Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

12 dias sozinho pelo Peru!!! Muitas histórias, fotos e dicas!


Posts Recomendados

  • Colaboradores

8º dia (12/09)

 

 

A viagem até Cusco foi bem tranquila. Chegamos em Cusco às 6:00 horas e o frio estava pegando! Estava uns 4 graus ::Cold:: Mas Cusco tem uma coisa muito peculiar. Como a cidade está em uma altitude alta as temperaturas são bem ao extremo. De manhã e a noite faz bastante frio (0ºC a 5ºC), porém na hora que o sol "sai" a temperatura sobe rapidamente chegando a uns 24ºC. O sol por lá é bem forte e o protetor solar deve estar sempre por perto.

 

Cusco é uma cidade totalmente diferente das demais. Para mim, Cusco é a mistura de Paraty + Ouro Preto. É sem sombra de dúvidas a melhor cidade do Peru, muita energia boa. Muita gente do mundo todo, ruas pequenas e com uma variedade impressionante de restaurantes e lojas. Tem para todos os gostos e bolsos! Parada obrigatória em uma viagem ao Peru. Acho que isso é bem óbvio! Cusco tem muita gente e tem uma estrutura muito boa! A cidade é pequena e a vida acontece ao redor da Plaza de Armas. Eu fiquei hospedado em Cusco em um hotel pela bancorbrás. Fiquei no Hotel Los Apus e Mirador. Ele ficava a uns 5 minutos andando da plaza de armas. A seguir vou dar algumas dicas em relação à Cusco:

 

Chegando em Cusco eu vi várias lojas vendendo roupas de trekking e acessórios. Caso você vá fazer algum trekking ou simplesmente ir a Machu Picchu e quiser comprar algum equipamento você irá encontrar por lá. Os preços são bons e tem de tudo! Se esquecer algo desse tipo, deixe para comprar lá. Na Plaza tem uma porrada de lojas especializadas nisso, principalmente na rua a direita da catedral de Cusco. Essa rua é onde fica o pub irlandês Paddy's

 

Nessas lojas eu também vi uma porrada de roupas para frio. Principalmente da The North Face. Todas são falsificadas, porém o preço é bom e a qualidade também. Tem tanto para homem e mulher. No início eu achei que era original, mas depois desconfiei e uma vendedora me explicou: "São réplicas"

 

No Brasil este modelo está custando R$ 1.490:

 

http://www.thenorthface.com.br/produto/jaqueta-quince-masculina-73962

 

Lá nas lojas custava 180 soles (R$ 180,00). Eram bem feitas e não dava para perceber "externamente" a falsificação. O material também não era ruim. Eu não comprei, até cogitei comprar. Quando fui passar uma o meu cartão não passou! Foi bom não ter passado. Ia ser uma compra na impulsão porque em Brasília eu mal uso blusa de frio.

 

Essa de R$ 999 lá estava por 120 soles

 

http://www.thenorthface.com.br/produto/jaqueta-dryzzle-masculina-vermelho-75687

 

Ao chegar em Cusco no primeiro dia resolva todas as pendências de sua ida para Machu Picchu. Passe nos escritórios das empresas de trem para pegar seu bilhete de trem ou comprá-lo. Caso não vá de trem, já reserve as vans até a hidrelétrica. Também aproveite para se ambientar, ainda mais se estiver vindo de Lima. A diferença de altitude é brutal e o corpo sente. Como eu estava vindo de Arequipa eu só tive cansaço e falta de ar quando ia subir escadas! Geralmente, quem vem de Lima sofre mais

 

Cusco tem muitas ladeiras. Olhando pelo google maps temos a impressão que tudo é "plano". Mas alguns lugares estão em enormes ladeiras. Por exemplo, o hostel Wild Rover e o Loki ficam em uma ladeira infernal! Para subir aquilo lá é necessário um cilindro de oxigênio kkkkkk. Vale a pena ler os comentários no TripAdvisor e observar esse detalhe.

