Conecte com a gente

Indonésia

A diária nessa casa em Bali custa 20 dólares por pessoa!

Publicado

em


Não sei quanto à vocês, mas assim que eu fiquei sabendo que existia uma casa em Bali, em cima de uma árvore, e que era possível passar a noite lá, quase enlouqueci!

Poucas pessoas sabem, mas Bali não se limita só à uma ilha, o arquipélago abriga na verdade 4 ilhas sob a sua jurisdição!

Se você ainda não sabe do que estamos falando, recomendo a leitura:

Bali: 8 coisas que ninguém te conta sobre a ilha dos deuses!

Pois bem. A danada dessa casinha deu um pouco de trabalho para achar, mas nada como um espírito mochileiro open mind nessa vida, né?

casa em Bali

Bali guia definitivo – Reprodução Proibida

Esses “achados” levam sempre um pouco de tempo pra descobrir (estivemos em Bali 5 vezes antes de descobrir essa pérola), mas uma vez familiarizados com as ilhas, tudo ficou mais fácil!

Estamos falando de Nusa Penida, e para chegar lá você vai precisar tomar um ferry diretamente de Sanur (ilha principal de Bali)!

Veja aqui os horários e preços do ferry.

Chegando à Nusa, você vai precisar de uma scooter (ou um táxi) para se dirigir à região OPOSTA à onde estão todas as outras atrações da ilha! Isso mesmo… você vai precisar fugir do reduto turístico do lugar.

Não me digam agora que estão achando ruim.. he he 😬

Nusa Penida – Wikimedia Commom

Para quem não está familiarizado, você precisará sair fora da região de Crystal Bay (em face às ilhas de Lembongan e Cenigan), e chacoalhar nas estradas mal conservadas de Penida por umas boas horas, até chegar próximo à região de Pendem.

Maiores detalhes de como chegar lá podem ser encontrados no post:

O que fazer em Bali, guia definitivo!

Para chegar na casinha, um mini trek é necessário, portanto mochilas leves (e muita água) se fazem necessárias!

Veja abaixo se você consegue ver as duas casinhas na península abaixo.

Obs: uma terceira casinha já está em construção… portanto corra!

Foto: Reproduzido de Bali, Guia Definitivo.

Semana que vem estarei escrevendo muito mais sobre essa extraordinária (e um pouco desconhecida) região de Bali, com dicas exclusivas que só quem mora na área pode dar!

Para quem não conhece ainda nosso blog, moramos em Singapura há 3 anos e 80% do conteúdo do Tripping Unicorn é focado no Sudeste Asiático, lado B!

Portanto fiquem ligados que o post sobre Nusa Penida já está à caminho!

Você pode também receber todas as novidades diretamente no seu email, e para isso basta assinar nossa newsletter.

Leia: 6 Hostels Baratos e Estilosos no Sudeste Asiático.

Tem perguntas, quer saber mais detalhes?

Fique à vontade para entrar em contato direto comigo no Tripping Unicorn!

Siga a gente nas redes sociais ♡

Facebook, Google +, Twitter , Pinterest ou Instagram.

Post by Patti Neves

Votar

6 pontos
Upvote Downvote

Comentários do Facebook

comentários

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ásia

Viajando pela Indonésia além de Bali

Publicado

em


É com muita frequência que ouvimos alguém, ao se referir à uma viagem pelo sudeste asiático, dizendo que irá visitar Bali. Não é muito comum que brasileiros visitem a Indonésia, mas sim Bali. E facilmente as pessoas podem ficar 3 semanas por lá!

Não conheci Bali, mas por todas as fotos e relatos que já li a respeito, é sem dúvida, um destino incrível para ser visitado. E acho que vale a pena sim, passar um bom período por lá, aparentemente há atrações suficientes para te manter ocupado por um bom tempo.

Eu ainda voltarei pra Indonésia para visitar Bali com certeza. Mas o ponto aqui é que a Indonésia tem outras ilhas incríveis para serem visitadas. E por que não começamos a experimentar esses outros locais maravilhosos?

