10 destinos para curtir o inverno no Brasil


O inverno começa logo mais, no dia 21 de junho. Quem curte a estação fica atento às notícias de uma possível neve nas serras catarinense e gaúcha, aos termômetros de Parques Nacionais como o do Itatiaia (RJ) e já vai botando os casacos para tomar um solzinho.
Se sua ideia não é fugir do frio, abaixo seguem sugestões de destinos de natureza exuberante, belos cenários e rica gastronomia.
Vale lembrar que estes são destinos que estão em suas temporadas, logo, tendem a serem mais visitados neste período, o que eleva os preços de produtos e serviços (passeios, hospedagem, às vezes ingressos a atrações, alimentação etc).

Na região Sul do Brasil

– Urubici (SC) e São Joaquim (SC)
Urubici, município que fica a 171Km de Florianópolis e faz parte do Parque Nacional de São Joaquim é um dos lugares mais frios do Brasil. No inverno, neva no ponto mais alto da cidade e cartão postal dela, o Morro da Igreja (1822m).
Cerca de 60Km adiante está São Joaquim. Por lá já houve registro de -10 graus e também chega a nevar.
As cidades estão numa região de extrema beleza cênica, entre as Serras do Corvo Branco e Rio do Rastro. Outro ponto que merece destaque para quem se aventurar por essas bandas é o Cânion Espraiado. Sem falar nas delícias gastronômicas presentes até nos restaurantes mais simples.
Se você tem interesse em conhecer uma vinícola da região, a Villa Francioni é uma das opções em São Joaquim.
Curiosidade: Urubici era distrito de São Joaquim até 1956. Hoje as duas cidades disputam o título de a mais fria do Brasil.

Morro da Igreja | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil.
Um dos inúmeros belos cenários da Serra Catarinense | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil.

– Bento Gonçalves (RS)
A rica mistura Brasil-Itália se faz presente em cada cantinho desta bela cidade gaúcha.
Na serra a beleza do Vale dos Vinhedos. No pórtico da cidade uma Pipa (barril de vinho), a catedral em formato de… Pipa e o desejo de provar um… vinho! Por lá também é possível visitar vinícolas, entre ela a Aurora.
Outro passeio “basicão” mas válido é o chamado roteiro ‘Caminhos de Pedra’. Em vários pontos dele o viajante entrará em contato com a arquitetura em casas muito bem conservadas do período no qual os italianos chegaram por ali.

Vista da igreja de Monte Belo do Sul no Pôr-do-Sol no Vale dos Vinhedos – Foto: Silnei L Andrade
Casa no ‘Caminhos de Pedra’ | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil.

Na região Sudeste do Brasil

– Domingos Martins (ES)
Música e friozinho fazem parte da programação turística de Domingos Martins. Localizada em uma região serrana, onde as temperaturas giram em torno de 12 graus e a neblina cobre a cidade. No inverno, essas temperaturas tendem a diminuir mais ainda e combinar com o charme da arquitetura local e o passeio de trem. A cidade sedia o Festival de Inverno de Música Erudita e Popular (a confirmar realização em 2019), sendo o maior evento de música clássica do ES.

Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Domingos Martins.

– Santo Antônio do Pinhal (SP)
Por estar a 1.080 metros de altitude e ser considerado um dos 15 municípios paulistas de estâncias climáticas, Santo Antônio do Pinhal tem clima ameno o ano todo. Mas, no inverno, frentes frias fazem os termômetros marcarem até 6 graus, além de formarem geadas que embelezam a paisagem da cidade. O clima das montanhas permite ao turista escolher entre relaxar ou aproveitar uma aventura. Do Pico Agudo, é possível apreciar vista panorâmica da Serra da Mantiqueira ou praticar voo livre.

Pico do Agudo | Foto: Camila Pastorelli/Flickr-Creative Commons.

– Itatiaia (RJ)
Nas divisas entre Rio de Janeiro e Minas Gerais, o município fluminense está na Serra da Mantiqueira tendo temperatura média entre 15 e 27 graus, podendo chegar a 5 no inverno.
Além das belezas da Mantiqueira (com lagos, belas cachoeiras e piscinas naturais), um ponto que merece destaque por lá é o Pico das Agulhas Negras, que faz parte do Parque Nacional de Itatiaia.
A Colônia Finlandesa de Penedo (distrito de Itatiaia) também é outro atrativo da cidade. Penedo faz divisa com Visconde de Mauá (distrito da cidade de Resende) que também é cheio de belezas naturais.