 

Quando for comer em Cusco tenha em mente que quanto mais próximo da Plaza de Armas mais caro será. Os restaurantes mais afastados da Plaza geralmente apresentam um ótimo custo benefício. Não precisa ir muito longe para achar algo barato. Nas ruas "de trás" da Plaza você achará restaurante com um preço excelente e com uma comida bem servida!

 

Bom, voltando ao relato:

 

Eu peguei um táxi até o Hotel. No início combinei com o motorista por 6 soles. Mas como o hotel era ao lado da Plaza ele cobrou 8 soles. Cheguei na rua e tive que subir uma escada com aproximadamente uns 10 degraus. Depois de subir eu quase sentei no chão. Estava começando a sentir a falta de ar típica de Cusco. Eu só poderia entrar no quarto às 09:00 h e o pessoal do hotel me ofereceu um chá de coca para amenizar o cansaço. Tomei o chá, deixei a mala no hotel, peguei um mapa e fui explorar Cusco. Nesse horário a cidade estava bem pacata e praticamente só tinha crianças indo para escola e adultos indo trabalhar. Dei uma volta na Plaza, aproveitei para tirar várias fotos e observar um pouco a rotina do povo de Cusco. Tal como no Brasil, há diferenças entre os habitantes das cidades. As pessoas de Cusco são diferentes e possuem até hábitos diferentes do povo de Lima.

 

A Plaza de Armas ainda vazia:

 

30589510825_f77a66073e_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30501470811_e7fc7e7eeb_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

29957742214_658d7ce16c_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30472706132_84abd90bd8_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

Depois de tirar algumas fotos eu fui até o escritório da Peru Rail para pegar meus bilhetes. Eu comprei pela internet e imprimi só o comprovante. Só com o comprovante você não embarca, é necessário trocar pelos bilhetes. Nas estações de trem também e possível imprimir os bilhetes. Porém, eu recomendo imprimir antes para ficar livre. Depois disso eu fui andando de volta para o hotel porque era muito cedo e quase tudo estava fechado. Parei em uma venda e comprei um suco de pêssego por 2 soles. Voltei para o hotel e ainda faltavam uns 40 minutos pro quarto ser libertado! Fiquei na recepção usando o celular e o tempo até que passou rápido. Depois de quase 24 horas sem tomar um banho, eu finalmente pude desfrutar de um! Tomei banho e capotei. Estava morto! Eu tinha agendado o Free Walking Tour para às 12:50. Esse era da mesma "empresa" que eu tinha feito em Lima. Porém, eu acabei dormindo demais e perdi o tempo. Eu acordei lá pelo meio dia, fiquei na cama mais uns 20 minutos. Resolvi sair e fui almoçar em um restaurante ao lado do hotel. O preço do Menu del Dia: 6,50 soles! Com entrada e prato principal. A entrada foi sopa de aspargos e o prato principal um macarrão com molho pesto. Acabei de comer e fui correndo para Plaza de Armas, porém a galera já tinha saído. Fiquei rodando pela Plaza, que estava lotada.

 

30501669481_8cb37231a4_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30553291046_82c0596696_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30290327560_4924675ebb_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Lá mesmo tinha uns caras oferecendo um free walking tour. Eles falaram para esperar uns 20 minutos. Mas eles não conseguiram juntar muita gente e pediram para eu voltar no dia seguinte. Então, eu decidi comprar o Boleto Turistico de Cusco. Eu comprei o boleto turístico por 130 soles. Pra comprar o boleto é preciso ir na Avenida El sol, a loja que vende é do governo. Como se fosse uma secretaria do turismo. Essa é a avenida del Sol e ela fica colada na Plaza de Armas:

 

30579951262_fc11ae81e2_k.jpgAvenida El Sol by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30065081374_9de581fe44_k.jpgAvenida El Sol by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Aproveitei e troquei os meus últimos dólares. Troquei 1 dólar por 3,38 soles. Não vi nenhuma casa que trocava reais. Estava com 50 reais e queria trocar. Mas nenhuma aceitava! Somente dólar, euro, libra.... Depois de trocar a grana eu fui até o templo do sol ou Qorikancha. Esse lugar estava LOTADO!!! Muita gente por lá. Aconselho a ir pela manhã. Também aconselho a contratar um guia para você poder compreender melhor o lugar. Os espanhóis tomaram esse templo e construíram uma igreja ao lado. Modificaram todo lugar e roubaram os ouros e as pratas de lá! Ah, esse templo não está no boleto e a entrada custa 15 soles.

