Faça perguntas e responda tópicos sobre qualquer tema abordado pela comunidade Mochileiros.com. Uma pergunta por tópico.
Regras do fórum: Fórum Perguntas & Respostas

Esse fórum é exclusivo para o envio de perguntas.

Importante:
- Envie apenas uma pergunta por tópico e não esqueça de escrever a pergunta no campo "título".
- Se você quer postar várias dúvidas sobre um roteiro de viagem por exemplo, o fórum correto é o de Roteiros de Viagem. Clique aqui para saber mais!
- Os tópicos criados que não forem perguntas claras serão renomeados ou movidos para outros fóruns mais adequados dentro do site.

Clique Aqui para postar sua pergunta!
#1058972 por isaackhatlab
18 Fev 2015, 15:40
Boa tarde,Prezados

Estou com uma duvida que esta deixando minha cabeça maluca, por favor alguém com experiencia e sinceridade para me responder; Bom eu e uma amiga compramos bilhete aéreo da Iberia do Rio de janeiro para Amsterdan (fazendo conexão em Madrid) do período de 26/05/15 á 18/08/2015 84 dias, porém a minha ideia e fazer um mochilão nesse período rodando a europa e Londres que depois terei os bilhetes de ida e volta , mas o pilar da ideia é que vamos fazer um mochilão e não temos roteiros definidos de datas em cada cidade e nem reservas de hostels antecipados por que como a ideia é um mochilão de gastar o minimo possível e usar das redes courthsurfing para conseguir hospedagem, pedir carona em alguns trechos, outros ficar em casa de amigos por pouco tempo , viajar de ônibus trem oq tiver mais barato e onde a vontade nos levar a gente esta com o bilhete aéreo de ida e volta e estamos levando cerca de 2 mil euros a principio de imediato (por que pretendemos gastar o minimo possível) a minha duvida é como explicar isso na imigração caso seja barrado ou interrogado sendo que de acordo onde tudo se le para fazer a imigração é a exigência diferente do que estamos indo, no aguardo de uma resposta atual de mochileiros ou pessoas que foram igual a gente para explicar se é possível fazer a migração ou seremos deportados?

#1060016 por Caio C Martins
20 Fev 2015, 16:50
Eu também discordo da atual política para turistas de fora da Comunidade Europeia, sobretudo nesses itens que você citou: quantia mínima em espécie, permanência de até 90 dias e comprovantes de estadia/passagem de volta. No entanto, sou obrigado a concordar que eles têm seus motivos, pelos acontecimentos passados e até recentes...

Teoricamente, se vocês derem azar na Imigração (e isso pode ser regido pelo humor do dia do/a funcionário/a ou, pior, por outros motivos obscuros), podem ser mandados de volta. Seria importante, sim, ter alguns comprovantes de estadia em hostels - ao menos para delinear o percurso de vocês, mas entendo perfeitamente essa vontade de viajar mais livremente e sem roteiro definido ::cool:: Eu já soube de histórias as mais diversas sobre essa passagem pela imigração europeia, inclusive de pessoas que entraram tranquilamente sem esses "requisitos" tão falados atualmente. Ou seja, o risco é iminente, mas, ainda assim, continua sendo "só um risco" ::lol3::

Também pode ser bacana saber opiniões de pessoas que estiveram por lá recentemente, a minha viagem foi no 1o semestre/2013. Desculpe não poder ajudar mais... Abraços.
#1060036 por isaackhatlab
20 Fev 2015, 17:35
Obrigado Caio por responder , mais é bem isso mesmo certeza não tem como saber , certeza mesmo seria se tivesse indo com tudo certo (que quase impossivel vc fazer um roteiro ja tudo pago de 3 meses na europa rss) queria muito saber a experiencia de quem foi atualmente para saber como fez essa imigração de fato no caso como pretendo ir , mais obrigado pela resposta até mais ;)
#1060115 por xxxxxxxxxx
20 Fev 2015, 19:42
Você não precisar ter um roteiro de 3 meses todo planejado e pago, isto até é contra-indicado...

O que você tem que ter bem definido é ter ao menos o planejamento para as próximas 1 ou 2 semanas, de preferência com reservas feitas sempre para uma semana ou 2 semanas para frente. Assim você consegue aproveitar o melhor dos 2 mundos, não perdendo tempo rodando a cidade desesperado feito barata tonta atras de um local para dormir as 11 da noite, mas mantem uma boa flexibilidade no roteiro, podendo mudar de planos sem grande problemas, pois no máximo você vai ter reservas para 1 ou 2 semanas.