Agulhas Negras | Foto: André Mellagi/Flickr-Creative Commons.

– Alto Caparaó (MG)/Parque Nacional do Alto Caparaó (MG e ES)
A cidade mineira de Alto Caparaó é uma das opções para quem quer conhecer o Parque Nacional do Caparaó, na região serrana entre os estados de Minas e Espírito Santo. (Uma portaria é em Alto Caparaó e outra – Pedra Menina – em Esperança Feliz).
No parque está o Pico da Bandeira que em 4 de julho de 2017 ficou coberto de gelo. Na hora, segundo informou o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) os termômetros marcavam -14 graus, uma das temperaturas mais baixas do país na ocasião.
A foto abaixo foi tirada pelo condutor Anderson Nascimento e divulgada pelo ICMBio. Segundo ele a montanha ficou branca de gelo e vários cursos d´água congelados, formando um cenário de cartão postal. Ainda segundo ele, a intensidade do gelo foi considerada rara na região do parque.
Ele recomenda às pessoas que visitam o parque neste período mais rigoroso de inverno, principalmente àqueles que pretendem fazer a subida noturna do Pico da Bandeira, cuidado redobrado no planejamento do passeio, para evitar imprevistos, reduzir o esforço e o risco de acidentes, assegurando, assim, uma experiência positiva.
Para a subida noturna ao Pico da Bandeira, é necessário fazer o agendamento prévio por meio do site oficial do parque. Clique aqui.

Pico da Bandeira | Foto: Anderson Nascimento/Divulgação ICMBio.

Na região Nordeste do Brasil

– Guaramiranga (CE)
Mesmo estando no Nordeste, região típica de calor, a menor cidade do Ceará é fria. Guaramiranga é considerada a “suíça cearense” e mantém temperaturas de 12 graus durante inverno. O município é conhecido pela variedade de flores e pela preservação ambiental, além das características históricas percebidas em suas construções. Há, por exemplo, uma pousada que já foi mosteiro e pode ser visitada por quem não está hospedado. Os cantos gregorianos são tradição, entoados nas manhãs do antigo prédio religioso.*

Serra de Baturité ou Serra de Guaramiranga | Foto: Anderps/Wikimedia Commons.

– Gravatá (PE)
Em pleno agreste pernambucano está a cidade que pode marcar 10 graus no termômetro durante o inverno. Gravatá faz parte do Circuito do Frio de Pernambuco e atrai turistas por ser diversa e oferecer queijos, vinhos e chocolate quente, sem deixar de lado as tradições nordestinas no cardápio, como a famosa buchada de bode. O folclore regional também é lembrado em Gravatá e pode ser visto na produção de móveis rústicos e pequenos objetos de decoração. Quem busca atrativos naturais encontrará uma cidade cercada por matas, piscinas naturais e cachoeiras.

Vista da cidade de Gravatá | Foto: Reprodução Facebook Prefeitura Municipal.

– Piatã (BA)
Piatã esta a 1280 metros de altitude (segundo o Wikipedia. Outras fontes falam em 1180 e 1185 metros de altitude), sendo o mais alto e frio município do estado da Bahia. Está na belíssima região da Chapada Diamantina.
No inverno os termômetros por lá podem marcar 3 ou 4 graus e as festas juninas são bastante comemoradas nesta época.
Se você não tem medo de água fria pode tomar um banho nas cachoeiras do Patrício, do Cochó, do Rio de Contas, da Malhada da Areia, o Encontro das Águas, os Gerais do rio de Contas, a Bica do Machado, as serras do Santana, do Navio, da Tromba e os Três Morros os principais atrativos naturais da cidade. Se tem medo, não lhe faltarão belezas para olhar.

Vista da cidade de Piatã | Foto: Facebook VisitePiata.com

Outras sugestões para curtir o inverno

– 5 picos em Parques Nacionais que você tem que conhecer, aqui.
– Trekkings para curtir o frio no exterior (algumas sugestões são em países vizinhos), aqui.

Tem outras dicas e sugestões de lugares no Brasil para curtir o inverno? Deixe pra gente nos comentários!

Texto: Redação Mochila Brasil e Ascom MTur (Nayara Oliveira, sobre os destinos: Domingos Martins, Santo Antônio do Pinhal, Guaramiranga e Gravatá).


1 comentário em “10 destinos para curtir o inverno no Brasil”

  1. Gramado (RS) também é uma ótima opção no inverno. Tem muita comida boa e em Agosto tem o Festival de Cinema. A cidade fica cheia de eventos e é muito legal!!

Deixe um comentário