 

30065150444_72d22c5a3a_k.jpgQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30063134843_70613c7bf5_k.jpgQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30660277206_333da05991_k.jpgQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30609007991_2fa67059f4_k.jpgQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30660196726_955356d327_k.jpgQorikancha by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Eu fiquei no templo por uma hora e meia e depois fui embora. Ali ao lado tem uma museu do próprio sitio de Qorikancha. Passei por lá e fiquei uns 30 minutos. O museu é bem pequeno e não tem muita coisa. Depois eu fui no Museu Histórico Regional e no Museu de Arte Contemporânea. Esses dois museus estão no boleto e fui só para conhecer mesmo. O museu histórico é mais legal e tem algumas peças interessantes. Depois eu passei no MC e comprei um hamburguer por 4,90 soles. Comi um hamburguer e fui pro hotel. Tomei um banho e fui pra cama! Estava morto de sono. Acordei lá pelas 21 horas e resolvi ir comer algo. Ao redor da plaza de armas tem vários restaurantes! Eu fui comer uma pizza individual. A pizza mais uma cusqueña ficou em 32 soles. Depois eu fui dar uma volta atrás de uma balada. A mais famosa de Cusco é o Mama Africa e não paga nada pra entrar! Fui até la e vi que estava com pouca gente (era segunda feira). E também estava tocando só música latina e praticamente só os locais estavam dançando. Fiquei uns 20 minutos por lá e resolvi ir embora. O frio estava bravo e as ruas estavam bem movimentadas no horário (22:40 h)

 

Gastos do dia

 

Suco de pêssego - 2 soles

Táxi - 8 soles

Almoço - 6,50 soles

Picolé + água = 4 soles

Boleto turístico - 130 soles

Qorikacnha - 15 soles

Mc Donalds - 4,50 soles

Jantar - 32 soles

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 37
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Colaboradores

9º dia (13/10)

 

 

Acordei lá pelas 9 horas. Enrolei na cama um pouco e fui tomar um banho. Depois desci e tomei café e fui pra plaza de armas. Nesse dia eu iria fazer o city tour, mas resolvi pagar! Achei um por 20 soles e iria sair lá pelas 13:30. Também aproveitei e reservei a ida ao Valle Sagrado para o dia seguinte. A agência que eu reservei fica na Plaza de Armas, eu não lembro o nome mais. Mas você irá ver uma enorme variedade de agências de turismo por lá. Nesse dia estava tendo um protesto do povo local e não estavam deixando ninguém ir para o Valle Sagrado. Eu dei sorte porque iria no dia seguinte. A Plaza estava cheia de locais protestando contra a exploração do turismo no Peru. Os protestantes reclamavam que o turismo estava acabando com a cultura deles! O clima estava meio tenso por lá. Vários policias nas ruas e os locais estavam protestando e a cada momento mais locais aderiam ao movimento.

 

30400122240_850c0c5afe_k.jpgIMG_4648 by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30700299025_aedb80d14f_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30700095505_38a0357c09_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

Eu tinha muito tempo ainda e fui explorar as ruas de Cusco. Eu fui descendo a calle "Loretto" e fui até a calle "Maruri". Nesse caminho eu achei um centro de artesanato bem pequeno e acabei comprando 3 chaveiros por 5 soles. Eu não perguntei o nome desse centro, mas é bem escondido e eu fui olhar no google maps e não achei nenhum nome.

 

30065988833_e84f02ad3e_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30067959644_d74829a5df_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30663117976_df2d5e3e2f_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30663091646_3a9757912d_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Depois disso eu voltei para a plaza de armas e o clima estava mais tenso, vários policiais e vários peruanos protestando. Achei que ia começar a ter quebra pau, mas felizmente os peruanos são educados e protestam seus direitos sem depredar a cidade.

