Temperatura em base da Antártica chegou a 18,3ºC, a mais quente já registrada


O Servicio Meteorológico Nacional (SMN) argentino anunciou o recorde histórico de calor na Antártica: 18,3ºC. O registro superou o recorde anterior de 17,5ºC registrados em 24 de março de 2015. Os registros são feitos desde 1961.
O recorde foi registrado ao meio-dia de 6 de fevereiro na Base Esperanza…

… mas não foi o único recorde. A Base Marambio também teve a temperatura mais alta para o mês de fevereiro desde 1971, alcançando 14,1ºC, superando os 13,8ºC de 24 de fevereiro de 2013.

Segundo a Organização Meteorológica Mundial (WMO), a península Antártica está entre as regiões de aquecimento mais rápido do planeta, quase 3ºC nos últimos 50 anos. Em nota publicada sobre os recordes registrados pelo serviço meteorológico da Argentina, a WMO comenta que a perda anual da camada de gelo na Antártica aumentou pelo menos seis vezes entre 1979 e 2017.
A Antártica tem cerca de “14 milhões de KM ² (aproximadamente o dobro do tamanho da Austrália), é frio, ventoso e seco. A temperatura média anual varia de cerca de -10ºC na costa a -60º nas partes mais altas do interior”, comenta.
Um comitê da entidade fará uma avaliação formal dos números registrados pelo SMN.

baseesperanza

Base Esperanza | Foto: Travellers & Tinkers/Sob licença Creative Commons.

Antártida ou Antártica?

Algumas pessoas têm dúvida sobre a forma correta de se referir ao continente gelado. De acordo com o site Vestibular, as duas formas (Antártida ou Antártica) estão certas, mas alguns estudiosos acreditam que antártica seja o mais adequado já que viria do grego Antarktikós, que quer dizer “anti-Ártico”, “do outro lado do Ártico”. Mais sobre, aqui.


Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma Comentário

      Mochileiros.com
      Logo