O que mais a Indonésia tem a oferecer?

Acabo de voltar de uma viagem pela Indonésia de quase um mês. Durante esse período, passei uma única noite em Bali e foquei todo o meu tempo restante em lugares um pouco mais desconhecidos, principalmente por brasileiros, mas que me encantaram completamente.

Eu visitei nesse período as ilhas de Wakatobi, Flores (cidade de Moni – para visitar o Monte Kelimutu e Labuan Bajo – região onde os dragões de Komodo são encontrados), Lombok (incluindo uma escalada ao Monte Rinjani) e Java (a cidade de Yogyakarta).

Esses foram os destinos que selecionei por encaixarem no meu roteiro dentre muitos que me chamaram a atenção. Outros lugares que estavam na minha lista, mas não puderam ser visitados agora eram Borneu, Raja Ampat, Papua e Manado, além de alguns outros vulcões como o Tambora, Ijen e Bromo!

Fora os destinos que nem tinham entrado na minha lista no começo, mas que depois de algumas semanas num lugar tão gostoso e com pessoas tão agradáveis, já estão pipocando na minha mente!

Indonésia realmente é um lugar que você deve visitar.

Vou falar um pouquinho sobre cada lugar que visitei na Indonésia.

Wakatobi

Wakatobi

Nosso primeiro destino e já fomos super bem recebidos. Apesar de ser bem longe e termos pego 3 voos a partir de Bali para chegarmos lá. Wakatobi é um parque nacional e o nome é formado pelas iniciais das 4 ilhas que compõem o parque: Wangi-Wangi, Kaledupa, Tomia e Binoko.

Ficamos lá 4 dias, mas uma semana teria sido o ideal para conhecermos todas ilhas e aproveitarmos com mergulhos, praias e relaxamento. O lugar é um verdadeiro paraíso para mergulho. Os corais são incrivelmente coloridos e é ainda muito preservado.

Durante nosso período lá, encontramos somente mais um casal de turistas. O oceano era só nosso!

Conhecemos Wangi-Wangi e Tomia e, definitivamente, quero conhecer as outras ilhas!

Flores – Moni

Flores – Moni

A ilha de Flores é muito grande é possível passar mais de um mês lá com tranquilidade. Viajando por terra, visitando comunidades locais, lindas praias, campos de arroz e muitas trilhas dentre a floresta.

Nós viajamos para Moni porque queríamos visitar o Monte Kelimutu, um vulcão que possui em sua cratera 3 lagos de cores diferentes. O mais interessante é que a cor dos lagos muda constantemente devido a todos os minerais e processos químicos que ocorrem ali.

Quando fomos, um dos lagos estava azul, outro verde e o outro preto. Mas vi uma foto dos lagos em 2006, e as cores eram azul, vermelho e branco.

Flores – Labuan Bajo

Flores – Labuan Bajo

Na ilha de Flores, a cidade de Labuan Bajo é a cidade base para quem quer visitar os incríveis dragões de Komodo que habitam a ilha de Komodo e Rinca.

A cidade é pequena e ainda com pouca infraestrutura e não tem muito a oferecer. É necessário escolher sua atividade preferida e fechar os passeios com as agências.

Ali, nós optamos por mergulhar novamente! O que foi simplesmente incrível! Vimos arraias enormes e muitas tartarugas!

E para o passeio entre as outras ilhas, optamos por fechar uma viagem de barco que nos levaria até Lombok e íamos parando em várias ilhas no caminho, inclusive a de Komodo e a Padar, que tem uma incrível vista!

A viagem de barco levou 4 dias e, nesse período, conseguimos visitar várias ilhas, fazer snorkeling e nadar em um mar de água cristalina e verde!

Lombok – Monte Rinjani

Lombok - Monte Rinjani

A Ilha de Lombok é mais turística, por ser bem perto de Bali. Ainda assim, a grande maioria dos turistas que visita Lombok, vai direto para as Ilhas Gili (que também não conheci).

Chegando em Lombok, fomos diretamente para a pequena cidade de Senaru (estava em todos os jornais recentemente por ter sido um dos principais alvos dos últimos terremotos que aconteceram na Indonésia em julho/agosto de 2018), para a subida do Monte Rinjani, considerado o vulcão mais difícil de subir da Indonésia.

A subida realmente é difícil e foram 3 dias muito pesados nessa empreitada. Mas conquistamos o cume e orgulho de não termos desistido! Apesar do parque estar temporariamente fechado agora, eu ainda recomendo para todos aqueles que gostam de um pouco de aventura. É uma viagem e tanto.

Também visitamos as principais praias de água cristalina e areia super branca de Lombok! Só posso dizer que as fotos refletem a realidade!

Java – Yogyakarta

Java – Yogyakarta

Nossa última parada na Indonésia foi em Yogyakarta! Cidade que guarda um dos templos budistas mais famosos de todo o mundo, o Borobudur!

A visita a esse templo é quase que obrigação para qualquer viajante que goste um pouco de história e cultura religiosa! É realmente impressionante!

Existem ainda muitos outros templos em Yogyakarta, além de muitas outras atrações, como templos e cavernas subterrâneas, cachoeiras e mais! Se tiver tempo, dedique uns 5 dias para essa cidade! Para a Ilha de Java, pode dedicar muito mais, porque coisas incríveis para serem vistas na Indonésia é o que não falta.

Informações detalhadas de cada um desses lugares e de como o itinerário dessa viagem foi organizado, incluindo todos os custos, podem ser encontrados no nosso post bem detalhado sobre a Indonésia!

Entrem em contato com o Mochilão a Dois pelo nosso Facebook, Instagram ou pelo nosso email!


Comentários do Facebook

comentários

Continue lendo

Ásia

10 Fotos para te inspirar a visitar as ilhas de Raja Ampat

Publicado

em


Raja Ampat é um arquipélago formado por 4 ilhas principais e mais de 1500 ilhotas situado na Papua Ocidental, Indonésia, e é um desses lugares no mundo que é difícil de acreditar que realmente existe.

As ilhas de Raja Ampat são basicamente intocadas, distante de cidades grandes, poluição e principalmente do turismo de massa. Elas possuem uma beleza natural extraordinária, e tem águas super cristalinas, riquíssima vida marinha, vegetação exuberante e fauna exótica, que fazem dessa região o local perfeito fazer snorkeling, mergulho, observação de aves, descansar e simplesmente  esquecer do mundo. Ademais Raja Ampat é conhecida internacionalmente por ser um dos melhores lugares para mergulho no mundo.

Se você nunca ouviu falar da ilhas de Raja Ampat antes, aqui vão dez fotos extraordinárias que irão te dar vontade de conhecer esse verdadeiro paraíso na Terra.

1 – Imagina ter essa água verde esmeralda cristalina bem na porta do seu hotel

2 – Praias paradisíacas e paisagens de tirar o fôlego

3 – Fazer o passeio para Pianemo, umas das ilhas mais bonitas de Raja Ampat

ilhas de Raja Ampat

4- Ficar boquiaberto com a perfeição da nossa mãe natureza

5 – Visitar a charmosa vila Arborek

6 – Mergulhar até mesmo sem máscara se você quiser

7 – Nadar com mantas (arraias gigantes)

8 – Fazer mergulho em Raja Ampat e descobri sua rica e excelente vida marinha

9 – Admirar a beleza de Pasir Timbul, uma das mais belas praias em Raja Ampat

10 – Visitar uma comunidade local

Essas são apensas 10 Fotos Para te Inspirar a Visitar Raja Ampat.

A versão completa desse post pode ser encontrada no site 7 continents 1 passport.

Boa viagem e aproveite esse paraíso 😉

Outros posts que você pode gostar: 


Comentários do Facebook

comentários

Continue lendo

Os 10 + vistos do Mês

Log in

Or with username:

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…