 

 

Fiquei lá tirando algumas fotos e fui para o ponto de encontro do city tour. Antes passei no starbucks e tomei um expresso por 5 soles. Sai de lá e a praça estava tomada de gente! Polícia para todo lado e a cada momento mais gente chegando para protestar!!

 

Este carro de som estava agitando a galera:

 

30255292204_f02c82afd9_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30851066116_0268f0b2cd_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

O comandante da "operação".....

 

30851122166_193f491eb7_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Uma pausa para uma foto! hahahahaha

 

 

30251578843_306c62ef6c_k.jpgCusco by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Depois de fotografar fui até o ponto de encontro! Já tinha uma galera por lá. Saímos no horário e entramos em uma van! O trânsito estava infernal e o calor também. O guia falou que nós íamos primeiro para o Templo do Sol. Eu não sabia disso e como teria que pagar de novo para entrar eu acabei ficando lá fora esperando a turma. Um casal de brasileiros também estavam na mesma situação e ficamos esperando do lado de fora. O guia voltou depois de uma hora e nós entramos na van e fomos até o primeiro ponto "contemplado" pelo Boleto Turístico. Chegamos em Q'enqo!!

Quem não tinha o boleto já podia comprar direto lá na hora. Como eu já estava com o boleto já fui entrando no templo. Nesse templo eram feitos alguns procedimentos cirúrgicos. Ele é bem pequeno e a passagem é rápida. Não deixe de tocar na pedra em que eram feitas as cirurgias. O seu guia com certeza falará a respeito dela!!!

 

30251704183_eddfea3d9a_k.jpgQ'enqo by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

30887314695_77724565f8_k.jpgQ'enqo by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

A famosa pedra.......

 

30851129576_cf08d30745_k.jpgQ'enqo by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

 

Depois disso fomos até o outro templo. A fortaleza de Saqsayhuaman ou como alguns dizes " Sexy Women". Esse é um dos lugares mais bonitos do tour! Esse local era uma fortaleza contra ataques. É impressionante ver como eles montavam as pedras e as encaixavam! Os caras mandavam bem!!!!

 

Ficamos por lá durante uma hora. Uns 30 minutos de explicação e depois mais 30 para fotografar

 

30251789503_48108681d6_k.jpgSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30798903051_e11105e2d2_k.jpgSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30851243266_98698c0b22_k.jpgSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

30851256516_aeda99b0ac_k.jpgSaqsayhuaman by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

As vans ficam todas paradas em um ponto. Ao sair de Saqsayhuaman já vem uma porrada de gente querendo vender tudo o que é coisa. Na foto não deu pra pegar a galera da "venda". O sol já estava indo embora e o frio começou a pegar!!!! Não se esqueçam de levar blusa de frio!!!

 

Depois fomos até Puka Pukara e Tambomachay, mas o frio estava violento! Tinha gente que nem descia mais da van ::Cold:: . Essa região é muito alta! Quase 4.000 m acima do nível do mar!

 

30887468735_d4f4b25c03_k.jpgPuka Pukara by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

O passeio terminou em uma venda para comprar roupas de baby alpaca ($$$$$$$$) Chegamos em Cusco umas 19:00 horas. Fui para o hotel tomar um banho. O Brian da Coreia da Sul já estava em Cusco e combinamos de ir comer algo no pub Paddy's. Esse pub é muito fera. Bom pra beber e comer! Comi uma lasanha por 20 soles e ela veio servida. Quase deixei no prato. Tomei 2 cusqueña de 600 mL por 13 soles cada. Depois eu falei que ia pro Mama Africa. O Brian desanimou e foi pro hostel. Eu acabei indo então pra balada. Nesse dia tinha mais gente por lá e acabei ficando por lá até tarde. No início rolou reggaetown, mas depois começou a rolar house e a boate encheu!!! Fiquei até tarde e no dia seguinte iria partir pro Vale dos Incas! ::essa::

 

 

Gastos do dia

 

City Tour - 20 soles

Almoço - 5 soles

Starbucks - 5,50 soles

Água - 3 soles

3 chaveiros - 5 soles

Sorvete - 5 soles

Lasanha - 20 soles

2 Cusqueña - 26 soles

Cerva no Mama Africa - 47 soles

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
Muito legal seu relato Rodrigo (estou lendo a prestação)

Vou para Bolívia/Peru em Fev de 2017 e como você, também vou solo.

