão no boleto e fui só para conhecer mesmo. O museu histórico é mais legal e tem algumas peças interessantes. Depois eu passei no MC e comprei um hamburguer por 4,90 soles. Comi um hamburguer e fui pro hotel. Tomei um banho e fui pra cama! Estava morto de sono. Acordei lá pelas 21 horas e resolvi ir comer algo. Ao redor da plaza de armas tem vários restaurantes! Eu fui comer uma pizza individual. A pizza mais uma cusqueña ficou em 32 soles. Depois eu fui dar uma volta atrás de uma balada. A mais famosa de Cusco é o Mama Africa e não paga nada pra entrar! Fui até la e vi que estava com pouca gente (era segunda feira). E também estava tocando só música latina e praticamente só os locais estavam dançando. Fiquei uns 20 minutos por lá e resolvi ir embora. O frio estava bravo e as ruas estavam bem movimentadas no horário (22:40 h)

Gastos do dia

Suco de pêssego - 2 soles
Táxi - 8 soles
Almoço - 6,50 soles
Picolé + água = 4 soles
Boleto turístico - 130 soles
Qorikacnha - 15 soles
Mc Donalds - 4,50 soles
Jantar - 32 soles
#1229053 por rodrigo.2014
31 Out 2016, 18:52
9º dia (13/10)


Acordei lá pelas 9 horas. Enrolei na cama um pouco e fui tomar um banho. Depois desci e tomei café e fui pra plaza de armas. Nesse dia eu iria fazer o city tour, mas resolvi pagar! Achei um por 20 soles e iria sair lá pelas 13:30. Também aproveitei e reservei a ida ao Valle Sagrado para o dia seguinte. A agência que eu reservei fica na Plaza de Armas, eu não lembro o nome mais. Mas você irá ver uma enorme variedade de agências de turismo por lá. Nesse dia estava tendo um protesto do povo local e não estavam deixando ninguém ir para o Valle Sagrado. Eu dei sorte porque iria no dia seguinte. A Plaza estava cheia de locais protestando contra a exploração do turismo no Peru. Os protestantes reclamavam que o turismo estava acabando com a cultura deles! O clima estava meio tenso por lá. Vários policias nas ruas e os locais estavam protestando e a cada momento mais locais aderiam ao movimento.

ImagemIMG_4648 by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

Eu tinha muito tempo ainda e fui explorar as ruas de Cusco. Eu fui descendo a calle "Loretto" e fui até a calle "Maruri". Nesse caminho eu achei um centro de artesanato bem pequeno e acabei comprando 3 chaveiros por 5 soles. Eu não perguntei o nome desse centro, mas é bem escondido e eu fui olhar no google maps e não achei nenhum nome.

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Depois disso eu voltei para a plaza de armas e o clima estava mais tenso, vários policiais e vários peruanos protestando. Achei que ia começar a ter quebra pau, mas felizmente os peruanos são educados e protestam seus direitos sem depredar a cidade.


Fiquei lá tirando algumas fotos e fui para o ponto de encontro do city tour. Antes passei no starbucks e tomei um expresso por 5 soles. Sai de lá e a praça estava tomada de gente! Polícia para todo lado e a cada momento mais gente chegando para protestar!!

Este carro de som estava agitando a galera:

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

O comandante da "operação".....

ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Uma pausa para uma foto! hahahahaha


ImagemCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr


Depois de fotografar fui até o ponto de encontro! Já tinha uma galera por lá. Saímos no horário e entramos em uma van! O trânsito estava infernal e o calor também. O guia falou que nós íamos primeiro para o Templo do Sol. Eu não sabia disso e como teria que pagar de novo para entrar eu acabei ficando lá fora esperando a turma. Um casal de brasileiros também estavam na mesma situação e ficamos esperando do lado de fora. O guia voltou depois de uma hora e nós entramos na van e fomos até o primeiro ponto "contemplado" pelo Boleto Turístico. Chegamos em Q'enqo!!
Quem não tinha o boleto já podia comprar direto lá na hora. Como eu já estava com o boleto já fui entrando no templo. Nesse templo eram feitos alguns procedimentos cirúrgicos. Ele é bem pequeno e a passagem é rápida. Não deixe de tocar na pedra em que eram feitas as cirurgias. O seu guia com certeza falará a respeito dela!!!