Ou seja, sempre que você passar por uma imigração, por exemplo em Madri, quando for para Londres e quando voltar para o Espaço Schengen, tenha reservas ao menos para os primeiros dias, tendo estas reservas para os primeiros dias, dificilmente a imigração vai implicar por causa disto.

O maior problema numa viagem longa como esta é em relação ao dinheiro, a imigração não vai implicar com você se você tiver reservas só para a primeira semana, o que eles vão implicar mesmo e com toda certeza vão lhe fazer várias perguntas a respeito e possivelmente exigir comprovantes, é em relação ao dinheiro, para ver se você realmente tem condições de se sustentar lá por todo este período, o se está viajando com o objetivo de tentar achar um emprego e ficar lá ilegalmente.

Estes 2.000 Euros seriam para os dois? Ou cada um teria 2.000 Euros para levar?

Mas sendo sincero, mesmo que seja 2.000 Euros por pessoa, é muuuuuuito pouco dinheiro para todo este tempo, dá menos de 25 Euros por dia, sinceramente se eu fosse um agente de imigração, não deixaria você entrar de jeito nenhum com tão pouco dinheiro, pois é certo que mesmo fazendo couchsurfing, ficando na casa de amigos, pedindo carona, muito provavelmente vai faltar dinheiro até para você comerem no final da viagem se o orçamento for só este mesmo.

Concordando ou não, as regras são estas e você deve respeitar elas, desrespeitando elas, no caso de você ser pego ou barrado, você só estará fazendo um desserviço a todos os mochileiros e viajantes, pois você vai entrar nas estatísticas de pessoas barradas, e são estas estatísticas que os países usam para endurecer ou abrandar as regras de imigração. Quanto mais gente barrada ou com problemas, maiores as possibilidades de eles endurecerem as regras.

Se o dinheiro não é suficiente para ficar 90 dias, seja realista, e fique a quantidade de dias que o seu dinheiro vai dar, não desrespeite as regras, provavelmente prejudicando todos os futuros viajantes brasileiros...
#1060278 por Erivan Carlos
21 Fev 2015, 09:34
Ae isack.. o adriano cantou a pedra certinha pra você cara.. 3 meses com 2 mil euros é meio tenso, acredito que o pessoal da imigração não dará nem chances de você se explicar. Porém é aquela coisa, "Tiro no escuro", leve em consideração todos os riscos pois o pior é planejar, chegar no aeroporto e ser mandado de volta pra casa, então espere mais um tempo, junte mais dinheiro (se até o dia da sua viagem você ainda não puder cobrir esses gastos). De qualquer forma regras são regras né. Mas eu vim aqui mesmo só pra rir de mim mesmo, estava preocupadão em passar 7 dias em londres com 500 Esterlinas, e você relaxadão em passar 3 meses com 2Mil euros.. HAUHEUAHEUIHA ::lol4:: ::lol4:: .. Programe-se certinho e sua viagem não terá problemas, boa sorte !!!
#1060737 por isaackhatlab
22 Fev 2015, 19:14
Obrigado Adriano LB pela resposta sincera, bom explicando fiz esse questionamento com base de outras pessoas que fizeram mais ou menos isso e concluirão a missão de 3 meses com exito (claro que quando questionei o valor de 2 mil euros a duvida era mais sobre a migração por que até então iria levar cartão de credito também) e queria tirar uma experiencia atualizada de alguém que foi recente com essa mesma viagem, pelas respostas e pelo que ja estamos habituados a saber e é as regras imagina que é um "tiro no escuro" como sitou Erivan Carlos, sabendo-se dos riscos e se quero concluir minha viagem com exito ja estou mudando os meus planos e entrando na regra para não haver problemas, obrigado pelas respostas.
#1155827 por vivian.silva
19 Jan 2016, 21:22
Entao... meu querido isaackhatlab, que nem conheço já considero pacas, eu to pretendendo fazer a mesma coisa, só ficando uns 5 meses. ::otemo::

Conte-nos como fico essa situação!

Uma ideia que tive foi comprar uma passagem de volta c/ data proxima e mudar depois. Ou ate mesmo cancela-la. Tudo pra nao perder flexibilidade na volta e nao correr risco na imigração. Até porque só ao longo da viagem saberei realmente quanto tempo vou ficar.

Outra ideia foi comprar pela internet e usar aquele cancelamento por arrependimento (ate 7 dias pós compra). Só q/ alem da dor de cabeça burocratica p/ receber a grana, fico pensando se a imigração nao vai achar estranho uma passagem de volta comprada dias antes da viagem. Fica mto na cara q/ é só p/ imigração ver nao?

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 12 visitantes