Tem algumas dicas que ache essencial para quem vai viajar sozinho?

 

obrigada,

bjs,

::otemo::

 

 

Carol,

 

Desculpe pela demora. Esses dias estão corridos.

Então,

 

As dicas mais essenciais são em relação à segurança. Evite andar em lugares pouco movimentados, especialmente a noite. Geralmente, a região do "centro" é mais perigosa e vazia a noite. As regiões mais nobres possuem uma boa circulação de pedestres e carros a noite. Então, acaba sendo mais tranquilo andar a noite.

Mas em Cusco. eu andei pelo centro de madrugada e foi bem tranquilo.

 

Basicamente é isso, o resto eu acho que nós brasileiros já estamos acostumados. Não expor celular e objetos de valor na rua, andar sempre com a carteira no bolso da frente e não andar com muito dinheiro. Mas vá sem medo, você com certeza irá conhecer várias pessoas e sua viagem acabará sendo feita com mais pessoas

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Ansiosa pelos próximos capítulos ::otemo::

Rodrigo você me ajudou bastante com a dica sobre as ladeiras próximas ao WildRover ..

Ainda não fechei hospedagem e estou cogitando um hotel próximo Templo do Sol ou próximo ao ao se eu me hospedar próximo ao Mercado San Pedro. O que você pensa em relação às ladeiras? Qual localização será melhor?

Muito obrigada :-)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
Ansiosa pelos próximos capítulos ::otemo::

Rodrigo você me ajudou bastante com a dica sobre as ladeiras próximas ao WildRover ..

Ainda não fechei hospedagem e estou cogitando um hotel próximo Templo do Sol ou próximo ao ao se eu me hospedar próximo ao Mercado San Pedro. O que você pensa em relação às ladeiras? Qual localização será melhor?

Muito obrigada :-)

 

 

Pois é, eu passei um dia por lá e a subida é tensa! Você vai ficar muitos dias por lá? O maior problema de Cusco são as subidas. A falta de ar vem na hora! Eu prefiro ficar em lugar plano porque eu ando muito a pé nas viagens. Agora caso você vá ficar poucos dias em Cusco e irá pegar alguns táxis é bem de boa! Ainda mais porque você irá pagar uns 3 soles por um táxi da plaza até o hostel.

Então, perto do Mercado San Pedro é um pouco longe. Não é uma distância enorme, mas é um pouco afastado. Você pode ficar perto do Templo do Sol, mas eu não vi hospedagem por lá. Mas eu preferiria ficar perto do Templo do Sol do que no mercado. Mas não fiquei muito atrás do templo, tente ficar sempre mais próxima da Plaza. O templo já fica um pouco lá em baixo da Av. el Sol, quase no final.

 

Tem um hostel que chama Pariwana. Vários brasileiros que eu conheci e estavam lá e os amigos que eu fiz em Paracas também ficaram lá. Eu não cheguei a ir por lá, mas olhando pelo Google Maps eu gostei da localização.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Colaboradores

10º dia (14/09)

 

 

Nesse dia eu comecei a fazer a jornada até Machu Picchu. Para quem não sabe, existem três modos de chegar até lá:

 

1) Van até a hidrelétrica e depois umas 2 horas de caminhada até chegar ao vilarejo de Águas Calientes.

Esse é meio mais barato, porém o mais insano. O caminho feito pela van é perigoso e dizem que os motoristas dirigem com imprudência

 

 

2) Trem saindo de Poroy. Essa estação fica ao lado de Cusco. A passagem desse trem é mais cara e geralmente quem vai para MP no estilo bate-volta acaba comprando o trem saindo de Poroy

 

3) Trem saindo de Ollantaytambo. Esse trem é pra galera que vai fazer o passeio pro vale sagrado! Ao chegar em ollanta todo mundo vai para a estação e pega o trem de lá. Foi o que eu fiz!

 

Eu acordei umas 8 horas, fiz o check-out e avisei que iria voltar no dia seguinte. Isso é muito comum por lá e todo mundo faz. Deixei minha mala no hotel e levei uma mochila de ataque com minha roupa para o dia seguinte e só. Levei uma água e a comida eu comprei em Aguas Calientes. Também levei protetor solar e esqueci o maldito repelente! Não esqueçam o repelente!!!!!O passeio iria sair de Cusco às 9 horas da manhã e o guia me falou que estaríamos às 15:30 em Ollanta. O meu trem iria sair às 16:30 e eu deveria estar às 16:15 na estação. Quando cheguei na praça eu vi um monte de gente já saindo pro vale sagrado e o nosso grupo foi o último a sair! Já comecei a ficar preocupado com o tempo e vi que o guia estava muito lerdo. Falei com ele e ele disse que iria agilizar. Saímos de Cusco umas 9:30 e fomos para o primeiro ponto da parada: a feirinha de artesanato! ::dãã2::ãã2::'>

 

O problema desse passeio é que eles não param de oferecer coisas. Toda hora sobe alguém no ônibus pra vender algo! E isso acaba tomando tempo! Para quem está com o tempo marcado é horrível. A ida para o Vale Sagrado constitui-se em 3 paradas: Pisac, Ollanta e Chinchero. Para quem vai pegar o trem em Ollanta será só duas atrações (pisac e ollanta). Todas os parques estão incluídos no boleto turístico. Voltando ao relato.....

 

 

Saímos de Cusco atrasados e eu estava com uma ressaca brava! Tava muito quente e o motorista do ônibus não ligava o ar! Eu tava com muito sono e passando mal. Até uns 20 minutos de estrada eu fui sem ninguém do meu lado. Mas depois o bus parou e entrou uma família de peruanos. Um cara gigante sentou ao meu lado e pronto! Não conseguia nem me mexer, muito menos dormir! Paramos em um mercadinho FAJUTO e ficamos por lá durante uns 20 minutos! Pura perda de tempo!!! Aproveitei para tirar algumas fotos...

 

 

31185724965_9e6979a27f_k.jpgVale Sagrado by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

31071718561_ed0c827947_k.jpgVale Sagrado by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

 

Para cada foto, uma "gorjeta" para a mulher! Não acho isso legal....

 

31150143906_3005624798_k.jpgVale Sagrado by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

O dia estava muito quente! O sol estava muito forte e o protetor foi mais do que necessário. Entramos no bus e fomos para o primeiro ponto do vale: Pisac!!! Ficamos uns 45 minutos por lá ou até mais! Não estava marcando o tempo e não sei o tempo exato! O guia deu as informações de Pisac e nos deu uns 20 minutos para nós fotografarmos! Tirei várias fotos e a vista de lá é animal!!!!!

 

30364921894_2d80ef4e7d_k.jpgPisac by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

30818717130_c4468b0abe_k.jpgPisac by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

31071844581_bc72bf3b70_k.jpgPisac by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

31042761222_6116f60d98_k.jpgPisac by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

31150274756_78c43af7c7_k.jpgPisac by Rodrigo da Silveira, no Flickr

 

A próxima parada seria o almoço. Aqui vai uma DICA importante! O almoço você pode contratar nas agências de turismo! Caso não reserve, eles levarão todo mundo para ir almoçar em um restaurante "conveniado". Não cai na CILADA!!!!! O almoço lá é 25 soles, mas não compensa!!! A comida é "a vontade". Sendo que a carne uma funcionária coloca uma MISÉRIA no seu prato. Não vale a pena comer naquele lugar!!! O melhor é levar um lanche, comer ele e esperar chegar até Ollanta! Lá é mais organizado e você vai ver vários restaurantes. Caso a fome ainda aguente, deixe pra comer em Aguas Calientes!!!! Eu acabei almoçando nesse restaurante fajuto. Ficamos uns 40 minutos por lá e depois fomos para Ollantaytambo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...