ImagemQ'enqo by Rodrigo da Silveira, no Flickr


ImagemQ'enqo by Rodrigo da Silveira, no Flickr


A famosa pedra.......

ImagemQ'enqo by Rodrigo da Silveira, no Flickr



Depois disso fomos até o outro templo. A fortaleza de Saqsayhuaman ou como alguns dizes " Sexy Women". Esse é um dos lugares mais bonitos do tour! Esse local era uma fortaleza contra ataques. É impressionante ver como eles montavam as pedras e as encaixavam! Os caras mandavam bem!!!!

Ficamos por lá durante uma hora. Uns 30 minutos de explicação e depois mais 30 para fotografar

ImagemSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

ImagemSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr


ImagemSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

As vans ficam todas paradas em um ponto. Ao sair de Saqsayhuaman já vem uma porrada de gente querendo vender tudo o que é coisa. Na foto não deu pra pegar a galera da "venda". O sol já estava indo embora e o frio começou a pegar!!!! Não se esqueçam de levar blusa de frio!!!

Depois fomos até Puka Pukara e Tambomachay, mas o frio estava violento! Tinha gente que nem descia mais da van ::Cold:: . Essa região é muito alta! Quase 4.000 m acima do nível do mar!

ImagemPuka Pukara by Rodrigo da Silveira, no Flickr

O passeio terminou em uma venda para comprar roupas de baby alpaca ($$$$$$$$) Chegamos em Cusco umas 19:00 horas. Fui para o hotel tomar um banho. O Brian da Coreia da Sul já estava em Cusco e combinamos de ir comer algo no pub Paddy's. Esse pub é muito fera. Bom pra beber e comer! Comi uma lasanha por 20 soles e ela veio servida. Quase deixei no prato. Tomei 2 cusqueña de 600 mL por 13 soles cada. Depois eu falei que ia pro Mama Africa. O Brian desanimou e foi pro hostel. Eu acabei indo então pra balada. Nesse dia tinha mais gente por lá e acabei ficando por lá até tarde. No início rolou reggaetown, mas depois começou a rolar house e a boate encheu!!! Fiquei até tarde e no dia seguinte iria partir pro Vale dos Incas! ::essa::


Gastos do dia

City Tour - 20 soles
Almoço - 5 soles
Starbucks - 5,50 soles
Água - 3 soles
3 chaveiros - 5 soles
Sorvete - 5 soles
Lasanha - 20 soles
2 Cusqueña - 26 soles
Cerva no Mama Africa - 47 soles
Editado pela última vez por rodrigo.2014 em 09 Nov 2016, 22:00, em um total de 1 vez.
#1231309 por rodrigo.2014
08 Nov 2016, 22:55
Carol Carteli escreveu:Muito legal seu relato Rodrigo (estou lendo a prestação)
Vou para Bolívia/Peru em Fev de 2017 e como você, também vou solo.
Tem algumas dicas que ache essencial para quem vai viajar sozinho?

obrigada,
bjs,
::otemo::



Carol,

Desculpe pela demora. Esses dias estão corridos.
Então,

As dicas mais essenciais são em relação à segurança. Evite andar em lugares pouco movimentados, especialmente a noite. Geralmente, a região do "centro" é mais perigosa e vazia a noite. As regiões mais nobres possuem uma boa circulação de pedestres e carros a noite. Então, acaba sendo mais tranquilo andar a noite.
Mas em Cusco. eu andei pelo centro de madrugada e foi bem tranquilo.

Basicamente é isso, o resto eu acho que nós brasileiros já estamos acostumados. Não expor celular e objetos de valor na rua, andar sempre com a carteira no bolso da frente e não andar com muito dinheiro. Mas vá sem medo, você com certeza irá conhecer várias pessoas e sua viagem acabará sendo feita com mais pessoas
#1231477 por Paulinha.Lima16
09 Nov 2016, 14:38
Ansiosa pelos próximos capítulos ::otemo::
Rodrigo você me ajudou bastante com a dica sobre as ladeiras próximas ao WildRover ..
Ainda não fechei hospedagem e estou cogitando um hotel próximo Templo do Sol ou próximo ao ao se eu me hospedar próximo ao Mercado San Pedro. O que você pensa em relação às ladeiras? Qual localização será melhor?
Muito obrigada :-)

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes